SINTEPAV MANTÉM GREVE E OBRA DA NOVA PONTE EM ILHÉUS CONTINUA PARADA

  • Prejuízos do sindicalismo opressor.

Os trabalhadores da construção pesada participaram nesta terça-feira (10), no Campo da Pólvora em Salvador da assembleia realizada pelo Sintepav Bahia, para debater os rumos da Campanha Salarial 2018.

Os trabalhadores deflagraram greve na última sexta-feira (06), devido à falta de avanço nas negociações e a tentativa de retirada de direitos, através da pauta regressiva apresentada pelosindicato  patronal – Sinicon.

A atividade contou com a participação de dirigentes sindicais dos demais sindicatos da construção pesada do Brasil para definição de uma pauta unificada do setor no país. A paralisação da categoria afeta as obras de construção da nova ponte em Ilhéus.

Estiveram presentes na assembleia, os presidentes do Sintepav Ceará, Sintepav Pernambuco, Sintepav Sergipe, Sintrapav Paraná, da Força Sindical BA, Federação dos Agricultores Familiares, Federação dos Desempregados da Bahia, além de representantes de movimentos sociais.

Os trabalhadores irão participar na quarta-feira (11), às 13h, no Tribunal Regional do Trabalho, localizado no bairro de Nazaré em Salvador,do julgamentodo Dissídio da greve. Na quinta-feira (12), às 07h30, ocorrerá uma nova assembleia com a categoria no Campo da Pólvora.