Dinho Gás, presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus e candidato à reeleição.

Dizem as más línguas que o vereador Dinho Gás, emitiu um cheque no valor de 120 mil reais, da Câmara de Vereadores de Ilhéus, contra o Banco do Brasil, e o  cheque voltou sem fundos.

Pior ainda, que não existe lançamento contábil para a transação.

Coisa fácil e simples de apurar. Qualquer vereador pode requisitar o extrato bancário, e também verificar a contabilidade.

Só não faz se não quiserem, ou não puderem.

Não bastam os fantasmas?