O assunto é antigo e recorrente.

Começou com o cemitério de barcos, depois barracos, e plantações.

Como ninguém reclama, parece que estão gostando, breve vão exigir uma praça criativa….