WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 29/mar/2021 . 18:00

O VENENO DA NOITE!

Alguns trabalham.

Outros fofocam.

É da natureza do ser humano…

Batalhão Ferroviário do Exército recebe nova visita de instrução da Valec

 

A parceria firmada entre a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. e o Exército Brasileiro ganhou novo reforço na última semana. Entre os dias 22 e 24 de março, a estatal realizou visita de instrução à Corporação como parte do estágio de Capacitação em Obras Ferroviárias. A atividade foi solicitada pelo 2º Batalhão Ferroviário com o intuito de aprimorar o desempenho de Oficiais e Praças na coordenação e construção de ferrovias.

Os temas apresentados pelos técnicos da Valec fazem parte do cotidiano da equipe multidisciplinar que integra a empresa. Engenharia Ferroviária, Plano Básico Ambiental, Medição de serviços, Obras de Arte Especiais foram algumas das atividades abordadas. Os integrantes do Batalhão também tiveram a oportunidade de conhecer a Pedreira localizada no lote 7 da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), próxima ao município de São Desidério, na Bahia. Dessa pedreira é extraída a brita que compõe o lastro onde os trilhos serão assentados (saiba mais: Fabricação própria de materiais barateia e agiliza a obra da ferrovia).

Parceria Valec e Exército – Em setembro de 2020, foi firmado termo de parceria entre a Valec e o Exército para a execução de 18 km do lote 6 da FIOL, próximo a Correntina/BA. A cerimônia de assinatura do convênio contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas (saiba mais: “Nosso compromisso é fazer obras com menos recursos e criatividade”, afirmou o presidente Bolsonaro em cerimônia na Fiol). Com a parceria, o Batalhão Ferroviário do Exército voltou a atuar em obras ferroviárias depois de mais de 20 anos.


Assessoria de Comunicação Social
Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A.
 (61) 2029-6030
 ascom@valec.gov.br
 twitter.com/valec_ferrovias
 instagram.com/valec.oficial
 linkedin/valec-ferrovias
 facebook.com/valec.oficial/

Nove embaixadores estavam no almoço em que Kátia Abreu insinuou ‘interesse’ no 5G

No total, além do anfitrião e sua convidada, doze pessoas estavam no almoço do último dia 4

Ao menos outras 12 pessoas participaram do almoço oferecido pelo ministro demissionário das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, à presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, no qual a senadora Kátia Abreu (PP-TO) é acusada de lobby ou pelo menos haver sugerido interesse no leilão para definir a tecnologia 5G no Brasil.

Ele revelou em sua conta no Twitter um detalhe que deveria exigir do presidente do Senado abertura de procedimento investigativo. Ernesto Araújo contou que, no fim do almoço, realizado em 4 de março, ainda à mesa, Kátia Abreu afirmou: “Ministro, se o senhor fizer um gesto em relação ao 5G, será o rei do Senado.”

Participaram do encontro, além do anfitrião e da senadora, nove dos embaixadores mais qualificados do  Ministério das Relações Exteriores, para além do embaixador Marcelo Dantas, atual assessor internacional da senadora Kátia Abreu e ex-assessor da presidência da Câmara dos Deputados até o início do ano.

Algumas dessas doze pessoas que se encontravam no almoço certamente podem testemunhar as palavras da senadora, relatadas pelo chanceler, que motivaram a reação agressiva de senadores e até do presidente da Casa, que preferiram uma atitude corporativista a apurar as eventuais ligações da senadora ao lobby pelo bilionário negócio que envolve a escolha da tecnologia 5G no País.

Além de Kátia Abreu e Ernesto Araújo (ao centro), doze pessoas participaram do polêmico almoço relatado pelo ex-chanceler.

No total, participaram do almoço três embaixadoras seis embaixadores, todos considerados muito qualificados e ocupantes de cargos de liderança no Itamaraty.

Foram ao evento as embaixadora Maria Stella Pompeu (diretora do Instituto Rio Branco, que forma diplomatas), Cláudia Buzzi (secretária de Gestão Administrativa do Itamaraty) e Márcia Donner (Secretário de Negociações Bilaterais e Regionais na Ásia, Pacífico e Rússia, do Ministério das Relações Exteriores).

Também participaram do almoço polêmico, oferecido pelo chanceler a Kátia Abreu, os embaixadores Pedro Miguel Costa e Silva (Secretário de Negociações Bilaterais e Regionais nas Américas), Pedro Wollny (chefe de gabinete do ministro), Paulino Franco de Carvalho Neto (secretário de Comunicação e Cultura), Sarkis Sarkis (secretário de Comércio Exterior e Assutos Econômicos) e Marcos Arbizu de Souza Campos (chefe da Assessoria Especial de Relações Federativas e com o Congresso Nacional), para além de Marcelo Dantas, assessor da senadora.

Bolsonaro assina MP para melhoria do ambiente de negócios no Brasil

Governo quer melhorar posição do país em ranking do Banco Mundial

Publicado em 29/03/2021 – 12:34 Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a cerimônia de assinatura da Medida Provisória que moderniza o ambiente de negócios no país (Índice Doing Business).

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (29) uma medida provisória (MP) com o objetivo de modernizar e desburocratizar o ambiente de negócios no Brasil, melhorando a posição do país no ranking Doing Business, do Banco Mundial. O documento traz mudanças legislativas para a simplificação de abertura de empresas, a proteção aos investidores minoritários, a facilitação no comércio exterior de bens e serviços e a liberação de construções de baixo risco, entre outros.

Por meio de dez indicadores diferentes, o Banco Mundial analisa o nível de facilidade de se fazer negócios em 190 economias do mundo. No levantamento mais recente, o Brasil ocupava a 124ª posição.

De acordo com o Ministério da Economia, a MP deve elevar o Brasil de 18 a 20 posições no ranking. “Com as ações já traçadas e em execução desde 2020, em conjunto com a implementação do que é proposto na MP, o Brasil pode figurar pela primeira vez, no curto prazo, dentre as 100 melhores economias para se fazer negócios no país”, informou, em comunicado.

O objetivo do governo Bolsonaro é, até 2022, colocar o Brasil entre os 50 melhores países para se fazer negócios.

A assinatura da MP aconteceu em rápida cerimônia, no Palácio do Planalto. A expectativa do governo é que a proposta tramite e seja aprovada no Congresso Nacional ainda neste ano.

“Trata-se de um conjunto de medidas de curto prazo não só extremamente relevantes para a minimização dos efeitos negativos da pandemia de covid-19 sobre a economia, como também urgentes, em razão de ser necessário que as mudanças legislativas ora propostas sejam implementadas a tempo de serem refletidas nas respostas aos questionários no primeiro semestre de 2021 e constarem do relatório 2022 do Banco Mundial”, explicou a Secretaria-Geral da Presidência, em nota.

Medidas adotas

De acordo com a pasta, no âmbito da abertura de empresas, a MP determina a unificação de inscrições fiscais federal, estadual e municipal no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), “eliminando análises de viabilidade – que somente existem no Brasil – e automatizando a checagem de nome empresarial em segundos”.

A medida ainda trata da proteção aos investidores minoritários, por meio da alteração da Lei das S.As (Sociedades por Ações), “seguindo as boas práticas definidas pelo Banco Mundial”. De acordo com a Presidência, as mudanças aumentarão o poder de decisão dos acionistas, inclusive minoritários, mediante elevação do prazo de antecedência para o envio de informações para uso nas assembleias; o aprimoramento dos dispositivos relacionados à comunicação; e a vedação ao acúmulo de funções entre o principal dirigente da empresa e o presidente do Conselho de Administração, entre outras medidas.

Sobre o comércio exterior de bens e serviços, o texto assegura, por exemplo, a disponibilidade de guichê único eletrônico aos operadores de comércio exterior e prevê que quaisquer exigências baseadas em características das mercadorias sejam impostas somente por meio de lei, “modernizando o sistema de verificação de regras de origem não preferenciais”.

Na mesma linha, de acordo com a Presidência, a MP também confere nova regulamentação à profissão de Tradutor Público e Intérprete Comercial, revogando o Decreto nº 13.609, de 1943. “A alteração desburocratiza a profissão ao permitir que tradutores atuem em todo país e possam realizar seu trabalho em meio eletrônico, garantindo maior segurança jurídica à matéria, indispensável ao desenvolvimento do comércio exterior e à evolução do Brasil em diversos outros indicadores relacionados ao ambiente de negócios”, diz a nota.

No âmbito da execução de contratos, o governo instituiu o Sistema Integrado de Recuperação de Ativos (SIRA) para agilizar a cobrança e recuperação de crédito. O SIRA será capaz de reunir dados cadastrais, relacionamentos e bases patrimoniais de pessoas físicas e jurídicas com o objetivo de reduzir o custo de transação da concessão de crédito através do aumento da efetividade das ações judiciais que envolvam a recuperação de créditos públicos ou privados.

De acordo com a Secretaria-Geral, com a mudança, conselhos profissionais poderão tomar medidas administrativas de cobrança, tais como a notificação extrajudicial e a inclusão em cadastros de inadimplentes, “contribuindo para diminuir a sobrecarga judiciária brasileira”.

Outro destaque da MP se refere ao fornecimento de eletricidade, “a fim de aumentar a celeridade de alguns processos de acesso à energia elétrica”. O texto propõe soluções para a questão, como o estabelecimento de prazo para o Poder Público autorizar a realização de obras de extensão de redes de distribuição energia elétrica.

Por fim, MP também promove alteração do Código Civil, “para cristalizar o instituto da prescrição intercorrente já consagrado pelo Supremo Tribunal Federal na Súmula 150, contribuindo, dessa forma, para o aumento da segurança jurídica”. A prescrição intercorrente é a perda do direito pela ausência de ação durante um determinado tempo.

Edição: Lílian Beraldo

Iminente privatização parece ter feito os Correios desistirem de competir no mercado

Preços cobrados pela estatal para envio de encomendas são mais que o dobro das demais empresas de logística

A iminente privatização, com autorização e escolha de relator que trocou partido de esquerda pelo centrão, parece ter feito os Correios jogarem a toalha e desistir de concorrer no mercado. Enquanto as cartas minguam, a estatal, na prática, abriu mão das encomendas ao cobrar de 103,5% a 156,2% mais caro que outras empresas de logística concorrentes, para enviar um pacote de 20cm e cerca de 2kg de São Paulo para Brasília. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Enquanto orçamento de cinco empresas variou de R$77,88 a R$98,05 e já parecia abusivo, os Correios orçaram o envio em incríveis R$199,52.

O orçamento fora da realidade do mercado parece ser proposital ou uma estratégia para evitar o trabalho de entregadores e facilitar a privatização.

Relator da privatização, o deputado Gil Cutrim (MA) trocou o PDT pelo Republicanos e já percebeu como a banda toca atualmente nos Correios.

Notas finais do Enem serão divulgadas nesta segunda-feira

Resultados vão ser disponibilizados a partir das 18h

Publicado em 29/03/2021 – 06:15 Por Agência Brasil – Brasília

As notas finais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, versão impressa e digital, serão disponibilizadas nesta segunda-feira (29), a partir das 18h (horário de Brasília). Os participantes poderão conferir os resultados individuais das provas na Página do Participante ou no aplicativo do exame

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão realizador da prova, também estarão disponíveis as notas dos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio para adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). 

Para ter acesso às notas, os participantes devem utilizar o login único do governo federal. Caso o aluno tenha esquecido a senha, o sistema permite recuperá-la. Basta inserir o CPF no campo indicado, selecionar avançar e clicar no link “Esqueci minha senha”. O sistema apresentará diversas formas para recuperar a conta (validação facial, bancos credenciados, internet bankinge-mail e celular), escolha uma das opções para receber o código de verificação e, em seguida, gere uma nova senha. 

Além do resultado da redação, que varia de zero a mil, os participantes poderão conferir as notas individuais, referentes às provas das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias. 

As notas individuais do Enem podem ser usadas para acesso à educação superior, no Brasil e em instituições de Portugal, e em programas governamentais de financiamento e apoio ao estudante. Os participantes podem ter mais informações sobre os programas que permitem o ingresso na educação superior no portal do Ministério da Educação

O resultado do Enem 2020 impresso, para fins exclusivos de autoavaliação de conhecimentos do participante treineiro, será divulgado no dia 28 de maio de 2021, na Página do Participante e no aplicativo do exame. 

Notas finais

O Enem é corrigido com base na chamada teoria de resposta ao item (TRI), que leva em consideração, entre outros fatores, a coerência de cada estudante na própria prova.

Ou seja, se ele acertar questões difíceis, é esperado que acerte também as fáceis. Se isso não acontecer, o sistema entende que pode ter sido por chute. O estudante, então, pontua menos que outro candidato que tenha acertado as mesmas questões difíceis, mas que tenha acertado também as fáceis.

A redação tem esquema diferenciado de correção. Cada uma passa por, pelo menos, dois corretores. O tema da redação na reaplicação do Enem foi “A falta de empatia nas relações sociais no Brasil”. 

As notas do Enem  podem ser usadas para ingressar no ensino superior e para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Edição: Graça Adjuto

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia