WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Porto Sul’

FIOL E PORTO SUL, UMA GRANDE INCÓGNITA PARA ILHÉUS. ===>>> 26-10-2016

Nunca ficamos sabendo do posicionamento do Prefeito eleito, Mario Alexandre, desde o tempo de vice-prefeito de Newton Lima, com referência aos empreendimentos Fiol e Porto Sul.

Porém sua mãe, a Deputada Estadual Ângela Sousa é favorável aos mesmos. Inclusive é membro titular da Comissão da Assembleia Legislativa da Bahia, que os acompanha e incentiva. Clique aqui.

Já o vice-prefeito eleito José Nazal é contra o empreendimento, fato notório em toda Ilhéus.

Abaixo algumas fotos, como mera ilustração dos fatos. Pois não podemos avaliar os impactos no futuro de Ilhéus, com tantos interesses antagônicos.

Marão e Nazal, ainda comemorando a vitória nas urnas.

Marão e Nazal, ainda comemorando a vitória nas urnas.

portosulangela

A Deputada Ângela Sousa em plena atividade na Comissão da Assembleia Legislativa da Bahia.

condema-1

Reunião do Condema, à época, onde podemos ver vários componentes contrários ao empreendimento.

porto-sul-1

A Deputada Ângela em mais uma atuação na Comissão.

portosulgusma

Foto de uma das Audiências Públicas do Porto Sul, onde podemos ver o agora vice-prefeito eleito, José Nazal, e o blogueiro Emílio Gusmão. Ambos agora pertencentes a REDE, partido visceralmente contra o empreendimento.

 

OS EMPREENDIMENTOS NUNCA ESTIVERAM PARADOS.

Governo e deputados discutem FIOL e Porto Sul em comissão especial na ALBA

O Governo da Bahia, representado pelo secretário estadual da Casa Civil, Bruno Dauster, participou nesta quarta-feira (13) de uma reunião de trabalho da Comissão Especial da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e do Porto Sul, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). O encontro teve o intuito de prestar esclarecimentos e sanar dúvidas dos deputados acerca do andamento dos projetos.

A Fiol e Porto Sul fizeram parte dos projetos tratados com investidores e o governo chinês durante a viagem do governador Rui Costa ao país, em março deste ano. Bruno Dauster, que integrou a comitiva, apresentou aos parlamentares o atual cenário dos empreendimentos.

“Apesar da crise econômica e fiscal que o Brasil enfrenta hoje, o governo estadual busca alternativas para concretizar projetos estruturantes, como a Fiol e o Porto Sul. Assinamos protocolos de intenção com três grandes companhias chinesas de infraestrutura, que formalizam o interesse desses grupos em investir na Bahia”, disse o secretário da Casa Civil.

Dauster ainda destacou que a proposta de novo traçado da Fiol defendida pelo Governo do Estado, de Caetité a Campinorte, em Goiás, é estratégica para a Bahia. “Chegando a Campinorte, a Fiol se integrará à Ferrovia de Integração Cento Oeste (Fico), passo fundamental para a concretização de uma futura Ferrovia Bioceânica”.

A presidente da comissão, deputada estadual Ivana Bastos, agradeceu a participação do Governo no evento e destacou a importância dos projetos para o País. “A Fiol é uma das maiores obras em curso no Brasil. Saímos desse encontro mais confiantes e capacitados [para] acelerar a discussão sobre [a ferrovia] e o Porto Sul em nossas bases”.

Reunião da Comissão Porto Sul e FIOL, na Assembleia Legislativa da Bahia.

Reunião da Comissão Porto Sul e FIOL, na Assembleia Legislativa da Bahia.

angela-sousa-maria-del-carmen-caca-leao-ministros-paulo-sergio-e-miriam-belchior-presidente-da-bamin-jose-viveiros-e-deputada-ivana-bastos-1024x700

A deputada Ângela Sousa sempre presente e atuante na Comissão. Aqui fiscalizando obras da FIOL, ainda no Governo Jaques Wagner, em Jequié.

Obras da Fiol e Porto Sul recomeçam no final do próximo ano, prevê governo

  “A Bamin já deve começar a fazer algum investimento terrestre. Então já teremos ao longo do ano que vem o início das obras do Porto Sul em terra, a realização de um sonho de mais de 50 anos na Bahia, abrindo um grande corredor de desenvolvimento. Aumentaremos a nossa competitividade agrícola, com a redução do custeio de transporte desses produtos”

Governador Rui Costa participou de palestra para representantes do setor industrial na sede da Federação das Indústrias da Bahia (FIEB)

Da Redação, com informações de Juliana Montanha (redacao@correio24horas.com.br)
24/11/2016 19:19:00Atualizado em 24/11/2016 19:29:15
rtemagicc_economia_fieb_encontro_rui_costa-jpeg

Até o final do próximo ano o governo deve dar continuidade as obras do Porto Sul e da Ferrovia Leste Oeste (Fiol). O anúncio foi feito hoje durante a participação do governado Rui Costa na palestra promovida pela Federação das Indústrias da Bahia (Fieb) que discutiu o desenvolvimento econômico do estado. “A Bamin já deve começar a fazer algum investimento terrestre. Então já teremos ao longo do ano que vem o início das obras do Porto Sul em terra, a realização de um sonho de mais de 50 anos na Bahia, abrindo um grande corredor de desenvolvimento. Aumentaremos a nossa competitividade agrícola, com a redução do custeio de transporte desses produtos”, disse Rui Costa.

Ainda segundo o governador, as obras de logística e infraestrutura vão permitir que o Produto Interno Bruto (PIB) da Bahia seja melhor distribuído. “Poderemos viabilizar o interior da Bahia e o Oeste baiano, para o mundo e isso pode repaginar a Bahia na sua distribuição do PIB, que hoje está 75% na região metropolitana. A um raio de 100 km de Salvador, temos a absurda concentração de 85% do PIB. São números escandalosos de desigualdade e pobreza que precisam ser revertidos”, pontuou.

Também fruto de Parcerias Público Privadas (PPPs), Rui Costa falou de outros investimentos de infraestrutura que estão sendo viabilizados como a nova rodoviária.  Ao todo, o estado já concentra até 2018 um volume de R$ 9,2 bilhões de recursos investidos. “Vamos apresentar em breve o projeto da nova rodoviária, tirando de dentro da cidade todos os ônibus intermunicipais. É mais uma oportunidade de investimento que terá como modelo a parceria com iniciativa privada. Maior estação de transbordo do Norte Nordeste, ônibus urbano, intermunicipal e Metrô com grandes oportunidades de negócio”.

 Quanto ao metrô de Salvador, a previsão é que até maio seja entregue  as linhas até Pituaçu e até 2018 o transporte chegue ao Aeroporto e Águas Claras. “Isso cria confiança no mercado para o que queremos daqui pra frente. É o único projeto de mobilidade do país q tem obras em curso e atualizadas ou adiantadas em relação ao calendário. ”, acrescenta o governador.

Primeiro emprego :: LEIA MAIS »

RÉQUIEM PARA ONGS AMBIENTALISTAS E INDIGENISTAS.

Das 350 mil Ongs aparelhadas nos últimos governos, 80 mil delas, a maioria ambientalistas e indigenistas, fecharam as portas.

Acabaram-se os financiamentos públicos, torneiras fechadas, não tinham como sobreviver.

Um ‘empresário lunático’ desistiu do seu sonho de um Centro de Meditação, já está demitindo empregados, e em breve vai botar preço nas terras. Assim dizem.

O desespero toma conta do gueto do atraso, a lagoa está secando, o jacaré pulando fora, os sapos, rãs e gias também, vão ter que procurar outros charcos para se lambuzarem.

Nos contornos dessa situação, depreende-se facilmente que o Porto Sul e a FIOL, sairão mesmo do papel, para tornarem-se realidade com as PPPs.

Quem passar pela estrada 001, ou pela praia só vai saber que tem um porto, pela passarela suspensa, que vai operar o porto off-shore.

Quem passar pela estrada 001, ou pela praia só vai saber que tem um porto, pela passarela suspensa, que vai operar o porto off-shore.

FIOL E PORTO SUL MAIS PERTO DA REALIDADE!

A convite do Governo Chines, o Presidente Michel Temer, viajará para a China, não mais na condição de interino  e sim Presidente de fato e de direito do Brasil.

Vai assinar diversos acordos que só estavam esperando a crise Política do Impeachment ser resolvida.

Para isso, o Ministro das Relações Exteriores, José Serra, junto com autoridades e empresários brasileiros já se encontram lá.

A FIOL – Ferrovia da Integração  Oeste Leste, o TUP – Terminal de Uso Privativo, que é da Bamin, e o Porto Sul que vai integrar o complexo modal, podem começar a serem construídos e finalizados, por quem tem recursos financeiros e expertise no assunto.

complexo_porto_sul

Chineses se reúnem com Governo e Bamin para viabilizar Porto Sul e Fiol

12/05/2016 17:30

Ilustração Porto Sul.

Ilustração Porto Sul.

“Este é um passo decisivo e absolutamente necessário para o desenvolvimento futuro desses projetos”. Desta maneira o secretário da Casa Civil do Estado da Bahia, Bruno Dauster, avaliou os encontros realizados em mais uma etapa da agenda de negociação que visa a construção e operação do Porto Sul e da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

Representantes do Governo do Estado, da Bahia Mineração (Bamin) e técnicos chineses alinharam, na manhã desta quinta-feira (12), no Hotel Sotero, em Salvador, informações coletadas entre os dias 9 e 12 de maio, durante visita dos estrangeiros à mina da Bamin e aos sítios onde serão construídos os empreendimentos.

A visita é consequência do protocolo de intenções assinado em Pequim, na China, entre a empresa China Railway Engineering Group n.10 (Crec 10) e o Governo da Bahia, no início de março deste ano. A construtora chinesa dará continuidade aos estudos dos projetos para confirmar a participação no negócio.

A expectativa do Governo é que o complexo Porto Sul e a Ferrovia Oeste-Leste promovam o crescimento econômico em toda a região, gerando emprego e renda. Ainda de acordo com Bruno Dauster, o Governo está comprometido em formar parceria com a iniciativa privada para atingir este resultado.

“Este conjunto de obras será o mais importante investimento em infraestrutura de integração econômica feita na Bahia nas últimas décadas. Vai facilitar a chegada de insumos com preços reduzidos e possibilitar o escoamento da produção em condições melhores e mais rápidas”, destaca Dauster.

Áudio:

PORTO SUL, MAIS ADIANTADO DO QUE MUITOS PENSAM.

Dos 3 pontos para serem amarrados, só falta 1.

Que é do Governo do Estado. Depois disso, em um ano e sete meses, o Porto Sul ficará pronto.

Coisa de profissionais.

ilustração porto sul

Ilustração Porto Sul

PORTO SUL E FIOL – ‘OS INEVITÁVEIS’

Fontes fidedignas informam que, com as mudança dos paradigmas do Governo Federal e a inevitável anuência do Governo Estadual, os chino-dólares virão para executar os dois empreendimentos simultaneamente.

As empreiteiras também serão chinesas, com expertise no assunto.

Resta aplaudir e informar que a chororô-card está financiando passagens em 24 vezes para o muro das lamentações.

complexo_porto_sul

Porto Sul e Fiol são discutidos na Valec

O representante do Governo da Bahia em Brasília, Jonas Paulo, e o diretor da Valec, Paulo de Lanna, trocaram informações sobre o Porto Sul, a ser construído pelo governo baiano em Ilhéus, Sul da Bahia, e sobre a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), tocada pela empresa federal no estado. A intenção prioritária é dar celeridade à ferrovia. Por isso, seus projetos executivos foram entregues ao representante do governo baiano e serão apresentados a potenciais investidores. O governador Rui Costa levará esses documentos para China, onde se reunirá com grandes empresas do setor de infraestrutura em busca de acordos para finalização e gestão da ferrovia. Segundo Jonas, o diretor se colocou à disposição para acompanhar o governador na agenda. Rui e comitiva embarcam no início de março.

GOVERNO DA BAHIA FALA OFICIALMENTE SOBRE O PARQUE ESTADUAL DA PONTA DA TULHA.

Amigos, boa tarde, segue áudio com Eracy Lafuente, coordenador executivo de infraestrutura e logística da
Casa Civil do governo da Bahia, falando sobre a criação do Parque Estadual da Ponta da Tulha

agradeço a divulgação

Governo do Estado recebe licença para iniciar obras do Porto Sul

anigif

A Autorização de Supressão de Vegetação (ASV) para a construção do Porto Sul, na região de Ilhéus, foi concedida ao Governo do Estado da Bahia e as obras na região já podem ser iniciadas.

“É um projeto extraordinário, o maior e mais importante da Bahia nos últimos 50 anos. O porto vai permitir a implantação de novos empreendimentos no interior do estado e até mesmo no centro-oeste do país”, destacou o governador Rui Costa.

O documento, liberado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), está vinculado à Licença de Instalação e é último passo para a liberação das obras do empreendimento.

“Faltava o último documento e agora podemos colocar a mão na massa”, acrescentou o governador, que anunciou viagem à China em 2016 para garantir a parceria necessária à realização da obra.

“Esta semana, me reuni com empresários chineses e eles voltaram a confirmar interesse no projeto. Na última semana de fevereiro, devo viajar à China e assinar o contrato para eles entrarem na obra do Porto Sul”, afirmou Rui. 

A partir da ASS, está permitido ao governo estadual iniciar a supressão da vegetação na poligonal do projeto, para que os atos de desapropriação e os programas ambientais sejam executados.

O secretário estadual da Casa Civil, Bruno Dauster, comemorou a notícia sobre a autorização do Ibama. “O Porto Sul está se tornando uma realidade. O projeto está totalmente regularizado, com todas as licenças e autorizações devidas para a sua implantação. Um grande passo para o desenvolvimento da Bahia”.

O investimento total na obra é de R$ 2,7 bilhões, incluindo todas as instalações necessárias para operação com minérios, e granéis agrícolas.

MINÉRIO DE FERRO, O ‘DRAGÃO DA MALDADE’!




contador free
nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia

marmita mensal
setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia