Nesta sexta-feira, 27, o prefeito Jabes Ribeiro foi homenageado pelos comerciantes do Mercado pelos serviços prestados ao funcionamento do equipamento turístico.

Café da manhã no Mercado de Artesanato lembrou a consolidação daquele espaço.-foto Gidelzo Silva Secom Ilhéus

Café da manhã no Mercado de Artesanato lembrou a consolidação daquele espaço.-foto Gidelzo Silva Secom Ilhéus

Um dos pontos preferidos dos turistas que visitam a cidade, o Mercado de Artesanato de Ilhéus, localizado à Rua Ministro José Cândido, no centro, completou 14 anos e passa por um processo de requalificação. A Associação dos Comerciantes do Mercado de Artesanato – que abriga 85 lojas – homenageou o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, durante um café da manhã, realizado hoje, pela construção do Mercado e pela contribuição ao processo de modernização do espaço.

Fundado em março de 2001, durante a última administração do prefeito Jabes Ribeiro, através de uma parceria com o Governo do Estado, o mercado se consolidou, nestes 14 anos, como atrativo turístico. Nos últimos meses, com intermédio da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (Sedic), foi iniciado um trabalho para atrair consumidores nativos.

Desde o início deste semestre, a Sedic realiza trabalho de recadastramento e legalização dos comerciantes do Mercado. Segundo o titular da pasta, Roberto Garcia, essas iniciativas buscam integrar os pequenos empresários às novas práticas comerciais, além de oferecer respaldo legal para contratação de pessoal e recolhimento de impostos.

De acordo com a presidente da associação, Valdelenita Espinheira, uma das demandas apresentadas pelos comerciantes é a remoção dos banheiros, localizados no meio do corredor principal, fato que afasta compradores das lojas próximas. Durante o evento, o prefeito Jabes Ribeiro autorizou a realização do trabalho que, segundo o vice, Carlos Machado (Cacá), passará a integrar os esforços da operação Ilhéus em Ação no Natal, como forma de ampliar o conforto e atrair mais consumidores. 

Empreendedorismo – Dono de um restaurante no mercado, Francisco Andrade lembra que, nesse mesmo âmbito, estão sendo disponibilizados cursos, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae), com foco na gestão dos negócios, tratando de temas como controle do fluxo de caixa, atendimento ao cliente, divulgação de marcas, entre outros. Além disso, a Secretaria de Serviços Urbanos (Secsurb), em parceria com os comerciantes, tem realizado limpeza com carro-pipa no espaço, sempre aos domingos, com o objetivo de manter o ambiente limpo para o início das atividades às segundas-feiras.

Homenagem – Entusiasta da ideia, foi o prefeito Jabes Ribeiro quem encampou a luta pela criação do Mercado de Artesanato, depois que um incêndio desalojou comerciantes da antiga feira do cais, na Avenida 2 de Julho, em 1997. Um ano depois, exatamente no aniversário do município (28 de junho), em parceria com o Governo do Estado, foi assinada a ordem de serviço para construção daquele equipamento, inaugurado em 22 de março de 2001.

Em reconhecimento, Ribeiro foi homenageado pelos comerciantes. Para ele, é “de uma alegria enorme perceber que aquela luta de quase 20 anos atrás deu frutos que garantem o sustento de mais de 85 famílias que trabalham direta ou indiretamente aqui no Mercado de Artesanato”. O prefeito destacou as iniciativas promovidas pela administração para melhorar o Mercado e a importância que o mercado desempenha para o turismo local. “Qualquer navio de turismo que chegue à cidade traz visitantes que querem conhecer nosso mercado, porque sabe da variedade de produtos e do ambiente tranqüilo, aconchegante, que é a marca de nosso povo”.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. – Ilhéus, 27.11.15