WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Salvador’

Governo qualifica 8 portos no Programa de Parcerias de Investimentos

O decreto foi publicado hoje no Diário Oficial

Publicado em 18/11/2021 – 12:32 Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Reuters/Paulo Whitaker/Direitos reservados

O governo federal qualificou oito terminais portuários para serem outorgados à iniciativa privada por meio do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). O decreto, assinado pelo presidente em exercício Hamilton Mourão, foi publicado hoje (18) no Diário Oficial da União.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência explicou que, com a medida, os empreendimentos passam a ser entendidos como prioritários para a realização de leilão para exploração econômica, “com a consequente contrapartida de expansão da capacidade logística por meio de aportes de investimentos provenientes de agentes de mercado, de forma que o Estado cumpra seu papel constitucional de formulador e indutor de políticas públicas”.

Os terminais qualificados são: Terminal POA01, no Porto de Porto Alegre (RS), com área de 21,5 mil metros quadrados, para movimentação e armazenagem de granéis sólidos vegetais; Terminal STS53, no Porto de Santos (SP), com área de 87,981 mil metros quadrados, para granéis sólidos minerais; Terminal RDJ06, no Porto do Rio de Janeiro (RJ), com área de 13,560 mil metros quadrados, para granéis líquidos; Terminal RDJ06A, no Porto do Rio de Janeiro (RJ), com 13,7 mil metros quadrados, também para granéis líquidos.

E também; Terminal SSD04, no Porto de Salvador (BA) com 34,519 mil metros quadrados, para contêineres e carga geral; Terminal ILH01, no Porto de Ilhéus (BA), com área de 260,668 mil metros quadrados, para granéis sólidos vegetais e minerais, carga geral e terminal de passageiros; Terminal MUC03, no Porto do Mucuripe (CE), com 27,2 mil metros quadrados, para granéis sólidos; e Terminal IQI14, no Porto do Itaqui (MA), que abrange a área de 43,404 mil metros quadrados, dedicado à movimentação e armazenagem de graneis líquidos combustíveis.

Leilões

O governo, por meio do Ministério da Infraestrutura e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), também realiza amanhã (19) o leilão de três terminais portuários em Santos (SP) e Imbituba (SC). De acordo com a pasta, com o arrendamento serão garantidos quase de R$ 1 bilhão de investimentos privados ao longo dos respectivos contratos e a geração de mais de 16 mil empregos.

O vencedor de cada um dos leilões será aquele que apresentar o maior valor de outorga. O certame está marcado para as 11h, na B3, na bolsa de valores de São Paulo.

As áreas disponíveis na cidade paulista são os terminais STS08 e STS08A, destinados a movimentação, armazenagem e distribuição de combustíveis, enquanto no porto catarinense, granéis líquidos combustíveis ou químicos. Já o Complexo Portuário de Imbituba (terminal IMB05) movimenta granéis líquidos combustíveis ou químicos, proveniente principalmente de Maceió (AL), para abastecer empresas localizadas em toda a região sul.

Edição: Valéria Aguiar

SALVADOR – BAHIA ESTÁ NO BAGAÇO!

Centro de Salvador

http://novoblogdodimitri.blogspot.com/2021/04/um-passeio-deprimente.html

UMA VERDADE ELOQUENTE

Em 2021, ACM Neto será apenas o Ex-Prefeito de Salvador-Ba.

O que isso representa para Ilhéus?

  • Nada, absolutamente nada!

ACM Neto ainda Prefeito de Salvador – Foto: Correio*

COMEÇANDO A USAR OS ‘MÉTODOS’ DO VOVÔ!

Atrapalhando aquilo que não lhe convém. Clique aqui. 

 

Imagem divulgação

GRUPO INGLÊS APRESENTA PROPOSTA PARA FINANCIAR IMPLANTAÇÃO DO VLT

Novo Secretario da Casa Civil Bruno Dauste em seu gabinete. Foto: Carla Ornelas/GOVBA

Novo Secretario da Casa Civil Bruno Dauster.
Foto: Carla Ornelas/GOVBA

A empresa Indico PLC, sediada em Peterborough, na Inglaterra, é até o momento a primeira e a única companhia a apresentar oficialmente uma proposta para financiar a implantação de um sistema de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) no subúrbio de Salvador. O governo baiano divulgou nesta quarta-feira, 25, o termo de compromisso da companhia no Diário Oficial, dando continuidade à um modelo inovador no país para a definição de uma Parceria Público Privada (PPP).
 
“Ao invés da tradicional licitação, em que as empresas interessadas enviam sigilosamente suas intenções até a abertura dos envelopes de todos os concorrentes, estamos adotando uma forma mais transparente, com a publicização das propostas à medida em que elas foram se oficializando”, explicou o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster.
 
Serão duas concorrências públicas: uma, para escolha da empresa que vai financiar o projeto, em condições estabelecidas pela Empresa Baiana de Ativos (Bahiainveste); e outra, para a seleção da construtora que vai realizar as obras e explorar os serviços posteriormente.
 
Segundo Dauster, a licitação para a implantação do modal deve ser lançada até março, dando às empresas interessadas 45 dias para apresentação das propostas, a serem abertas e negociadas em uma segunda etapa na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Amanhã, o secretário e técnicos do estado estarão em São Paulo, onde farão uma apresentação na Bovespa para empresários interessados no negócio, ou para financiar a obra, ou para construção do sistema e exploração dos serviços. (A Tarde)

Íntegra do decreto educativo que pune quem sujar Salvador

acmneto2
Em anexo a íntegra do decreto que pune quem não der a destinação correta ao lixo, assinado hoje (27) pelo prefeito ACM Neto e que começa a valer a partir de amanhã, inicialmente em caráter apenas educativo. O decreto é bem abrangente e estabelece outras punições, a exemplo do descarte irregular de entulho e para quem urinar em via pública.

FESTIVAL DE VERÃO 2015

festival_verao

Maior Festival anual de música do país terá mais conforto, mais segurança, mais tecnologia e uma grade de atrações musicais turbinada

Com uma estrutura renovada, novos espaços interativos e grandes encontros musicais, o Festival de Verão chega a sua 17ª edição, pronto para levar o público a vivenciar novas experiências sensoriais, sonoras e gastronômicas. Em 2015, o maior festival anual de música acontece 22 a 24 de janeiro, no Parque de Exposições de Salvador, reunindo tudo que há de melhor da estação mais quente do ano. Os ingressos já estão à venda, com condições especiais, nos balcões do Ticketmix dos shoppings Paralela, Iguatemi, Barra e Salvador, no telefone 4003-1212 ou através do site www.festivaldeverao.com.br.

“Estamos ampliando a qualidade do Festival de Verão, acompanhando a tendência dos maiores eventos musicais que acontecem pelo mundo. Vamos levar novas experiências para o público. Queremos potencializar as sensações, ampliar a vivência. Estamos construindo uma grade com grandes atrações e encontros que ficarão marcados na memória e no coração do público”, garante Estácio Gonzaga, gerente executivo da Icontent, realizadora do Festival.

Além do Palco 2015, o Festival de Verão 2015 terá ainda mais dois espaços de entretenimento musical. Com conceito Cult, o Palco Sensações vai reunir o que há de melhor do universo alternativo. Já o Palco Eletrônico, montado em uma grande arena interativa, será comandado pelos melhores Djs locais, nacionais e internacionais. O Festival terá ainda ampliado o seu espaço de alimentação, oferecendo mais conforto e mais opções de bares e restaurantes para o público.

Em breve as atrações serão divulgadas.

1° lote de ingressos

O público poderá adquirir os primeiros ingressos com preços e condições especiais. Quem quiser curtir o evento na pista, as entradas individuais sairão por R$ 98 (inteira) e R$ 49 (meia-entrada).  Quem preferir o Camarote VIP, o ingresso custa R$ 180. Já o Camarote Baladas sai por R$ 120. Os ingressos de passaporte e individuais podem ser parcelados em até 06 vezes nos cartões. Os ingressos estão à venda no site oficial do evento, www.festivaldeverao.com.br, pelo telefone 4003-1212 e nos balcões Ticketmix dos shoppings Paralela, Iguatemi, Salvador e Barra.

SERVIÇO 

:: LEIA MAIS »

Salão de beleza português onde ferries foram comprados também se negociam aviões

Duas empresas funcionam no mesmo endereço do salão de cabeleireiros da sogra de um dos sócios

Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)
05/11/2014 06:47:00Atualizado em 05/11/2014 07:02:52

Fachada de prédio onde funciona empresa que vendeu ferries gregos (Foto: Paula Cosme Pinto/Arquivo Correio)

No mesmo endereço de onde saíram as negociações para a venda de dois ferries gregos ao governo do estado da Bahia — número 10 da Rua Dom Afonso de Noronha, na Grande Lisboa, em Portugal — também é possível negociar aviões. Isso entre um corte e outro de cabelo, já que no mesmo local funciona um salão de beleza. Dois sócios da empresa portuguesa Happyfrontier Importação e Exportação Lda.  (João Carlos Palmeirão de Melo e Helder José Veras Nunes Barata) criaram uma nova empresa no dia 22 de maio deste ano, a Red Frontier Lda.

A criação da sociedade ocorreu no mesmo dia em que a Happyfrontier recebeu de armadores gregos o segundo dos dois ferries que em seguida foram vendidos ao governo da Bahia (o primeiro foi comprado pela Happyfrontier no dia 2 de maio) e que aqui foram rebatizados de Dorival Caymmi e Zumbi dos Palmares, ambos já em operação na travessia Salvador-Itaparica.

O CORREIO localizou, ontem, a documentação do Ministério da Justiça de Portugal que formaliza a sociedade Red Frontier, que já nasceu tendo como atividade a comercialização, importação e exportação de navios, agenciamento de embarcações e  aeronaves, além de outros serviços relacionados a transportes — diferente da Happyfrontier, que inicialmente vendia eletrodomésticos e mobiliários e que teve o objeto alterado em abril, seis meses depois de vender os ferries para a Bahia. As duas empresas funcionam no mesmo endereço do salão de cabeleireiros da sogra de um dos sócios — João Carlos Palmeirão de Melo.

A transação, realizada após um processo licitatório, está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual (MPE), que também recebeu denúncia de superfaturamento — os ferries foram comprados pela Happyfrontier por 12 milhões de euros e vendidos por 18 milhões, acrescidos o transporte e treinamento da tripulação. O capital social da Happyfrontier é de 15 mil euros.

A Procuradoria-Geral de Justiça solicitou ao Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (Gepam), que iniciou a apuração, uma cópia de toda a documentação que está sendo analisada. Por se tratar de denúncia de improbidade em secretaria estadual, pode ser de atribuição da Procuradoria de Justiça essa apuração.

O MPE, através de sua assessoria de comunicação, informou que a documentação solicitada chegou, na segunda-feira à noite, para análise e que só deve voltar a se pronunciar sobre o caso após essa análise. A Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), procurada ontem, informou que não recebeu do Ministério Público nenhuma recomendação ou documentação relacionada à compra das embarcações.

O Gepam já solicitou a recomendação de que o restante do pagamento à empresa seja suspenso até o fim da apuração. De acordo com o Portal da Transparência já foram realizados três pagamentos, que somam R$ 49,966 milhões — 85% do valor devido. O acordo com a empresa é de que o último pagamento só será realizado após  120 dias de operação, que começou há  um mês.

A denúncia de irregularidades foi feita, inicialmente, pelo jornalista Fernando Conceição, professor da Ufba, em seu blog. O CORREIO foi à sede da Happyfrontier, na Grande Lisboa, quatro vezes e não localizou ninguém no local.

CLÁUDIO TABOADA: “O CENTRO DE CONVENÇÕES É UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO DEIXADA PELO PT”

“O descaso do governo do PT com o Centro de Convenções de Salvador, como também com os de Ilhéus e Porto Seguro, está causando um prejuízo incalculável ao turismo da Bahia”, diz Cláudio Taboada.

Foto: Valter Pontes.

Foto: Valter Pontes.

“O Centro de Convenções é uma bomba de efeito retardado que o PT vai deixar na Bahia para o turismo”, alerta o candidato a deputado federal, Cláudio Taboada (DEM). De acordo com o ex-presidente da Bahiatursa, o estado de degradação em que se encontra atualmente o equipamento público impede o setor turístico de trabalhar na atração de feiras e congressos para a capital baiana.

“A captação desses eventos demanda, em média, dois anos. E, nas condições atuais do Centro de Convenções, fica impossível ao trade turístico atrair qualquer feira ou congresso”, explica Taboada. Segundo ele, se não houver logo uma intervenção para recuperar o Centro de Convenções, abandonado pelo governo do PT, Salvador vai ficar de fora da programação de grandes eventos nacionais e internacionais nos próximos anos.

“O descaso do governo do PT com o Centro de Convenções de Salvador, como também com os de Ilhéus e Porto Seguro, está causando um prejuízo incalculável ao turismo da Bahia”, diz Cláudio Taboada. Ex-presidente da Bahiatursa na última gestão de Paulo Souto, Taboada afirma que, em 2007, quando Jaques Wagner assumiu o governo, o Centro de Convenções de Salvador lhe foi entregue completamente reformado.

“Wagner recebeu o Centro de Convenções com a estrutura metálica reformada e a estrutura de concreto recuperada”, afirma Taboada. Além disso, segundo ele, todas as escadas rolantes e elevadores estavam em pleno funcionamento e foi implantada uma rede de fibra ótica com capacidade para transmissão de dados em alta velocidade. “A manutenção estava toda em dia. E o que se vê agora é o equipamento público em total abandono e sem condição de operação, com elevadores sem funcionar e escadas rolantes quebradas”, lamenta.

DATA: 25/09/2014 – ASCOM: 71 9994 4411 / 9695 8501 / 9239 1478

Governo elege representante de empresários para atacar licitação do transporte

bruno-reis

O presidente do PMDB de Salvador, deputado estadual Bruno Reis, afirmou hoje (12) que, ao eleger um representante do setor para ser porta-voz no caso da licitação do transporte público da cidade, o governo baiano demonstra que está a serviço dos empresários na guerra travada contra a gestão do prefeito ACM Neto. “O senhor Manuel Ribeiro, secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, escolhido para atacar a Prefeitura para tentar inviabilizar a licitação que vai melhorar a qualidade do transporte, era funcionário do Setps, sindicato patronal dos empresários de ônibus. Ele era gestor da operação consorciada das atuais empresas que operam o sistema. Por isso, defende um modelo de licitação que é melhor para os empresários, e não para a cidade”, salientou o peemedebista.

“As posições do senhor Manuel Ribeiro dependem de quem assina a carteira de trabalho dele”, provocou o parlamentar. “Agora, como secretário estadual, ele ressurge defendendo que os futuros concessionários que ganharem a licitação não paguem ao município a outorga pelo direito de explorar o serviço”, acrescentou o parlamentar. Em nota distribuída à imprensa, o secretário criticou a Prefeitura por utilizar como opção na licitação a outorga, que seria mais onerosa para os empresários. Ele defendeu a licitação por menor preço.  “Cabe perguntar: quais interesses ele defende? Da população que sofre com um sistema de ônibus de péssima qualidade que será beneficiada pela população ou dos empresários que podem vir a vencer a licitação e certamente gostariam de não pagar pela outorga?”, questionou o deputado.

Bruno Reis lembrou ainda que partiu do governo do estado o primeiro movimento contra a Prefeitura na questão da licitação do transporte público. “Quem tornou o ofício público foram as fontes do governo do estado. Eles deveriam era se preocupar com os sistemas de transporte sobre os quais o governador tem responsabilidade direta, como o ferry boat, que continua um caos. Ao invés disso, querem que a população de Salvador pague caro por um serviço ruim e não tenha mais direito a benefícios como o Bilhete Único e o Domingo é Meia”.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

julho 2022
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia