Todo mundo sabe, aliás quase todo mundo, que os portos, aeroportos, ferrovias e rodovias do sul e sudeste do País estão estrangulados.

Liberar mercadorias nos aeroportos é um drama, carga e descarga nos portos, uma odisseia, engarrafamento nas estradas, uma constante.

Quando é pensado um Hub Logístico, um Complexo Intermodal, onde todos esses modais logísticos possam interagir, e tirar o Brasil do sufoco de escoamento da produção, e entrada de insumos e importação, eis que surgem os pensamentos mínimos, para não dizer outra coisa.

Querem tratar um assunto tão importante, minimamente, como se fosse um portinho aqui, uma ferrovia ali, um aeroporto acolá, não é.

Também não é como alguns querem deixar transparecer, promessas paroquiais eleitoreiras, vamos desenterrar a  cabeça da terra e deixarmos de ser como avestruzes, vamos levantar o olhar e pensar grande.

Vamos acabar com esse nhen nhen nhen hipócrita, que ninguém mais acredita.