WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Petróleo’

Governo lança programa para produção de petróleo e gás em terra

Economia

Publicado em 22/08/2019 – 13:08

Por Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil  Brasília

O Ministério de Minas e Energia lançou hoje (22) o Reate 2020 – Programa de Revitalização da Atividade de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres. Segundo o ministro Bento Albuquerque, a meta é duplicar a produção em dez anos, com o setor de gás crescendo a um ritmo maior que o do petróleo.

“A produção até 2030, no mínimo, dobrará, saindo do patamar de 270 mil barris diários de óleo equivalente para 500 mil barris diários. Fruto da sinergia entre os programas Reate 2020 e o Novo Mercado de Gás, sairemos de um nível de produção de gás natural em terra de 25 milhões de metros cúbicos por dia para mais de 50 milhões”, afirmou o ministro Bento Albuquerque, no lançamento do projeto.

Foto: José Cruz/Agencia Brasil

O Ministro Bento Albuquerque disse que, em setembro, haverá oferta de 263 áreas para exploração de petróleo e gás em terra  – José Cruz/Agência Brasil

A pasta projeta que os investimentos em exploração e produção de petróleo e gás terrestres saiam do atual patamar de R$ 1,6 bilhão anuais para cerca de R$ 4 bilhões por ano, com a perspectiva de criação de aproximadamente 700 mil empregos. “Dessa forma, até 2030, o onshore (terrestre) receberá R$ 40 bilhões em novos investimentos”, acrescentou.

Segundo o ministro, em razão da manifestação de interesse do mercado, serão levadas a leilão de oferta permanente, no dia 10 de setembro, 263 áreas em terra para exploração e produção de petróleo e gás natural, em sete estados do Nordeste – Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe e no norte do Espírito Santo.

Para revitalizar o setor, o Reate 2020 prevê, entre outras ações, o estímulo à criação de empresas nacionais, incluindo as startups (empresas de base tecnológica) e a atração de investimentos estrangeiros.

Edição: Maria Claudia

IMPOSTOS FEDERAIS ARRECADADOS NA ATIVIDADE DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL

APROVEITAMENTO DE UM BARRIL DE PETRÓLEO

ROLANDO NO FACEBOOK – CERTEIRO NA LATA!

Giro Brasil – Alexandre Garcia

Mais uma vez, os brasileiros perderam a oportunidade de levantar bandeiras importantes, como as ferrovias, o transporte fluvial e nova tecnologia de combustível, além do fim do MONOPÓLIO da Petrobras.
Nenhum presidente conseguirá resolver estas questões vitais, sem o apoio da população, sem sua cobrança.

NÃO ADIANTOU O CONCUBINATO – EIKE SE FERROU !

eike_dilma_getty_edit

DEFINIDAS NO EIA-RIMA, AS PLATAFORMAS QUE SERÃO ATENDIDAS POR ILHÉUS.

plataformas

PREVENÇÃO AMBIENTAL NAS PERFURAÇÕES DE PETRÓLEO. (Atualização)

clclogo

Todos sabem que podem haver vazamentos de óleo nas perfurações e ou em desastres ambientais mais complexos.

A Petrobras mantem em perfeito estado de alerta, bases em localidades estratégicas para conter os avanços ou prevenir desastres ambientais.

Em Camamu, Itacaré e Ilhéus,  em 12 localidades ao todo, elas estão funcionando perfeitamente, sob manutenção e treinamento de simulados com equipes locais.

Esse serviço já é prestado, monitorado e aprovado pela Petrobras e Ibama, pela CLC – Agencia  Marítima, empresa genuinamente ilheense.

Atendendo a pedidos segue a relação até agora, das localidades cobertas pela CLC Ag. Maritima e Serviços.

Segue relação das comunidades: Cacha Pregos (Itaparica). Guaibim(Valença). Garapuá (Cairú). Boipeba( Cairú) Cova de Onça (Cairú) Campinhos (Maraú) Barra Grande (Maraú) Itacaré, Ilhéus, Olivença, Pedra De Una, Canavieiras.

 

Equipes, CLC, Ibama, Petrobras em treinamento simulado.

Equipes, CLC, Ibama, Petrobras em treinamento simulado.

 

BREVE – MOVIMENTAÇÕES POSITIVAS E PRODUTIVAS EM ILHÉUS.

portoaeroportoPetrobras

Página extraída do Eia-Rima, em processo final de liberação no IBAMA.

Petrobras conclui plataformas na China.

por Sabrina Valle/Agência Estado

Petrobras conclui plataformas na China

Para não atrasar seu cronograma de produção, a Petrobras vai concluir quase integralmente na China a conversão de duas plataformas e metade de outro equipamento para o pré-sal da Bacia de Santos, contratados em 2012 para serem feitos no Brasil de forma a estimular a retomada da indústria naval. O acordo com o estaleiro chinês Cosco foi fechado em fevereiro. As unidades fazem parte de um pacote de quatro conversões (transformação de casco de navio em plataformas), contratadas por US$ 1,7 bilhão. Quando entrarem em operação, entre 2016 e 2017, as plataformas P-74, P-75, P-76 e P-77 serão responsáveis pelo equivalente a 30% da atual produção da Petrobrás. 

O movimento não é isolado e mostra a limitação da indústria local de acompanhar o ritmo que a Petrobras precisa para aumentar sua produção de petróleo, estagnada há quatro anos em torno de 2 milhões de barris por dia. O governo decidiu, na década passada, usar as encomendas da Petrobrás para resgatar estaleiros obsoletos e justificar a criação de novos.

O objetivo era fortalecer a cadeia de fornecedores, que depois poderia exportar produtos e serviços. Mas, com os prazos vencendo e cronogramas atrasados, a decisão é garantir a produção dentro do prazo, mesmo que os estaleiros nacionais percam empregos e parte dos contratos.

“A mensagem da presidente Graça Foster tem sido clara, doa a quem doer ela quer cumprir cronograma”, disse o advogado Marcelo Pereira, do escritório Gaia Silva Gaede, após debate na Bolsa do Rio sobre conteúdo local no setor de óleo e gás. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro, Alex Santos, diz que a P-75 será integralmente convertida no Cosco, a P-76, 95%, e a P-77, cerca da metade. Do pacote de quatro conversões contratadas há dois anos, apenas a P-74 está no Brasil, no estaleiro Inhaúma.

 

IBAMA PETROBRAS – AUDIÊNCIA PÚBLICA EM ILHÉUS.

digitalizar0011

A Audiência Pública, ocorre durante todo o dia no Hotel Praia do Sol, e conta com toda a assistência dos Órgãos envolvidos, desde recepção até atendimento médico.

DSC04105

DSC04107

DSC04114

ILHÉUS, A PETROBRAS E AS PERFURAÇÕES !

Os problemas e escândalos que envolvem a Petrobrás, não influem na sua prioridade e necessidade de prospectar petróleo e gás, seja no mar ou na terra.

Em vista disso, ela vai ter quer explorar os seus campos, e voltar a produzir seus poços maduros.

O que Ilhéus tem a ver com isso? Explico, na medida do possível:

A Petrobras tem 72 campos entre Camamu e Alcobaça. Estão previstas 26 perfurações inicialmente.

Agora mesmo já estão sendo finalizadas as providencias para 8 perfurações em dois campos. E Ilhéus será a base de apoio para todo o sistema. Porto e aeroporto (clique aqui).

Para se ter uma ideia do que isso representa em termos de empregos, vou mostrar lá abaixo, a Prefeitura vai deixar de ser a maior empregadora da cidade, e os vereadores assistencialistas que vivem de pedir emprego, vão morrer a míngua. E os politiqueiros chinfrins também.

Guardadas as devidas proporções, vejam quantas empresas chegaram a Macaé, e quantos empregos estão disponíveis hoje:

macae

 

 

ESTÁ NO RIMA – ILHÉUS SERÁ A BASE DE APOIO DAS PLATAFORMAS DA PETROBRÁS.

portoaeroportoPetrobras

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia