WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Empreendimento’

Sebrae confia na força das micro e pequenas empresas para 2022

EMPREENDA

Presidente nacional do Sebrae, Carlos Melles, está confiante na economia

Carlos Melles, presidente nacional do Sebrae – Foto: reprodução do youtube da Rádio Bandeirantes.

O presidente nacional do Sebrae, Carlos Melles, revelou-se confiante, nesta quinta-feira (23), em relação à economia brasileira no ano de 2022, pela força dos micro e pequenos empreendedores.

Segundo Melles, a força dos empreendedores, que representam 99% da economia, vai garantir o crescimento de que o Brasil necessita. “Afinal, os micro e pequenas empresas representam 30% do PIB brasileiro”.

Ele citou números impactantes, durante sua entrevista ao Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, nesta quinta. Afirmou, por exemplo, que o segmento representa 50% dos empregos formais e 40% dos que se encontram na informalidade.

O presidente destacou o cinquentenário da instituição, em 2022, e disse que o Sebrae deu um passo em direção ao futuro com o lançamento oficial do projeto 50 + 50, que comemora o cinquentenário da instituição, em 2022.

Para os próximos 12 meses, o Sebrae preparou uma série de ações e atividades que fazem parte de um calendário institucional especial.

Com o tema “Criar o futuro é fazer história”, o projeto 50 + 50 prevê uma programação que inclui a contribuição de todas as unidades regionais do Sebrae e a participação de todos os colaboradores.

O Projeto Sebrae 50+50 reúne ações e eventos em todo o Brasil para a celebração do cinquentenário da instituição em 2022, criada em 5 de julho de 1972.

Entre os objetivos está o aumento da relevância dos pequenos negócios no país e contribuir para a geração de trabalho, emprego e renda.

Ministério faz parceria para qualificar 270 mil mulheres

A iniciativa faz parte do Projeto Qualifica Mulher

Publicado em 15/07/2021 – 17:59 Por Agência Brasil – Brasília

Prefeitura do Salvador

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou, hoje (15), uma parceria com a Associação Aliança Empreendedora para oferecer 270 mil vagas grátis para a qualificação de mulheres em vulnerabilidade social. Estão previstas 10 mil vagas em cada estado.

Serão oferecidos cursos gratuitos de educação financeira, marketing digital, inovação em tempos de crise, formação de mulheres empreendedoras, entre outros.

A iniciativa faz parte do Projeto Qualifica Mulher, que tem investimento de R$ 36 milhões, e objetiva auxiliar na autonomia econômica do público feminino. De acordo com a secretária Nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto, o oferecimento das vagas poderá gerar oportunidades durante a pandemia.

“O Qualifica Mulher surgiu em meio ao cenário de pandemia, que retirou 8,5 milhões de mulheres do mercado de trabalho. Sabemos que o empreendedorismo é um dos melhores caminhos para reverter esse cenário, pois, além de contribuir para o crescimento da economia, gerando empregos, colabora para construção de uma sociedade mais equilibrada, na medida em que gera oportunidades de liderança para as mulheres”, disse a secretária.

Para a diretora executiva da Aliança Empreendedora, Lina Useche, as mulheres precisam ver o empreendedorismo como uma opção viável e real.

“Pela crise causada pela pandemia, dentro do empreendedorismo as mulheres têm uma grande representatividade, mas elas também têm grandes desafios. A gente vê que os mesmos desafios que a mulher tem na sociedade, ela também tem quando deseja empreender”, disse.

Edição: Fernando Fraga

Estou Me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar

CACÁ COLCHÕES PROPÕE CRIAR FINANCIAMENTO QUE BENEFICIARÁ MOTOTAXISTAS

Cacá Colchões

Após ter seu nome confirmado como candidato a deputado estadual pelo partido Progressistas, Cacá Colchões apresentou mais uma de suas propostas. O candidato vai propor à Secretaria da Fazenda Estadual e ao Desenbahia, banco de fomento ligado ao governo do estado, a criação do Programa Promoto, nos mesmos moldes do Protáxi – Programa de Renovação da Frota de Táxis do Estado da Bahia. A ideia, segundo Cacá, é que os mototaxistas de toda Bahia obtenham os mesmos benefícios dos taxistas, seja no subsídio ao ICMS, como nos financiamentos bancários.

Se forem aplicados os mesmos descontos e juros para aquisição de táxis, uma moto que hoje custa R$ 7.000,00 (sete mil reais) terá seu preço reduzido para pouco mais de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e com os juros de 1,25% ao mês, praticados pelo Desenbahia, com prazo de pagamento em 60 meses, as prestações não passariam de R$ 100,00 (cem reais). Cacá considera que a valorização da categoria dos mototaxistas é de grande importância, “a renovação da frota traz mais segurança aos usuários, além de aliviar o bolso do trabalhador”. 

O candidato pelo PP também destacou que é sua intenção dialogar com as prefeituras, no sentido de conscientizar para regularização desse serviço, o que permitirá ao pequeno empreendedor ser beneficiado pelo Promoto. “Temos um grande número de mototaxistas na Bahia, a crise econômica e o consequente desemprego têm levado muitos pais de família para a atividade, que por ser autônoma não depende de muita burocracia”. 

Cacá Colchões considera essa proposta muito relevante, pois a estimativa é de que mais de 50 mil pequenos empresários dependem dessa atividade na Bahia, e “com esse estímulo, a categoria terá melhores condições de trabalho”, concluiu.

CACÁ COLCHÕES INAUGURA LOJA EM ITABUNA!

Cacá Colchões chega a Itabuna

6 dicas para ganhar dinheiro com chocolate

Por Priscila Zuini com Isabela Moreira – 13/04/2015

Chocolate também é negócio sério: aprenda algumas lições com empreendedoras que faturam alto com o doce (Foto: Divulgação)

Chocolate também é negócio sério: aprenda algumas lições com empreendedoras que faturam alto com o doce (Foto: Divulgação)

O chocolate é sem dúvidas o doce mais querido do mundo. Apesar de ser um mercado com muitas ofertas, empreendedores de todos os lugares inovam vendendo o doce em diferentes formas, consistências e com os mais variados acompanhamentos.

A Pequenas Empresas & Grandes Negócios conversou com quatro empreendedoras que fazem sucesso e faturam alto com o chocolate. Conheça as dicas delas para quem quer seguir o mesmo caminho:

1 – Faça diferente
Não faltam ofertas no mercado de doces, principalmente de chocolates. Por isso, a dica é procurar um viés diferente. Quando trabalhava organizando casamentos, a empreendedora Isabela Ferracini criou o brigadeiro no tacho. Nas comemorações, ela passava com a sobremesa em um carrinho: os convidados se aproximavam e comiam o doce de colher. O sucesso foi tanto que ela criou a Madame Formiga, doceria na qual todas as sobremesas são feitas de brigadeiro. “Eu não queria uma doceria comum, e sim uma experiência de intimidade com o doce”, diz a empreendedora.

2 – Busque alternativas
Carolina Sales é dona de duas unidades da Pâtisserie de Brigadeiros, no Rio de Janeiro, efatura R$ 1,5 milhão vendendo sobremesas de chocolate. No entanto, a empreendedora não depende só da loja. “Eu tenho muitos segmentos pois pode ser perigoso focar em um só. Qualquer queda ou dificuldade pode destruir a empresa”, afirma a empreendedora, que também atende a encomendas, bufê de eventos e possui uma linha de congelados em uma rede de supermercados carioca.

choco1

Foto divulgação.

3 – Invista e persista
“As pessoas acham que é fácil e que o retorno é rápido. Não é. É preciso ter persistência e acreditar no seu negócio”, afirma Iara Battoni. A empreendedora produz doces e vende da janela de seu quarto em Amparo, no interior de São Paulo. Iara também sugere que o empreendedor que tiver interesse em trabalhar com chocolates, invista em equipamentos. “No começo eu tinha um orçamento bem limitado, então usava os materiais de casa e um freezer pequeno. Com o tempo você vai conseguindo crescer mais”, diz.

4 – Ouça a opinião da clientela
Segundo Iara, não dá para começar um negócio e só fazer do próprio jeito. “Eu sabia fazer os doces, mas busquei ouvir os clientes, pois são eles quem estão consumindo”, afirma a dona da Janela da Namoradeira.

5 – Busque referências
Para ter um negócio de chocolates, é preciso sair da caixa. Carolina Sales faz suas próprias receitas, mas está sempre fazendo pesquisas e fica de olho nas tendências. “Viajo bastante, vou para Londres e Paris. Dos dois lugares, trago tendências e ideias”, diz. “A internet também ajuda muito, estudo o tempo todo. Tenho um caderno de ideais no qual estou sempre anotando.”

6 – Crie uma assinatura própria
A chef Renata Arassiro possui uma chocolateria paulistana que leva seu nome. Um dos maiores atrativos de seus produtos é o fato de ela utilizar muitos ingredientes brasileiros. “Uso frutas e raízes típicas do Brasil. Laranja, gengibre, tudo que remete à nossa cultura”, afirma a empreendedora.

KARAMBA & KARAMBOLA, JÁ NÃO CARAMBOLA MAIS !

Um excelente espaço, localizado na Avenida Soares Lopes, próprio para eventos do tipo, casamentos, aniversários de adultos ou crianças, festinhas de formatura, com amplo espaço de estacionamento.

É uma boa oportunidade para empreendedores num ramo tão carente na cidade.

 

Ex-Karamba&Karambola.

Ex-Karamba & Karambola eventos.

 

MAIS UM GRANDE EMPREENDIMENTO EM ITACARÉ.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

julho 2022
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia