Depois da primeira etapa do trabalho, executada pela Coelba, o município realiza investimento de cerca de R$ 260 mil no projeto de reforma

Segunda etapa da reforma da central de abastecimento da Urbis, na zona sul de Ilhéus. Foto Roberto Santos Secom Ilhéus (1)

Segunda etapa da reforma da central de abastecimento da Urbis, na zona sul de Ilhéus. Foto Roberto Santos Secom Ilhéus

 

Com o objetivo de atender todos os requisitos básicos de saúde e higiene, além de oferecer melhores condições de funcionamento para o comércio local, a Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Indústria e Comércio (Sedic) e em parceria com a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), finaliza as obras de requalificação da Central de Abastecimento do Hernani Sá, na zona sul. O trabalho, que segue em bom ritmo, representa investimento de R$ 260 mil.

O titular da Sedic, Roberto Garcia, informa que “no momento, a prefeitura está colocando os medidores individuais de água e energia elétrica em cada box”. Ele lembrou que o que cabe agora é a reforma dos sanitários e pisos, demolição de construções irregulares e requalificação dos boxes do projeto original.

A primeira parte da reforma foi executada pela Coelba, através de uma compensação da empresa de eletricidade. Nessa fase, foi trocada a cobertura do equipamento, os sistemas hidráulico e elétrico. O secretário Garcia espera que até o próximo mês o serviço já esteja concluído, “permitindo que os comerciantes retomem suas atividades”.

Otimista com o resultado dos trabalhos, Garcia afirmou que acompanha de perto o andamento das obras, sempre em companhia de representantes da associação de comerciantes do espaço. “Vale salientar que os diretores da entidade checaram a distribuição dos boxes entre os permissionários e também aprovaram a iniciativa, sobretudo porque, agora em nova fase, a Central irá melhorar a segurança, oferecer organização e levar bom atendimento aos consumidores”.

Boxes – Como parte do trabalho de reorganização das centrais de abastecimento de Ilhéus, a Sedic realizou, após discussão com os comerciantes, a redistribuição dos boxes. Cada comerciante poderá ter somente um espaço de comercialização, cadastrado em seu CPF. Dessa forma, acredita o secretário Roberto Garcia, outros pequenos comerciantes poderão trabalhar no local, permitindo maior geração de emprego, renda e oportunidades.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. – Ilhéus, 01.10.15