WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Recordações’

SELEÇÃO BRASILEIRA EM 1958, ESPERANDO O TREM PARA SER CAMPEÃ! ===>>> 16/10/2019

Esta é a equipe esperando o trem em Poços de Caldas-MG, antes da copa do mundo em 1958. Da esquerda para direita são: Nilton Santos, Dino Sani, Gilmar, Bellini, Garrincha, Moacir, Dida, Joel, Mazolla, Zagalo e Pelé. Difícil imaginar “os estrelas” de hoje numa situação como essa. Mas é uma bela recordação.

Foto e texto, enviados pelo leitor Sérgio Patrício.

Série de reportagens da Agência Brasil é finalista no Prêmio ANA

Vidas Secas no país das Águas concorre na categoria Comunicação

Publicado em 02/12/2020 – 14:48 Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil – Brasília

A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) anunciou hoje (2) os 24 projetos finalistas do Prêmio ANA 2020. O prêmio é dividido em oito categorias. Para cada uma foram indicados três finalistas. A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) figura entre os finalistas na categoria Comunicação, com a série de reportagens Vidas Secas no País das Águas, produzida pela equipe WEB da EBC, e publicada pela Agência Brasil.

Vidas Secas no país das águas: confira série de especiais – Portal EBC

As reportagens da EBC foram conduzidas pelo jornalista Luiz Cláudio Ferreira e por uma equipe composta por 15 profissionais, entre repórteres, editores, infografia, produção visual e implementação.

A ideia da matéria foi a de discutir e sensibilizar os leitores sobre o uso da água no Brasil. “Por coincidência, 2018 marcou os 80 anos da obra ‘Vidas Secas’, de Graciliano Ramos. Assim, nos inspiramos na literatura para tratar desse tema tão importante”, disse Ferreira à Agência Brasil. Em uma das reportagens, a equipe foi de Juazeiro do Norte a Fortaleza para tratar “dos campos de concentração no Ceará, um episódio histórico que nem todo mundo conhece”. “Descobrimos em pleno sertão experiências de reaproveitamos de água que podem servir de exemplo para produtores rurais”, acrescentou.

“É uma felicidade muito grande para nós da comunicação ter esse reconhecimento. Essa visibilidade faz com que mais gente leia essas reportagens, que continuam tratando de assuntos importantes mesmo com o passar do tempo”, complementou o jornalista.

Os vencedores de cada categoria serão anunciados em março de 2021. Segundo a agência, o Prêmio ANA 2020 tem como novidade a possibilidade de os finalistas poderem apresentar suas ações em eventos on-line a partir de janeiro de 2021, com o intuito de dar maior visibilidade para os trabalhos realizados. “O objetivo desses encontros é servir como vitrine para que os projetos finalistas tenham suas ideias compartilhadas com públicos que podem disseminar pelo Brasil as boas práticas relacionadas às nossas águas”, informou, por meio de nota, a ANA.

Nesta edição, 695 iniciativas foram inscritas, número recorde que supera as 607 registrados em 2017. A categoria com maior número de inscrições foi Pesquisa e Inovação Tecnológica (157), seguida de Comunicação (129), Governo (102), Empresas de Médio ou de Grande Porte (86), Educação (59), Organizações Civis (66), Empresas de Micro ou de Pequeno Porte (59) e Entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (37).

A premiação visa reconhecer “trabalhos que contribuem para a segurança hídrica, gestão e uso sustentável das águas para o desenvolvimento sustentável do Brasil”.

Concorrem com na categoria Comunicação, ao lado da série de reportagens da EBC, o documentário Dessalinizada, Água do Mar Pode Equilibrar Abastecimento, de Jusciane Matos de Lima, da TV Justiça, e Guerra da Água, de Patrik Camporez, do jornal O Estado de S. Paulo.

Confira a lista de finalistas do Prêmio ANA 2020.

Edição: Aline Leal

MEMÓRIAS DAS ENCHENTES DO RIO CACHOEIRA

Clique no link abaixo:

MEMÓRIAS DAS ENCHENTES DO RIO CACHOEIRA. TEXTO COM FOTO

O ANTIGO REGIONAL E O NOVO COSTA DO CACAU

Originariamente concebido na sua estrutura arquitetônica para ser um colégio, o antigo Regional, por obra do Governador Luiz Viana Filho, que lhe cedeu o nome, foi se transformando aos poucos em um hospital de urgência e emergência.

Altera um tiquinho aqui, reforma outro tiquinho acolá, contando com um corpo de servidores e profissionais de saúde locais, ia dando, e deu conta do recado até ser desativado.

Por outro lado, o Hospital Regional Costa do Cacau, foi construído dentro dos padrões arquitetônicos para ser um hospital de ponta.

Portanto tem a OBRIGAÇÃO de atender  muito bem a população, sem badalações ou foguetórios.

Fotos copiadas do Google.

contador free
nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia

marmita mensal
setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia