WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Prefeitura de Ilhéus’

GOVERNO MARÃO ABANDONA A IGREJA MATRIZ DE SÃO JORGE DOS ILHÉUS.

Fechada, abandonada, numa situação triste.

Imagem Blog do Thame

Placa do Museu Sacro

 

O QUE É ISSO PELO AMOR DE DEUS? EXPLIQUEM AO POVO DE ILHÉUS!

 

Câmara de Vereadores de Ilhéus

CLIQUE NOS LINKS ABAIXO.

PETIO-_2

PETIO-_2

ILHÉUS E ITABUNA NÃO SE HABILITARAM PARA MAIS LEITOS DE UTI.

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-gm/ms-n-499-de-19-de-marco-de-2021-309556881

AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE E A CÂMARA DE VEREADORES DE ILHÉUS.

Como preconizado pelo Ministério da Saúde, clique aqui, as UBS com Médicos, é a primeira estratégia para enfrentamento do Covid-19.

Então torna-se urgente uma ação ostensiva dos Vereadores de Ilhéus, para uma atitude nesse sentido.

Afinal todos os Vereadores foram eleitos para defender a população.

FISCALIZAR é um dos seus Múnus Público…

INVESTINDO NOS CUIDADOS COM A SAÚDE PÚBLICA

Centro de Iniciação ao Esporte será construído no CSU, na Barra, em Ilhéus ===>>> 29-09-2016

Fotos: Gidelzo Silva

Fotos: Gidelzo Silva

O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, após um ano na gestão do projeto, anunciou o início da obra de construção do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no espaço do Centro Social Urbano (CSU), localizado na Barra, zona norte da cidade. Ribeiro informou que o investimento será realizado por meio de um convênio com o Governo Federal, com recursos da Caixa Econômica, com valor de três milhões, setecentos e noventa e quatro mil reais.

De acordo com o prefeito, essa obra é mais uma articulação do governo municipal para beneficiar a população nas áreas social e esportiva. O centro abrigará um ginásio poliesportivo, vestiários, sala de técnicos e professores, enfermaria, academia e estrutura para atletismo. Ele ressaltou que a instalação desse equipamento tem como objetivo incentivar à iniciação esportiva, em áreas de vulnerabilidade social.

A área total do CIE, no Centro Social Urbano, tem sete mil metros quadrados e área construída de 3.700 metros quadrados. O prefeito Jabes Ribeiro salientou o trabalho para conseguir viabilizar a obra, ao longo de um ano. “Lutamos muito para conseguir essa obra. Saímos do CAUC, que é a lista de municípios com dívidas, e que não podem receber transferência de recursos. A gestão passada deixou a prefeitura no SPC dos municípios. Foi uma luta. Deu muito trabalho. Mas conseguimos. A obra foi licitada e começa na semana que vem” anunciou.

Acessibilidade – O secretário de Esporte e Turismo de Ilhéus, Josenaldo Cerqueira – que acompanhou toda a tramitação do projeto, ao lado de outros secretários, como de de Planejamento, Joaquim Bastos, e de Meio Ambiente e Urbanismo, Antônio Vieira – disse que “o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), é um aparelho esportivo importante para todos, inclusive porque contempla também estrutura para portadores de deficiência física, fato que incentiva o esporte adaptado a este público”. 

csugoogle2

Área do CSU vista pela imagem de satélite.

Secretaria de Comunicação Social – Secom

Ilhéus, 29/09/2016

“Novo Parque Industrial e Logístico será decisivo para o desenvolvimento de Ilhéus”, diz prefeito ===>>> 12/01/2016

O equipamento será às margens da rodovia Ilhéus-Itabuna e gerido através de parceria público-privada

O prefeito Jabes Ribeiro, assinou nesta segunda-feira, 11, decreto que desapropria área de 2,7 milhões de metros quadrados localizada às margens da BR-415, entre o bairro do Salobrinho e o hipermercado Atacadão, onde será implantado o novo Distrito Industrial e Logístico do Município. A iniciativa, de acordo com o gestor, “prepara nosso município e região para o futuro, criando uma estrutura capaz de receber grandes empresas, muitas delas que deverão chegar aqui vinculadas a projetos como o Porto Sul e Ferrovia Oeste-Leste”. O ato contou com a presença do presidente da Sudic, órgão do governo da Bahia, Jairo Vaz.

A localização do novo parque industrial, segundo Ribeiro, demonstra a preocupação da administração ilheense com o desenvolvimento regional. “Não cabem mais discussões municipais, bairristas. Ou desenvolve conjuntamente, ou tende a fracassar”. O Parque Industrial e Logístico nasce com área para suportar mais de 300 empresas, “entre indústrias, prestadoras de serviços, comércio”, destacou o vice-prefeito Carlos Machado (Cacá), um dos precursores da ideia, ainda quando ocupava a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (Sedic). O projeto contou com apoio da Sudic na elaboração dos estudos técnicos de viabilidade.

Segundo Cacá, em sua viagem à cidade de Brusque, em Santa Catarina, no ano passado, foi possível perceber a possibilidade de criação e manutenção exitosas de parques industriais multisetoriais, geridos em parceria entre o município e a iniciativa privada, “que abrigam empresas, indústrias, prestadoras de serviços de diversos ramos econômicos, o que amplia o leque de opções a quem quer aqui investir”.

:: LEIA MAIS »

PARQUE MUNICIPAL NATURAL DA BOA ESPERANÇA ===>>> 13/12/2017

Mata e barragem da Boa Esperança. Agora o pessoal do meio-ambiente tem aonde trabalhar.

Ministério do Meio Ambiente
Secretaria de Biodiversidade e Florestas

Departamento de Áreas Protegidas
Cadastro Nacional de Unidades de Conservação
SEPN 505, Lote 2, Bloco B, Ed. Marie Prendi Cruz, sala 405 CEP 70.730-542. Brasília, DF.
Telefone (61) 2028-2064 Fax (61) 2028-2063 – E-mail:cadastro@mma.gov.br
 
Relatório Parametrizado – Unidade de Conservação
Data: 12/12/2017 23:58
 
Total de Registros encontrados: 1

 


Filtros utilizados:

Nome da UC: PARQUE MUNICIPAL NATURAL DA BOA ESPERANÇA
Esfera administrativa: Municipal
UF: BA
Município: Ilhéus
Órgão gestor: Prefeitura Municipal de Ilhéus – BA
Categoria manejo: Parque
Região: Nordeste


 

Unidade de Conservação: PARQUE MUNICIPAL NATURAL DA BOA ESPERANçA  
Código UNEP-WCMC (World Conservation Monitoring Centre)  
Código UC 1360.29.2321
Nome do Órgão Gestor Prefeitura Municipal de Ilhéus – BA
Esfera Administrativa Municipal
Categoria de Manejo Parque
Categoria IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais) Category II
Bioma declarado Mata Atlântica
Objetivos da UC Considerando o fato da UC ser de proteção integral e só permitir o uso indireto dos recursos naturais, seus objetivos são: Manter a diversidade biológica; Proteger as espécies raras, endêmicas, vulneráveis ou em perigo de extinção; Preservar e restaurar a diversidade do ecossistema natural; Estabelecer o princípio do uso sustentável dos recursos naturais nas intervenções ali realizadas; Proteger a paisagem natural e beleza cênica do Parque; Proteger e recuperar os recursos hídricos e edáficos de sua bacia hidrográfica; Incentivar as atividades de pesquisa cientifica, estudos e monitoramento de natureza ambiental; Favorecer condições para educação ambiental e ecoturismo; Gerar emprego e renda com aproveitamento do potencial natural existente visando a auto-sustentabilidade do Parque; Recuperar áreas degradadas com espécies nativas da Mata Atlântica; Proteger o Sítio Histórico Nacional existente na área; Proteger recursos em áreas de manguezal; Proporcionar atividades de ecoturismo; Proteger a fauna silvestre; Proteger as espécies raras, endêmicas, vulneráveis ou em perigo de extinção.
Informações Complementares O Parque Municipal da Boa Esperança, é uma UC de Proteção Integral localizada em área urbana no Município de Ilhéus, sendo considerado um dos poucos maciços com estrutura de floresta tropical primária dentro de um perímetro urbano em todo o Brasil. Vale ressaltar aqui que o ato legal para correção da categoria da UC para “Parque Natural Municipal da Boa Esperança” está sendo executado, por força do §4º do Art. 11 da Lei 9.985/2000 que diz que as unidades da categoria Parque Nacional, quando criadas pelos municípios, serão denominadas “Parque Natural Municipal”.
Municípios Abrangidos Ilhéus (BA)
Conselho Gestor Sim
Plano de Manejo Sim
Outros Instrumentos de Planejamento e Gestão Sim
Qualidade dos dados georreferenciados Correto (O polígono corresponde ao memorial descritivo do ato legal de criação
Em conformidade com o SNUC Sim
Data da última certificação dos dados pelo Órgão Gestor 01/12/2015
Estados Abrangidos BA
Contato: 
Gestor da Unidade  
Endereço da Unidade Praça Barão do Rio Branco, nº 149
CEP 45655000
Bairro Cidade Nova
UF BA
Cidade Ilhéus
Site da UC  
Telefone da UC  (73) 36348200
E-mail da UC  

:: LEIA MAIS »

Eleições: novos prefeitos encontrarão “cenário desafiador” nas cidades

Municípios podem criar alternativas para criação de emprego e geração

Publicado em 03/11/2020 – 06:00 Por Gilberto Costa – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Os prefeitos que assumirão a administração de suas cidades a partir de 1º de janeiro de 2021 encontrão mais dificuldades que os seus antecessores. A economia brasileira estará em recuperação após a recessão mais aguda da história, provocada pela pandemia de covid-19. No rastro da crise, queda de arrecadação e aumento do desemprego. As despesas não deverão dar trégua, ainda sob ameaça de mais gastos por causa de novas infecções.

 

“Num primeiro momento, eles vão enfrentar um cenário de terra arrasada”, prevê Ricardo Macedo, professor do curso de Ciências Econômicas do Ibmec no Rio de Janeiro. “Quem assumir uma prefeitura, além de ter poucos recursos, tem que descobrir novas fontes de receita.” Em sua opinião, o poder público municipal tem que fiscalizar mais, renegociar dívidas, e recuperar receitas – “pra fazer o caixa fluir”.

Os novos administradores municipais começarão o mandato fazendo conta de menos. Conforme previsto em lei, os municípios, assim como estados e Distrito Federal, deixarão de receber o auxílio emergencial pago pela União após nove meses de pandemia. Até dezembro de 2020, esses entes federativos terão recebido R$ 79,19 bilhões do governo federal.

:: LEIA MAIS »

Novo Hospital da Costa do Cacau, em Ilhéus, está com 60% das obras concluídas. ===>>> 22-07-2016

Fotos: Alfredo Filho

Fotos: Alfredo Filho

Acompanhado do prefeito de Ilhéus em exercício, Carlos Machado (Cacá), entre outras autoridades, o governador da Bahia, Rui Costa, visitou, na manhã desta sexta-feira, dia 22, as obras do Hospital Regional da Costa do Cacau, em construção na BR-415 (Rodovia Ilhéus-Itabuna), no bairro Banco da Vitória. A unidade médica está com 60% dos serviços executados. Quando estiver em funcionamento, o equipamento vai dobrar a disponibilidade de leitos para urgências, emergências e cirurgias na região cacaueira, de acordo com o chefe do Executivo Estadual.

A construção do hospital foi iniciada em novembro de 2015 e está com o cronograma adiantado. O engenheiro responsável pela obra, Orlando Lemos, afirmou que a previsão era entregar a obra em maio de 2017, no entanto, a conclusão dos serviços deve ser antecipada para até o mês de janeiro próximo.

Para o prefeito em exercício, Carlos Machado, a obra representa um compromisso do governador e a resposta a uma demanda apresentada ao Governo do Estado pela Administração Municipal. “Com essa nova unidade médica, de referência, que tem como modelo o premiado Hospital do Subúrbio, em Salvador, vamos ampliar a oferta dos serviços de saúde de qualidade à nossa população. Sem contar que são gerados mais de 400 empregos diretos somente aqui na fase de construção”, enfatizou.

Leitos – Construído numa área de cerca de 70 mil metros quadrados, somente nessa primeira etapa, o Hospital da Costa do Cacau terá capacidade para 179 leitos, a um custo de 80 milhões de reais. Após a segunda e última etapas, a unidade ofertará 233 vagas, divididas entre as especialidades ofertadas. Na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), serão 30; centro cirúrgico com sete salas, além de setores de hemodinâmica e imagenologia.

Regional – Após a vistoria, o governador Rui Costa afirmou à imprensa que o novo Hospital da Costa do Cacau vai atender exclusivamente a pacientes adultos. “Dessa forma, preparamos o caminho para que o Hospital Geral Luiz Viana Filho seja passado à responsabilidade do município e transformado em uma unidade de referência no atendimento materno-infantil, com alas de maternidade e pediatria”, disse.

A transformação do Hospital Luiz Viana Filho em uma unidade materno-infantil é uma proposta defendida pelo prefeito licenciado Jabes Ribeiro. Atualmente, o hospital regional, localizado no bairro da Conquista, como unidade de referência, não tem sido suficiente para atender à demanda de Ilhéus e mais sete municípios. O prefeito tem se preocupado com a carência de atendimento a crianças e gestantes, e tem ampliado a parceria com a Santa Casa de Misericórdia no sentido de garantir o pleno funcionamento da Maternidade Santa Helena.  

Secretaria de Comunicação Social – Secom. – Ilhéus, 22.7.16

Ilhéus é destaque nacional no combate a fraudes no Bolsa Família. ===>>>03-06-2016<<<===

Trabalho de auditoria resultou na exclusão de 6 mil cadastros irregulares e inclusão de cerca de 4 mil novos beneficiários

Na última quarta-feira, 1º de junho, uma reportagem do telejornal Bom Dia Brasil, da Rede Globo, mostrou o resultado de um trabalho que vem sendo realizado em Ilhéus desde o ano de 2013 para inibir fraudes no programa federal Bolsa Família, que visa transferir renda a famílias carentes. A matéria citou como exemplo o levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), em parceria com a Caixa, que identificou mais de 6 mil cadastros irregulares.

Fotos divulgação

Fotos divulgação

De acordo com o atual secretário de Desenvolvimento Social, Kácio Brandão, as auditorias foram realizadas durante a gestão do ex-secretário e vereador Jamil Ocké, por determinação do prefeito Jabes Ribeiro. A fiscalização detectou, dentre os cadastros irregulares, o recebimento do benefício por parte de 1300 servidores municipais, que passaram a integrar o programa durante a gestão municipal anterior.

Esse tipo de fraude foi registrado em grande número no Brasil nos últimos anos. Em todo o País, já foram descobertos 500 mil cadastros irregulares de pessoas que prestaram informações falsas ou que até mesmo já morreram. Um cruzamento de dados junto à Receita Federal, Tribunais de Contas, Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Ministério do Desenvolvimento Social, que é responsável pelo Bolsa Família, mostrou o tamanho do prejuízo: R$ 2,5 bilhões pagos entre 2013 e 2014.

Oportunidade – Em Ilhéus, após a verificação dos cadastros irregulares, seis mil benefícios pagos a pessoas que não se enquadravam nos parâmetros foram cancelados no primeiro semestre de 2015. Com isso, a fila de espera para adesão ao programa andou, passando a beneficiar ilheenses que realmente precisavam da complementação de renda.

:: LEIA MAIS »

Limpeza da Praia da Avenida revitaliza principal cartão postal de Ilhéus ===>>> 06/10/2015

O serviço de remoção de entulho, lixo e mato é executado com o apoio de duas máquinas pesadas e três caminhões. Desde que foi iniciado, o novo visual da praia tem atraído cada vez mais banhistas e praticantes de atividades físicas

anigif

A operação Ilhéus em Ação na praia da Avenida Soares Lopes, com serviços de limpeza, manutenção da rede de drenagem pluvial, melhorias na iluminação e reordenamento de trânsito e de espaços, tem por finalidade revitalizar o principal cartão postal da cidade. Localizada na zona histórica de Ilhéus, durante muitos anos, a praia da Avenida foi a mais freqüentada pela população e visitantes, mas com o recuo do mar e o surgimento de vegetação, o acesso ao local tornou-se um obstáculo aos banhistas e uma questão de segurança.

A limpeza da Praia da Avenida consiste na retirada de lixo e vegetação exótica da área. Até o momento, o trabalho já atinge uma área de cerca de 60 mil metros quadrados, coordenado pela Secretaria de Serviços Urbanos (Secsurb), sob a supervisão técnica da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Sema).

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Antonio Vieira, o trabalho significa a devolução da praia aos ilheenses e turistas, sem que represente risco à natureza. Ele explica que a grama que havia na areia surgiu a partir da década de 1980, após a construção do Porto do Malhado em mar aberto. “A construção do terminal portuário fez com que a água, que antes chegava próximo a Catedral de São Sebastião e em frente ao Edifício Santa Clara, recuasse até ao ponto em que está hoje”, acrescenta.

O recuo do mar fez surgir uma faixa de areia de aproximadamente 300 metros a partir da Avenida Soares Lopes, gerando uma área nobre no centro da cidade. “Mas também possibilitou o nascimento de vegetação, como as gramíneas que, por anos, tomaram a praia”, acrescenta o secretário. Com isso, Vieira explica que essa espécie jamais poderia ser nativa, já que, naquela região, antes existia somente água, o que inviabilizaria a presença de mata de restinga no local.

:: LEIA MAIS »

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia