WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Política’

Veja como ficam as datas do Novo Calendário Eleitoral 2020

PARANÁ

02/07/2020 | Concebido por Goioerê

Com a promulgação nesta quinta-feira (02) da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 18/2020, que adia eleições municipais para 15 (1º turno) e 29 de novembro (2º turno), fica estabelecida a prorrogação de diversas datas do calendário eleitoral. Confira as principais:

31 de agosto a 16 de setembro: realização das convenções partidárias para definição de coligações e escolha dos candidatos. As convenções podem ocorrer por meio virtual.

31 de agosto a 26 de setembro: período para o registro de candidaturas. Início do prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e emissoras de rádio e TV para elaboração do plano de mídia.

27 de setembro: Início da Propaganda Eleitoral, inclusive na internet

15 de novembro: 1º turno das eleições

29 de novembro: 2º turno das eleições

15 de dezembro: Último dia para entrega das prestações de contas

18 de dezembro: Prazo final para diplomação dos eleitos

Acesse aqui a PEC nº 18/2020 na íntegra

TERRA ARRASADA, HERANÇA MALDITA OU MASSA FALIDA. ===>>> 14/05/2020

O próximo Prefeito de Ilhéus, seja ele qual for, vai ter que lidar com uma das três situações mostradas.

Ou as três, sendo pessimista.

É a realidade, não adianta promessas de salvadores da Pátria.

Um sepulcro caiado…

 

ELEIÇÕES 2020

“Eu não faço promessas, eu tenho projetos” diz Cacá Colchões

Na noite de ontem, 25, o site Ilhéus Eventos, comandado por Jhonnis Melgaço, transmitiu uma live na plataforma Instagram

com o pré-candidato a prefeito Cacá Colchões.

Durante a live, Cacá reafirmou seu compromisso com a cidade e apresentou projetos, principalmente para o turismo e a geração de empregos, suas principais bandeiras. O pré candidato falou da necessidade de atrair empresas para a nossa cidade e transformar a Avenida Soares Lopes em um verdadeiro complexo de lazer. O progressistas falou, ainda, de projetos que estavam em andamento na gestão anterior e não foram aproveitados pela atual gestão. “O projeto não era pra mim, era para a cidade de Ilhéus, precisamos administrar de maneira integrada, envolvendo todos que queiram colaborar por nossa cidade, independentemente de partidos”, frisou.

Cacá lembrou que “Não existe cidade turística boa para o turista e ruim para o seu povo”. De acordo com o candidato é preciso ter uma visão para futuro e pontuou três vertentes em potencial: a agricultura familiar, a indústria e o turismo. Para o fortalecimento da primeira vertente, é necessário ter um olhar mais atento aos distritos; já para a indústria e turismo ele citou formas de atrair o empresário, como por exemplo a construção do Parque Industrial, em uma fazenda na rodovia Ilhéus-Itabuna, na qual já tinha o decreto de desapropriação em 2016.

Cacá lembrou também da força de estar em um partido com grande representação na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional para colaborar com a gestão. Outro ponto de destaque da Live foi o tema saúde e Covid 19.  Cacá citou a verba de 320 mil reais do deputado federal Cacá Leão para o Hospital São José, fruto de um pedido seu; além de uma parceria com o deputado Eduardo Salles e a Associação de Baiana de Produtores de Algodão (Abapa) que disponibilizou peças de algodão para serem usadas para confecção de máscaras que foram doadas aos mais necessitados.

O comerciante finalizou agradecendo a todos que estão na linha de frente no enfrentamento da pandemia e afirmou que, caso eleito, fará uma grande gestão na saúde. “Eu não preciso ser médico para ser o melhor prefeito na área de saúde de Ilhéus”, ressaltou.

 Anne Bomfim
Assessora de Imprensa
     DRT/BA 7667
   (73)98841 – 3481

COMUNISMO É SÓ VAGABUNDAGEM

NA VISÃO DE UM PREFEITO

Bolsonaro já avisou: se ficar provado, ele lamenta, mas Flávio ‘terá que pagar’

Presidente disse em janeiro de 2019 que se “isso ficar provado, eu lamento como pai, mas ele vai ter que pagar o preço”

Jair Bolsonaro percebeu logo cedo, nesta quinta (18), que fechar a boca era a melhor maneira de enfrentar o desgaste da prisão do vigarista Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, a quem pertence o problema. O próprio presidente deixou claro em 23 de janeiro do ano passado, durante entrevista no Fórum Econômico de Davos. “Se, por acaso, ele (Flávio) errou e isso ficar provado, eu lamento como pai, mas ele vai ter que pagar o preço por essas ações que não podemos aceitar”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A novidade da demissão de Abraham Weintraub do Ministério da Educação acabou ajudando a dividir as manchetes com o caso Queiroz.

Aquela declaração de Bolsonaro à Bloomberg, em Davos, foi citada pelos próprios auxiliares para convencer o presidente a evitar polêmica.

Notícias Relacionadas

Queiroz é acusado de recolher parte dos salários dos assessores do gabinete então deputado Flávio Bolsonaro em esquema de “rachadinha”.

Ninguém parece ter muitas dúvidas de que Queiroz agiu a mando ou sob autorização do chefe deputado, na prática do crime de peculato.

A ACADEMIA FITNESS E O PROCESSO ELEITORAL EM ILHÉUS. ===>>> 27/09/2019

Faltando mais de um ano, vários pre-candidatos começam a se movimentar.

Alguns querendo ganhar folego, outros musculatura.

Outros preferem feijoadas, caldo de mocotó, para acumular gorduras.

Enquanto isso, o rio que passa embaixo da ponte, ainda é um riacho.

Só observando, fica a dica!

Atualização em 16/12/2019:

Tem também os que esperam um ‘suplemento nutricional’, aceitando até ‘bomba’.

 

SEGURA NA MÃO DE DEUS, E VAI… ===>>> 23/05/2020

Se o Governador Rui Costa continuar segurando a mão do Prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, ele afunda devagar.

Se soltar, afunda de vez. Uma questão de tempo.

Gov. Rui Costa e Marão, em alta comemoração.

Jefferson chama ministro de ‘advogado do PCC’ e STF de ‘puxadinho do PT e PSDB’

Além de atacar Alexandre de Moraes, Jefferson defende a dissolução do STF

Além de afirmar que o STF não passa de “puxadinho do PT e do PSDB”, a serviço dos ex-presidentes Lula e FHC, Jefferson acusou o ministro Alexandre de Moraes de “advogado do PCC”, durante entrevista ao programa “Gente”, da Rádio Bandeirantes, nesta manhã. Moraes foi secretário em governo tucano paulista.

Jefferson se referia à organização criminosa que controla presídios em quase todo o País, considerada a maior do continente. “Ele não tem qualidade moral nem qualificação profissional para estar no Supremo”, afirmou o ex-deputado sobre o ministro do STF.

Defesa da dissolução do STF

O político afirmou também que a presença de Moraes no STF “é um aborto”, explicada apenas por suas ligações políticas. O ministro Alexandre de Moraes foi indicado para compor o Supremo pelo então presidente Michel Temer, de cujo governo era ministro da Justiça.

O ex-deputado disse que sofre represália pelas opiniões que tem manifestado sobre o comportamento do STF, que, segundo ele, está empenhado em impedir que Jair Bolsonaro governe. Por essa razão, ele defende a aplicação, pelo presidente, o do artigo 142 da Constituição que, segundo ele, permite a dissolução do STF. “Não seria golpe, seria um contragolpe”, afirmou.

O presidente do PTB estava indignado também com o fato de um ministro Alexandre de Moraes haver determinado busca e apreensão na casa de sua ex-mulher, de quem está separado há 22 anos. Jefferson se casou novamente há 18 anos. “É uma violência pessoal, familiar”, disse ele, revoltado.

Entidades apoiam ministro e dizem que burocracia com bandeira ambiental devasta.

Setor produtivo apoia ações de Ricardo Salles por legislação para desenvolvimento sustentável

“No meio ambiente, a burocracia também devasta”. Com este argumento central, entidades de setores produtivos do campo, da indústria, do comércio, turismo e da construção civil, entre outras, condenaram a agenda burocrática que utiliza a bandeira ambiental como instrumento para o travamento ideológico e irrazoável de atividades econômicas cumpridoras das leis e essenciais ao desenvolvimento do País.

Por meio de nota, as entidades concluem que tal agenda afasta investimentos e subtrai empregos, gerando pobreza em vez de respeito ao meio ambiente. E reafirmam seu compromisso com a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável, condenando os infratores que, além de causarem prejuízos ambientais e à imagem do País, praticam concorrência desleal às empresas regulares e responsáveis.

“As ações do Ministério do Meio Ambiente, na defesa da legislação e dos interesses ambientais com sensibilidade ao desenvolvimento do País de forma sustentável e legítima, contam com o nosso total apoio”, conclui a nota publicada como anúncio nos meios de comunicação.

Notícias Relacionadas

A manifestação de apoio ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ocorre depois de entidades ligadas à proteção ambiental e em defesa da transparência repudiaram a fala do titular da pasta na reunião ministerial de 22 de abril, quando o ministro defendeu “passar a boiada”, alterando regras infralegais, enquanto a imprensa se concentra no noticiário sobre a pandemia de covid-19.

O FORRÓ DA MULA GORDA, SEM FESTAS JUNINAS..

Assim, jocosamente, eram chamados os candidatos a vereadores em Ilhéus, que eram filiados a partidos inexpressivos eleitoralmente.

Candidatos de 20 a 30 votos, mas que engordavam a macabra cesta das coligações proporcionais, onde obtinham mandatos , suplentes e outros estrupícios.

Agora não. Sem coligações proporcionais, as ‘mulas’ vão ser do próprio estábulo, à escolha do chefe da tropa.

Vai ser animado este ‘forró’… 

Mula gorda, arreada para o forró…

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia