WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Vereadores’

PAPEL DO VEREADOR

Ivete Maria, vereadora eleita

Vereadora eleita Ivete Maria
agradece a população de Ilhéus

A servidora pública federal Ivete Maria de Souza, eleita ao cargo de vereadora agradece a população de Ilhéus os 625 votos obtidos nas últimas eleições municipais. Filiada ao DEM, Ivete Maria se considera novata na vida pública, “mas com experiência em lutar por melhores condições de vida das famílias do nosso município”, lembrou. Ivete Maria é pedagoga e graduada em gestão pública, com especialização em políticas sociais.

Ivete Maria reiterou ainda que “em primeiro lugar quero agradecer a Deus por ter me dado luz e vontade para trabalhar em prol do povo de nossa cidade, à minha família pelo apoio e paciência por me ausentar por algum tempo da convivência familiar, aos meus colegas de trabalho e inúmeros amigos que confiaram na minha nova trajetória e que em nenhum momento irei desapontá-los”.

Quem é Ivete Maria – De origem humilde e cristã, Ivete Maria foi feirante e trabalhou em diversas empresas privadas. Posteriormente, atuou na secretaria estadual do Estado de São Paulo, após ingressar no serviço público por meio de concurso. Atualmente, é servidora do Instituto Nacional da Previdência Social (INSS), em Ilhéus, por mais de três décadas, além de diretora-regional do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência (Sindprev).

:: LEIA MAIS »

EXEMPLO DE VOTO ‘CAMARÃO SEM CABEÇA’

Começa prazo para vereador mudar de partido antes das eleições

Até 3 de abril vereadores podem mudar de partido sem perder mandato

Publicado em 05/03/2020 – 16:00 Por Agência Brasil – Brasília

O vereador que quiser mudar de partido para se candidatar à reeleição ou a prefeito nas eleições municipais deste ano tem de hoje (5) até o dia 3 de abril para fazê-lo, na chamada “janela partidária”.

A janela antes de eleições, inserida na legislação pela minirreforma eleitoral de 2015, é a única oportunidade em que o detentor de cargo eletivo proporcional, como o de vereador, pode mudar de partido livremente, sem risco de perder o mandato.

O prazo para a janela partidária sempre se encerra seis meses antes do pleito. Neste ano, o primeiro turno está marcado para 4 de outubro, e o segundo turno, no dia 25 do mesmo mês.

Calendário das eleições

Outras datas previstas no calendário eleitoral devem ser seguidas pelos candidatos e partidos que vão disputar o pleito. Em 4 de abril, todas as legendas que pretendem disputar as eleições devem estar com registro aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

No mesmo mês, o tribunal vai lançar uma campanha nas emissoras de rádio e televisão para incentivar a participação das mulheres nas eleições e esclarecer o eleitor sobre o funcionamento do sistema eleitoral.

Em 16 de junho, o TSE deve divulgar o valor corrigido do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), criado pelo Congresso Nacional. Conforme o orçamento da União, R$ 2 bilhões estão previstos para o fundo.

Em julho, os partidos estão autorizados a promover as convenções internas para escolha de seus candidatos, que deverão ter os registros das candidaturas apresentados à Justiça Eleitoral até 15 de agosto.

No dia seguinte, a propaganda eleitoral está autorizada nas ruas e na internet até 3 de outubro, dia anterior ao primeiro turno.

Em setembro, a partir do dia 19, nenhum candidato poderá ser preso, salvo em flagrante. No caso dos eleitores, a legislação eleitoral também proíbe a prisão nos dias próximos ao pleito. No dia 29, eleitores só podem ser presos em flagrante.

Edição: Aline Leal

O TRISTE FIM DE MUITOS VEREADORES.

Aqueles que estão embevecidos, se achando, e embaixo do chicote do gestor.

Não vão se reeleger.

O prefeito já tem os seus ungidos.

Um é o pré-candidato a vereador, que está 100% ao seu lado, colado como um Esquadrão de Aço, é Moises Bohana.

A DIFÍCIL ELEIÇÃO E A DIFICÍLIMA REELEIÇÃO PARA VEREADORES EM ILHÉUS

Com a mudança da legislação das eleições proporcionais, ficou complicada a eleição atual.

Candidatos noviços, e vereadores de mandato, vão ter uma nova realidade pela frente.

Aconselho baixar esta planilha, e começar a traçar as novas estratégias.

Baixe a planilha neste site https://materiais.qbb.adv.br/planilhacalculovereadores , e vejam o print abaixo.

ELEIÇÕES PARA VEREADOR EM 2020

Cláusula de barreiras

PLANILHA DE CÁLCULO DE VOTOS PARA ELEGER VEREADOR EM 2020.

Um dos maiores problemas de planejar uma campanha eleitoral para vereador é calcular o número de votos necessários para eleger a maior quantidade de candidatos possível. Esse cálculo é complexo, envolve questões como quociente eleitoral, quociente partidário, sobras, entre outras.

Com o fim das coligações partidárias para as eleições municipais de 2020, esse assunto tornou-se ainda mais relevante.

Para facilitar a definição das estratégias por parte dos dirigentes das legendas e dos pré-candidatos, inclusive para auxiliar na decisão de filiação partidária, o advogado do QBB Advocacia, Caio Vitor Barbosa, e o consultor contábil Daniel Simonetti elaboraram a Planilha Eleição Vereador 2020.

Para baixar gratuitamente a planilha, acesse o link: https://materiais.qbb.adv.br/planilhacalculovereadores

Para ouvir o podcast sobre a nova ferramenta, acesse:

Spotify | bit.ly/podcastplanilhavereador

Ou na plataforma de música / podcast da sua escolha.

Se preferir, assista nossa live sobre o assunto:
bit.ly/liveplanilhavereador

#eleições2020 #vereador #campanha #votos #democracia #direitoeleitoral

EU JÁ SABIA!!!!

Vereadores que estiveram ou estão sob a asa negra do MALÃO.

Estão com suas reeleições ameaçadas, já foram para o espaço ou para o inferno.

Paciência…

Tapete roxo pra eles.

ELEIÇÃO PARA VEREADOR PODE SER QUASE UMA LISTA FECHADA.

Com o fim das coligações partidária nas eleições proporcionais, acabou aquele expediente de ajuntamento de partidos.

A coisa agora é mais ou menos assim. Os dirigentes municipais, administradores do fundo eleitoral, se não houver ordens superiores, devem montar a chapa de pre-candidatos.

Serão escolhidos os de maior chance de sucesso, e as mulas, segundo jargão popular devem ser do mesmo partido.

Em Ilhéus o aumento de números de vereadores pode ser um complicador no quociente eleitoral.

QUEM CHEGA PRIMEIRO NA FONTE, BEBE ÁGUA LIMPA.

Enquanto pré-candidatos a vereador e candidatos a reeleição, ainda não sabem em qual agremiação política vão se abrigar.

Ednei Mendonça, Presidente do PT ilheense já monta a sua chapa de pré-candidatos à vereança, e muitos já estão com o pé na estrada, participando de atividades pré-campanha.

Alguns nomes já são conhecidos, a saber:

Makrisi de Angelis, Enilda Mendonça, Jerberson Josué, Zerinaldo Sena, Kaique Souza e outros mais, que irão complementar a chapa.

PT bem na fita.

Fim das coligações partidárias é tema se simpósio na Assembleia Legislativa  nesta terça

O  fim das coligações partidárias para a eleição de vereadores, que deve exigir uma identificação ainda mais consistente dos partidos políticos e candidatos durante a campanha, será tema principal de simpósio  na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), nesta terça-feira (4), ás 9h, no Auditório Jornalista Jorge Calmon.

O evento, idealizado pelo deputado estadual Alan Sanches (DEM), terá como palestrante  o especialista em Direito Eleitoral e Direito Processual Civil, Sávio Mahmed  Qasem Menin.  

A emenda que pôs um fim nas coligações partidárias em eleições proporcionais, ou seja, para os cargos de vereador, deputado estadual e deputado federal, foi aprovada pelo Senado no final de 2017, mas entrará em vigor nas eleições de 2020. À época também ficou decidido que a medida entraria em vigor em eleições municipais, no caso as de 2020.

A mudança fez parte da reforma política que também criou a cláusula de barreira, ou cláusula de desempenho, que já vigorou nas eleições majoritárias do ano passado e estabeleceu regras mais duras para que os partidos tenham acesso ao fundo eleitoral e ao tempo de propaganda política no rádio e na TV.  

“E nosso intuito é reunir não apenas nós deputados, mas vereadores, prefeitos e a sociedade civil como um todo, de forma a esclarecer as novas regras a cerca de tema tão importante e que ainda traz tanta dúvida. A tendência, por exemplo, é diminuir o número de partidos, como forma de fortalecer a nossa democracia, mas como funcionará na prática”, frisou Alan Sanches.    

Ele questiona ainda se as novas regras continuarão favorecendo os famosos “puxadores”. “enfim, a busca é por esclarecimentos”.  

É BEM DESTE JEITINHO…

E A FESTA CONTINUA.

Os deslumbrados com a proximidade da reeleição, se divertem na 22ª Marcha dos Municípios, em Brasília…

(Com a mão de Marão, está garantida a reeleição. Dizem)

 

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia