WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 25/nov/2012 . 19:26

NO DOS OUTROS É REFRESCO, NÉ ZEZÉ?

Rosemary Novoa de Noronha ligou para o ex-ministro José Dirceu para pedir ajuda quando a Polícia Federal iniciou a operação de busca e apreensão em seu apartamento, na rua 13 de Maio, na Bela Vista, região central de São Paulo. Dirceu foi acordado com a ligação por volta das 6h da manhã da última sexta-feira (23) e teria dito que não podia fazer nada por ela, segundo reportagem da Folha. Antes de ser nomeada chefe de gabinete da Presidência em São Paulo em 2005, Rose, como é conhecida, trabalhou por quase 12 anos como secretária de Dirceu. Os agentes que participaram da busca no apartamento contam que, antes de ligar para Dirceu, ela tentara falar com José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça. O ministro, no entanto, não atendeu a ligação, ainda de acordo com os policiais.
Dirceu convoca militantes para atos contra julgamento do mensalão

Foto: Elza Fiúza / Agência Brasil
Após ser condenado a dez anos e dez meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento com o esquema do mensalão, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu pediu, na noite de sexta-feira (23), em plenária do PT na cidade de Osasco, região metropolitana de São Paulo, que os militantes façam “um julgamento do julgamento do mensalão” e marquem atos contra a decisão da Corte por todo o Brasil. “Nós temos de fazer o julgamento do julgamento agora. Não temos medo da verdade dos autos.(…) Este ato é uma demonstração da nossa força, do que podemos. Temos que reproduzir em todo o pais. É preciso que não se confunda a nossa tranquilidade, a nossa segurança, a nossa capacidade de resistir e, se for preciso, enfrentar a prisão, com fraqueza”, disse para cerca mil pessoas que acompanharam o discurso em um auditório de uma escola no centro da cidade. Além disso, Dirceu defendeu que o PT invista na regulação da mídia que, segundo ele defende, teria “imposto” o julgamento do mensalão. Informações do Terra

MADAME BEATRIZ TELEFONOU…

Madame Beatriz

Fui surpreendido pelo telefonema da nossa amiga, Madame Beatriz.

Havíamos combinado que ela só iria se pronunciar nas eleições de 2014.

Ela pediu desculpa e disse que diante de tanta especulação em torno do Secretariado do Prefeito Eleito Jabes Ribeiro, que não era de ferro, ficou curiosa e resolveu consultar a bola de cristal:

– Total decepção, a bola não mostrou nada, apenas uma névoa cinza, como uma bruma espessa.

Só resta mesmo esperar o anúncio oficial.

FLAGRANTES DA VIDA REAL – GOZAÇÃO.

Outro dia estava no mercado quando vi no final do corredor um amigo da
época da escola, que não encontrava há séculos. Feliz com o reencontro
me aproximei já falando alto:

– Oswaldo, sua bichona! Quanto tempo!!!!

 E fui com a mão estendida para cumprimentá-lo. Percebi que o Oswaldo
me reconheceu, mas antes mesmo que pudesse chegar perto dele só vi o
meu braço sendo algemado.

– Você vai pra delegacia! – Disse o policial que costuma frequentar o

mercado.

Eu sem entender nada perguntei:

 – Mas o que é que eu fiz?

– HOMOFOBIA! Bichona é pejorativo, o correto seria chamá-lo de grande
homossexual.

Nessa hora antes mesmo de eu me defender o Oswaldo interferiu tentando
argumentar:

– Que isso doutor, o quatro-olhos aí é meu amigo antigo de escola, a

gente se chama assim na camaradagem mesmo!!

– Ah, então você estudou vários anos com ele e sempre se trataram assim?

 – Isso doutor, é coisa de criança!

E nessa hora o policial já emendou a outra ponta da algema no Oswaldo:

 – Então você tá detido também.

Aí foi minha vez de intervir:

– Mas meu Deus, o que foi que ele fez?

– BULLYING! Te chamando de quatro-olhos por vários anos durante a escola.

Oswaldo então se desesperou:

– Que isso seu policial! A gente é amigo de infância! Tem amigo que eu
não perdi o contato até hoje. Vim aqui comprar umas carnes prum churrasco com outro camarada que pode confirmar tudo!

E nessa hora eu vi o Jairzinho Pé-de-pato chegando perto da gente com
2 quilos de alcatra na mão. Eu já vendo o circo armado nem mencionei o
Pé-de-pato pra não piorar as coisas, mas ele sem entender nada ao ver
o Oswaldo algemado já chegou falando:

– Que porra é essa negão, que tu aprontou aí?

E aí não teve jeito, foram os três parar na delegacia e hoje estamos

respondendo processo por _HOMOFOBIA_, _BULLYING_ e _RACISMO_.

Olha, meus concidadãos. Nos dias de hoje é um perigo encontrar velhos amigos!

EM ILHÉUS, TOMARA QUE SEJA ESTA A VISÃO.

VANE, A EQUIPE

 25/11/2012 as 7:45  editor Blog do Ricky

Por Marcel Leal

Ao longo da semana muitas pessoas me perguntaram o que achei da equipe anunciada por Vane para a prefeitura de Itabuna a partir de janeiro.

Os nomes são novos e quebram o circulo vicioso de gente que entrou para melhorar sua vida, não a da cidade.
Nos últimos oito anos a cidade sofreu com o egoísmo e o desprezo de quem assumiu os cargos da prefeitura.

Eles só se preocupavam com o próprio umbigo, bolso e ilusões de poder.
A equipe anunciada por Vane traz claramente um perfil oposto, com pessoas de retidão comprovada, pessoas que não buscam dinheiro nem poder.

São pessoas que terão sua vida atrapalhada pelo tempo que precisarão dedicar à prefeitura.
Mas aceitam o desafio por confiar nas intenções de Vane, de dar a Itabuna uma gestão que não nos envergonhe.
Conheço o perfil de quase todos, mas posso falar melhor de alguns mais próximos.
É o caso, por exemplo, de Marcos Cerqueira, exemplo de honestidade e humildade.
Não poderia imaginar alguém mais adequado para cuidar das finanças. É do tipo “só gasto em último caso”.
Tem a austeridade que Itabuna precisa para recuperar os 20 anos que perdeu em 8.

Outro de seriedade muito grande é Marcos Monteiro, de família excelente, exemplo de colega, de profissional.
Ricardo Campos já provou seu valor dirigindo a própria Emasa na época de Geraldo. Fez um trabalho excelente e impecável.
Outros não são tão próximos, mas provaram o que pensam e fazem ao longo dos anos em suas atividades.
Não há ninguém que possa jogar um pedregulho sequer na reputação de Dinalva Melo, de Clodovil Soares, de Ubiratan Pedrosa.
Alguns já tem uma fama que os precedem, casos de Lanns Almeida Filho, tido como um “trator” no trabalho que vem fazendo na CAR.
Ou Harrisson Ferreira Leite, uma revelação grapiuna na área do direito, apesar da cara de menino (e não, não é clone de ACM Neto…).

José Humberto Martins é outro que só tem admiradores, pelo seu equilíbrio, pela eterna simpatia e calma.
Resumindo, a equipe de Vane foi escolhida com muito critério e dá para confiar nela.
Espero que o escalão logo abaixo também seja escolhido dentro dos mesmos critérios de capacidade técnica e caráter irretocável. É necessário.

Se o escalão inferior for mal escolhido, pode acabar com as intenções e o trabalho dos chefes das pastas.
Como fiz com todos os que já ocuparam a cadeira de prefeito, Vane terá seis meses de “passe livre” para mostrar a que veio. Neste período só terá críticas construtivas de nossa parte, na intenção de ajudar a corrigir algum rumo.
Depois disso, terá que andar sempre na linha, porque acima do que eu penso está meu compromisso com o leitor, com o cidadão que confia no jornal.

Mas, pessoalmente, acho que Vane e Wenceslau farão um governo à altura de Itabuna. Eu confio nos dois e vou procurar ajudar no que puder. Itabuna precisa…

Dois exemplos:
Duas coisas boas me chamaram a atenção durante as entrevistas de Wenceslau Júnior (na rádio Morena FM) e de Dinalva Melo, nesta edição.
Wenceslau tocou num ponto importante, do qual a gente quase não fala por causa da avalanche de problemas de Itabuna no dia a dia.
Ele falou de planejar a cidade não para 4 mas para os próximos 20 anos. Aleluia…

É esta falta de planejar o futuro que fez Itabuna continuar sem rumo, resolvendo apenas as questões imediatas.
Foi a diferença entre o que aconteceu em Conquista e o que aconteceu com a gente.
Itabuna tem que pensar como vai lidar com o trânsito, a saúde, a necessidade do cidadão daqui a 20 anos.
Cada rua aberta tem que considerar como ela estará em 20 anos. Quanto de energia vamos precisar? E escolas, postos de saúde, parques?

São boas falas.
Já a Dinalva tocou na falta de incentivo à leitura como fator inibidor de melhor educação.
Mais que isso.

Sua cabeça iluminada alertou que não basta apenas educar o aluno, que é preciso incentivar os pais a ler como forma de criar um ambiente que incentive os filhos a também buscar conhecimento.

Isto é visão de educadora, assim como a de Wenceslau é a de um planejador.
São bons sinais de como pensam Vane e sua equipe.
Quem sabe Itabuna possa crescer, em todos os sentidos, nos próximos anos. Torcemos.

Publicado originalmente na Coluna “Carta ao Leitor” no Jornal A Região

OPINIÃO DE DOMINGO.

Não é só Ilhéus que é de muros baixos, o Brasil também é.

Organizações estrangeiras como a WWF e o Greenpeace, ditam normas e dogmas, que são obedecidos por brasileirinhos e brasileirinhas, inocentezinhos inúteis, porém oportunistas como eles só.

Formatam redes de ONGs no Brasil, se imiscuem em tudo que o País pretende fazer, uma coisa intolerável.

Para isso usam de todos ardis possíveis e imaginários  tentando passar que estão fazendo uma coisa boa, quando na verdade a intenção é a estagnação do País.

É o que chamam de , GOVERNANÇA MUNDIAL.

Aqui no Brasil, contam com o auxilio de uma rede de televisão, em troca de polpudos anúncios,  mesmo que seja de quem já foi denunciado várias vezes por traquinagens.

Infelizmente o Brasil ainda é um País de gente colonizada.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

novembro 2012
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia