WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 4/out/2016 . 20:45

Intelectuais criticam Marina Silva e abandonam Rede Sustentabilidade

Em carta aberta, sete membros do diretório nacional do partido anunciam saída por não concordar com autoritarismo da ex-senadora com relação a temas-chave como o apoio ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff

Elza Fiuza/Agência Brasil

Elza Fiuza/Agência Brasil

Marina Silva é a porta-voz nacional da Rede Sustentabilidade

Insatisfeitos com a conduta da ex-senadora Marina Silva, sete membros do Diretório Nacional da Rede Sustentabilidade anunciaram suas desfiliações do partido. Dentre eles, o antropólogo Luiz Eduardo Soares, um dos fundadores da legenda. O principal motivo apontado pelos intelectuais para a debandada é o autoritarismo de Marina com relação a temas-chave como o apoio ao PSB e ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

“As decisões estratégicas que foram conformando o perfil da Rede partiram todas de Marina e apenas dela, desde a decisão de entrar no PSB até a decisão favorável ao impeachment da presidente Dilma”, afirma a carta apresentada pelos ex-membros da Rede nesta segunda-feira (3). Além de Luiz Eduardo Soares, também integram o grupo Miriam Krenzinger, Marcos Rolim, Liszt Vieira, Tite Borges, Carla Rodrigues Duarte e Sonia Bernardes.

Em outro trecho do documento (leia a íntegra abaixo) afirmam que “a Rede tem se construído como uma legião de pessoas de boa vontade e nenhum rumo”. E concluem que “o que ocorreu em todo o país, então, foi um mergulho da Rede em direção ao passado e às tradições políticas que pretendíamos superar”.

Procurados pela reportagem, nem a Rede nem Marina Silva se posicionaram sobre a carta dos intelectuais. Em sua primeira eleição como partido político legalizado, a Rede Sustentabilidade, elegeu cinco prefeitos, treze vices e ainda disputará o segundo turno em Macapá (AP) e Belo Horizonte (MG).

Leia a íntegra da carta divulgada pelos intelectuais:

“Por que saímos da REDE Sustentabilidade :: LEIA MAIS »

Montada a cobertura do novo Ginásio de esportes do Banco da Vitória, em Ilhéus

Foto: Gidelzo Silva

Foto: Gidelzo Silva

 

Mais de 70% da obra de construção do ginásio de esportes do Banco da Vitória, bairro situado às margens da rodovia Jorge Amado (BR-415), em Ilhéus, está concluída. A empresa responsável já montou a cobertura da nova quadra. O secretário de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, Derneval Furtunato, salienta que o equipamento está sendo edificado com recursos próprios do Município de Ilhéus.

O ginásio de esportes do Banco da Vitória é construído no mesmo local onde, durante décadas, funcionou o Matadouro Municipal, à margem da Rodovia Jorge Amado (Ilhéus-Itabuna). O engenheiro civil Hermano Fahning, superintendente de Obras da Prefeitura, acrescenta que, no momento, a obra se encontra na fase de preparação (base) do piso e de aplicação de revestimento dos vestiários.

Por sua vez, o secretário de Infraestrutura, Derneval Furtunato, reitera que o ginásio terá as mesmas especificações das quadras construídas conforme o modelo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Segundo ele, além das quadras do Banco da Vitória e de Banco Central (já inaugurada), também se encontram em execução obras de espaços esportivos em nos distritos de Inema e Sambaituba, na Conquista, na vila São José, no Alto do Basílio e no bairro Teotônio Vilela.

Cada quadra conta com cobertura e arquibancadas. Além disso, também incluem vestiários feminino e masculino, depósitos, banheiros feminino e masculino, inclusive para portadores de necessidades especiais, e vários itens que reforçam a acessibilidade, como barras de apoio, rampas de acesso e sinalizações táteis e visuais.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. – Ilhéus, 04.10.16

Atendimento suspenso na Superintendência da Agricultura prejudica mais de 22 mil pescadores na Bahia

Sistema informatizado

Sistema informatizado

Órgão direto do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) na Bahia, A Superintendência Federal da Agricultura está com atendimento suspenso às demandas da pesca, há quatro meses. A autarquia assumiu a responsabilidade pelo setor logo após a extinção do Ministério da Pesca, em março deste ano, mas até o momento não conseguiu regularizar os serviços prestados aos pescadores baianos, como atualização do cadastro profissional e regularização de pendências documentais, por exemplo.

A ineficiência da Superintendência já prejudica, diretamente, mais de 22 mil pescadores que necessitam atualizar seus cadastros profissionais para acessarem o Seguro Defeso, pago em períodos de suspensão da pesca, no qual a captura é crime. Além desses profissionais, outros milhares não conseguem realizar a manutenção anual do Registro Geral da Pesca (RGP), o que implica no cancelamento do cadastro profissional do pescador e, consequentemente, na obtenção de direitos sociais, como a aposentadoria, por exemplo.

Contatados, os funcionários remanescentes da Superintendência alegam não haver senhas válidas de acesso ao Sistema do MAPA para atualização dos cadastros aos pescadores. Além desse obstáculo, há uma carência de pessoal na Coordenação da Pesca do órgão, que está inclusive sem coordenador nomeado, ainda de acordo com os servidores, que relatam não haver previsão de regularização do atendimento.  

O presidente da Federação dos Pescadores e Aquicultores do Estado da Bahia (Fepesba), Raimundo Costa, lamenta o impacto da suspensão do atendimento: “São milhares de pescadores tentando atualizar seus cadastros profissionais para poderem exercer sua atividade produtiva dentro da lei, além de garantirem acesso aos seus direitos sociais. Estão ceifando nossa categoria. Apesar de nossos esforços, por ser um órgão federal, somente o Governo Federal pode interferir e garantir o restabelecimento do atendimento. Tem sido um período sombrio para nossa classe”.

É ASSIM QUE A BLOGOSFERA PRECISA SER TRATADA.

conviteilheus

Os intelectuais abandonam o barco

antagonista

Há uma debandada na Rede.

Os intelectuais do partido – sim, a Rede também tem seus intelectuais – resolveram se desfiliar.

De acordo com eles, “depois de um ano de existência legal e três anos de construção partidária, o Rede não se posicionou sobre qualquer das grandes questões nacionais”.

E mais:

Marina Silva “não lidera o Rede para que o partido assuma definições políticas consistentes, parecendo preferir navegar em meio a uma sucessão de ambiguidades”.

Depois de um ano de existência legal e três anos de construção partidária, os intelectuais da Rede descobriram que Marina Silva navega a esmo e que a Rede é, na verdade, “o” Rede. Pode haver ambiguidade maior do que essa?

Reunião de Pauta: O PT acabou. E agora?

ptacabou

O ANTAGONISTA – NOTÍCIAS PARA COMEÇAR O DIA.

04 de Outubro de 2016

antagonista
Bom dia, Antagonistas

As principais notícias para começar a manhã

PF na sede do PT na Bahia

A PF está na sede do PT da Bahia. O esquema da OAS com Jaques Wagner, o “Compositor”, está em seus acordes finais.

É o dia de Giles?

A PF já prendeu Giles Azevedo? A dona da Pepper disse que, orientada pelo principal assessor de Dilma Rousseff, recebeu dinheiro sujo para a campanha eleitoral por meio de falsos contratos com a Propeg, que repassou propina da Andrade Gutierrez, da OAS e da Odebrecht.

PF nas ruas: o esquema do Ministério das Cidades

A PF está nas ruas. A Operação Hidra de Lerna, informa Bárbara Lobato, mira em fraudes em licitações e contratos no Ministério das Cidades. “A ação deriva de 3 colaborações de investigados na Operação Acrônimo, já homologadas”.

PF na Propeg

Um dos alvos da PF na Bahia é a agência de propaganda Propeg. Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, o Bené, disse que Marcio Fortes, ministro das Cidades do governo Lula, recebeu 1 milhão de reais de um esquema para dar a conta da pasta à Propeg, em 2010.

Blogueiros no armário

Os blogueiros do PT estão escondidos no armário. A PF está na Propeg, que repassou dinheiro sujo para a… [leia mais]

Ele é o cara


Lula
defende “uma cara nova” para assumir o comando do PT, diz a Folha de S. Paulo. A reportagem diz também que o partido já encontrou essa “cara nova”: a do próprio Lula.

O grande vitorioso

Vanessa Grazziotin, na Folha de S. Paulo, comentou a derrota eleitoral deste domingo: “Penso, a priori, que o grande vitorioso desse processo eleitoral não foi nenhum partido político ou candidato, mas sim…” [veja mais]

PT perdeu 60,9% dos votos

O PT perdeu 60,9% de seus eleitores. Em 2012, o partido teve 17,3 milhões de votos para prefeito. Neste domingo, teve apenas com 6,8 milhões. Quatro anos atrás, foi o partido… [leia mais]

O impeachment referendado

O voto deste domingo, para O Antagonista, foi um referendo sobre o impeachment. O Estadão também pensa assim: “O PT descobriu da forma mais dolorosa quem é…” [veja mais]

Os intelectuais abandonam o barco

Há uma debandada na Rede. Os intelectuais do partido – sim, a Rede também tem seus intelectuais – resolveram se desfiliar. De acordo com eles, “depois de um ano de existência legal e três anos de construção partidária, o Rede não se posicionou…” [leia mais]

Doria virou político em menos de 24 horas


João Doria
 
disse que congelaria a tarifa de ônibus durante o seu mandato. Agora, afirma que a manterá congelada por um ano. Doria virou político menos de 24 horas depois de ser eleito.

Mais um ex-ministro de Dilma denunciado

O senador Fernando Bezerra Coelho, ex-ministro da Integração no governo Dilma Rousseff, foi denunciado hoje pela PGR por embolsar 41 milhões de reais em propina das obras… [veja mais]

 

As aposentadorias de Padilha e Geddel

O Estadão traz dois exemplo de aposentadoria de políticos: 1) Eliseu Padilha, aposentado pela Câmara com 53 anos, em 1999, recebe 19.389,60 reais por mês, além do salário de… [veja mais]
A aposentadoria dos ilustres
Reforma da Previdência aos pelegos
Juros menores no RéveillonMais ajustes na Previdência

Fim da pensão integral por morte

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

outubro 2016
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia