WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Fábula.’

UM BURRO CHAMADO CU (Postagem fixa)

Imagem do Google

Um fazendeiro entrou numa corrida com um burro chamado Cu, e ganhou.
O fazendeiro estava tão feliz que voltou a entrar noutra corrida, e voltou a ganhar.
Então, o jornal local publicou uma nota, dizendo:
“Cu do fazendeiro papa os outros…”
O bispo incomoda-se com a nota e ordena que o fazendeiro não volte a participar das corridas. No dia seguinte, o jornal publica:
“Bispo trava o Cu do fazendeiro.”
Isto foi demais para o bispo, que ordena ao fazendeiro que se livre do burro.
O fazendeiro decide então, presentear o burro à uma freira de um convento próximo. O jornal fica sabendo e publica o seguinte:
“Freira tem o melhor Cu da cidade.”
O Bispo desmaia !! Informa à freira que deve se livrar do burro e ela o vende por 100 reais. O jornal descobre e posta:
“Freira vende Cu por 100 reais”.
Isto foi demais para o bispo… Por isso, ordenou à freira que voltasse a comprar o burro e conduzi-lo às planícies, para que ele andasse livre.
No dia seguinte, as manchetes diziam:
“Freira anuncia que seu Cu é livre.”
O Bispo é enterrado no dia seguinte.

Moral:
Assim é a imprensa Brasileira nos dias de hoje.

A FÁBULA DO CACHORRO VELHO !

Uma velha senhora foi para um safári na África e levou seu velho vira-lata com ela.cachorro_de_oculos2

Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido.

Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço…

O cachorro velho pensa:

-‘Oh, oh! Estou mesmo enrascado ! Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador …

Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto:

-Cara, este leopardo estava delicioso ! Será que há outros por aí ?

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque, já quase começado, e se esgueirar na direção das árvores.

-Caramba! pensa o leopardo, essa foi por pouco ! O velho vira-lata quase me pega!

Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira: em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum.. .

E assim foi, rápido, em direção ao leopardo. Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa :

-Aí tem coisa!

O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo. O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz: -‘Aí, macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que acontece com aquele cachorro abusado!’

Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa:

-E agora, o que é que eu posso fazer ?

Mas, em vez de correr (sabe que suas pernas doloridas não o levariam longe…) o cachorro senta, mais uma vez dando costas aos agressores, e fazendo de conta que ainda não os viu, e quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz :

-‘Cadê o filho da puta daquele macaco? Tô morrendo de fome!

Ele disse que ia trazer outro leopardo para mim e não chega nunca! Imediatamente o leopardo se esquiva, sai para longe do cachorro e devora o macaco.

Moral da história: não mexa com cachorro velho… idade e habilidade se sobrepõem à juventude e intriga.

Sabedoria só vem com idade e experiência.

 

AS FÁBULAS QUE ROLAM SOBRE CONCURSOS FRAUDULENTOS!

Reza a lenda, que em certa vez numa certa cidade rolou um desses concursos. Escolhida uma empresa ‘no jeito’, rolou o edital.

O interesse maior era no bojo do referido concurso, legalizar a situação de algumas celebridades instantâneas que estavam no limbo.

A esculhambação foi tão grande, que elementos foram presos vendendo gabaritos, não estava no script.

Cancela, não cancela, e o concurso  rolou. Ficaram todos felizes e de boa!

Estava tentando me lembrar da cidade, das datas e das pessoas, mas a memória ‘faiô’…

Concurso fraudulento

 

A FÁBULA DO MENINO E A BICICLETA.

Era uma vez, um menino muito mimado que ganhou uma bicicleta de presente.

Mas ele não sabia pedalar, os amiguinhos dele pegavam a bicicleta para passear e diziam que estavam ensinando o coitadinho a andar de bicicleta.

A mãe desesperada, arranjou alguns vizinhos para ajudarem o filhote a andar na bicicleta, não estava dando certo. Ela (a mãe) não sabia mais se trabalhava ou cuidava das pedaladas do filho. 

Em resumo, a consumição só aumenta…

Pedala filhinho, pedala…

QUEM SE LEMBRA DO ‘LE BARON’?

Pois é, trouxe o famoso cabeleireiro Silvinho para inaugurar seu mega-salão de beleza.

Depois deu o golpe e sumiu, pode acontecer novamente…

Silvinho jogando seu charme na inauguração do ‘Le Baron’.

E NO BAILE DOS ANÕES…..

….gamem na ‘Branca de Neve’!

FÁBULA – O SONHO DOS RATOS

UMA FÁBULA CURTINHA E ATUALÍSSIMA…

Era uma vez um rei que queria pescar.

Ele chamou o seu meteorologista e pediu-lhe a previsão do tempo para as próximas horas.

Este lhe assegurou que não iria chover.

A noiva do monarca vivia perto de onde ele iria e colocou sua roupa mais elegante para acompanhá-lo.

 No caminho, ele encontrou um camponês montando seu burro que viu o rei e disse: “Majestade, é melhor o senhor

regressar ao palácio porque vai chover muito”.

O rei ficou pensativo e respondeu:

 “Eu tenho um meteorologista, muito bem pago, que me disse o contrário. Vou seguir em frente”.

E assim fez. Choveu torrencialmente.

O rei ficou encharcado e a noiva riu-se dele ao vê-lo naquele estado.

Furioso, o rei voltou para o palácio e despediu o meteorologista.

Em seguida, convocou o camponês e ofereceu-lhe emprego.

 O camponês disse: “Senhor, eu não entendo nada disso. Mas, se as orelhas do meu burro ficam caídas, significa que vai chover”.

Então, o rei contratou o burro. Assim começou o costume de contratar burros para trabalhar junto ao Poder…

 

Desde então, eis a razão de burros ocuparem as posições mais bem pagas em qualquer governo.

 

A EPOPÉIA DAS GAROUPAS EM SUA VIAGEM TERRESTRE.

mala_dinheiro

Lembrei-me de uma história  que se passava em determinada cidade baiana.

Contava-se que garoupas eram transportadas numa mala, via aviação rasteira, para uma determinada repartição pública, mensalmente.

Causava especie e curiosidade, como as garoupas não morriam nesse transporte esdruxulo?

Peixe fora d’água, eu hein…..

 

A FÁBULA DO GATO PREGUIÇOSO.

gatopreguiçoso

Todos sabemos que o gato gosta da casa e não do dono, certo?

Então, existia um gato preguiçoso que junto com seus gatinhos, habitavam uma casa onde eram bem alimentados e nada faziam.

Chegou um novo dono e expulsou a gataiada de dentro da casa.

O gato preguiçoso empoleirou-se na casa do vizinho e passou a miar e cagar no telhado da antiga casa. Cagando pouco, pois a comida agora é regrada.

A esperança do gato preguiçoso é que esqueçam uma janela aberta para ele pular para dentro, ou uma alma bondosa lhe atire um resto de comida.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

julho 2022
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia