WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Trânsito’

MUITA ATENÇÃO…..POUCOS SABEM DISSO…..

Você já levou multa por avançar um sinal vermelho?
Se já levou e foi fotografado, provavelmente foi enganado pelo órgão de trânsito emitente da infração..
Se nunca foi, um dia será enganado também. Não acredita? Então veja o que lhe espera:
Você sabia que na multa, além de aparecer o seu veículo, a foto tem que mostrar também o sinal vermelho aceso e o seu carro sobre a faixa de pedestres ou, na inexistência da faixa, o seu veículo deve aparecer além da faixa de retenção?
Não sabia, né? Então se liga!
A lei determina que a imagem detectada pelo sistema automático não metrológico de fiscalização (pardal ou furão) deve permitir a identificação do veículo e, no mínimo: 
Deve Registrar
– A placa do veículo, o dia e horário da infração; 
Deve Conter
– O local da infração identificado de forma descritiva ou codificado;
– A identificação do sistema automático não metrológico de fiscalização utilizado, mediante numeração estabelecida pelo órgão ou entidade de trânsito com circun scrição sobre a via;
– O foco vermelho do semáforo fiscalizado;
– A faixa de travessia de pedestres, mesmo que parcial, ou na sua inexistência, a linha de retenção da aproximação fiscalizada.
Assim está determinado na Resolução 165/2004 do CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO (CONTRAN), e Portaria 16/2004 do DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO (DENATRAN), que seguem anexas.
Sabe por que os órgãos de trânsito não colocam a imagem completa?
– Ou porque não existe qualquer sinalização no asfalto que indique que você está além de onde deveria estar (a responsabilidade de pintar as faixas é deles, mas eles não pintam. Só se preocupam em cobrar multas);
– Ou, pior ainda, na maior roubalheira institucionalizada, eles fotografam o seu veículo em um pardal de velocidade (R$ 127,69) e utilizam essa imagem como se você estivesse avançando um sinal vermelho (R$ 574,62). Você leva 7 pontos na carteira, em vez de 5, e eles passam a mão no seu dinheiro como se estivessem na maior legalidade.
Fazendo a continha dá pra entender fácil, fácil, porque eles não mostram tudo. R$ 574,62 é quatro vezes e meia os R$ 127,69. Mesmo que alguns poucos condutores entrem com recurso e ganhem, os que não recorrem pagam trocentas vezes mais do que órgão de trânsito deixa de receber dos mais esclarecidos.
Percebeu o porquê de não mostrarem tudo na foto?
Resumindo:
As infrações que não contiverem todas as exigências da lei não têm qualquer validade, sendo facilmente invalidadas se o cidadão entrar com recurso argumentando que o auto de infração, por não conter (colocar as informações que faltam), está em desacordo com o parágrafo 4º da Resolução 165/2004 do CONTRAN e Artigo 6º, da Portaria 16/2004 do DENATRAN.
Chega de dar dinheiro pra essa bandidagem.
Conheça seus direitos e entre com recursos sempre que se sentir lesado.
Envie e-mail para o DENATRAN (denatran@cidades.gov.br) se o seu órgão de trânsito utiliza a prática de emitir autos de infração incompletos, duvidosos e caça-níqueis.
Mas, principalmente divulgue essas informações ao máximo de pessoas que você conhece. A prática tem mostrado que correntes do bem na Internet trazem resultados positivos.

SECRETARIA DE SEGURANÇA E TRÂNSITO.

Setrans- Clique e amplie.

ESPAÇO DO LEITOR- TRÂNSITO NO PONTAL.

Bom dia Guy,
Moro na rua Barão do Rio Branco, Pontal, há mais de 20 anos. Alguns anos atrás (governo de Jabes), sinalizaram esta rua como  sendo mão única no sentido aeroporto – Av. Getúlio Vargas (conhecida como Lomanto Jr.)  O tempo passou, as placas cairam, outras foram arrancadas  e hoje ninguém  sabe qual a direção correta para  o  fluxo de automóveis.  Para o turista, como não tem sinalização, a mão é em qualquer direção. Para os moradores da rua, depende da pressa. Para quem quer estacionar na porta de casa, fica a dúvida. Será que existe um arquivo que possa orientar  os moradores , visitantes  e autoridades de Ilhéus, de qual é o sentido correto  do fluxo de automóveis nas ruas? Se existe, de quem é a responsabilidade de informar: Prefeitura ou Detran? Será que não é chegada a hora de sinalizar a cidade corretamente? E se assim for, será que também não é chegada a hora de fazer cumprir as sinalizações(????) existentes? Um exemplo  de falta de respeito gritante  é a PASSARELA DO ÁLCOOL, no Pontal. Os sinais não são respeitados e se voce avisa, os motoristas infratores ainda xingam. Não sei como ainda não aconteceu um acidente grave  . Que tal uma campanha para sinalizar a cidade e fazer cumprir a sinalização? Com sua ¨ajuda¨,poderemos ter uma Ilhéus (um pouco) melhor.
Se quiser conferir a loucura do transito  na passarela do álcool, venha ao La ¨in¨…(traga Jamil) e aproveite  para comer uma moqueca de jabá.
Forte abraço.
Mário Márcio

Obs: O gringo adora um 0800.

PERGUNTAR NÃO OFENDE. multas.

Se uma multa é emitida contra um veículo, num logradouro cujo nome não seja o oficial, é válida?

Exemplo: Avenida Lomanto Junior, cujo nome oficial é Avenida Getúlio Vargas.

OPERAÇÃO CALÇADA LIVRE.

28 fev 2011. . Com Informações de Assessoria SETRANS.

Durante a fiscalização, mais de 50 autos de infração foram aplicados, vejam fotos no final.

Agentes da Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito de Ilhéus (Setrans) com o apoio da Guarda Civil Municipal, realizaram desde a manhã da última quinta-feira (24) a operação Calçada Livre, na avenida Itabuna. O objetivo foi conscientizar os condutores e proprietários de estabelecimentos do local sobre a importância de não estacionar ou utilizar as calçadas dos logradouros para depósitos de materiais e ou equipamentos.

A ação foi decorrente de inúmeras reclamações que a Prefeitura tem recebido de pedestres com dificuldade de circular por conta de veículos e equipamentos colocados pelos lojistas em frente a seus imóveis que obstruem o passeio público. Os dois sentidos da avenida Itabuna foram percorridos pelas equipes do Setrans. Durante a operação, os agentes de trânsito orientaram os condutores que tinham carros e motos estacionados em calçadas. “As notificações de infração serão aplicadas somente aos condutores que não forem localizados ou que insistirem em desobedecer aos esclarecimentos”, explicou o diretor de trânsito Clóvis Cunha.

:: LEIA MAIS »

CHUPA CABRA DE SALVADOR JÁ ESTÁ SOB A MIRA DA JUSTIÇA, FALTA ILHÉUS.

MP INTIMA TRANSALVADOR A JUSTIFICAR MULTAS


07:51:57 Bahia Notícias

O Ministério Público (MP-BA) intimou a Transalvador a comprovar a legalidade das aplicações das multas de fotosensores instalados nas sinaleiras da cidade. De acordo com denúncia oferecida ao MP,impetrada pelo Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria (Sindipan), “as fotos não têm qualidade nem garantem a infração descrita na notificação. A única imagem não esclarece se o condutor avançou o sinal ou parou sobre a faixa de pedestres”, pontuou o advogado Daniel Leal. As duas infrações dão punições diferentes, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito: avançar o sinal vermelho é infração gravíssima, com multa de R$ 191,53; enquanto parar o veículo sobre a faixa de pedestres é infração média, com multa de R$ 85,13.

O CARRO DOS SEUS SONHOS – VAI NESSA !!!

O problema está entre o volante e o assento.

Clique em menu e fullscreen, para ver em tela cheia.

ESPANTA TURISTA.

Pardais caça-niqueis.

Leia artigo do Política Et Cetera

MAIS PROBLEMAS PARA ILHEENSES E TURISTAS.

Mais 05 pardais devem ser instalados em Ilhéus

Data: 18/12/2010 Hora: 10:08:50-

Jornal A TRIBUNA.

Apesar de toda a polêmica e das muitas ações que serão impetradas na justiça pelos ilheenses, pelo menos mais cinco aparelhos medidores de velocidade, os chamados “pardais”, deverão ser instalados nos próximos dias na cidade. Os locais onde os aparelhos serão instalados não foram divulgados ainda, mas há rumores de que estão sendo realizados estudos dos pontos de maior movimento. A medida promete uma nova reação dos ilheenses, que contestam a forma como os aparelhos estão sendo colocados, dando a impressão que o objetivo mais parece um mecanismo arrecadador de recursos, do que um instrumento de educação e segurança no trânsito.

Muitos motoristas já estão contestando as multas que levaram, argumentando que os quatro aparelhos instalados na cidade podem estar irregulares e as multas poderão ficar sem efeito pelo simples fatos dos equipamentos não terem atendido ao que prevê a Resolução 214 de 13 de novembro de 2006, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A resolução, segundo as contestações, aponta uma série de ações que deveriam ser observadas antes da instalação dos equipamentos. Além disso, o Contran determina que sejam colocadas placas de controle de velocidade dentro do modelo determinado pela Resolução em seu Anexo IV, informando aos motoristas sobre a existência dos equipamentos, o que não foi feito. Com isso as multas já aplicadas poderão tornar sem efeito e quem já pagou o imposto poderá inclusive ter o seu dinheiro devolvido.

A possibilidade das irregularidades nos “pardais” de Ilhéus provocou uma verdadeira procura nos escritórios de advocacias da cidade, já que muitos motoristas já entraram na justiça para provar que as multas aplicadas não terão qualquer validade. Os motoristas reclamam que, além dos prejuízos que estão tendo com a “fábrica” de multas, há ainda os pontos nas carteiras que estão perdendo. A Prefeitura de Ilhéus ainda não se manifestou sobre o assunto nem se manterá os pardais instalados nos quatro pontos da cidade.

De acordo com o artigo 1º, parágrafo 3º da resolução do Contran, para determinar a necessidade da instalação de instrumentos ou equipamentos medidores de velocidade, deve ser realizado estudo técnico que contemple, no mínimo, as variáveis no modelo constante no item A do Anexo I desta Resolução, que venham a comprovar a necessidade de fiscalização, garantindo a ampla visibilidade do equipamento. Na lista de critérios devem ser observados o número de acidentes nos locais onde os equipamentos serão instalados, nos seis meses antes do início da fiscalização e ainda os riscos que as vias oferecem. Os resultados desses estudos técnicos, feitos por empresa devidamente identificada, ainda conforme a Resolução do Contran, devem estar disponíveis ao público na sede do órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre a via.

CUIDADO MOÇO, PRA NÃO MISTURAR AS TINTAS.

Misturando as tintas, no começo do domingo.

PARA FACILITAR AINDA MAIS.

Tentando ajudar ao blog do Israel Nunes, bolei uma nova forma de disponibilizar o requerimento contra os PARDAIS.

Clique aqui, depois em File do lado esquerdo e em Download original.

Veja se funciona? No teste funcionou.

QUER SE DEFENDER DAS MULTAS DOS ‘PARDAIS’ ILEGAIS?

No blog do Israel Nunes, tem um requerimento prontinho.

É só baixar, alterar os dados do suposto infrator, imprimir e mandar ver.

Clique no mini-banner, do lado direito ‘DEFENDA-SE DO PARDAL ILEGAL’.

http://www.israelnunes.com.br/v1/2010/12/14/defenda-se-contra-o-pardal-ilegal/

contador free
nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia

marmita mensal
setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia