WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Turismo’

O TURISMO DE ILHÉUS SOFRE MAIS UM GOLPE.

O Ilhéus Praia Hotel, foi vendido para se transformar num prédio de escritórios.

Foi a informação que chegou ao blog.

Ilhéus Praia Hotel

Turismo está em recuperação, mostra pesquisa da CNC

Publicado em 27/09/2019 – 17:14

Por Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

“O setor de turismo está se recuperando de acordo com o ritmo da economia”, disse hoje (27), à Agência Brasil, no Dia Mundial do Turismo, o economista Antonio Everton, da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com o Índice Cielo de Vendas do Turismo (ICV-Tur), o faturamento atingiu, em julho deste ano, R$ 20,478 bilhões, alta de 9% em relação a junho e de 1,5% sobre igual mês do ano passado. Em julho, foram gerados pelo setor turístico 25.049 novos empregos no país em relação ao mesmo mês de 2018.

Para o economista, “isso é muito bom, porque a economia está crescendo em um patamar baixo, mas está crescendo”.

No acumulado dos sete primeiros meses de 2019, o faturamento do setor turístico total alcançou R$ 136,731 bilhões no país, um aumento de 1,1% em comparação ao mesmo período de 2018 (R$ 135,181 bi), com o maior volume de receita dos últimos quatro anos. Há um crescimento gradual, segundo a pesquisa da CNC.

Já nos 12 meses encerrados em julho, o faturamento atingiu R$ 237,774 bilhões, expansão de 1,4% em relação ao período agosto de 2017 a julho de 2018 (R$ 234,592 bi).

Os segmentos de restaurantes e similares e de transporte de passageiros representaram 80,5% da receita total do setor, com faturamento de R$ 10,844 bilhões e R$ 5,641 bilhões e crescimento de 4,9% e 20,2%, respectivamente, em relação a junho.

“Como o setor de turismo se caracteriza por atividades intensivas de uso de mão de obra, o número de empregos e de faturamento refletiu a decisão do consumidor em relação aos gastos essenciais, que são alimentação e transporte”.

As atividades de serviço ligadas à alimentação e transporte concentraram os maiores negócios do turismo no acumulado de janeiro e julho de 2019, em atendimento à demanda dos consumidores, que efetuam seus maiores gastos, disse o economista da CNC.

Faturamento

O Sudeste, que concentra a maior riqueza do país, tem a maior população e representa 61% do faturamento global do turismo, é a região que apresentou maior faturamento em julho (R$ 12,533 bilhões), superando em 275,7% os números apurados no Sul (R$ 3,336 bilhões). Em seguida, aparece a Bahia, na Região Nordeste, com receita de R$ 713,4 milhões.

O ranking é liderado por São Paulo, com faturamento de R$ 8,423 bilhões, equivalendo a 41,1% das vendas nacionais das empresas relacionadas ao turismo, seguido do Rio de Janeiro (R$ 2,134 bilhões e participação de 10,4% no total).

Em seguida, estão Minas Gerais (R$ 1,629 bilhão e 8% de participação) e Paraná (R$ 1,222 bilhão ou 6% do total da região).

Nos quatro estados, segundo o economista, é onde ocorrem os maiores gastos dos turistas, mostrando maior faturamento das empresas ligadas ao segmento do turismo.

Emprego

Segundo economista da CNC, o número de pessoas empregadas no turismo nacional representa uma parcela de quase 3 milhões de indivíduos, ou 7,6% do contingente total de empregados com carteira assinada do país (38.828.681). Os segmentos de hospedagem e alimentação e cultura e lazer geraram, em julho deste ano, 33.745 e 1.399 novos empregos, respectivamente, enquanto o segmento de transporte demitiu quase 11 mil empregados.

Devido aos ajustes feitos pelas empresas ao fim da temporada de inverno e por boa parte em função da nova legislação trabalhista, ocorreu em julho, em relação a junho, redução de 2.308 postos de trabalho, concentrados 64% em hospedagem e alimentação e 31% em transporte de passageiros.

A pesquisa de Empregabilidade da CNC revela que, em julho de 2019, o saldo foi negativo em 2.308 postos de trabalho, enquanto a economia experimentou no período saldo positivo de 43.820 entre admissões e demissões.

A análise entre julho de 2019 e igual mês de 2018 mostra que todas as regiões do Brasil tiveram saldo positivo de mão de obra, destacando o Sudeste, com 12.030 empregos criados, e o Centro-Oeste, com 6.113 postos de trabalho. Por estados, a liderança foi registrada em São Paulo, com criação de 14.087 empregos formais. Em contrapartida, as empresas do turismo do Rio de Janeiro responderam por 4.633 demissões.

Antonio Everton destacou os esforços que o governo vem fazendo, que se destinam a proporcionar maior alavancagem à economia.

“Temos acompanhado o esforço do governo no sentido das reformas, do ajuste fiscal que é doloroso e complexo, esbarra em interesses, mas ele vai ser necessário para arrumar a casa e criar condições para que o setor público retome seus investimentos mais para a frente. Ou seja, estamos em um momento de transição que outros países já passaram e depois, sustentadamente, retomaram a atividade econômica”, analisou.

Saiba mais

Edição: Maria Claudia

Maior concorrência no setor aéreo vai estimular turismo, diz ministro

Marcelo Álvaro Antônio também destaca melhoria da infraestrutura

Publicado em 27/09/2019 – 06:31

Por Bruna Saniele – Repórter da Agência Brasil  Brasília

Ampliação da concorrência no setor aéreo, com entrada das chamadas low cost (empresas de baixo custo) e também com a chegada de novas empresas para fazer as rotas nacionais acirrando as disputas e diminuindo os preços das passagens para que o brasileiro viaje mais. Isso sem deixar de lado a melhoria da infraestrutura de transportes e também dos pequenos municípios, que conseguem gerar emprego mais rápido por meio do turismo. Esses são os objetivos do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Em entrevista exclusiva à Agência Brasil, o ministro falou também sobre o Mapa do Turismo, cadastro nacional com informações atualizadas de mais de 2,6 mil municípios e 333 roteiros regionais no país, e sobre o Dia Mundial do Turismo, que é comemorado nesta sexta-feira (27) e que em 2020 contará com uma celebração no Brasil.

Agência Brasil: Ministro, neste dia 27 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Turismo. O que o governo já fez no setor neste ano?
Marcelo Álvaro Antônio: O Dia Mundial do Turismo é muito emblemático. Eu olho para essa comemoração porque todo o nosso potencial turístico brasileiro precisa ser divulgado para o mundo. Inclusive, sobre o Dia Mundial do Turismo, a gente teve uma importante conquista na Rússia, em São Petesburgo, quando conseguimos trazer para o Brasil a comemoração desse dia em 2020. Isso é inédito, histórico para o Brasil. O mundo inteiro, todos os países, virão para o Brasil para comemorar aqui. Isso certamente vai trazer uma visibilidade internacional muito grande para o nosso país, mostrando todo o nosso potencial e as maravilhas para o mundo inteiro.

Agência Brasil: O governo brasileiro isentou em junho visitantes dos Estados Unidos, do Canadá, da Austrália e do Japão da necessidade de vistos para entrar no país. Além da isenção de vistos, o que mais a gente pode esperar para impulsionar o setor?
Álvaro Antônio: Nós olhamos para o turismo e é muito difícil a gente conseguir compreender por que o Brasil tem um potencial tão grande turístico, a gente fala aqui de sol e praia, de gastronomia, de recursos naturais, de turismo de fé, e por que esse potencial ainda não se traduziu em resultados. A gente pega parâmetros no mundo, como Espanha, México, Portugal, Grécia, e a gente entende que o Brasil precisa ainda se desenvolver muito no setor turístico. E certamente o conjunto de fatores é que vai proporcionar esse crescimento do turismo, dentre eles, por exemplo, a infraestrutura. Precisamos realmente entregar produtos turísticos que possam ser divulgados no mundo inteiro. Eu estive no Jalapão (TO) e, você desce no aeroporto de Palmas, são 280 quilômetros até o Jalapão em uma estrada com pedra, buraco, areia e que só é possível chegar de jipe. Então essa estrada é fundamental para que a gente possa entregar o produto Jalapão. Outras questões importantes: o governo do presidente Jair Bolsonaro já está fazendo [ações] como desburocratizar, desregulamentar, aprovou a lei da reforma econômica, [tem ainda] a reforma da Previdência, a reforma tributária, um conjunto de ações da economia que vai proporcionar a atração de investimentos internacionais e nacionais. Ações como a isenção de vistos são fundamentais. Dados já apontam que no mês de julho, um mês após a isenção, os gastos dos estrangeiros no Brasil já crescem mais de 33%. A gente está vivendo um momento de recursos escassos, herdamos um déficit primário de R$ 140 bilhões, mas é nesse conjunto de esforços, na parceria com a iniciativa privada, que nós vamos conseguir colocar o turismo certamente num patamar nunca visto antes no Brasil.

Agência Brasil: No mês de agosto, foi lançado o Mapa do Turismo, com dados de mais de 2,6 mil municípios de todo o país. Qual a importância disso também para a geração de renda?
Álvaro Antônio: Para que haja investimento do turismo no município, ele precisa compor o Mapa do Turismo no Brasil. Portanto, essa inclusão de novos municípios é fundamental para que lá na ponta esse recurso possa chegar e fazer a estruturação da cidade em relação ao turismo. Então é uma ação importante para que essa capilaridade do turismo possa levar emprego e renda para os municípios que também foram incluídos nesse mapa.

Saiba mais

Agência Br

Edição: Juliana Andrade

Costa Cruzeiros anuncia terceiro navio na temporada 2020/2021 na América do Sul

Com a vinda do Costa Luminosa, a Costa Cruzeiros terá três navios na região entre novembro de 2020 e abril de 2021; Enquanto Santos e Itajaí serão os portos de embarque para os cruzeiros a bordo do Costa Luminosa, o hóspede poderá embarcar no mega navio Costa Fascinosa em Santos e Salvador; Costa Pacifica partirá do Rio de Janeiro para roteiros pelo Prata

A Costa Cruzeiros anuncia a expansão de sua oferta na região para a temporada 2020/2021. O Costa Luminosa, com capacidade para 2.826 hóspedes e 92 mil toneladas, fará, pela primeira vez, uma temporada completa em águas sul-americanas.

Navio Costa Luminosa. Foto | Divulgação.

O navio se une ao Costa Fascinosa e ao Costa Pacifica para a realização de roteiros pela América do Sul entre novembro de 2020 e abril de 2021. Serão, ao todo, três navios da companhia marítima viajando pelos mais belos destinos brasileiros e pelas capitais argentina (Buenos Aires) e uruguaia (Montevidéu) em roteiros de três a nove noites.

“A vinda do Costa Luminosa na temporada 2020/2021 reflete o compromisso da Costa em seguir investindo estrategicamente na América do Sul. É um mercado com um grande potencial de crescimento, principalmente em número de viajantes. Vamos buscar gradativamente aumentar a nossa capacidade na região”, afirma Dario Rustico, presidente Executivo da Costa Cruzeiros para a América do Sul e Central.

Dedicado à região do Rio da Prata, o Costa Luminosa chega em Santos no dia 30 de novembro de 2020 para doze roteiros de sete noites, com escalas em Buenos Aires e Montevidéu. Até março de 2021, o hóspede Costa também terá a possibilidade de embarcar no Costa Luminosa a partir do porto de Itajaí (SC). O Costa Luminosa realizará ainda cinco minicruzeiros, de três e quatro noites, com embarques em Santos, e percorrendo as cidades turísticas de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, e Ilha Grande, no litoral fluminense.

Santos também será o porto de embarque para os cruzeiros a bordo do mega navio Costa Fascinosa, dedicado à região Nordeste do Brasil. Entre dezembro de 2020 e março de 2021, serão 14 roteiros de seis e sete noites, visitando os destinos de Búzios, Ilha Grande, Ilhabela, Ubatuba, Balneário Camboriú, Porto Belo, além das cidades de Salvador e Ilhéus. Os turistas provenientes do Nordeste não precisarão mais vir a Santos para embarcar no mega navio. Eles poderão embarcar em Salvador para vivenciar férias a bordo com o melhor do estilo italiano de navegar.

Ao longo da temporada 2020/2021, o Costa Fascinosa também fará seis minicruzeiros, de três a quatro noites, parando nas localidades de Ilhabela, Ubatuba, Balneário Camboriú, Porto Belo.

O Costa Fascinosa estará ainda na praia de Copacabana para a Virada de Ano e, em abril de 2020, com o retorno do navio Costa Luminosa à Itália, ele receberá a segunda edição consecutiva do cruzeiro de Páscoa. O roteiro com a programação temática tem embarque no dia 30 de março de 2021. De Santos, o navio segue para uma viagem de oito noites pela região do Prata.

Confirmado para mais um verão em águas sul-americanas, o Costa Pacifica parte do Rio de Janeiro para cruzeiros por Buenos Aires e Montevidéu. Com duração de sete e nove noites, os roteiros passam ainda por Ilhabela, Búzios e Ilha Grande. No dia 31 de dezembro de 2020, o navio também atracará na praia de Copacabana para a celebração de Réveillon.

Travessias transatlânticas – As tradicionais viagens de travessia Itália-Brasil e Brasil-Itália estão nos itinerários dos três navios. Os cruzeiros percorrerão as cidades italianas de Veneza, Savona, Messina, Nápoles e Civitavecchia/Roma; os destinos internacionais de Corfu e Katakolon (Grécia), Barcelona, Cádiz, Málaga, Gibraltar, Santa Cruz de Tenerife (Espanha), Funchal (Portugal), Marselha (França), Tânger (Marrocos); e as localidades brasileiras de Salvador, Ilhéus, Recife, Maceió, Rio de Janeiro e Santos.

Costa Luminosa – Decorado com obras de arte contemporâneas (são 288 obras originais e 4.733 reproduções a bordo), o Costa Luminosa reúne quatro restaurantes, incluindo o Restaurante Club e o Restaurante Samsara, e 11 bares. O centro de bem-estar Samsara Spa ocupa 3.500 metros quadrados e conta com termas, piscina de talassoterapia, salas de tratamento terapêuticos, banho turco e solário de raios UVA. Há ainda 4 jacuzzis, 3 piscinas externas, pista poliesportiva, percurso de jogging; cinema 4D; teatro, cassino, e espaço para entretenimento das crianças no Squok Club com piscina infantil.

Costa Fascinosa e Costa Pacifica – Com capacidade para 3.800 hóspedes, os navios Costa Fascinosa e Costa Pacifica possuem decoração inspirada em filmes clássicos e em notas musicais, respectivamente. Os dois navios oferecem cinco piscinas, sete jacuzzis, 13 bares, cassino, teatro, cinema 4D, espaço temático para crianças no Squok Club, cassino e o Samsara Spa, com diversos tratamentos terapêuticos e estéticos.

ILHÉUS FORA DOS ROTEIROS TURÍSTICOS

http://www.osarrafo.com.br/v1/2017/07/20/municipios-tem-ate-esta-quinta-feira-para-entrar-no-mapa-turistico-da-bahia/

http://www.osarrafo.com.br/v1/2019/07/29/termina-amanha-prazo-para-adesao-ao-mapa-do-turismo-brasileiro/

A unica promoção encontrada mais próxima de Ilhéus foi no decolar.com.

Em Porto Seguro.

 

ILHÉUS NÃO SE CADASTROU NO MAPA DO TURISMO BRASILEIRO!

Para o turismo brasileiro, Ilhéus é uma ilustre desconhecida.

Portanto, notícias sobre o assunto turismo, é mero devaneio…

 

Mapa do turismo brasileiro

 

Termina amanhã prazo para adesão ao Mapa do Turismo Brasileiro

Publicado em 29/07/2019 – 12:17

Por Letycia Bond – Repórter da Agência Brasil  Brasília

Termina amanhã (30) o prazo de adesão ao Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021, que relaciona os municípios com vocação turística e subsidia as decisões do governo federal quanto à distribuição de verbas para fomento de atividades na área. As informações devem ser lançadas pelo governo estadual ao qual a cidade responde no Sistema de Informações do Programa de Regionalização do Turismo.

De acordo com o ministro interino do Turismo, Daniel Nepomuceno, o mapa identifica as políticas públicas de acordo com “as necessidades e talentos” de cada localidade. O cadastro começou em abril, e a previsão é de que o Ministério do Turismo publique, em agosto, a portaria com o total de municípios e regiões turísticas do Mapa. Existente desde 2013, a plataforma abrange 3.285 municípios, divididos em 328 regiões turísticas.

Na página de Perguntas & Respostas, o ministério esclarece alguns pré-requisitos para a adesão, ainda que a candidatura não fique restrita a cidades turísticas. Uma das condições é que destine dotação para o turismo em lei orçamentária anual.

Os gestores precisam comprovar que têm Conselho Municipal de Turismo Ativo e prestadores de serviços turísticos, que devem ter registro no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur). É necessário também que o município disponha de órgão ou entidade responsável pela pasta de turismo, que podem estar constituídos na forma de secretaria, fundação, setor, departamento, diretoria ou gerência.

Diversidade cultural

Na edição atual do Mapa é possível observar a riqueza cultural de cada estado. Pernambuco, por exemplo, ostenta 16 regiões turísticas, que variam bastante entre si e corroboram esse aspecto.

A região turística Cangaço e Lampião contrasta com a chamada História e Mar, que contempla municípios famosos no Brasil e no exterior, como Ipojuca, onde está localizada a praia de Porto de Galinhas. No interior do estado, a cerca de 170 quilômetros dali, Riacho das Almas, ao lado de Santa Cruz do Capibaribe, Taquaritinga do Norte e Toritama, revela uma faceta completamente distinta, pulsando como registro vivo da moda e do ecoturismo pernambucanos.

O Piauí, por sua vez, reúne sete regiões turísticas. Uma delas é o Polo Aventura e Mistério, ao qual pertence o município de Pirarucura, já descrito como “um livro de história ao ar livre”. A cidade congrega elementos da caatinga e do cerrado e abriga o Parque Nacional de Sete Cidades, no qual se situa um conjunto de formações rochosas que datam de cerca de 190 milhões de anos.

Edição: Fernando Fraga

O DESCASO COM A BAÍA DO PONTAL!

A governança municipal não tem força e nem competência para requalificar a floresta viva que se formou no entorno da bela Baía do Pontal?

Será que o Governador Rui Costa, também vai ter que interferir para que Ilhéus se torne uma cidade sustentável?

Ou turística?!

 

O TURISMO (SIC) DE ILHÉUS, TAMBÉM NAS MÃOS DE FORASTEIROS.

Agora a coisa vai, não sei pra onde, mas vai…

Vocês conhecem?

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre recebeu na tarde desta sexta-feira (26), a recém empossada diretoria da Associação de Turismo de Ilhéus (ATIL), em seu gabinete no bairro da Conquista. A razão do encontrou, segundo Atila Eiras, novo presidente, é estreitar as relações com o poder executivo municipal. Entre os assuntos tratados, os avanços do Projeto Estrada do Chocolate, que envolve iniciativas dos governos municipal, estadual e associação.

Muito positiva, inicia o diretor da Atil, Josias Miguel. “Na próxima terça-feira, estaremos em Salvador para uma reunião com o secretário de Turismo do Estado, Fausto Franco. Por isso, resolvemos nos reunir antes com o prefeito Mário, para levarmos à capital as medidas acordadas aqui”, acrescentou. Durante apresentação, a ATIL voltou a falar da necessidade de transformar a Estrada do Chocolate em um destino turístico rural.

TÚMULO DO TURISMO OU QUANTAS PONTES TEM EM ILHÉUS?

Depois de amargar 45 minutos de atraso, estourando a sua agenda.

O Secretário de Turismo do Estado da Bahia, perguntava aflito aonde estava o Prefeito de Ilhéus, quando Prefeitos de outras cidades já estavam presentes no evento.

Depois da terceira mesma resposta: Já está chegando, está na ponte.

Atônito perguntou: Quantas pontes tem em Ilhéus?

 

Secretário de Turismo da Bahia e o Prefeito de Ilhéus

 

UMA VOCAÇÃO TARDIA E ENRUSTIDA! ===>>> 23-04-2017

Há mais de 40 anos, ouço que a vocação de Ilhéus é o turismo.

Se durante esse tempo a vocação não foi operacionalizada, não é agora na crise que vai ser…

Banner colhido no Google

O TREM DO CHOCOLATE

Trem do chocolate…..na Suíça!

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia