WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Turismo’

Caldas Novas recebe grandes investimentos no setor de turismo e desponta como desejo de destino no país

Muito além das águas termais, a cidade que fica no coração do país, já conta com Resorts que entregam qualidade em entretenimento e comodidade para quem deseja tudo em um só lugar. Entre eles estão o Privé Praias do Lago Eco Resort e o Privé Ilhas do Lago Eco Resort

A cidade de Caldas Novas (GO) cresceu ao longo dos anos, tanto economicamente quanto no setor de turismo, oferecendo variadas opções de comércio, atrações de lazer e eventos. Exemplo disso são os investimentos feitos na região pela WAM Group, por meio do Prive Hotéis e Parques. Atualmente a marca possui oito empreendimentos hoteleiros e três parques aquáticos na cidade. Entre eles, destaque para o Prive Ilhas do Lago Eco Resort e o Prive Praias do Lago Eco Resort, este último entregue recentemente e tem atraído turistas de todo o país em busca de conforto, comodidade e lazer.

Antes, encantados principalmente pelos benefícios das águas termais da região, hoje enxergam também outras qualidades. “A cidade conta com atrativos semelhantes aos destinos com turismo mais consolidados do país. Quem busca por resorts, por exemplo, e quer encontrar conforto, gastronomia, lazer e entretenimento e natureza em um só lugar também encontra essa possibilidade em Caldas Novas (GO). Além disso, o turismo está em meio a um período de retomada do setor, onde temos investido muito para a segurança de todos com protocolos rígidos de saúde contra a Covid-19, contribuindo para uma viagem segura e tranquila”, explica o diretor executivo WAM Hotéis e Resorts, Eduy Azevedo.

:: LEIA MAIS »

Gigantes dos mares fazem sua última viagem. Destino: a destruição

HISTÓRIAS DO MAR

Gigantes dos mares fazem sua última viagem. Destino: a destruição

Chris McGrath/Getty Images

A cena é tão bizarra quanto dramática. Encalhados, lado a lado, na praia de Aliaga, na Turquia, diante de um dos maiores estaleiros de desmanche de navios do mundo – e misturados com velhos e enferrujados cargueiros -, cinco branquíssimos transatlânticos, ainda com piscinas, tobogãs e quadras esportivas à mostra, aguardam o momento em que começarão a ser desmanchados, cortados e picotados, até que desapareçam por completo, o que não levará mais do que seis meses para acontecer.

E este chocante cenário, que retrata bem a crise mundial gerada pela pandemia da covid-19 no mercado de cruzeiros marítimos, não está acontecendo só ali.

Chegou mais um navio

Na imunda praia de Alang, na Índia, considerada o mais intenso polo de demolição de embarcações do planeta – embora opere com métodos medievais e operários quase escravizados -, a situação é idêntica.

Ali, outros quatro outrora garbosos transatlânticos de cruzeiros aguardam o mesmo destino, e o momento em que começarão a serem transformados em simples pilhas de placas de aço.

Esta semana, chegou mais um navio para ser demolido em Alang (confira o vídeo).

A vítima, dessa vez, é um velho conhecido dos brasileiros: o ex-transatlântico Ocean Dream, que no Brasil fez muito sucesso nas temporadas de cruzeiros do início dos anos 2000, sob o antigo nome de Costa Tropicale.

Fotos: Divulgação

O Costa Tropicale, por sua vez, sucedeu ao Carnival Tropicale, que praticamente popularizou os cruzeiros no Caribe – e, igualmente, sempre repletos de turistas brasileiros.

Ainda podia navegar, mas…

Para quem, no passado, teve a oportunidade de fazer um divertido cruzeiro no Tropicale, com seus 200 metros de comprimento, a imagem dele sendo propositalmente arremessado naquela praia da Índia, na semana passada, onde irá desaparecer nas mãos de operários formiguinhas, que devoram navios inteiros de maneira impressionante, não deixa de ser triste.

Até porque, embora já somasse alguns bons anos de vida, como os demais navios que estão sendo levados para desmanches, o ex-Tropicale ainda estava em plenas condições de navegar.

Mas a crise decretou a morte prematura de todos eles.

Segundo a empresa inglesa Cruise & Maritime Voyages, desde o início da pandemia, 34 navios de cruzeiros já foram vendidos ou enviados para demolição em locais como Aliaga e Alang.

Recém-reformados, mas agora desmanchados

Só a Carnival, maior conglomerado de empresas de cruzeiros do mundo, já anunciou que 13 dos seus transatlânticos estão sendo vendidos, ou serão desmanchados, caso não surjam compradores interessados.

Entre eles, os até pouco tempo atrás festejados Carnival Fantasy, Carnival Imagination e Carnival Inspiration, lançados em 1990, 1995 e 1996, respectivamente, todos recém-reformados e com capacidade para mais de 2000 passageiros (além de mordomias como spas, piscinas aquecidas, restaurantes variados e até minicampos de golfe), que aparecem na primeira foto deste post, já encalhados, à espera do desmanche.

Além disso, algumas empresas de cruzeiros marítimos, como a espanhola Pullmantur, dona de outro navio bastante conhecido entre os brasileiros, o Soberano, que também navegou muito por aqui e, agora, está sendo igualmente demolido naquela praia da Turquia, simplesmente faliram.

Corte de custos

O motivo de tudo isso é a interrupção mundial dos cruzeiros marítimos, um dos setores mais diretamente afetados pela pandemia.

Entre continuar a somar prejuízos ou vender navios ainda operantes como simples ferro-velho, as empresas estão optando pela segunda alternativa.

A ordem é eliminar custos e, neste caso, a eutanásia prematura de transatlânticos que ainda poderiam navegar tem sido a única saída.

Única saída são novos navios

Em alguns casos, como o da própria Carnival, é, também, uma maneira de tentar viabilizar a estratégia de dar a volta por cima, com o lançamento de novos – ainda mais faraônicos – navios, tão logo os países autorizem a volta dos cruzeiros marítimos.

Se tudo der certo, e a pandemia começar a ser controlada com a chegada das vacinas, a Carnival pretende lançar, já em abril, o seu mais novo transatlântico: o Mardi Gras, que fará cruzeiros pelo Caribe e terá até uma inédita montanha russa a bordo.

A mesma estratégia será adotada pela MSC, uma das duas empresas que operam na costa brasileira, que, este ano, mesmo com a pandemia ainda não controlada, já avisou que lançará dois novos navios.

Para as empresas do setor, oferecer novidades – e cada vez mais surpreendentes – é a melhor maneira de vencer a resistência dos passageiros a voltar a embarcar em um navio de cruzeiro.

Como tudo começou

A crise no setor começou em 4 de fevereiro do ano passado, quando o transatlântico Diamond Princess virou notícia no mundo inteiro ao ficar dias retido no porto de Yokohama, no Japão, mas sem poder desembarcar seus passageiros, por suspeita de contaminação pela covid-19 a bordo – o que, de fato, se confirmou.

Das 3700 pessoas que haviam no navio, mais de 700 foram contaminadas, em menos de cinco dias.

Depois disso, os cruzeiros marítimos caíram em desgraça e todos os cruzeiros foram cancelados. No mundo inteiro.

Cancelados também no Brasil

No Brasil, a temporada de cruzeiros deste verão, que deveria ter começado em novembro, foi, recentemente, também cancelada de vez.

Mas, por enquanto, nenhuma das duas empresas que operam cruzeiros marítimos no Brasil, a Costa e a MSC, tomaram qualquer decisão sobre vender ou eliminar seus navios. Ao contrário.

“Nossa posição é de crescimento e nenhum dos nossos navios está destinado à venda ou ao desmanche”, avisou a MSC Cruzeiros, em um comunicado.

Navio com alma brasileira

O Ocean Dream, ex Costa Tropicale, atuou no Brasil em cinco temporadas, fazendo cruzeiros tanto para o Uruguai e Argentina quanto, depois, já sob o novo nome, também no Nordeste, numa série de cruzeiros para a ilha de Fernando de Noronha.

Para os brasileiros, as boas lembranças trazidas por aquele navio começaram ainda na sua chegada ao país, em 2001, quando ele foi “batizado” numa cerimônia carnavalesca em Salvador, ocasião em que recebeu uma gigantesca fita de Nosso Senhor do Bonfim, igual à dada aos turistas que visitam a capital baiana, em volta de sua chaminé.

“O Costa Tropicale é um navio italiano com alma brasileira”, proclamou, na ocasião, o capitão do navio, o italiano Vito Chiarini.

Naquele ano, os brasileiros lotaram os cruzeiros do Costa Tropicale como nunca antes havia acontecido. E o mesmo aconteceu nos anos seguintes.

Hoje, estes mesmos antigos passageiros devem estar um tanto amargurados com o fim do navio, que, não fosse a pandemia, ainda poderia estar navegando por aí.

Como todos esses abaixo

Alguns transatlânticos que vão virar sucata

Carnival Imagination – Nem a grande reforma pelo qual este navio passou, apenas quatro anos atrás, o salvou do desmanche. Seu último cruzeiro foi em abril deste ano, quando, após desembarcar, um dos seus 2634 passageiros foi diagnosticado com covid-19, o que deixou todos os demais em pânico. Nunca mais voltou a navegar.

Carnival Inspiration – Após anos levando turistas para passear pelo Caribe, este navio, com capacidade para mais de 2000 passageiros, fez sua última viagem no início do ano, desta vez sem passageiros, rumo à Turquia, onde já está sendo desmantelado.

Carnival Fantasy  – Era o navio mais antigo da frota da Carnival e, por isso mesmo, inevitavelmente condenado a virar uma pilha de placas de aço. Com a crise, não teve escapatória.

MS Sovereign – Quando foi lançado, em 1988, sob o antigo nome Sovereign of the Sea, era o maior navio de cruzeiros do mundo – e o primeiro a ter atrium central com elevadores de vidro. Com doze andares e capacidade para 2733 passageiros, foi sensação nas temporadas brasileiras, no final da década de 2000. Mas, depois, foi vendido para uma empresa que faliu e, agora, será transformado em sucata.

MS Monarch – Sob o nome Monarch of the Seas, fez parte da frota da Royal Caribean, uma das mais famosas do mundo. Com capacidade para 2733 passageiros, ficou particularmente conhecido no final da década de 2000, quando passou a ser comandado pela primeira mulher a ocupar o posto de capitão em um navio de cruzeiro. Mas, depois, também foi vendido para a Pullmantur, que faliu durante a pandemia. Se destino também foi o desmanche.

MV Horizon – Outro navio que não escapou das consequências da falência da Pullmantur. Atualmente, aguarda o momento de começar a ser desmanchado em Aliaga, após passar uma temporada no porto de Atenas, na Grécia, quando tudo o que havia de valor nele foi retirado.

Costa Victoria – Não fosse a pandemia, este transatlântico, com capacidade para 1900 passageiros, ainda poderia ser usado por mais alguns bons anos. Mas a crise decretou o seu fim precoce – pelo menos como navio. Vendido em julho deste ano para virar hotel flutuante na Itália, seu futuro, contudo, ainda é incerto. O mais provável é que acabe sendo demolido.

Pacific Dawn – Ex-Regal Princess, nome sob o qual navegou durante muitos anos no Caribe, também foi vendido, no início desse ano, a uma empresa do Panamá, que o queria transformar numa espécie de condomínio flutuante, habitado, sobretudo, por adeptos das criptomoedas. Mas o audacioso plano também não deu certo e o navio, já rebatizado Satoshi, tomou o rumo do desmanche em Alang, onde já se encontra.

Grand Celebration – Antigo Carnival Celebration, com capacidade para 1400 passageiros e 600 tripulantes, já estava em vias de ser aposentado, mas a falta de compradores interessados, já que a oferta de navios maiores e mais modernos aumentou barbaramente este ano, o fez ser levado diretamente para o desmanche.

Ocean Dream – O ex-Carnival Tropicale e, depois, Costa Tropicale, não resistiu a falência da sua última empresa e fez, na semana passada, a sua última viagem – rumo ao desmanche. É a mais recente vítima da onda de demolições de transatlânticos, causada pela pandemia.

Pior desmanche do mundo

NGO Shipbreaking Platform

Para tornar o fim do navio que os brasileiros adoravam ainda mais melancólico, o seu desmantelamento será feito no mais infame desmanche de navios do mundo, na praia de Alang, na Índia, que, por isso mesmo, é conhecida como o maior cemitério de navios da planeta. Clique aqui para saber por quê.

Ministério lança radiografia do turismo náutico no Brasil

Dos turistas recebidos, 46,2% vêm da América do Sul e 38,5% da Europa

Publicado em 08/07/2021 – 16:56 Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil – Brasília

. (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O Ministério do Turismo lançou hoje (8) uma radiografia do turismo náutico no Brasil. Segundo o levantamento, o país possui 80 destinos associados a passeios e atividades que envolvem embarcações, sejam no mar ou em água doce.

O país possui 8,5 mil quilômetros de costa, 35 mil quilômetros de vias navegáveis e 9.620 quilômetros de margens de lagos, lagoas e reservatórios, dispostos em uma rede fluvial composta por 12 bacias hidrográficas.

Entre os tipos de turismo náutico estão as embarcações de pequeno porte (como caiaque e canoa), médio porte (veleiros, escunas e lanchas) e de grande porte (cruzeiros de cabotagem, de longo curso e internacional).

Também há serviços e experiências relacionadas ao mar e à água doce, como surf e variantes (wind e kitesurf), pesca esportiva, mergulho, observação de animais, banho e visitação a pontos turísticos.

O turismo náutico tem como principais estados São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul. Dos turistas recebidos, 46,2% vêm da América do Sul, 38,5% da Europa e 7,7% da América do Norte. O público é formado sobretudo por famílias (84,6%)

Na temporada 2019/2020, oito navios fizeram roteiros no litoral brasileiro, uma além do registrado na temporada anterior. Conforme o levantamento, 469.577 pessoas participaram deste tipo de viagem, com movimentação de R$ 2,241 bilhões.

Contudo, com a chegada da pandemia ao país o setor sofreu as consequências das restrições. Os operadores teriam deixado de faturar cerca de R$ 860 milhões em função dos cancelamentos. Os principais portos com saída e passagem de cruzeiros marítimos são os de Imbituba (SC), Santos (SP), Salvador (BA), Maceió (AL) e Fortaleza (CE).

Pandemia

Neste momento de retomada da economia, depois do fechamento de vários setores devido à pandemia covid-19, o levantamento do Ministério apontou algumas tendências, entre elas: aluguel de embarcações para uso em família, locação de embarcações por aplicativos e plataformas e compartilhamento de embarcações por cota de uso, como de lanchas e jet skis.

Durante o evento online de lançamento do levantamento, o ministro do Turismo Gilson Machado destacou que o turismo náutico tem um grande potencial de crescimento pelas condições existentes no Brasil e que pode auxiliar a recuperação do setor como um todo neste cenário de retomada.

“O turismo náutico sempre foi nosso ponto focal devido ao tamanho que ocupa e ao que pode se transformar. Temos o maior potencial do mundo em tudo o que for náutico e não temos riscos como maremoto e terremoto. Precisamos otimizar o turismo náutico, fazendo com que ele saia do patamar estacionado em que se encontra e se transforme num segmento importante da economia do Brasil”, defendeu.

Edição: Aline Leal

Em meio à pandemia, novos negócios surgiram e mostram que vieram pra ficar

Startup da WAM Group, Segunda Casa, em operação desde maio de 2020 traz solução de venda online no modelo de multipropriedade. Já alcançou a marca mais de 65 milhões em vendas online e emprega mais de 150 pessoas

Momentos de descanso e opções de lazer nunca foram tão valorizados e desejados quanto hoje. Proporcionar acesso a patrimônios que viabilizem esses sonhos é um mercado em ascensão. Mas como chegar ao consumidor final com boa parte do turismo passando por restrições? Se é da crise, que vem a oportunidade, neste mês de maio, a Segunda Casa, startup digital criada pela WAM Group, maior comercializadora de multipropriedade imobiliária no Brasil, completa um ano de atuação celebrando marcas relevantes. São mais de R$65 milhões em vendas online, o que corresponde a mais de 1.500 novas cotas imobiliárias no modelo de multipropriedade e geração de empregos diretos e indiretos, que superam 150 postos de trabalho.

 

Dados da pesquisa Shopping During The Pandemic, realizada ainda em 2020 pela Ipsos, em 28 países, reforçam o potencial do mercado quando o assunto é turismo. Entre os brasileiros ouvidos, 47% têm feito mais compras online do que faziam antes da pandemia da Covid-19. No mundo todo, o índice é de 43%. Os dados apontam uma relação comum dos motivos para o sucesso da Segunda Casa que é a faixa etária do seu público alvo. Cerca de 45% dos entrevistados com menos de 35 anos aumentaram o consumo online na pandemia, contra 40% entre os mais velhos, de 50 a 74 anos. ?Hoje, o público alvo da Segunda Casa é de pessoas entre 25 a 50 anos e a grande maioria casados. São pessoas apaixonadas por viagem, que desejam ter sua própria casa de férias e atentas às vantagens que a multipropriedade oferece?, explica o sócio da Startup Segunda Casa, Thiago Silva.

 

De acordo com Thiago, parte do projeto já era executado nos canais de venda digital da WAM, porém com o lockdown, as vendas em pontos presenciais foram afetadas trazendo a oportunidade perfeita para acelerar. ?O conceito da Startup surgiu em abril do ano passado e em maio já estava em execução. A intenção era criar uma ferramenta para aumentar as chances de mais pessoas conhecerem a multipropriedade, mas de forma virtual e na segurança de seus lares. O fechamento de todo o setor de turismo foi, como toda crise, uma oportunidade de renovação e novos negócios?, explica Thiago.

 

Através da tecnologia, a solução conseguiu transpor a ausência de clientes nas salas de vendas. O faturamento da Segunda Casa juntamente com a aceitação do público surpreenderam. Com uma parte do turismo presencial de volta, as equipes de trabalho têm atuação tanto em ambiente home office, quanto nas bases operacionais de Coworking. ?Nossas equipes atuam presencialmente nas cidades de Goiânia (GO), Olímpia (SP), São Pedro (SP), São Paulo capital e no Rio de Janeiro. Estamos em franca expansão e abertos a parcerias com empresas interessadas em representar nossos produtos, independentemente da localização geográfica, pois a WAM consegue atender clientes interessados em possuir a sua Segunda Casa de férias de norte a sul do País?, afirma Silva.
De posse das experiências de sucesso, em 2021, a Segunda Casa aposta num alcance mais massivo. O site de vendas (HYPERLINK “http://www.segundacasa.com.br” www.segundacasa.com.br) dará lugar a uma plataforma de compras mais imersiva e satisfatória para a experiência do usuário. Atualmente a startup investe em ferramentas de apresentação mais eficientes para o cliente ir virtualmente até o empreendimento. Outro ponto que favorece a expansão dos negócios é a ampliação de destinos e regiões de atuação da WAM. Hoje são 26 empreendimentos em 15 destinos, mas a marca já prevê operar em pelo menos três novas cidades nos próximos anos.
O que é a multipropriedade
Para a WAM, o conceito de multipropriedade é definido como a forma de utilizar uma propriedade de férias em unidade de tempo. Na prática, o cliente investe em conjunto com outros proprietários para utilizar o espaço. Ao adquirir uma casa de férias nessa modalidade, o cliente tem acesso a diversos destinos, o que representa economia. Empregando praticidade, a propriedade compartilhada dá direito a desfrutar das férias segundo um cronograma de uso compartilhado, que o cliente tem acesso com antecedência. Além dos serviços de hotelaria gerenciados por uma empresa experiente, outros diferenciais incluem planejamento para selecionar projetos de arquitetura arrojada que primam por conforto, qualidade na construção, inovação tecnológica, lazer, segurança e localização estratégica. Regulamentando esse processo de aquisição, o cliente tem a sua escritura de imóvel registrada em cartório e assim como os demais proprietários, paga apenas o que utilizar.

:: LEIA MAIS »

WAM Group comemora a marca de maior comercializadora de multipropriedades do mundo

 

Empresa que nasceu em Goiás já atua em 15 destinos espalhados pelo país e emprega mais de quatro mil pessoas. Colaborando com a retomada do turismo, a marca projeta fechar 2021 com um faturamento de cerca de R$ 1,5 bilhão

 

De acordo com dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), o turismo brasileiro até fevereiro de 2021 acumulou prejuízo de R$ 65,6 bilhões. O resultado é 38,1% menor do que o do mesmo período entre março de 2019 e fevereiro de 2020. Apesar disso, marcas como a WAM Group, que comemorou no dia 11 de maio oito anos de trajetória, tem fortalecido o setor e ajudado nesta retomada a partir da multipropriedade. E contramão da crise, a projeção é fechar 2021 com um faturamento de cerca de R$ 1,5 bilhão.

 

Em termos simples, a multipropriedade que incluiu o artigo 1.538-C no Código Civil, é o regime de condomínio em que cada um dos proprietários de um mesmo imóvel é titular de uma fração de tempo, à qual corresponde à faculdade de uso e gozo, com exclusividade, da totalidade do imóvel, a ser exercida pelos proprietários de forma alternada. E nesse cenário de dinamismo que visa tornar o turismo cada vez mais acessível e democrático no Brasil surgiu a WAM Group. Constituída pelos empresários Waldo Palmerston Xavier, André Luiz Garcia Ladeira e Marcos Freitas Pereira, a marca já comemora o título de maior comercializadora de multipropriedades do mundo.
Hoje, é formada por seis braços de atuação, sendo eles a WAM Comercialização que já é a líder mundial em comercialização de multipropriedades imobiliárias; A WAM Fidelidade, exclusivo clube de viagens, intercambiadora e monetizadora dos produtos de férias do grupo; WAM Hotéis e Resorts é gestora hoteleira responsável por administrar empreendimentos da WAM Group; WAM Gestão é a unidade de gestão de multipropriedades e relacionamento com cliente; WAM Incorporação é responsável por fazer a incorporação de empreendimentos da marca e a WAM Ensino que é uma universidade corporativa do grupo para formação de líderes de alta performance.

 

Além de números grandiosos, outro caminho seguido pela marca é o da reputação positiva. Reconhecida por entregar soluções completas aos clientes, a empresa acumula quatro indicações consecutivas ao prêmio Época Reclame Aqui. Consolidando resultados cada vez mais expressivos, em 2020 alcançou o primeiro lugar na categoria Desempenho Financeiro, do setor de Serviços, no anuário da Época Negócios, o terceiro lugar na categoria de Serviços Especializados, no anuário da Istoé Dinheiro e o terceiro lugar no indicador Liquidez Corrente, no setor de serviços especializados pelo Valor 1000.

 

Atualmente, celebra 56% de market share do segmento de multipropriedade no país. Consolidando 15 destinos pelo Brasil, traz a chancela de ser a única empresa de multipropriedade com a certificação ISO 9001, o que atesta uma gestão de qualidade processual de padrões internacionais, além de ser a única com o certificado GPTW – Great Place To Work, premiação que confere o título dos melhores lugares para se trabalhar.

 

Sobre a WAM
Fundada no ano de 2013, a WAM é especializada na comercialização e incorporação de empreendimentos turísticos com conceito de multipropriedade e através da WAM Hotéis e Resorts administra pousadas, resorts e hotéis em quatro estados: Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia.
Dentre as comercializadoras de multipropriedade do país, apenas a WAM possui a certificação ISO 9001, responsável por atestar a gestão de qualidade processual de uma empresa. Também é a única que possui o certificado GPTW – Great Place To Work, premiação que confere o título dos melhores lugares para se trabalhar por classificação dos segmentos de trabalho e neste ano se tornou a maior comercializadora do mundo em seu segmento. Possui mais de 4.000 colaboradores e atua em 15 destinos no Brasil todo.
Constituída pelos empresários Marcos Freitas Pereira, Waldo Palmerston Xavier, André Luiz Garcia Ladeira (na ordem da esquerda para a direita) a WAM Group já comemora o título de maior comercializadora de multipropriedades do mundo.

 

Assessoria de Imprensa WAM Hotéis e Resorts

:: LEIA MAIS »

Turistas devem aproveitar para viajar de carro e em destinos próximos no feriado da padroeira de Goiânia

O feriado prolongado acontece de 22 a 24 de maio e deve atrair pessoas de Goiânia para cidades como Caldas Novas (GO). Ciente dessa preferência, Privé Hotéis e Parques preparou uma promoção e programação especial para a data

Na próxima segunda-feira, dia 24 de maio, é feriado municipal em Goiânia, data em que se comemora o dia da padroeira da cidade, Nossa Senhora Auxiliadora. Diante do feriado prolongado, os moradores da capital devem aproveitar os dias de descanso livre para visitar cidades próximas, como Caldas Novas, Pirenópolis, Cidade de Goiás, entre outras. Entre as vantagens de se optar por destinos com distâncias menores está a praticidade, mais tempo para curtir o destino, além de maior segurança. Afinal, em tempos de pandemia, o turismo com veículo próprio é o mais recomendado.

A WAM Group, através do Privé Hotéis e Parques, em Caldas Novas (GO) tem recebido significativa parcela de visitantes com essa percepção, como grande parte do público de Goiás, Sul de Minas Gerais, como Uberlândia e Uberaba e também do interior de São Paulo, como Barretos e Ribeirão Preto. “As pessoas estão optando por viajar de carro, pois além de ser confortável, principalmente para aqueles que viajam com crianças e idosos, ainda ficam mais livres para se deslocarem pela cidade e conhecer diferentes pontos turísticos, além de evitar a aglomeração”, reflete a gerente de marketing do Privé Hotéis e Parques, Pamela Feres .

Além disso, as viagens de carro para destinos mais próximos não cansam, nem precisam de várias paradas. “Uma oportunidade para aqueles que querem aproveitar esse momento do deslocamento, para curtir a paisagem e as pessoas, dar boas risadas”, ressalta Pamela.

Para quem optar por um dos oito hotéis do Grupo Privé, também terá a vantagem de contar com tudo em um só lugar. “Todos os nossos hotéis são resorts completos. Além de uma equipe de lazer preparada com atividades todos os dias e para todas as idades, nossos hóspedes ainda possuem acesso gratuito aos parques aquáticos da rede Privé Diversão”, explica.

Promoção

:: LEIA MAIS »

Aproveite o Dia das Mães no paraíso das águas termais

Privé Hotéis e Parques, localizado em Caldas Novas (GO), traz promoção especial para o Dia das Mães

 

Para celebrar o Dia das Mães e brindar a felicidade que elas nos trazem, a WAM Group, através do Privé Hotéis e Parques, localizado em Caldas Novas (GO), promove uma ação especial. A campanha irá contemplar os clientes, que adquirirem a hospedagem com buffet incluso, seja almoço ou jantar, em qualquer um dos empreendimentos da marca, na data de 9 de maio de 2021. Para esses, será ofertado um welcome drink temático, todo cor-de-rosa, que será destinado para as mamães, sendo válido apenas um drink por compra. 

 

Além dessa promoção, o Privé Hotéis e Parques também contará com uma vasta programação para que toda a família possa se divertir e comemorar o Dia das Mães. Entre elas, brincadeiras nas piscinas dos hotéis, jogos e momentos para que os filhos possam declarar todo o amor que tem por suas mães. Para mais detalhes, consulte a agenda das atrações no hotel escolhido.

 

Ainda em ritmo de comemoração, o Privé Hotéis e Parques traz outra promoção, mas válida para todo o mês de maio de 2021. Quem fizer check-in nesse período irá ganhar cortesia para até 2 crianças de até 12 anos de idade, desde que estejam hospedadas no mesmo apartamento que os adultos pagantes. Além disso, haverá parcelamento em até 10 vezes sem juros (parcela mínima de R$ 50) e acesso gratuito para hóspedes aos parques aquáticos do Privé Diversão (Water Park), no período da estadia e respeitando os dias e horários de funcionamento.
Quem se hospeda nos empreendimentos da rede Privé também garante transfer exclusivo de deslocamento do hotel para os parques e dos parques para o hotel, de acordo com os horários disponíveis. Para outras condições de hospedagem no Privé Hotéis e Parques, consulte os canais oficiais de atendimento ou seu agente de viagens. Todos os hotéis contam com uma programação interna especial para aproveitar em família, sempre respeitando à risca o Protocolo de Segurança WAM Clean & Safe contra a COVID-19.

 

A promoção não é cumulativa e os valores e programação das brincadeiras estão sujeitos à alteração sem aviso prévio. As regras de uso da promoção e canais de compra também estão disponíveis no site www.privehoteiseparques.com.br ou pela central de reservas 0800 620 7575.

Privé Hotéis e Parques renova campanha “Hotel Office”

WAM Group, através da marca Privé Hotéis e Parques, preparou condições especiais para quem desejar trabalhar usufruindo de muito conforto, segurança e praticidade, as vantagens da promoção seguem disponíveis até 31 de maio de 2021

Atenta a demanda de mercado, a WAM GROUP, que em Caldas Novas (GO) atua através da marca Privé Hotéis e Parques, acaba de prorrogar a campanha promocional “Viva o Hotel Office”. Nos empreendimentos da marca, o cliente conta com conectividade, estrutura para trabalhar com privacidade, além de opcionais para pequenas pausas e descanso ao final do dia.

 

Uma pesquisa do Business School apontou que 60% dos entrevistados afirmaram que o modelo home office auxiliou os seus negócios na pandemia, além de aprimorar a eficiência e produtividade. Por consequência, essa modalidade de trabalho ainda deve perdurar por um bom tempo. Outra tendência é a busca por uma melhor qualidade de vida ou momentos especiais ao lado das pessoas que são mais próximas. Nesse cenário, hotéis que oferecem segurança e protocolos rígidos de combate à Covid-19 têm se tornado uma opção para quem busca trabalhar e ao mesmo tempo usufruir de uma rotina com mais qualidade.

 

“Nosso formato não permite apenas uma mudança de ares. Também significa uma melhor alimentação, usufruir de uma estrutura para relaxamento, diversão e conforto que os hotéis oferecem. Com as pessoas cada vez mais atentas à qualidade de vida, a tendência “anywhere office”, que surgiu em 2020 na Europa, logo conquistou profissionais dos grandes centros pelo mundo. No Brasil, percebemos as pessoas buscando a calmaria do interior, regiões com muito verde e espaços abertos”, explica a gerente de marketing do Privé Hotéis e Parques, Pâmela Feres.

 

A promoção segue válida para quem se hospedar em qualquer um dos oito hotéis da rede no mês de maio. Além de preços especiais para estadia durante a semana, o cliente que contratar meia pensão tem acesso a pensão completa e direito de hospedagem gratuita para até duas crianças de até 12 anos, desde que hospedadas no mesmo apartamento que os adultos pagantes. Os hotéis ainda contam com uma programação interna especial para aproveitar em família, sempre respeitando à risca o Protocolo de Segurança WAM Clean & Safe contra a COVID-19.

 

“Nosso visitante conta com toda a seriedade e qualidade de atendimento. Para quem está trabalhando na modalidade “anywhere office” é possível passar o dia no hotel com uma vista amistosa, Wi-fi gratuito e de qualidade, ar condicionado, TV a cabo e no fim da tarde, desfrutar da estrutura das piscinas para recarregar as baterias”, aponta.
A ação é válida para hospedagem entre o dia 5 de abril a 30 de maio de 2021, podendo ser prorrogada. As regras de uso da promoção e canais de compra também estão disponíveis no site ww.privehoteiseparques.com.br ou pela central de reservas 0800 620 7575.

GOVERNO MARÃO ABANDONA A IGREJA MATRIZ DE SÃO JORGE DOS ILHÉUS.

Fechada, abandonada, numa situação triste.

Imagem Blog do Thame

Placa do Museu Sacro

 

WAM Group mira na retomada do turismo e inaugura 4 hotéis esse ano

Mesmo com os desafios impostos pela pandemia, WAM Group se consolida e mantém a liderança no mercado
Com uma estratégia comercial assertiva e a entrega de mais empreendimentos em 2021, o Grupo colabora para uma retomada do setor turístico no País

 
Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que em 2020 o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil tombou 4,1%, registrando a maior contração desde o início da série histórica atual do IBGE, iniciada em 1996. Parte desse resultado negativo vem da grande retração sofrida pelo setor de turismo, que hoje representa 8% da economia nacional. Na mesma linha, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aponta que a pandemia da Covid-19 tirou mais de R$261 bilhões do turismo somente em 2020.
 
Mas, mesmo com os desafios impostos pela pandemia, a WAM Group manteve o ritmo de crescimento. Entre os diferenciais de mercado estão a capacidade de operar em 14 destinos turísticos de grande apelo no país e um modelo de negócios bem sucedido através da multipropriedade.
 
Logo, o ano de 2021 traz um cenário promissor para a marca, que anuncia a inauguração de quatro empreendimentos no Brasil em cidades como Gramado (RS) com o Golden Gramado Resort Laghetto, Olímpia (SP) com o  Solar das Águas Park Resort, Porto Seguro (BA) com o Ondas Praia Resort e em Penha (SC) com o  Solar Pedra da Ilha, os dois últimos neste mês de abril.
 
Com isso, a WAM Group encerra 2021 como a única empresa do país com a marca de 27 empreendimentos em multipropriedade. ?Ressalto ainda, que essa marca é equivalente aos empreendimentos entregues e em amplo funcionamento, desde sua gestão hoteleira até a venda de multipropriedade. Ou seja, com o ciclo de negócios completo?, afirma o sócio da WAM Group, André Luiz Garcia Ladeira.
 
Para a WAM, ao adquirir uma casa de férias nessa modalidade, o cliente tem acesso a diversos destinos, o que representa economia. Empregando praticidade, a propriedade compartilhada dá direito a desfrutar das férias segundo um cronograma de uso compartilhado, o qual o cliente tem acesso com antecedência. Além dos serviços de hotelaria gerenciados por uma empresa experiente, outros diferenciais incluem planejamento para selecionar projetos de arquitetura arrojada que primam por conforto, qualidade na construção, inovação tecnológica, lazer, segurança e localização estratégica. Regulamentando esse processo de aquisição, o cliente tem a sua escritura de imóvel registrada em cartório e assim como os demais proprietários, paga apenas o que utilizar.
 
?A contribuição da marca para a economia do setor vem se expandindo e gerando bons frutos. Os quatro empreendimentos contemplam mais de 1.800 apartamentos e todos estarão em operação em 2021. Sendo assim, projetamos um aumento relevante na geração de empregos, pelo menos 1.200 novos postos de trabalho e uma movimentação turística nas respectivas áreas de atuação, o que beneficia diferentes empresas e profissionais que atuam no setor?, explica.
 
Roteiro da multipropriedade
Com a entrega dos empreendimentos, a companhia passará a administrar um total de 5.063 apartamentos, todos operando e gerando experiências diferenciadas para seus proprietários e clientes. Segundo a última pesquisa da J.L.L., Hotelaria em números Brasil 2020, A WAM Hotéis e Resorts estaria em 7º lugar no ranking das administradoras hoteleiras que atuam no Brasil. Somente na cidade de Caldas Novas (GO), a WAM Group conta com cinco empreendimentos entregues na modalidade de multipropriedade – Praias do Lago Eco Resort, Prive Atrium Thermas Residence Service, Prive Marina Flat & Náutica, Prive Ilhas do Lago Eco Resort e Prive Alta Vista Thermas Resort. 
 
Na região Sudeste, opera em Olímpia (SP) com o Olimpia Park Resort e sua excelente localização, em Campos do Jordão (SP) com a charmosa pousada Là-Bas, em Suzano (SP) com o divertido Magic Home. No Espírito Santo, a cidade escolhida é a encantadora Pedra Azul com o Hotel Fazenda China Park um complexo de lazer que reúne tudo que uma região serrana precisa ter. Além disso, a WAM Group está no Rio de Janeiro com o imponente e impressionante Hotel Nacional e o Búzios Beach Resort, em Armação dos Búzios, onde oferece uma impressionante infraestrutura de lazer e diversão. Na região Sul, contempla empreendimentos em Santa Catarina, a exemplo do Pedra da Ilha o mais novo hotel da cidade de Penha em frente ao Beto Carreiro World.
 
Novos projetos
Com foco estratégico no ramo hoteleiro de lazer desde 2013, a WAM ganhou projeção ao oferecer um modelo que representa uma carteira de 160 mil contratos que trazem consigo a possibilidade dos clientes realizarem seu sonho de férias a partir de uma estrutura sustentável, profissional e de credibilidade.
 
Conforme explica o sócio da WAM Group, André Ladeira, com a pandemia a necessidade e desejo de viajar persistiu, porém, essas viagens tornaram-se destinos regionais, onde a família consegue ir de carro. ?Nossos esforços estão centrados em mostrar o quanto esse modelo é atrativo para quem gosta de viajar. É um ciclo virtuoso. Ao garantir o uso de suas semanas para o lazer, o cliente de multipropriedade acaba utilizando serviços aéreos, traslado, alimentação e outras propostas de lazer no destino escolhido. No caso da WAM, o cliente pode ceder o período adquirido aos amigos ou familiares e ainda ter acesso a outros destinos disponíveis na rede através de uma central de intercâmbio?, explica o empresário.
 
É com esse conceito que surgiu a Segunda Casa. A startup digital criada com executivos da WAM Group em 2020 tem o propósito de aumentar as chances de mais pessoas conhecerem a multipropriedade. ?O projeto já vinha sendo executado em partes devido aos nossos canais de venda digital, porém com o lockdown que afetava diretamente essas vendas em pontos presenciais, tivemos uma necessidade mais urgente de executa-lo, o que vem dando muito certo. Hoje pelo site www.segundacasa.com.br, os clientes podem ter acesso virtual a todo o portfólio da WAM, conhecer os destinos e efetuar sua compra?, define André Luiz.
 
As crescentes evoluções das vendas digitais através da plataforma também colaboraram com os resultados da marca no ano de 2020. ?Os indicadores nos auxiliam a mantermos o ritmo de desenvolvimento e sustentabilidade dos nossos negócios?, ressalta o sócio da WAM Group.
 
Sobre a WAM
 
Fundada no ano de 2013, a WAM é especializada na comercialização e incorporação de empreendimentos turísticos com conceito de multipropriedade e através da WAM Hotéis e Resorts administra pousadas, resorts e hotéis em quatro estados: Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia.
Dentre as comercializadoras de multipropriedade do país, apenas a WAM possui a certificação ISO 9001, responsável por atestar a gestão de qualidade processual de uma empresa. Também é a única que possui o certificado GPTW – Great Place To Work, premiação que confere o título dos melhores lugares para se trabalhar por classificação dos segmentos de trabalho e neste ano se tornou a maior comercializadora do mundo em seu segmento. Possui mais de 3.000 colaboradores e atua em 14 destinos no Brasil todo.

Assessoria de Imprensa WAM
FatoMais Comunicação – Desde 2004, a sua Agência de Comunicação
Telefone: (62) 9 9222-3354 / (62) 9 9610-4088
Ana Paula e Silva / Dienys Rodrigues / Nayara Reis
fatocomunica@gmail.com
Siga a FatoMais:
Facebook – www.facebook.com/ FatoComunicacao
Instagram – www.instagram.com/fatomais
LinkedIn – www.linkedin.com/in/fatomais- comunica
Twitter – www.twitter.com/ fatocomunicacao
Acesse nosso site: www.fatomais.com.br

WAM Hotéis e Resorts promove soft opening em empreendimento que será inaugurado em breve na Bahia

Ondas Praia Resort é tema da campanha. De portas abertas para a sua felicidade com descontos de até 15% para quem deseja conhecer o novo. Empreendimento será inaugurado no dia 18 de abril de 2021

Atualmente, o foco dos brasileiros quando se trata de viagens está na valorização do turismo doméstico. Conforme dados do Ministério do Turismo divulgados em janeiro, entre os 21 destinos que são tendência no país para esta fase, a cidade de Porto Seguro, na Bahia, se destaca. Não por acaso, foi escolhida pela WAM Hotéis e Resorts para receber seu mais recente empreendimento, o Ondas Praia Resort. A inauguração está prevista para o dia 18 de abril de 2021, mas quem deseja aproveitar as maravilhas da cidade em grande estilo, já conta com uma promoção especial de soft opening. A marca acaba de lançar a campanha ?De portas abertas para a sua felicidade?, com descontos de até 15% sobre o valor normal da hospedagem.

Os valores promocionais das diárias sairão a partir de 10 x R$ 55,00 em apartamento Luxo I, Luxo II vista Piscina e Suite Superior, incluindo hospedagem para até 05 hóspedes sendo três adultos e duas crianças com café da manhã e jantar inclusos. O período de compra segue de 10 de março até 14 de abril de 2021. A estadia deve acontecer no período de soft opening, ou seja, entre os dias 18 de abril e 30 de junho de 2021.

Sobre o Ondas Praia Resort
Localizado em uma das regiões que mais crescem na Bahia, o Ondas Praia Resort fica próximo à Praia do Mutá, em Porto Seguro. Com mais de 32 mil m² de área, oferece uma estrutura que abrange 484 apartamentos, com metragens a partir de 44,5 metros quadrados. Além disso, possui estacionamento próprio, segurança 24h, recepção bilíngue e acessibilidade. Apostando em experiências possui um beach club completo, com quadra poliesportiva, fitness center, playground, restaurante, Choperia & Pub, sorveteria, boutique, entre outros.

Sobre a WAM

:: LEIA MAIS »

WAM Hotéis e Resorts lança campanha promocional para hospedagem em Campos do Jordão (SP)

Para quem deseja conhecer a cidade considerada a suíça brasileira, este é o momento de aproveitar para adquirir pacotes com excelentes preços, que poderão ser utilizados até 31 de maio

A WAM Hotéis e Resorts preparou uma promoção imperdível para quem deseja conhecer a cidade de Campos do Jordão, localizada no interior de São Paulo e conhecida como a suíça brasileira. As condições de especiais contemplam opções de hospedagem nos hotéis Blue Mountain Resort & Spa e Pousada Là-Bas e são válidas para compras realizadas até o dia 31 de maio, data limite para utilização do pacote. Para que os momentos de descanso sejam cercados de segurança, ambos os hotéis seguem o Protocolo de Segurança WAM Clean & Safe contra a COVID-19.

 

Para quem prefere acomodações mais luxuosas, a dica é se hospedar no Blue Mountain Resort & Spa, que conta com classificação cinco estrelas. O resort está promovendo a campanha “Campos do Jordão no azul”, onde reservando quatro noites, os clientes pagarão pelas três primeiras noites e receberão a quarta como cortesia. A promoção conta com pacotes a partir de 10 x de R$ 48 (valor para o casal) sem juros, além de cortesia para duas crianças de até 12 anos e café da manhã.

Outra opção de hospedagem na cidade, com um excelente custo-benefício, é a Pousada Là-Bas, que também está oferecendo um desconto especial. Com pacotes de hospedagem a partir de 10 x de R$ 30,90 (valor para o casal) sem juros, a promoção ainda contempla cortesia para duas crianças de até 12 anos e café da manhã.
Todos os flats da Pousada Là-Bas contam com vista para um vale repleto de natureza a ser contemplado a qualquer hora do dia. Além disso, as acomodações possuem sala, quarto, banheiro e cozinha completa, com fogão, geladeira, micro-ondas e utensílios. A localização fica a cerca de 800 metros do centro turístico de Campos do Jordão (SP).
  
O Blue Mountain Resort & Spa é uma opção de estadia para quem gosta de muito luxo e do clima ameno da cidade de Campos do Jordão. A sacada desse empreendimento é de tirar o fôlego tanto pela vista, de pontos altos da cidade, como a Pedra do Baú, vilas Capivari, Jaguaribe e Abernéssia e a linda região do Horto Florestal. No quesito ambientação, a sacada oferece sofisticação e amplitude em apartamentos com espaços que variam de 44 metros quadrados até 258 metros quadrados de área. Destaque para as suítes com lareira e banheira de hidromassagem, além de apartamentos duplex para receber toda a família.  Entre os recursos comuns a todos os apartamentos estão portas com vedação acústica, TVs de LCD que variam de 32 até 52 polegadas, wi-fi, ar-condicionado, frigobar, toalheiro térmico, telefone, secador de cabelo, espelho pantográfico, cofre e muitos outros.

 

Sobre a WAM

:: LEIA MAIS »

contador free
nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia

marmita mensal
setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia