WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 3/jul/2014 . 18:00

O VENENO DA NOITE !

Guy-2-300x200

Piada pronta:

Como é uma greve de pais de alunos?

ILHÉUS, CIDADE DO ‘OUTRO’ MUNDO…!!!

raposa_001

Aqui já teve salva-vidas que não sabia nadar.

E agora tem um chefe de trânsito nas Câmara de Vereadores, que não sabe dirigir e nem tem habilitação.

Ai catito, pero que si…..

TRAQUINAGENS NA CASA DO POVO!

Raposas felpudas e camundongos, fartando-se no mesmo cocho.

E na maior camaradagem….

gifcasa

Cláudio Taboada: “Com a Copa, o mundo passou a conhecer o 2 de Julho”

02_07_14_Paulo Souto_2 de Julho_foto Valter Pontes_Coperphoto8 

A Copa do Mundo deu um tom especial ao desfile do 2 de Julho. “Do Largo do Carmo ao Pelourinho, turistas de várias nacionalidades se incorporaram à festa cívica da Bahia”, observou o ex-presidente da Bahiatursa, Cláudio Taboada, candidato a deputado federal pelo Democratas. “A participação popular e a alegria são diferenciais do 2 de Julho, uma festiva manifestação do civilismo baiano, que não é comum no mundo“, afirmou Taboada.

O comentário dele foi confirmado pelo americano Bill Brown, que, ao ser abordado sobre o cortejo cívico, disse: “Independence Day? This is carnival”. Para o gringo, que assistiu ontem a eliminação da seleção dos Estados Unidos da Copa do Mundo, na Arena Fonte Nova, o dia da Independência parece carnaval. Ele gostou da animação que o consolava da derrota norte-americana para a Bélgica. “Quem veio para ver a Copa na Bahia está aproveitando essa festa cívica. O maior atrativo turístico da Bahia é a sua peculiar identidade cultural”, avaliou Taboada.

CIRO GOMES É A PEDRA NA BOTINA DE DILMA.

ESCOLAS PÚBLICAS JAPONESAS.

Lençóis de Una é beneficiado com obras de iluminação pública

Data:     03.07.14

 

 Deputada Ângela Sousa e a prefeita Diane, durante audiência com o então secretário Otto Alencar para solicitar os serviços.

Deputada Ângela Sousa e a prefeita Diane, durante audiência com o então secretário Otto Alencar para solicitar os serviços.

O governo da Bahia, através da Coelba, já está realizando os serviços de iluminação pública do povoado de Lençóis, no município de Una, uma obra que vai beneficiar milhares de pessoas e incrementar ainda mais o turismo daquela região. Os serviços foram solicitados pela prefeita de Una, Diane Risciolelli, e pela deputada estadual Ângela Sousa (PSD), através de ofícios e audiências com o governador Jaques Wagner e com o então secretário de Infraestrutura, Otto Alencar.

No documento encaminhado ao governador e ao secretário da Seinfra, a deputada Ângela Sousa explicou que o povoado de Lençóis tem grande vocação turística e que os serviços, além de melhorar a qualidade de vida dos moradores, também irá dinamizar a economia do local, atraindo mais visitantes e gerando mais renda para o povoado. “São serviços simples, mas que podem representar muito na vida das pessoas dessa comunidade. E o governo do estado da Bahia mais uma vez se mostrou sensível às nossas reivindicações”, destacou a deputada estadual.

Os serviços de iluminação pública do povoado de Una estão sendo executados conforme Carta de Autorização 145/2013, assinada entre a Secretaria Estadual de Infraestrutura e a Coelba. No total estão sendo colocados 29 postes e 57 luminárias, num investimento de R$ 139.351,46.

Além do povoado de Lençóis, a deputada estadual Ângela Sousa também solicitou à Coelba e ao governo da Bahia a realização do serviço do Programa Luz Para Todos para as localidades de Cajueiro I e II, Angelim, Associação Beira Rio Unidos Venceremos, comunidade de Vila Brasil e Escola Paulo Freire, na região do Pau Queimado, em Una. “Trata-se de um projeto importante e que visa garantir mais desenvolvimento e melhorar a qualidade de vida para as comunidades da zona rural. Precisamos expandir esses benefícios e atender a cada vez mais comunidades da Bahia”, complementou a deputada estadual. 

 

PROFESSORES AGREDIDOS POR MILITANTES DO PT. (a pedidos)

Candidatura de Antônio Gomide ao governo de Goiás é lançada pelo PT

Briga durante convenção em goiânia, Goiás (Foto: Benedito Braga/O Popular)Militantes e professores em greve brigam em
convenção (Foto: Benedito Braga/O Popular)

Conflito
Durante a convenção, minutos antes de Gomide entrar para o auditório e discursar, professores da rede municipal de ensino, que estão em greve há 33 dias, entraram em conflito com militantes do PT. A categoria foi ao local para protestar contra o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, também ao PT.

“Tivemos uma reunião com ele [Garcia] hoje e ele disse que vai cortar o ponto dos trabalhadores de cinco que ficamos paralisados no mês de maio. Viemos aqui protestar e os correligionários nos receberam a pontapés”, disse ao G1 o professor Renato Régis.

Com a boca sangrando, ele disse que foi agredido por pessoas do partido. Segundo Renato, além dele, um estudante que apoia a greve teve uma fratura no nariz e precisou ser levado para o Centro de Atendimento Integral a Saúde (Cais) do Setor Campinas.

Já uma servidora, que também teria sido agredida, acabou desmaiando após a confusão. Ela ficou alguns minutos deitada na calçada até que os próprios professores a colocaram em um carro. O grupo não soube informar para onde a mulher foi levada nem qual é o estado de saúde dela.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do PT, mas ninguém foi encontrado para comentar a confusão até a publicação dessa reportagem.

Menina desmaia durante convenção do PT em Goiânia, Goiás (Foto: Sílvio Túlio/G1)Servidora teria sido agredida e desmaiou após confusão na convenção (Foto: Sílvio Túlio/G1)

VAI COMEÇAR A CAMPANHA ELEITORAL, MUITO CUIDADO NESSA HORA!

Cuidado com o calote...

Cuidado com o calote…

Cuidado com o calote…

O NOVO E MODERNO ‘CONTO DO VIGÁRIO’!

Por Revela Brasil  

A GRANDE MENTIRA DO PAGAMENTO DA DÍVIDA EXTERNA

Um dos argumentos mais usados pelos petistas na defesa de Lula, é que o ex-presidente pagou a dívida externa brasileira, recuperando crédito junto ao FMI. Esse foi o discurso do PT para a classe menos informada do país, e que por absoluta tristeza nossa, compõe a maioria dos brasileiros.

No dia 22 de fevereiro de 2008, o Governo Lula anunciou, por meio do Ministério da Fazenda e do Banco Central, que a dívida externa brasileira havia sido quitada. E ainda mais: já éramos até credores.

Tal notícia foi estampada, na época, na manchete dos principais jornais do país, como, por exemplo, no jornal Estado de S. Paulo: “O relatório divulgado ontem pelo Banco Central, segundo o qual o Brasil, pela primeira vez em 508 anos de história, deixa o papel de devedor e ingressa no seleto time dos credores do mercado internacional, é a consolidação de uma virada histórica”.

Quando Lula assumiu o seu primeiro mandato em 2002, a dívida externa era de R$ 212 bilhões, enquanto a dívida interna era de R$ 640 bilhões. Ou seja, o total, dívida externa mais interna, chegou aos inacreditáveis R$ 852 bilhões.

Em 2008, quando Lula assumiu ter pago a dívida, a dívida externa caiu para 0, já a interna chegou a - pasme - R$ 1,4 trilhão. Total da dívida: R$ 1,4 trilhão - 65% do PIB do Brasil. Agora em 2014 passou de R$ 2 trilhões!!

Mas por que nosso endividamento aumentou tanto? Então aí vai a resposta que os petistas que tanto abrem a boca pra falar em "elite e burguesia" não queriam ouvir: Para pagar ao FMI, Lula captou dinheiro junto aos banqueiros, que compraram os títitulos da dívida (pagaram ao FMI). O Brasil, que pagava 4% de juros ao ano para o FMI, passou a pagar 19,5% ao ano para os banqueiros, beneficiando-os.

Ou seja, os banqueiros, ou a “elite” satanizada pelos petistas passaram a ser donos do Brasil, e que foi entregue por Lula para sustentar uma mentira política. E esses dados são da CPI da Dívida, que ocorreu entre 2009 e 2010 da Câmara dos Deputados, com farta documentação do Ministério da Fazenda e do Banco Central, sendo assim INCONTESTÁVEIS!

OS EFEITOS COLATERAIS SOBRE A POPULAÇÃO

Mais uma vez os petistas desinformados haverão de chorar na cama, que é lugar quente. Ainda com um endividamento crescente, Lula não deixou de pegar novamente dinheiro no FMI. Não para pagar qualquer parcela da dívida interna que se avolumava, mas para sustentar os falsos programas sociais como PAC e obras faraônicas superfaturadas que nunca foram concluídas.

Além de pagarmos juros extorsivos aos banqueiros, passamos a dever também, novamente ao FMI. Isso causou um impacto na economia sem precedentes, e posso dizer que vivemos numa bolha de endividamento prestes a estourar, pois já chegamos a quase R$ 3 TRILHÕES no nosso endividamento total. Isso porque Lula assumiu com um endividamento de R$ 852 bilhões e fez o “favor” de mais que triplicá-lo.

Assim, tornou-se impraticável qualquer pretensão de reforma tributária, e o que aconteceu foi o contrário: A carga de impostos aumentou e foi regressiva, prejudicando as classes menos favorecidas. Lula deu vários incentivos para que a indústria barateasse seus produtos (mais uma vez a elite), estimulando o consumo. As indústrias tiveram a chance de vender seus produtos com prazos longos, lastreados pelos bancos e financeiras que já estavam com os cofres abarrotados.

Por outro lado, Lula deu uma falsa vantagem ao povo de baixa renda, pois carregou nos impostos sobre os produtos, diminuindo o poder de compra da população carente. O pobre podia comprar a TV dos sonhos, mas em prestações com juros extorsivos, e achando que Lula era “o cara”. Só enriqueceu mais ainda os bancos.

Já não bastasse a população estar com pele de vira-lata mas latindo como pastor alemão, iludida por Lulla, esta também foi a mais prejudicada e achatada pela política populista do PT, pois o Brasil chegou a ter 43,8% de sua receita total comprometida com a amortização da dívida e pagamento de spreads (juros) tanto ao FMI quanto aos banqueiros, e com isso sacrificou todos os investimentos em serviços públicos.

Vejamos em 2011 como a nossa receita foi distribuída:

Amortização da dívida e pagamento de juros: 43,8% da receita

Saúde: 4,17% da receita

Educação: 3,34% da receita

Trabalho: 2,42%

Ciência e Tecnologia: 0,34% da receita.

Cultura: 0,05% da receita

Saneamento: 0,04%

Ou seja, tudo aquilo que é essencial ao povo brasileiro representou APENAS 10,36% do dinheiro aplicado pelo governo, sendo que foi aplicado QUATRO VEZES mais só para beneficiar banqueiros e pagar dívidas.

Lula pagou alguma coisa, ou nos colocou no caminho da falência financeira e social?

Por Revela Brasil

A GRANDE MENTIRA DO PAGAMENTO DA DÍVIDA EXTERNA

Um dos argumentos mais usados pelos petistas na defesa de Lula, é que o ex-presidente pagou a dívida externa brasileira, recuperando crédito junto ao FMI. Esse foi o discurso do PT para a classe menos informada do país, e que por absoluta tristeza nossa, compõe a maioria dos brasileiros.No dia 22 de fevereiro de 2008, o Governo Lula anunciou, por meio do Ministério da Fazenda e do Banco Central, que a dívida externa brasileira havia sido quitada. E ainda mais: já éramos até credores.Tal notícia foi estampada, na época, na manchete dos principais jornais do país, como, por exemplo, no jornal Estado de S. Paulo: “O relatório divulgado ontem pelo Banco Central, segundo o qual o Brasil, pela primeira vez em 508 anos de história, deixa o papel de devedor e ingressa no seleto time dos credores do mercado internacional, é a consolidação de uma virada histórica”.Quando Lula assumiu o seu primeiro mandato em 2002, a dívida externa era de R$ 212 bilhões, enquanto a dívida interna era de R$ 640 bilhões. Ou seja, o total, dívida externa mais interna, chegou aos inacreditáveis R$ 852 bilhões.Em 2008, quando Lula assumiu ter pago a dívida, a dívida externa caiu para 0, já a interna chegou a – pasme – R$ 1,4 trilhão. Total da dívida: R$ 1,4 trilhão – 65% do PIB do Brasil. Agora em 2014 passou de R$ 2 trilhões!!Mas por que nosso endividamento aumentou tanto? Então aí vai a resposta que os petistas que tanto abrem a boca pra falar em “elite e burguesia” não queriam ouvir: Para pagar ao FMI, Lula captou dinheiro junto aos banqueiros, que compraram os títitulos da dívida (pagaram ao FMI). O Brasil, que pagava 4% de juros ao ano para o FMI, passou a pagar 19,5% ao ano para os banqueiros, beneficiando-os.Ou seja, os banqueiros, ou a “elite” satanizada pelos petistas passaram a ser donos do Brasil, e que foi entregue por Lula para sustentar uma mentira política. E esses dados são da CPI da Dívida, que ocorreu entre 2009 e 2010 da Câmara dos Deputados, com farta documentação do Ministério da Fazenda e do Banco Central, sendo assim INCONTESTÁVEIS!
OS EFEITOS COLATERAIS SOBRE A POPULAÇÃO

Mais uma vez os petistas desinformados haverão de chorar na cama, que é lugar quente. Ainda com um endividamento crescente, Lula não deixou de pegar novamente dinheiro no FMI. Não para pagar qualquer parcela da dívida interna que se avolumava, mas para sustentar os falsos programas sociais como PAC e obras faraônicas superfaturadas que nunca foram concluídas.

Além de pagarmos juros extorsivos aos banqueiros, passamos a dever também, novamente ao FMI. Isso causou um impacto na economia sem precedentes, e posso dizer que vivemos numa bolha de endividamento prestes a estourar, pois já chegamos a quase R$ 3 TRILHÕES no nosso endividamento total. Isso porque Lula assumiu com um endividamento de R$ 852 bilhões e fez o “favor” de mais que triplicá-lo.Assim, tornou-se impraticável qualquer pretensão de reforma tributária, e o que aconteceu foi o contrário: A carga de impostos aumentou e foi regressiva, prejudicando as classes menos favorecidas. Lula deu vários incentivos para que a indústria barateasse seus produtos (mais uma vez a elite), estimulando o consumo. As indústrias tiveram a chance de vender seus produtos com prazos longos, lastreados pelos bancos e financeiras que já estavam com os cofres abarrotados.Por outro lado, Lula deu uma falsa vantagem ao povo de baixa renda, pois carregou nos impostos sobre os produtos, diminuindo o poder de compra da população carente. O pobre podia comprar a TV dos sonhos, mas em prestações com juros extorsivos, e achando que Lula era “o cara”. Só enriqueceu mais ainda os bancos.Já não bastasse a população estar com pele de vira-lata mas latindo como pastor alemão, iludida por Lulla, esta também foi a mais prejudicada e achatada pela política populista do PT, pois o Brasil chegou a ter 43,8% de sua receita total comprometida com a amortização da dívida e pagamento de spreads (juros) tanto ao FMI quanto aos banqueiros, e com isso sacrificou todos os investimentos em serviços públicos.Vejamos em 2011 como a nossa receita foi distribuída:Amortização da dívida e pagamento de juros: 43,8% da receitaSaúde: 4,17% da receitaEducação: 3,34% da receitaTrabalho: 2,42%Ciência e Tecnologia: 0,34% da receita.Cultura: 0,05% da receitaSaneamento: 0,04%Ou seja, tudo aquilo que é essencial ao povo brasileiro representou APENAS 10,36% do dinheiro aplicado pelo governo, sendo que foi aplicado QUATRO VEZES mais só para beneficiar banqueiros e pagar dívidas.Lula pagou alguma coisa, ou nos colocou no caminho da falência financeira e social?

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

julho 2014
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia