Archive for the ‘Publicações’ Category

PAIS DE ALUNOS – SEU DESTINO É SOFRER !

Não só os pais de alunos da rede pública sofrem com os inusitados pedidos na lista de materiais, feitas no inicio do ano.

Na rede privada, escolas particulares, a coisa é bem pior.

Todos os anos existem as trocas de livros e módulos, que atendem exclusivamente aos interesses das editoras.

Uma vergonha, uma esculhambação…

Imagem ilustrativa, colhida no Google.

Imagem ilustrativa, colhida no Google.

SEGREDOS E INCONFIDÊNCIAS

boaimprensa

agudas

        Para não dar a nenhum eventual leitor malévolo desta crônica o pretexto para acusar-me de machista, deixo claro desde já que a Inconfidência Mineira não foi praticada por uma mulher, e sim pelo delator Joaquim Silvério dos Reis. Se Tiradentes não foi o que dizem, e os outros inconfidentes não foram o que disseram, não é assunto das minhas atuais cogitações, restritas à probabilidade de alguém guardar ou revelar um segredo. Adianto também que não me lembro de nenhuma ocasião em que eu tenha sido vitimado por uma inconfidência feminina.

         Erguido bem no início este escudo defensivo, passo a considerar a voz corrente, quase um dogma da crença popular – as mulheres não sabem guardar segredos. Essa tal de voz corrente pode também dar margem a explorações anti-Jacinto, pois nenhum tribunal a aceitaria como prova da defesa. Portanto, acho melhor acrescentar mais argamassa na minha muralha defensiva, compilando frases de escritores famosos sobre essa característica atribuída ao sexo feminino. Para não indispor as leitoras contra esses escritores, omito os seus nomes.

  • A mulher é capaz de guardar um segredo, desde que não se diga a ela que é segredo. O único segredo que uma mulher pode guardar é aquele que não sabe.

  • As mulheres têm necessidade de confiar seus segredos mais íntimos ao primeiro que se apresente. Para ajudar a conservar um segredo, a mulher recorre a todas as suas amigas. Quando pede a uma amiga para guardar um segredo, é porque precisa divulgá-lo.

Read the rest of this entry »

A TODO GÁS… ===>>> 27-03-2010

 

Bahiagás dará mais de 400 mil reais em subsídios para os taxistas da região

Após recepcionar o Presidente Lula no lançamento do GASENE, Wenceslau Jr. se reuniu com taxistas da região e o Presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, para anunciar os subsídios que empresa estatal de gás dará aos táxis do sul do estado.

Segundo Davidson Magalhães, “A Bahiagás dará mais de 400 mil reais em subsídios para os taxistas da região”. Este subsídio de consistirá num programa de incentivo a conversão ao gás que oferecerá para cada taxista um auxílio de 450 reais na aquisição do kit gás, além de isenção de ICMS na compra do mesmo.

Segundo Presidente do Sindicato dos Taxistas de Itabuna, Orlando Cardoso, “O gás natural trará benefícios significativos para os taxistas, mas esses benefícios não seriam possíveis sem empenho do vereador Wenceslau de levar esta proposta de subsídio a Bahiagás e articular junto com Davidson Magalhães para que ela acontecesse”.

Para os taxistas que quiserem mais informações o gabinete do vereador Wenceslau estará organizando no dia 16 de abril um encontro com os taxistas da região e técnicos da Bahiagás para melhores esclarecimentos e cadastramentos dos interessados.

 

ROLANDO NO FACEBOOK – A DECADÊNCIA DO BRASIL.

merda

E ainda tem quem defenda isso…

Uma breve análise da performance da economia do Brasil.
Culpa-se por aí, e a realidade mostra o contrário, a crise internacional pelo triste momento econômico que passa o Brasil.
Veja onde está a verdade e a lambança em que o PT e a dona Dilma colocou o nosso país.
Isto não é opinião, são dados do CEPAL, que são iguais aos do IBGE que é um órgão do Estado.
Como se pode ver, esta crise só afetou o nosso Brasil por estas bandas!
Culpa-se a crise da China, mas é difícil entender que um país que este ano irá crescer em 7%, esteja em crise. Alguém se habilita a dizer o contrário?
Como seria bom que o Brasil estivesse numa crise igual a da China ou a dos outros países da América do Sul!
Alguns partidários do governo, afirmam que mais importante que números, é a percepção da população sobre o estágio atual do Brasil.
Então vamos lá:

Pesquisa divulgada neste sábado, 12-12-2015, pelo Datafolha mostra que apenas 31% dos brasileiros acham que sua vida melhorou após 13 anos de governo do PT. Para 68% não houve melhora: 26% alegaram que a situação, inclusive, piorou, e 42% consideraram que ela ficou igual.
Como pode ser observado, não existe linha de raciocínio plausível em que possa se apegar para se entender a politica econômica deste governo, ou seria desgoverno?
Brasil ou o PT, só um dos dois poderá sobreviver.
Vejam para não deixar dúvidas, como foi o crescimento do Brasil em relação aos parceiros da América Latina em cada período presidencial e poderá tirar conclusões de quem se saiu melhor frente aos cenários internacionais, que cada um viveu em seu governo.
Cabe a nota que no período de Dilma, estes dados se referem até o período de 2014.
Ela já inaugura o seu segundo mandato com uma retração de -3,4% na economia e já projeta outra retração por volta de -3% para o ano de 2016.
Desastre total.
Fruto de populismos e descontrole total nas contas públicas, pra não falar da corrupção.
Resultado, quem são os candidatos a coveiros do Brasil?

RETA FINAL DO BRASILEIRÃO SERIE ‘B’

serieb

NA RESTINGA DOS ‘SEM NOÇÃO’, TINHA ESGOTO ENCANADO!

Nesta foto de 1960, podemos ver à direita uma caixa de esgoto, onde o serviço mal feito deixa uma depressão até hoje, na segunda pista em frente ao campo da ADEBI.

Ainda vemos o encanamento do esgoto, que era o ‘ladrão’ da caixa.

Assim, em cima dessas premissas falsas, o  MPF foi induzido a erro.

Foto colhida no R2cpress.

Foto colhida no R2cpress.

POSTE DE LUZ SEM FIO, PRA QUANDO O APAGÃO CHEGAR.

apagao1

Sensacional invenção, diretamente do Ceará.apagao2

Clique aqui, e veja.

LEIS 3745 E 3746 – INTEIRO TEOR, MAPAS E PLANILHAS..

 

mapalei

ACENDEU A LUZ VERMELHA! DIVERSOS EMPRESÁRIOS BRASILEIROS JÁ FORAM ATACADOS PELA ‘SÍNDROME DE PARAVENTI’.

domingo, junho 22, 2014

Marcelo Odebrech e Celestino Paraventi

Transcrevo do site Mídia Sem Máscara (link permanente aqui no blog na coluna à direita abaixo) um excelente artigo de Alexandre Borges, Diretor do Instituto Liberal, intitulado: “Um café e a conta: como um milionário boêmio patrocinou Prestes e o comunismo no Brasil“.

Borges ironiza. Sugere o tema de seu artigo como pauta para a revista Piauí. Faz sentido, porque realmente essa publicação é de propriedade do herdeiro de um dos maiores bancos do país e devotada à causa comunista. E, neste caso, deve-se acrescentar que outros mega-ricaços brasileiros, como Marcelo Odebrecht, diretor e herdeiro da empreiteira Odebrecht, vivem de beijos e abraços com Lula, Dilma e seus sequazes. A Odebrecht foi a construtora daquele porto em Cuba que a Dilma inaugurou recentemente. Depois disso o governo do PT passou a pressionar a indústria farmacêutica brasileira para se transferir para Cuba. Marcelo Odebrecht, segundo noticiário da imprensa, ajudou a costurar uns contatos.

Os parentes do ricaço Celestino Paraventi, cuja história é o tema do artigo de Alexandre Borges, chegaram a cogitar a internação desse mecenas do diabólico festim comunista. Nessa era do PT bem que a história é capaz de se repetir, haja vista que muitos empresários brasileiros, a exemplo de Marcelo Odebrecht, padecem da “síndrome de Paraventi”. Leiam:

cparaventiLendo a ultra-esquerdista e cada vez mais governista Piauí, revista criada e dirigida pelo herdeiro de um dos maiores bancos do país e irmão do cineasta que fez uma hagiografia de Che Guevara, lembrei de Celestino Paraventi (foto), uma figura que muitos brasileiros deveriam conhecer.

Paraventi foi um milionário de origem italiana que herdou do pai a primeira torrefação de café do estado de São Paulo. Cantor lírico, boêmio, era amigo pessoal de Luís Carlos Prestes e Olga Benário, que chegaram a ser levados por seu motorista num Lincoln do ano até a casa de campo dele, na margem da Represa Guarapiranga, para curtirem uma lua-de-mel. História mais comunista, impossível.

Pelas contas bancárias das empresas de Celestino Paraventi no exterior o governo Stálin mandava dinheiro para os comunistas brasileiros sem deixar rastros, já que a movimentação financeira era tão alta que não despertava suspeitas do governo. Paraventi bancava não só muitos comunistas brasileiros como suas famílias e até suas publicações.

Além dos recursos do Komintern, Paraventi usava as empresas da família para despejar ainda mais dinheiro nas contas dos comunistas. Muitas publicações de esquerda eram bancadas por ele, que direcionava a publicidade do Café Paraventi para elas, como “O Homem do Povo”, de Oswald de Andrade. Diziam que não havia um único jornal de esquerda sem anúncios do Café Paraventi.

O dinheiro soviético vinha para Prestes e seus revolucionários para que pudessem dar um golpe comunista no Brasil, o que foi tentado em 1935, como vocês sabem. Paraventi tinha uma admiração quase religiosa por Prestes, a ponto de tentar vender o patrimônio da família para entregar a ele em nome da revolução comunista, o que fez com que seus parentes tentassem interná-lo num hospício. Quando suas ligações com Prestes foram descobertas pelo governo Vargas, chegou a ser preso.

Paraventi lembra também a trajetória de Eduardo Matarazzo Suplicy, bisneto no homem mais rico da história do Brasil, o Conde Matarazzo, que teve sua fortuna avaliada em 10% do PIB brasileiro em um determinado momento. Eduardo casou com Marta Teresa Smith de Vasconcellos, bisneta do Barão de Vasconcellos, outra herdeira brasileira cuja família tinha até um castelo na região serrana no Rio. Os irmãos Ana Lucia de Mattos Barretto Villela e Alfredo Egydio Arruda Villela Filho, da família que é a maior acionista individual do grupo que controla o Banco Itaú, são os criadores daquele instituto Alana, que detesta o “consumismo” e quer decidir que tipo de propaganda seus filhos podem assistir.

Conhecer essas figuras é fundamental para acabar com o mito de que ricos são necessariamente “capitalistas” e “de direita”, quando muitos deles, especialmente os herdeiros que não construíram o patrimônio da família, estão entre os maiores financiadores da esquerda desde Karl Marx, que passou a vida sendo bancado pelo herdeiro alemão Friedrich Engels.

Um dia deveríamos criar o Prêmio Celestino Paraventi para o herdeiro colaboracionista do ano. Quem sabe a Piauí não se interessa pela pauta? Do site Mídia Sem Máscara

REVISTAS DE FINAL DE SEMANA – CAPA E DESTAQUES.

Veja explica “porque caem os presidentes”

Sérgio Botêlhoveja-1

As revistas de final de semana têm em comum a crise que envolve o Palácio do Planalto, e as ameaças de impeachment. A Veja explica “porque caem os presidentes”, e cita justificativas à possível queda da presidente brasileira.

A Isto É destaca denúncia, veiculada durante a semana, no noticiário de sites e jornais, de que Dilma continuaria “pedalando” na gestão financeira do governo. Enquanto a Época realça em sua principal reportagem os problemas da presidente no Congresso e nos tribunais (TCU, TSE).

Veja e Época publicam denúncias que atingem o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, na última campanha eleitoral.

A revista Época diz que Lula, o ex-ministro Márcio Thomaz Bastos (já falecido e interno no Sírio Libanês) e ex-delegado da PF (também interno no Sírio) se encontraram, no hospital paulista, para traçar estratégia de enfrentamento da Lava Jato. A revista diz que não foi possível à PF fazer gravações no hospital. A revista Isto É também veicula investigações contra ex-presidente Lula.

Segue a SINOPSE DAS REVISTAS DE FINAL DE SEMANA.

REVISTAS

VEJA. “Porque caem os presidentes. Dilma Rousseff reúne as três condições que, à luz da história, são comuns aos governantes de democracias destituídos do seu cargo: Altamente impopulares, perdem apoio no Congresso, arruínam a economia do país”. Esta é a principal matéria de capa da revista. Outros destaques: “Com as contas reprovadas no TCU, Dilma cobra reciprocidade política no Congresso”; “Joaquim Levy: economia em recessão e inflação fora da meta”; “O crime eleitoral do governador de Minas Gerais”; “A ascensão do clã Picciani”; “O impacto do dólar deixa a inflação no caminho dos 10%”.

ISTO É. “Dilma continua pedalando em 2015. Investigação do MP revela que o governo voltou a cometer este ano os crimes de responsabilidade fiscal rejeitados pelo TCU. A reincidência no segundo mandato da presidente era o argumento que faltava à oposição para colocar em marcha o impeachment”. Esta é a principal matéria de capa da revista. Outros destaques: “A fraude das contas. Por oito votos a zero, TCU reprova a contabilidade da presidente Dilma de 2014. Processo, agora, será apreciado por um Congresso conflagrado”; “Uma derrota atrás da outra. TSE instala uma ação inédita de impugnação de mandato contra a chapa de Dilma. A investigação será concluída apenas em 2016, mas o governo já sente os efeitos políticos da decisão histórica do tribunal”; “A casa caiu. Sob uma avalanche de evidências de que mantém contas secretas na Suíça, Eduardo Cunha fica isolado na Câmara e corre o risco de perder o mandato por quebra de decoro”; “Loteamento inútil. Ao entregar cargos para o PMDB, Dilma queria fidelidade no Congresso. Não conseguiu. Deputados se ausentam de votação e mostram que a presidente está cada vez mais isolada”; “Lula enredado. Além da Lava Jato, outras duas investigações da PF têm potencial para complicar a vida do ex-presidente. Telegramas obtidos por ISTOÉ sugerem intervenção do petista no BNDES para financiar construção de rodovia na África”.

ÉPOCA. “Dilma sob ataque. Incapaz de fazer aliados no Congresso e acossada nos tribunais de Brasília, a presidente enfrenta sozinha a batalha decisiva para salvar seu mandato”. Esta é a capa da revista. Outros destaques: “Apesar do anúncio, o governo não sabe ainda onde vai cortar 3 mil cargos comissionados”; “Os contratos de Lula, advogados e policiais federais para tentar abafar a Lava Jato. O ex-ministro Márcio Thomaz Bastos, um ex-delegado influente na Polícia Federal e Lula tiveram encontros em hospital. E lá traçaram novas estratégias contra Lava Jato e para proteger Odebrecht, ação que está na mira da Polícia Federal”; “Esquema no Ministério da Saúde ajudou a financiar a campanha de Fernando Pimentel em Minas Gerais”.REVISTA DE FINAL DE SEMANA