WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Publicações’

DIÁRIO OFICIAL – EDIÇÃO 85 DE 17 DE ABRIL DE 2020

Registros

Registros encontrados: 1315

  • Edição Nº 85

    17/Abril/2020

    Diário Oficial

    Data: 17/04/2020Hora: 21:28

    Decreto(s) s/n  de exoneração(ões)/nomeação(ões) de servidor(es) público(s) do Município de Ilhéus/BA

    Protocolo da Rede Própria para enfrentamento do COVID-19 – (CORONAVIRUS)/ Ilhéus/BA 2020

    Extrato do 1º Termo de Prorrogação – Contrato n. 045/2019S do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Extrato do 1º Termo de Prorrogação – Contrato n. 046/2018-S do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Extrato do 2º Termo de Prorrogação – Contrato n. 0026-S/2018 do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Extrato do 2º Termo de Prorrogação – Contrato n. 032/2018-S do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Extrato do 2º Termo de Prorrogação – Contrato n. 0037-S/2018 do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Extrato do Contrato 080/2020S do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Extrato do 2º Termo de Prorrogação do Termo de Colaboração – 001/2018S do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Extrato do Contrato n. 001/2020 da Fundação Universidade Livre do Mar e da Mata

    Tamanho: 3.618MB

    Visualizar arquivo

DIÁRIO OFICIAL – EDIÇÃO 84 DE 16 DE ABRIL DE 2020

Registros

Registros encontrados: 1314

  • Edição Nº 84

    16/Abril/2020

    Diário Oficial

    Data: 16/04/2020Hora: 20:38

    Portaria SEDUC n. 005/2020: Torna sem efeito a Portaria SEDUC n. 003/2020

    Extrato ao Contrato n. 027/2020 – Pregão Eletrônico n. 001/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Termo Aditivo ao Contrato n. 016/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Tamanho: 2.221MB

    Visualizar arquivo

Bolsonaro acusa Maia de provocar o caos, criando despesas impagáveis de R$1 trilhão

“Não estou rompendo com o Parlamento, não”, fez questão de enfatizar o presidente

O presidente Jair Bolsonaro afirmou agora à noite que o Brasil “não merece a atuação de Rodrigo Maia, presidente da Câmara. “péssima atuação”, disse ele, em entrevista a CNN.

O chefe do governo disse ainda que Maia “está conduzindo o Brasil para o caos”, advertindo que ele está criando despesas que o País não tem condições de arcar. “Não temos como pagar uma dívida monstruosa que está aí, não há recurso”, avisou Bolsonaro.

O presidente está preocupado com o volume de despesas cridas por projetos liderados pelo presidente da Câmara, aparentemente, para inviabilizar o governo. Para ele, Maia “está botando uma conta no meu colo que vai chegar à casa de R$1 trilhão. E o Brasil não tem isso aí”.

Notícias Relacionadas
“O Brasil, quero deixar bem claro”, enfatizou, “não merece o que o senhor Rodrigo Maia está fazendo. O Brasil não merece a atuação dele dentro da Câmara. Não é o Parlamento brasileiro, é a atuação dele. Rodrigo Maia, péssima a sua atuação. Quando você fala em diálogo, a gente sabe qual é o teu diálogo, então esse tipo de diálogo não vai ter comigo”, acrescentou. “Não estou rompendo com o Parlamento, não. Muito pelo contrário, é a verdade que tem que ser dita”, disse.

“Não vou trair a minha consciência e deixar de falar a verdade”, disse Bolsonaro em tom de desabafo.”Eu lamento a posição do Rodrigo Maia nessas questões. Lamento muito a posição dele, que resolveu assumir o papel do Executivo com ataques bastante contundentes à nossa posição”, disse.

Saída de Mandetta e chegada de Teich mostram como ‘paciente’ muda de médico

Presidente, o paciente, fez como muitos que quando não gostam do diagnóstico, buscam uma segunda opinião

O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde após ouvir o ex-ministro anunciar, em coletiva, que decidira continuar no cargo porque “um médico não abandona seu paciente”. A fantasia de Mandetta se desfez com a realidade: não era dele a decisão sobre sua permanência. Nesta quinta (16), o “paciente” desistiu dele. E o substituiu por um médico carioca, Nelson Teich. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O novo ministro teria pavimentado melhor sua chegada ao Ministério da Saúde afirmando seu compromisso com o SUS, tema caro na casa.

Em seu primeiro pronunciamento, Nelson Teich mostrou segurança e que tem opiniões próprias, apesar de se dizer “alinhado” a Bolsonaro.

Notícias Relacionadas

Se Nelson Teich devolver ao Ministério da Saúde a conduta técnica que lhe cabe, afastando-o dos palanques, haverá ganho de qualidade.

Chamou atenção a promessa de Nelson Teich de introduzir tecnologia no Ministério da Saúde. Ele é do ramo, dono da empresa Teich Health Care.

Só agora o Ministério da Saúde compra 4,3 mil respiradores produzidos no Brasil

Equipamentos essenciais nas UTIs com pacientes infectados com o Covid19

Quase 60 dias depois do estabelecimento da pandemia de coronavírus, o Ministério da Saúde assinou um contrato para aquisição de ventiladores mecânicos produzidos no Brasil.

A empresa  Intermed Equipamento Médico Hospitalar vai fornecer 4,3 mil aparelhos, essenciais nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) que têm pacientes infectados com o novo coronavírus. A informação foi divulgada pelo secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, durante entrevista coletiva.

O secretário lembra que os equipamentos são essenciais desde o início da emergência em saúde pública pela pandemia do coronavírus. E destaca que o mercado nacional tem se esforçado no momento em que as importações estão complicadas. Vamos acompanhar.

Notícias Relacionadas
“Um item importante são os respiradores. Hoje, o Ministério da Saúde assinou contrato para aquisição de mais 4,5 mil respiradores com a Intermed. É o segundo contrato que o Ministério assina com a produção nacional, totalizando 11 mil ventiladores adquiridos para o enfrentamento da Covid-19”.

O primeiro contrato de aquisição com a empresa brasileira foi assinado na última semana,  com a MagnaMed, que se comprometeu a entregar 6,5 mil ventiladores mecânicos para Unidades de Terapia Intensiva de hospitais em todo o país.

Gabbardo destaca que o ministério vem adotando ações necessárias para atender à emergência no país, como a instalação de novos leitos e o aparelhamento necessário.

“Nós temos, hoje, 55 mil leitos de Unidade de Tratamento Intensivo e estamos ampliando esse quantitativo. Estamos ampliando com mais, pelo menos, 15 mil respiradores, o que significa um terço de acréscimo de novos equipamentos. Temos ainda a possibilidade de fazer importações adicionais. Vamos tentar importar em torno de 10 mil a 15 mil respiradores. Se for possível, vamos acrescentar em torno de 30 mil respiradores, 30 mil leitos de UTI à capacidade existente hoje.”

MARÃO NÃO ESTÁ OBEDECENDO A CARTILHA.

Pode, sem querer é claro, estar prejudicando uma pretensa candidatura.

“Tentamos identificar as razões pelas quais está havendo esse surto e ficou claro que está havendo um descumprimento coletivo do distanciamento, fechamento de estabelecimento. Não há respeito em Ilhéus, principalmente, e pedimos para que seja reforçado, se não vai sair do controle. Os prefeitos não estão conseguindo se impor”, reclamou.

https://www.bahianoticias.com.br/noticia/247004-vilas-boas-se-diz-preocupado-com-quebra-do-isolamento-em-salvador-e-no-sul-da-bahia.html

Secretário de Saúde do Estado da Bahia – Fábio Vilas Boas. Foto: Paulo Fróes/GOVBA

DIÁRIO OFICIAL – EDIÇÕES 82 E 83 DOS DIAS 14 E 15 DE ABRIL DE 2020

Registros

Registros encontrados: 1313

  • Edição Nº 83

    15/Abril/2020

    Diário Oficial

    Data: 15/04/2020Hora: 20:17

    Decreto n. 028/2020 do Município de Ilhéus/BA: Suspende temporariamente a concessão de uso objeto do contrato firmado com a PETROBRAS DISTRIBUIDORA S/A, durante o período de estado de calamidade pública decorrente da COVID-19 no município de Ilhéus e dá outras providências

    Portaria n. 133/2020 do Município de Ilhéus/BA: Designa Gestores, Fiscais de Contratos, e Fiscais de Contratos Substitutos no âmbito da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e dá outras providências

    Notificação n. 005/2020: MANOEL SILVA DA CONCEIÇÃO – LAPTEK CONSTRUÇÃO LTDA ME

    Extrato do Contrato 081/2020S do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Extrato do Contrato 082/2020S do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Errata a Portaria n. 132/2020, publicada no Diário Oficial do Município de Ilhéus em 14 de abril de 2020, edição 082, página 05

    Tamanho: 2.177MB

    Visualizar arquivo

  • Edição Nº 82

    14/Abril/2020

    Diário Oficial

    Data: 14/04/2020Hora: 20:19

    Decreto(s) s/n  de exoneração(ões) de servidor(es) público(s) do Município de Ilhéus/BA

    Portaria n. 129/2020 do Município de Ilhéus/BA: Designa gestor, fiscal de contratos e fiscal substituto no âmbito da Secretaria de Saúde do município e dá outras providências

    Portaria SUTRAM n. 070/2019: Dispõe sobre a constituição e nomeação da Comissão de Levantamento dos Valores Existentes em caixas e bancos do exercício 2019

    Portaria MARAMATA n. 002/2019: Dispõe sobre a constituição e nomeação da Comissão de Conferência de Saldos em Caixa e Bancos da MARAMATA

    Tamanho: 2.179MB

    Visualizar arquivo

Marajás e Carteis

Enquanto sigo confinado para não virar finado, vejo que nem o coronavírus foi capaz de afetar os altos salários dos marajás e o cartel dos bancos.

Enquanto o desemprego aumenta assustadoramente na atividade privada, e o governo tem que se virar mais do que bolacha em boca de velho para minorar os efeitos da recessão, liberando no atacado e no varejo os necessários auxílios emergenciais para trabalhadores de todas as categorias e tentando salvar as empresas, especialmente as pequenas e médias, que são as que mais absorvem mão de obra, os marajás continuam nadando de braçada e o povo se afoga. Tentativas de reduzir salários desta casta, exceto daqueles que atuam em áreas essenciais como saúde e segurança, é claro, não progridem. Nem mesmo com manifestações favoráveis de Rodrigo Maia, que, apesar de ter tido pouco mais de 74 mil votos, posa como primeiro ministro do parlamentarismo branco que vivenciamos.  Tiririca, o sexto mais votado, teve 453.855. O projeto do deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) que previa redução escalonada de até 50% para os que ganham mais de 10.000, foi esquecido. Até a sugestão do próprio Rodrigo Maia, de que os Três Poderes avaliassem a redução de até 20% dos salários dos seus servidores, “como um gesto simbólico para mostrar que estão unidos no combate à pandemia”, não prosperou. Não ficou claro se os próprios deputados e os dignitários dos demais poderes estariam incluídos… Acho que não. Valeria apenas para os barnabés. Afinal, segundo eles, há que se proteger o nosso Congresso, o segundo mais caro do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, cujo PIB é “ligeiramente” maior do que o nosso: só 10 vezes.

Vale sempre recordar que cada um dos 513 deputados e 81 senadores custa mais de 7 milhões de reais por ano, segundo dados da União Interparlamentar. Um deputado ganha R$ 33.763,00 de salário, tem uma cota para o exercício da atividade parlamentar (imaginem só!) de R$ 45.615,53 e R$ 106.866,59 para a contratação de 25 secretários (com direito a rachadinha?), entre outros penduricalhos de arrepiar os cabelos, como auxílio moradia de R$ 4.353,00, mais seguro saúde “premium plus”, aposentadorias, etc. etc. Até barbeiro e manicure têm de graça. Uma verdadeira e profunda reforma política (ou uma nova Constituição, como propugna o jurista Modesto Carvalhosa) não seria a verdadeira prioridade número 1 do Brasil que desejamos para o futuro? Com nosso sistema de voto proporcional jamais teremos um Parlamento que realmente nos represente.

Quanto ao cartel dos bancos, a munição de boca é enorme. Onde estão os bilhões que o Banco Central lhes proporcionou, entre outras coisas, com a expressiva diminuição do empréstimo compulsório para aumentar sua liquidez e para que proporcionassem empréstimos mais rápidos, mais fáceis e mais baratos para quem precisa neste momento de crise? Esse dinheiro até hoje não chegou à ponta. Tente pedir um empréstimo que você vai sentir na própria carne com quantos paus se faz uma canoa. Um empresário amigo meu me disse que se ele tivesse todas as garantias que o banco exigia ele não precisaria do empréstimo. Burocracia infernal, procrastinação e juros altos são o que não falta. Ao invés de democratizar o crédito, o que as nossas aguerridas instituições financeiras fazem é entesourar a grana, venha ela de onde vier (das ricas tetas do governo, dos empresários e de nós, pobres mortais conhecidos como pessoas físicas). Certamente para recomprar ações na baixa e engordar ainda mais o seu lucro indecente. Meu saudoso amigo Joelmir Betting escreveu um best-seller tupiniquim (best-seller no Brasil é vender mais que míseros 5 mil exemplares): “Os Juros indecentes”. Hoje, apesar dos juros continuarem indecentes a despeito da taxa SELIC ser a mais baixa da nossa história, ele provavelmente mudaria o título de sua obra para “Os lucros indecentes”. O lucro líquido dos 4 maiores bancos brasileiros com ações na bolsa – Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Santander, cresceu 18% em 2019, somando pornográficos 81,5 bilhões, 22,5% sobre o valor do seu patrimônio enquanto o mais invejável banco de investimentos de Wall Street, o Goldman Sachs, está se esforçando para ganhar 9%. Este é o resultado do nosso cartelizado sistema financeiro imune à concorrência. Não existe país do mundo onde, nesse setor, a competição seja tão baixa. Aqui eles fazem o que querem, “duela a quem duela”, como diria Fernando Collor.

A coisa é tão surrealista que tem cartel reclamando do cartel. Segundo a Anfavea, as montadoras estão sendo asfixiadas pelos bancos.

E assim vamos nós, entre marajás, corporativismos e carteis, lutando para combater o coronavírus.

Faveco Corrêa, jornalista e publicitário, é sócio da Brandmotion – faveco@brandmotion.com.br

Coronavírus: as medidas que o governo está tomando para impedir a falência de empresas

Os impactos da disseminação do novo coronavírus na economia nacional foi sentido muito antes do vírus chegar ao Brasil. Agora, com a contaminação comunitária no país e as medidas de isolamento social impostas por estados e municípios, os impactos são ainda mais fortes.

Para diminuir o impacto da crise econômica para as empresas e trabalhadores, algumas medidas foram tomadas. Dentre elas está a Medida Provisória nº 936 de 2020, que institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. A medida terá validade enquanto durar o estado de calamidade pública e valerá para a União, estados, municípios, Distrito Federal, órgãos da administração pública direta e indireta, empresas públicas e sociedades de economia mista e suas subsidiárias, e organismos internacionais.

Enquanto valer a MP, os acordos individuais terão preponderância sobre os outros instrumentos legais e negociais. Além disso, empresas poderão:

  • Aderir ao teletrabalho, em modelo de home office, por exemplo;

  • Antecipar férias individuais e conceder férias coletivas, desde que o trabalhador seja avisado com, pelo menos, 48h de antecedência;

  • Aproveitar e antecipar feriados;

  • Decretar regime especial de compensação de horas no futuro, em caso da interrupção da jornada de trabalho;

  • Suspender as exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho.

Além disso, será possível reduzir as jornadas de trabalho com redução salarial em 25%, 50% e 70% pelo período de 90 dias. Quem tiver jornada reduzida, ao seu fim, terá direito à estabilidade pelo período igual ao da redução. Ou seja, se sua jornada de trabalho for reduzida por 3 meses, você não poderá ser demitido nos 3 meses seguintes.

Também será possível suspender contratos de trabalho, seguindo as mesmas regras para a redução de jornada.

Além disso, o governo pagará um valor proporcional do seguro desemprego equivalente à redução salarial ou integral (caso de suspensão de contrato), sem necessidade de restituição posterior, e, caso a pessoa seja demitida depois, ela terá direito ao valor integral do seguro desemprego. Os funcionários também deverão manter todos os benefícios pagos pela empresa.

As empresas cuja receita bruta anual seja até R$ 4,8 milhões não precisarão arcar com nenhum custo, além do benefícios já pagos, enquanto aquelas cuja receita bruta anual supera este valor deverão arcar com 30% dos salários.

Além disso, tais medidas foram tomadas:

  • Foi adiado por 6 meses o pagamento de todos os tributos federais no âmbito do Simples Nacional;

  • Foi adiada para 30 de junho tanto a apresentação do Defis para empresas do Simples Nacional quanto a apresentação da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN – Simei);

  • Foram adiados por 3 meses os depósitos do FGTS;

  • Também foi reduzida a zero a cobrança do IOF, o Imposto sobre Operações Financeiras.

Quem é MEI (microempreendedor individual) também terá direito ao benefício de R$ 600,00 pago pelo governo, desde que atenda aos requisitos para ser considerado baixa renda (renda familiar per capita inferior a meio salário mínimo ou renda total familiar inferior a 3 salários mínimos) e não tenha tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018. Mulheres que são chefes de família receberão o benefício dobrado.

https://www.vlvadvogados.com/

DIÁRIO OFICIAL – EDIÇÕES 80 E 81 DE 13 DE ABRIL DE 2020

Registros

Registros encontrados: 2

  • Edição Nº 81

    13/Abril/2020

    Diário Oficial

    Data: 13/04/2020Hora: 20:31

    Decreto n. 027/2020 do Município de Ilhéus/BA: Dispõe sobre nova prorrogação das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19) adotadas no âmbito do município de Ilhéus e dá outras providências

    Portaria n. 126/2020 do Município de Ilhéus/BA: Designa gestor, fiscal de contratos e fiscal substituto no âmbito da Secretaria de Saúde do município e dá outras providências

    Portaria n. 127/2020 do Município de Ilhéus/BA: Designa gestor, fiscal de contratos e fiscal substituto no âmbito da Secretaria de Saúde do município e dá outras providências

    Portaria n. 128/2020 do Município de Ilhéus/BA: Designa gestor, fiscal de contratos e fiscal substituto no âmbito da Secretaria de Saúde do município e dá outras providências

    Convocação nos autos do Processo Administrativo n. 21484/2019 – Tomada de Preços n. 023/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato do Contrato 073/2020S do Fundo Municipal deSaúde de Ilhéus/BA

    Extrato do Contrato 077/2020S do Fundo Municipal deSaúde de Ilhéus/BA

    Parecer interno do Pregão Eletrônico 008/2020 do Município de Ilhéus/BA

    Tamanho: 2.242MB

    Visualizar arquivo

  • Edição Nº 80

    13/Abril/2020

    Diário Oficial

    Data: 13/04/2020Hora: 08:10

    Portaria SEDUC n. 003/2020:Designa Gestor, Fiscal de Contrato e Fiscal de Contrato Substituto, no âmbito da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer do Município, e dá outras providências

    Portaria SEDUC n. 004/2020:Designa Gestor, Fiscal de Contrato e Fiscal de Contrato Substituto, no âmbito da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer do Município, e dá outras providências

    Aviso de Suspensão nos autos da Concorrência Pública n. 002/2020 – Processo Administrativo n. 20439/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Aviso de Suspensão nos autos da Tomada de Preços n. 022/2019 – Processo Administrativo n. 21464/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Tamanho: 2.144MB

    Visualizar arquivo

Descubra como ter a melhor experiência na compra do seu primeiro imóvel

IMÓVEIS

Descubra como ter a melhor experiência na compra do seu primeiro imóvel

Imagem: Pixabay

 

Comprar uma casa é um enorme compromisso financeiro e pode ser assustador – especialmente se você é um comprador iniciante.Os compradores que desejam adquirir um primeiro imóvel precisam de uma visão geral básica muitas vezes. E isto é especialmente verdade para os compradores iniciantes que não estão familiarizados com o processo de aquisição imobiliária.

Pensando nisso, este post visa dar algumas dicas importantes para quem está procurando o seu primeiro imóvel. Cabe lembrar que algumas das etapas do processo de compra de casa podem variar de estado para estado, dependendo do costume e legislação local.

No entanto, quando você retira toda a parte burocrática – o que pode ou não acontecer com você -, existem apenas cinco etapas básicas para comprar uma casa, de maneira geral. Acompanhe cada uma delas!

  1. Contrate um agente de imóveis para te ajudar

Você não precisa contratar um agente de compras se preferir pesquisar imóveis e procurar on-line uma enorme quantidade de casas disponíveis na internet, mas contratar um agente economizará seu tempo. Aqui está o porquê: um agente imobiliário pode checar anúncios que se ajustem aos seus parâmetros, e você não perderá tempo vendo anúncios curtos e ativos que estão sob contrato de diversos profissionais. Bons agentes mantêm parcerias e acabam tendo condições de ajuda-lo a encontrar a melhor opção para o seu perfil.

  1. Trace o perfil do imóvel desejado e se pode pagar por ele

Como comprador residencial pela primeira vez, o mais importante a ser lembrado é se você pode realmente dar esse passo. É aconselhável montar um orçamento antes de começar a procurar um imóvel.Pense em como vai lidar se sua situação financeira mudar ou as taxas de juros subirem e tome cuidado para não se sobrecarregar. Lembre-se de que suas economias terão que cobrir não apenas o depósito, mas também despesas que já possui e outras como mudança, decoração, mobília, taxas e impostos… Não importa se você está buscando por um apartamento ou por casas à venda em Salvador.Comprar um imóvel pode ser um processo avassalador e emocionalmente desgastante. Encontrar o lar certo nem sempre é uma tarefa fácil. Programe um máximo de duas a quatro casas por vez para visitar, porque mais do que isso fará sua cabeça girar. A maioria dos compradores realiza muitas pesquisas on-line antes mesmo de entrar em um imóvel. Os compradores passam em média de seis a oito semanas tentando descobrir onde querem morar. Depois que o bairro é selecionado, a maioria dos compradores acaba comprando uma casa depois de dois ou três visitas.

  1. Consulte a possibilidade de financiar e obter um empréstimo

Nem sempre é necessário ter um corretor financeiro ou um banco no bolso antes de comprar uma casa, mas é mais inteligente obter a pré-aprovação de um empréstimo com antecedência. Dessa forma, você sabe ao certo o quanto de porcentagem de uma casa você pode arcar, ou a média de valor que seu bolso suportará comprar. Muitos vendedores não analisam uma oferta se não tiverem certeza de que o comprador pode obter um empréstimo ou condições de arcar com a compra do imóvel. Empréstimos populares para compradores iniciantes são empréstimos de risco muitas vezes, especialmente porque o requisito mínimo de entrada é muito menor que um empréstimo convencional. Contudo, é muito possível de ser conquistado se você possui renda estável e bom relacionamento com uma instituição bancária. Para consultar diferentes instituições e verificar diferenças de propostas, você pode solicitar ao seu agente uma indicação de um agende financeiro ou verificar com seu próprio banco/cooperativa de crédito. Compare os tipos de investimento disponíveis para você e analise os dados com calma, mesmo que esteja inicialmente apenas buscando pela compra de um terreno em Salvador para depois construir.

  1. Negocie a oferta com o proprietário: isso é algo primordial

Às vezes, os compradores cometem o erro de comparar o preço de venda de uma casa com outras casas que viram. É um erro comparar preços de venda entre casas à venda. Isso ocorre porque os vendedores podem pedir o preço que quiserem. Isso não significa que a casa será vendida por esse preço. Um agente pode fornecer vendas comparáveis ??e examinar as vendas pendentes, como por exemplo de um apartamento em Salvador. As vendas comparáveis ??são tipos de residências semelhantes nas mesmas condições e locais que foram vendidos nos últimos três meses. As vendas pendentes se tornarão as vendas comparáveis quando a sua casa fechar. Pode ser necessário pagar acima do preço de tabela no mercado de um vendedor, principalmente se muitos compradores disputarem o mesmo estoque. Seu agente pode fornecer uma faixa de preço razoável e ajudar a gerenciar suas expectativas. Um bom agente de compras sabe que sempre há mais em uma oferta do que seu preço, mas o preço é primordial.

  1. Faça a inspeção do imóvel antes de fechar contrato

Vale à pena considerar uma inspeção residencial antes que os compradores façam uma oferta de compra de um imóvel. Em alguns casos uma inspeção residencial é uma contingência contratual. Ou seja, é uma contingência de contrato que significa que o comprador tem o direito a cancelar o contrato. Talvez você não queira comprar uma casa com uma fundação defeituosa, por exemplo.

Geralmente, os vendedores não precisam fazer reparos se forem descobertos problemas durante uma inspeção residencial. No entanto, às vezes, quando um comprador envia uma solicitação de reparo ao vendedor, em vez de fechar o negócio, o vendedor geralmente concorda em reparar a avaria antes de entregar as chaves ao comprador.

Lembre-se sempre que uma boa comunicação é importante quando as coisas dão errado ou há detalhes a serem dirimidos. Quando ocorrem problemas, vale a pena fazer um esforço para manter contato com o vendedor por meio de seu advogado e/ou agente imobiliário. Muitas vezes é possível resgatar a situação mantendo as linhas de comunicação abertas.Se tudo correu conforme o planejado, entre em contato com seu credor ou consultor financeiro para prosseguir com o empréstimo/financiamento bancário.

Gostou destas informações? Aproveite e compartilhe este post em suas redes sociais!

Sindicatos chantageiam empresas para validar suspensão de contratos

Pelegada chega a cobrar R$ 2,5 mil por empresa para “homologar” os acordos

Olha o que o ministro do STF Ricardo Lewandowski fez: aproveitando-se de sua liminar, sindicatos estão chantageando empregadores com a cobrança de “taxa” para homologar acordos de suspensão temporária de contratos de trabalho. A ação criminosa é denunciada por empresas e entidades como a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alashop). A pelegada explora empresas asfixiadas na crise do Covid19. Cobram R$500 por contrato e no mínimo até R$2.500 por empresa. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A picaretagem foi facilitada pela decisão de Lewandowski de condicionar os acordos à chancela dos sindicatos.

Sindicatos cobram tão caro pelo “carimbo” que acabam por inviabilizar os acordos que deveriam servir para proteger empresas e empregados.

“A cobrança é abusiva… e só piora o problema do desemprego”, alerta Nabil Sahyoun, presidente da Associação de Lojistas de Shopping.

Um sindicato de empregados de empresas de eventos é um dos que cobram R$2.500 a título de “taxa de acordo”. Ninguém foi preso. Ainda.

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia