WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 8/dez/2013 . 17:06

ESPAÇO DO LEITOR – O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A BANCO DO BRASIL?

Alguém já havia me dito, que no Banco da Brasil nos finais de semana, não se conseguia sacar um centavo nos caixas eletrônicos.

Pois bem, como por força do trabalho precisava sacar um dinheiro para viajar amanhã cedo, e como eu já estava na zona sul, tentei efetuar o saque no caixa do aeroporto, onde já haviam vários turistas revoltados por não ter êxito na tentativa (serviço indisponível), eu como bom ilheense, tentei amenizar e pedi que me acompanhassem até a agência do centro (BB), que com certeza, eles conseguiriam. Para minha vergonha e decepção, nenhum dos caixas da agência central havia disponibilidade para saque. Tentei convence-los de que poderia ser algum problema, mas que resolveríamos na outra agência que fica no Malhado, e ela fomos nós num comboio de 6 carros de turistas de Goiânia e Belo Horizonte e mais um vez, chegando lá nenhum caixa estava disponível para saque. Iniciamos uma cruzada nos pontos onde há caixas instalados: Super mercado Itão, Rodoviária, Caixas 24 horas e em todos os outros lugares. Nem eu, nem os turistas conseguimos sacar um centavo sequer. Revoltados, diziam: “Como pode uma cidade como esta dizer que é uma cidade turística?!!” E fora os xingamentos que aqui não posso citar. Decidiram eles então, que iriam fechar suas reservas no hotel em que estão hospedados e iriam para uma outra cidade, onde pudessem encontrar o mínimo de estrutura possível.

 

Coluna A Tarde: Malandro até na Papuda.

por Samuel Celestino

Coluna A Tarde: Malandro até na Papuda

O julgamento e a condenação dos mensaleiros pelo Supremo Tribunal Federal determinaram um marco no Judiciário brasileiro que era tido e em prosa cantado como um Poder que ficava à margem e não alcançava ricos e políticos. O colegiado mudou radicalmente tal interpretação, que não estava errada, pelo contrário, e determinou um novo momento da Justiça brasileira, agora alcançável a brancos, negros, pobres, ricos e, principalmente os políticos. Mais quatro mensaleiros foram presos na quinta feira – Valdemar da Costa Neto que, no embalo, renunciou ao seu mandato de deputado federal, os ex-deputados Pedro Correia e o Bispo Rodrigues e, mais, Vinícius Samarane. Cada preso significa uma vitória do Supremo, que ainda tem uma leve influência de quem indica, no caso o presidente(a) da República.

Imagina-se que a influência mais cedo ou mais tarde chegará ao fim, na medida em que os brasileiros exijam das autoridades a sua cidadania plena, sem que haja proteção a quem quer que seja. E que o Executivo entenda que deve ficar distante do Poder Judiciário. Do Legislativo é difícil. Os dois poderes se misturam. Há um conluio entre eles, de sorte que os partidos que oferecem apoio à base política do governo recebem como “presentes”, ou contrapartida, ministérios, cargos importantes em instituições e empresa, como a Petrobrás, por exemplo. A meritocracia fica distante de tais escolhas porque tanto o Legislativo com o Executivo têm origens idênticas: no voto popular a partir de partidos políticos. O que fazem o presidente, os governadores e os prefeitos? Teriam que evitar que a corrupção invadisse o setor público. Com vigilância não é difícil. Espera-se que, mais cedo do que tarde, realize-se neste País uma reforma política profunda  que, pelo menos dificulte os bandidos colarinhos brancos. :: LEIA MAIS »

ACABA NÃO, MUNDÃO – 2014 VEM AÍ !!!

Dizem que 13 é o número do azar (menos pra Zagalo), mas já vai acabar.

Ano Novo, 2014 tá chegando.

Com esperanças e  realizações, é só trabalhar que acontece, pois afinal: 2+0+1+4=7.

Eu e minha neta Vitória.

Eu e minha neta Vitória.

OPINIÃO DO DOMINGO – Guy Valério.

Guy Valério Barros

Dizem que o povo brasileiro é carneiro, então o povo de Ilhéus nem sei como qualificar.

Existem assuntos que devem ser analisados com bastante profundidade, quanto a evolução e o tempo de duração.

Repito o que já havia dito: Qualquer cidade no mundo agradeceria de joelhos, um Complexo Logístico Intermodal, qualquer cidade!

Em Ilhéus, alguns desculpam-se dizendo que não acreditam, e voltam para sua zona de conforto, o seu ‘mundinho’.

Outros torcem e trabalham para que não aconteça, porque assim continuam a auferir a sua subsistência.

E a cidade e a região ficam vulneráveis a ingerências de forasteiros, e até de estrangeiros.

Parece que a ‘porrada’ da vassoura de bruxa pegou a todos no contra-pé, jogou a auto estima lá embaixo, e trouxe uma manta de resignação para encarar o infortúnio.

Ninguém  brada, ninguém luta, deixa tudo como está para ver como é que fica.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

dezembro 2013
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia