WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


O DESESPERO – por ED FERREIRA.(Publicado em abril de 2010)

Caros (as)Amigos (as),

 

A Natura, através do seu sócio Guilherme Leal, Ação Ilhéus, Instituto e Floresta estão convidando a imprensa e outras pessoas simpáticas ao seu movimento para um debate. Debater o que com quem apresenta só fatos negativos? Os ambientalistas envolvidos no movimento usam uma espécie de estribo, são conduzidos por onde os interesses da biopirataria e os especuladores de terras. Na verdade não passa de um ato de desespero tentando reunir a imprensa para chamar atenção das ecos-previsões catastróficas. Estes pseudos Nostradamus, que nunca se preocuparam em abraçar a Mata da Esperança, que esta sendo deteriorada pelos madeireiros, Os manguezais de Ilhéus e Novo Mamoã, que estão sendo aterrados para construir barracos e outras séries de fatos que passam despercebido por estes mesmos membros.

No mesmo local que a Sra. Socorro pretende fazer uma reunião, próximo ao Makena, o grupo de Ingleses que pretendiam construir um Resort, antes da queda da aeronave,  também tinha no projeto a construção de um campo de golf de 18 buracos. Sabe o que significa isto? Simplesmente 280 Ha de restinga que teria de desaparecer para dar lugar a uma grama especial e exótica, exigida pelos jogadores de golf. E a Socorro era paga para defender os interesses deste grupo e jamais se opôs ao projeto. Tudo não passa de uma questão do umbigo!

A empresa que esta por trás do movimento é a Natura, acusada de Biopirataria no norte do país, pasmem o dono é vice de Marina Silva pelo PV e que já entrou em campanha contra o Governo Lula e Wagner, se opondo a projetos que irão beneficiar Ilhéus e toda uma região. Na verdade o povo de Ilhéus tem que identificar bem estas instituições que se coloca contra o desenvolvimento do Complexo Intermodal Porto Sul, por que estes sim são danosos a nossa região por que estão pensando em causa própria.

Por outro lado, o movimento Pró Ilhéus está desenvolvendo um plano que pretende apresentar a Casa Civil do Estado da Bahia que se trata de uma alternativa compensatória ou seja vai agradar os prós e os contras certamente: A idéia é interligar a Lagoa Encantada ao Parque do Condurú e como se trata de um Parque as restrições ambientais ficariam mais restritas e todos aquelas propriedades que se localizassem na margem esquerda da rodovia 001, depois de uma distância de 500 metros, em direção a Serra Grande, ficaria dentro da área a ser indenizada . Desta forma encontramos compensação justa e agradaria a todos que defendem o meio ambiente.

 

Abraços.

 

Ed Ferreira

6 respostas para “O DESESPERO – por ED FERREIRA.(Publicado em abril de 2010)”

  • Souza neto says:

    A PROTEÇÃO AMBIENTAL EXIGE A REDUÇÃO DO EXTRATIVISMO…

    Tem gente vivendo século XXI com a cabeça no início do século passado.

    A mudança de paradigmas no tocante a conservação do meio ambiente é assunto de extrema importância. Entretanto, não passa por um retorno e muito menos um estacionamento no tempo para ficar assistindo a rápida passagem do “vagão” da tecnologia sem nele embarcar.

    Essa mudança inclui uma questão fundamental relacionada ao extrativismo. Quanto menor a necessidade de sobrevivência pelo extrativismo, maiores serão as possibilidades de preservação dos recursos naturais. E a vinda do Complexo Intermodal Porto Sul e da ZPE – em combinação com a recente inauguração do Gasene – são extraordinárias oportunidades de redução do extrativismo e da melhoria da condição de vida de muitas famílias.

    Caranguejos, guaiamus, aratus, ostras, sururus, lambretas são espécies cuja preservação se vê ameaçada pela sobrepesca em todo o litoral de nossa Região por conta do avanço do extrativismo.

    Uma grande lição foi o ocorrido na cidade de Canavieiras, – antes considerada a “capital do caranguejo”. Essa espécie de crustáceo vem tendo o seu tamanho reduzido ao ponto de, nos dias atuais, ter ficado difícil encontrar exemplares com cinco centímetros de carapaça – tamanho mínimo autorizado para captura e comercialização.

    Canavieiras trocou o desenvolvimento econômico – cinco hotéis e resorts que estavam para ser construídos no município em 2007 – pelo extrativismo quando optou por transformar mais de 100.000 hectares de áreas litorâneas numa Reserva Extrativista (ResEx).

    Sem as possibilidades de novos empregos proporcionados pelos equipamentos turísticos que foram rechaçados pela ResEx, ocorreu o aumento da necessidade das famílias sobreviverem, cada dia mais, dos recursos naturais – em especial crustáceos e peixes – impondo um impacto negativo cada dia mais prejudicial ao bioma daquele município.

    No ano passado, estimativas feitas pelos órgãos ambientais, contabilizavam a captura de mais de 200.000 (duzentos mil) caranguejos/mês, o que corresponde a 2000.400.000 (dois milhões e quatrocentos mil) caranguejos/ano.

    Essa contabilização só incluiu os animais que saem de Canavieiras para diversas outras cidades da Bahia e até de outros Estados. Com isso, os caranguejos capturados para a venda interna e a confecção de “catado” não entraram na conta.

    Espero que a população de Ilhéus não permita que o mesmo venha a ocorrer em sua cidade.

    Para isso, faz-se necessário que o povo ilheense não titubeie quando da decisão e do apoio aos novos empreendimentos que estão por vir. Faz-se necessário que, urgentemente, o povo ilheense se manifeste contra as tentativas de impedimento promovidas por profissionais do ambientalismo, baseadas em falsos argumentos.

    Os profissionais do ambientalismo são pessoas que sobrevivem a soldo de grupos estrangeiros e só enxergam os seus próprios interesses, que são os mesmos dos grupos que representam e defendem. Essas pessoas não tem compromisso com a população e ainda utilizam-se, de forma cínica e despudorada, dos mais humildes como massa de manobra. É o que tem sido observado nas recentes audiências públicas realizadas na cidade de Ilhéus.

    …E OS INVESTIMENTOS ESTRUTURANTES PREVISTOS PARA SEREM IMPLANTADOS EM ILHÉUS CONTRIBUIRÃO PARA ESSA REDUÇÃO!

  • Templário says:

    \acho que esta mais que na hora das pessoas sensatas e de bem que querem realmente o progresso para Ilheus e regiao, começarem a isolar da sociedade esses oportunistas e aproveitadores que se travestem de defensores da natureza, e que comecemos a rechaçar essas figuras para o quinto dos infernos.

  • guimaraes says:

    Por que só Ilhéus não pode conviver com o progresso?
    A Natura e os neo ambientalistas podem me explicar?
    Sabemos que a Natura é detentora de uma vasta área na reião de Ilhéus e Itacare, e a Globo tambem.
    Querem esta região inculta só para seus deleites pessoais?
    EU QUERO O PORTO SUL E SOU AMBIENTALISTA.
    EU QUERO A RIQUEZA PARA A REGIAO

  • claudio says:

    Parebens Ed Ferreira.

    Porque eles não se preocupam com á area sul de Ilhéus. Sabemos que onde funcionou o lixão foi atirado material radiotivo e contaminado aquela localidade sem nenhuma providência sensata. Também os areais estão extinguindo os rios cururipe, nascentes e animais silvestres (mico leão etc), sendo que alguns proprietários de areais estão buscando apoio dentro da Prefeitura de Ilhéus para abrir areais fechados pelo IBAMA e JUSTIÇA FEDERAL, com o objetivo de trocar areia por apoio politico nas próximas eleições. Dizem que nas eleições municipais anteriores, teve vereador que foi beneficiado com este apoio, vislumbrando claramente crime eleitoral.

  • Souza Neto says:

    Li e comentei este artigo em abril. Meu comentário continua atualizado, pois uma das formas mais eficientes de preservação é reduzindo a necessidade de sobrevivência dos recursos naturais vivos.

    Li em algum lugar que o tal Guilherme da Natura teria ficado putinho com este artigo e estaria financiando os otários contrários ao Porto Sul.

  • Luciano Herlon says:

    Guy, vamos fazer os que tentam atrapalhar o desenvilvimento de Ilhéus sentir no bolso o preço dessa sabotagem, vamos boicotar a natura, dessa forma vamos atingir quem financia o gueto do atraso, o sr Guilherme da Natura. Slogans, ” quem ama Ilhéus, não usa natura”, “Ilhéus contra a Natura”, “Pelo futuro de Ilhéus, diga não a Natura”
    Grato,

Deixe seu comentário

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

outubro 2011
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia