WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 9/mar/2021 . 15:10

Lira e Pacheco dão 24 horas para Pazuello explicar agenda de vacinação

Data e quantidade de recebimento de vacinas foram alteradas

Publicado em 09/03/2021 – 11:27 Por Karine Melo – Repórter Agência Brasil – Brasília

Os presidentes do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, durante declaração após entrega da medida provisória que trata da privatização da Eletrobrás.

Um dia depois de o Fórum Nacional de Governadores pedir explicações ao Ministério da Saúde sobre a redução do número de doses de vacinas para combater o novo coronavírus  (covid-19) previstas para março, os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), cobraram do ministro Eduardo Pazuello, que em 24 horas informe sobre o cronograma de vacinação apresentado aos senadores em sessão temática na Casa no dia 4.

A previsão era de que o ministério distribuísse em março – só da vacina  Oxford-AstraZeneca, produzida na Fiocruz – 16,9 milhões de doses. Mas a quantidade caiu para 3,8 milhões. Ontem (8), depois de uma reunião na sede da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, com governadores, o ministro da Saúde atribuiu o atraso a uma uma falha técnica em uma máquina de lacre da embalagem da vacina.

Em ofício enviado a Pazuello, Lira e Pacheco fizeram quatro perguntas ao ministro. Eles querem saber se o cronograma foi alterado e, em caso afirmativo, quais foram as razões para isso e quais os principais obstáculos enfrentados no momento para que o cronograma vigente seja cumprido.

Os parlamentares também querem saber se o ministério tem informações a respeito do cronograma de produção nacional de vacinas pela Fiocruz e pelo Instituto Butantan. Em caso afirmativo, quais seriam as datas para o envio de vacinas, pelas referidas instituições, ao governo federal.

Sobre a aquisição de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), os parlamentares querem saber há calendário para sua aquisição, por parte do governo federal, de outros países, e se há o risco de falta dessa matéria-prima, além dos maiores entraves para que a pasta faça a aquisição e importação do produto.

“Considerando a urgência que nos impõe a pandemia ocasionada pela disseminação do vírus SARS-CoV-2 e a crescente taxa de óbitos por dia em decorrência da Covid-19, solicitamos a presteza de V. Exa. no sentido de encaminhar as informações acima requeridas no prazo de 24 horas, a fim de que as Casas do Congresso Nacional possam adotar as providências cabíveis no combate à pandemia”, diz o ofício.

Edição: Fernando Fraga

Decano do Supremo diz que decisão de Fachin ‘foi péssima’ para imagem do Judiciário

Ministro Marco Aurélio disse que sentença pró-Lula provocou “perplexidade generalizada”

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, no Jornal Gente, Marco Aurélio afirmou: “Eu, pelo menos, fiquei surpreso, de voltar-se – depois das ações serem julgadas, haver pronunciamento do Tribunal Regional Federal da 4ª Região(TRF-4) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) – “à estaca zero”.

O ministro disse que agora é aguardar para verificar se haverá impugnação. O procurador geral da República, Augusto Aras, já anunciou que vai recorrer pela impugnação à decisão de Fachin.

Para Marco Aurélio, a alegada incompetência de Curitiba para julgar o ex-presidente é discutível.

Apesar dos reparos que faz à decisão de Fachin, Marco Aurélio diz não acreditar que a ligação de Fachin com o PT no passado explique a decisão.

O ministro também extinguiu os processos de imparcialidade de Sérgio Moro contra o ex-presidente. No entanto, mesmo elogiando o ex-juiz, Marco Aurélio entende que a suspeição de Moro precisa ser analisada.

O ministro Marco Aurélio foi entrevistado no programa Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, pelos jornalistas Thays Freitas, Pedro Campos e Cláudio Humberto.

EXLUSIVO: FUNDOS IMOBILIÁRIOS LIGADOS A SHOPPINGS PELO BRASIL PERDEM RECEITA COM PANDEMIA

https://bahiaeconomica.com.br/wp/2021/03/09/exlusivo-fundos-imobiliarios-lgados-a-shoppings-pelo-brasil-perdem-receita-com-pandemia/


admin  9 Março, 2021 
Por: João Paulo Almeida Fonte    Bahia Economica

Um levantamento exclusivo feito pelo portal Bahia Econômica apontou que vários fundos imobiliários ligados a shoppings pelo Brasil estão dando prejuízos aos seus investidores devido ao fechamento dos setores em vários lugares do Brasil. Ontem, dia 08 de março, o tradicional Fundo de shoppings VISC 11 anunciou em sua pagina oficial uma redução de aproximadamente 20% da sua receita o que significa que os dividendos pagos pelo papel podem sofrer drásticas quedas. O fundo está ligado na Bahia ao Shopping Paralela, que também está sendo afetado pela pandemia e teve suas ações suspensas devido ao aumento abrupto dos casos de coronavirus na Bahia.

Segundo o comunicado os imóveis que tiveram seus horários afetados foram : Iguatemi Fortaleza, que representa aproximadamente 11% da receita imobiliária esperada do Fundo: atividades não essenciais temporariamente suspensas desde o dia 05 de março de 2021 até 18 de março de 2021. e Minas Shopping, que representa aproximadamente 8% da receita imobiliária esperada do Fundo: atividades não essenciais temporariamente suspensas por tempo indeterminado a partir do dia 06 de março de 2021. Os demais shoppings do portfólio do Fundo seguem em funcionamento, atendendo às limitações estabelecidas pelas autoridades locais e seguindo as orientações dos órgãos competentes, que visam preservar a saúde e o bem-estar de todos os clientes, lojistas, colaboradores e parceiros.

Outros fundos que apresentaram baixa ontem foram o HMOC11 e o HSML11 ambos ligados a shoppings. Segundo o comunicado do HMOC11 a pandemia causa instabilidade nas operações como consequência da piora dos indicadores do Covid. Prevendo o início do ano mais desafiador, fizemos retenções de resultado nos últimos meses de 2020, no entanto as restrições foram além das nossas premissas e, portanto, decidimos aumentar momentaneamente a retenção de lucros no Fundo. Assim, terminamos o período com R$ 4.203.659 acumulados ou R$ 0,27 centavos a cota. Como antecipado e de certa forma uma regra de mercado, a inadimplência tende a aumentar nos primeiros meses do ano, potencializado em 2021 pela pandemia, quando há o vencimento do faturamento maior dos aluguéis relacionados ao mês de Dezembro. No entanto, esperamos a convergência durante o ano aos valores previstos em orçamento.

O setor do comércio na Bahia apresentou uma perda de R$ 7.359.812 bilhões de reais na comparação do ano de 2019 com o ano de 2020. Os dados foram apresentados durante a coletiva de imprensa, organizada pela Fecomércio-BA, para apresentar as perspectivas da economia do Brasil no ano de 2021. No ano o setor apresentou uma queda de 6,7% com 102,5 bilhões de faturamento. Em relação às vendas do natal o setor apresentou uma queda de 3,5% na comparação com o as vendas de natal de 2019. As expectativas para o setor eram de uma alta de mais de 2%, não cumprida devido à pandemia. Segundo a Fecomércio, o ano de 2020 foi o pior da série histórica que se iniciou em 2011. Uma queda real de 26% em relação ao melhor ano do setor que foi em 2014. O setor do comércio na Bahia já vem se deteriorando desde de 2015 e a pandemia só acelerou esse processo.

Foto: divulgação

 

Fiocruz prevê produção de 1 milhão de vacinas por dia até final do mês

Ministro da Saúde fez visita técnica à fundação nesta segunda-feira

Publicado em 08/03/2021 – 21:56 Por Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Fiocruz inicia envase do primeiro lote de IFA da vacina Covid-19

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) espera produzir um milhão de doses da vacina contra a covid-19 por dia até o final de março. A estimativa foi divulgada nesta segunda-feira (8), durante a visita técnica do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, quando foi anunciado o início da produção em larga escala.

Durante o encontro, representantes da Fiocruz previram a entrega de 3,8 milhões de doses para o mês de março. A produção dos lotes de pré-validação e validação foram finalizadas no último domingo (7), com testes de consistência e estabilidade dentro dos parâmetros desejados. Esses lotes poderão ser incorporados ao Programa Nacional de Imunização (PNI), mediante aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Com o início da operação dessa primeira linha nesta segunda-feira, a Fiocruz iniciará o escalonamento gradual da produção.

“A primeira linha em funcionamento hoje está produzindo cerca de 300 mil doses por dia. Ainda esta semana, caso a produção ocorra dentro do previsto, uma segunda linha de produção deverá entrar em operação para aumentar a capacidade produtiva. A expectativa é chegar, até o final de março, com as duas linhas em funcionamento, com uma produção de cerca de um milhão de doses por dia”, informou a Fiocruz em nota publicada em sua página na internet..

Assista na TV Brasil:

Anvisa

Nesta segunda-feira também foram enviados à Anvisa os documentos restantes para a obtenção do registro definitivo da vacina. A expectativa é de que o registro possa ser concedido ainda esta semana.

“A Fiocruz se mantém ativa na busca por alternativas para o fornecimento de vacinas ao PNI. Até o momento, já foram fornecidas quatro milhões de doses produzidas pelo Instituto Serum e preparadas para distribuição pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), das 12 milhões de doses já acordadas com a AstraZeneca. Além disso, a Fiocruz irá também apoiar tecnicamente o recebimento das vacinas da iniciativa do Covax Facility, o que poderá representar cerca de 2,9 milhões de doses de vacinas prontas ainda em março”, informou a Fiocruz.

Segundo a fundação, cada lote de vacinas precisa passar por testes de controle de qualidade, que verificam a estabilidade e a esterilidade. Esses testes levam de 15 a 20 dias. Desta forma, as vacinas que serão produzidas esta semana serão liberadas em até 20 dias, a depender da conclusão dos testes.

Até 31 de março, só poderão ser consideradas aptas para entrega ao PNI a produção realizada, no mínimo, 15 dias antes. As demais doses produzidas em março só serão entregues no mês seguinte. Em abril, já vai haver um fluxo contínuo de produção e entregas semanais das doses produzidas duas semanas antes.

Edição: Aline Leal

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia