Segundo o prefeito Jabes Ribeiro, apesar de aprovado pela Câmara de Vereadores em novembro de 2014, o gasto acima do permitido com o funcionalismo impede o financiamento

Prefeito Jabes Ribeiro explicou os motivos para a não liberaçãço dos recursos-foto Gidelzo Silva  Secom Ilheus

Prefeito Jabes Ribeiro explicou os motivos para a não liberação dos recursos-foto Gidelzo Silva Secom Ilheus

O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, desmentiu todas as afirmações que adversários seus propagam com relação ao pedido de empréstimo do Município à Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 5 milhões, com a finalidade de realizar obras de infraestrutura nos morros da cidade. Respondendo a questionamento do radialista Jota Carlos, da Rádio Santa Cruz, ele explicou que, apesar de solicitado e aprovado pela Câmara de Vereadores, em novembro de 2014, o financiamento público não foi liberado porque a Caixa Econômica exige o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), principalmente no que diz respeito ao limite de gastos com funcionalismo, conforme exigência feita pelo Governo Federal.

O prefeito enfatizou que desde que assumiu a administração do Município, em janeiro de 2013, tem desenvolvido um programa de ajuste fiscal com a finalidade de equilibrar as contas públicas, incluindo medidas para redução de gastos com o funcionalismo. “Daquele momento até junho de 2015, conseguimos reduzir o percentual de gastos com a folha de pagamento de pessoal de 78% para 61%, mas ainda estamos longe do limite de 54% das receitas municipais, como exige a LRF”, disse.

Conforme o projeto apresentado pela Secretaria Municipal de Planejamento, os recursos seriam obrigatoriamente aplicados no âmbito do Programa Pró-Transporte, do Ministério das Cidades, visando a pavimentação e qualificação de ruas nos altos da Legião e do Aureliano, além da 1ª Travessa da Rua Visconde de Santo Amaro, no Alto do Basílio.

Morros – Desde o seu primeiro governo (83-88), o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro tem trabalhado para melhorar as condições de vida dos moradores dos morros. Através do Programa Viva o Morro, implantado na sua primeira gestão, o atual chefe do Executivo municipal busca levar para esses locais uma série de intervenções na área de drenagem pluvial, pavimentação, construção de escadarias drenantes, iluminação e contenção de encostas, entre outros serviços.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. Ilhéus, 10.07.15