WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Pesquisas’

Bolsonaro lidera para presidente em todos os cenários, inclusive no segundo turno

Paraná Pesquisa entrevistou eleitores de todo o País sobre potenciais candidatos em 2022

Levantamento nacional iniciado pelo instituto Paraná Pesquisa no dia 29, quando se realizou op segundo turno das eleições municipais, aponta que Jair Bolsonaro seria o mais votado em três cenários possíveis presidente.

O mesmo levantamento indica que o atual presidente da República venceria com folga também qualquer confronto direto, em segundo turno.

No Cenário 1, Bolsonaro soma 33% dos votos, em um dos cenários, seguido de Sérgio Moro com um terço desse desempenho, isto é, 11%.

Na sequência, nesse primeiro cenário, aparecem Ciro Gomes (10%), Fernando Haddad (8,8%), Luciano Huck (7,8%), Guilherme Boulos (5,7%) e João Amoedo (2,8%).

Veja os números para presidente no Cenário 1:

No Cenário 2, o presidente Bolsonaro também lidera as intenções de voto, com 32,9%. Nesta simulação, o ex-presidente Lula seria candidato, mas   segundo lugar, co 17,8%.

Neste cenário, Sérgio Moro cairia para terceiro lugar para presidente, com 11,9%, seguido por Ciro Gomes (7,7%), Guilherme Boulos (4,9%), João Doria (3,8%, Marina Silva (2,9%) e João Amoêdo (2,8%).

Apenas 4,5% dos entrevistados afirmaram não saber ainda em quem votar e 10,6% fariam opção por votar Branco ou Nulo.

Veja os números para presidente no Cenário 2:

Já no Cenário 3, com Bolsonaro na liderança somando 35,8% e sem Lula e Moro na disputa, só assim Ciro Gomes aparece em segundo lugar, com um terço dos votos do presidente: 12,1%

Neste cenário, também aparecem Haddad (11,5%), Huck (9,5%), Doria (4,8%), Amoêdo (3,5%), Mandeta (2,7%) e Flávio Dino (1%).

Neste cenário, são 5,2% os eleitores que ainda não sabem em quem votar e 13,9% optariam, se a eleição fosse hoje, em votar Branco ou Nulo.

Veja os números para presidente no Cenário 3:

Nos cenários para o segundo turno de eleições presidenciais, o presidente Jair Bolsonaro venceria quaisquer dos candidatos considerados para a disputa neste momento.

Segundo o levantamento do Paraná Pesquisa, Bolsonaro venceria eventual segundo turno contra Lula por 47% a 33,4%, assim como derrotaria seu ex-ministro da Justiça Sergio Moro por 44,9% a 34,7%.

A vitória mais acachapante de Bolsonaro, em segundo turno, seria contra João Doria, por 51,1% a 23,8%. Contra Ciro Gomes, a vitória do atual presidente seria de 48,5% a 31%. Eventual segundo turno com Luciano Huck também daria vitória a Bolsonaro: 48,6% a 29,7%.

Veja os números dos cenários possíveis de 2º turno para presidente:

A pesquisa entrevistou 2.036 eleitores em 192  municípios brasileiros entre os dias 29 de novembro, data de realização do segundo turno das eleições municipais de 2020, e 1º de dezembro. O Paraná Pesquisa está registrado no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/20.

O RICO COMÉRCIO DAS PESQUISAS MAMBEMBES

A Justiça devia prender, quem faz e quem manda fazer pesquisas fajutas.

Impugnação de pesquisa sem estatístico responsável vira ‘censura’

Diretor de instituto de pesquisa ouvido pela coluna explicou que foram “erros primários”

Importante diretor de instituto de pesquisa, que pediu para não ser citado, explicou que “erros primários” levaram à impugnação e que “desleixo não é censura”.

Impugnações de pesquisas são quase corriqueiras, durante as campanhas eleitorais no Brasil. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Notícias Relacionadas

Dos pontos citados pelo juiz Marco Antonio Vargas, o mais simples ainda não foi esclarecido: a falta da assinatura de um estatístico responsável.

O juiz manteve a decisão, após pedido de reconsideração do Datafolha, que pode revertê-la no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A impugnação da pesquisa Datafolha foi produto de ação do candidato Celso Russomano (Republicanos), que despenca nas intenções de voto.

OS IGUAIS SE ATRAEM

PESQUISA MAMBEMBE PRA VENDER JORNAL, E BABAR O OVO DE PREFEITINHOS.

O antes conceituado jornal A Tarde, manda avisar a determinados candidatos, que faz uma pesquisa, e marca a data da publicação.

Aparentemente tudo bem.

Especificamente em Ilhéus, num universo de 100 mil eleitores, pesquisa 600 no centro e 100 nos distritos.

Piada né!

Nem o ‘estatístico’ do instituto acreditou.

Faça-me uma garapa…

Pesquisa exclusiva: Saúde é de longe o tema mais importante para eleitores

Saúde aparece bem à frente do segundo interesse dos eleitores entrevistados, “Emprego” com 11,1% das menções

Levantamento exclusivo do Paraná Pesquisa para o site Diário do Poder e esta coluna revela: a Saúde é o tema que eleitores mais gostariam que candidatos a prefeito debatessem na campanha. O tema é citado por 37,8% dos entrevistados. Em seguida está o tema Emprego (11,1%) e a Educação (8%) em terceiro. Segurança (6,3%) e Renda/Economia (5,6%) fecham o “Top 5” dos temas mais importantes para o eleitor. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Em todos os recortes da pesquisa, a Saúde é o tema principal. Não importa idade, escolaridade, sexo, situação econômica ou região.

A manutenção de ruas e calçadas (2,4%) é um assunto mais relevante que a pandemia, segundo esse levantamento Paraná Pesquisa.

NotíciasRelacionadas

Direitos das minorias (1,2%) e área social (1,1%) são os temas menos relevantes, dizem os eleitores. Outros, como aborto, nem foram citados.

O Paraná Pesquisas ouviu 2.008 brasileiros em 232 municípios do país, entre os dias 21 e 24 de setembro.

Pesquisa: mais de 65% é favor de adiar eleições de outubro, em combate à pandemia

Instituto Paraná Pesquisas também aponta que para quase 62% dos brasileiros, prefeito que lida bem com o surto do vírus é favorito para vencer

Levantamento do Paraná Pesquisa revela que a maioria dos brasileiros (65,3%) é favor de adiar as eleições de outubro deste ano para novembro ou dezembro, em razão da pandemia do novo coronavírus no País. Para 28,7% as eleições não devem ser adiadas e 6% não soube responder ou não opinou. O instituto de pesquisa ouviu 2.280 brasileiros em 230 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal.

O Paraná Pesquisas também avaliou a opinião dos eleitores sobre a atuação do governo municipal da sua cidade: para 42,3% prefeitos estão atuando de forma ótima (14,1%) ou boa (28,2%). Já para 28,7%, os chefes dos governos municipais estão agindo de forma ruim (11,6%) ou péssima (17,1%). Para 26,2% a atuação é regular e 2,8% não respondeu ou opinou.

Notícias Relacionadas

Em relação às chances dos atuais prefeitos de serem reeleitos, o instituto Paraná mostra que 61,8% dos brasileiros acreditam que os políticos que estão indo bem na crise do coronavírus são os favoritos para a eleição municipal deste ano. Para 30.6% eles não são favoritos e 7,6% dos entrevistados não respondeu ou opinou.

TODOS FAZENDO PESQUISAS ELEITORAIS INTERNAS.

Isso é comum em época de eleição, todos os pré-candidatos são movidos a pesquisas.

As surpresas aparecem quando nomes que não estão nas estimuladas, aparecem nas espontâneas.

O que é muito bom para o processo eleitoral.

Pesquisa diz que 35,1% dos brasileiros responsabilizam Bolsonaro pelas mortes causadas por covid-19

Os demais “culpados”, dos governadores ao STF ou ao Congresso, somam 50%

Levantamento nacional realizado pelo instituto Paraná Pesquisa indica que 35,1% dos brasileiros consideram o presidente Jair Bolsonaro o maior responsável pelas mortes causadas pelo coronavírus no Brasil. Outros “culpados” também são apontados em percentuais que somam 50% do total

Depois de Bolsonaro, os governadores são o grupo de políticos que 12,7% dos entrevistados mais responsabilizam pela morte de pessoas por covid-19.

Para 9,4%, a culpa pelas mortes é a própria população, que não adota as medidas recomendadas para impedir a contaminação do vírus que pode ser letal.

Notícias Relacionadas

“Todos” são culpados para 6%, enquanto 5,6% responsabilizam o Supremo Tribunal Federal (STF), 4,1% os prefeitos, 4% a China, 3,2% deputados federais e senadores, 2,1% o vírus, 1,7% “todos os políticos” e 1,2% fizeram otros tipos de citação.

O Paraná Pesquisa entrevistou 2.258 brasileiros em todos os estados e no Distrito Federal entre os dias 15 e 19 deste mês.

Bruno Reis lidera disputa pela Prefeitura de Salvador, com 18 pontos de vantagem

Vice-prefeito de Salvador filiado ao DEM pontua de 31% a 35,5% em dois cenários

O vice-prefeito da capital baiana, Bruno Reis (DEM), já desponta como favorito para a sucessão da Prefeitura de Salvador, com mais de 18 pontos percentuais de vantagem para o segundo colocado, o deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante). É o que mostra o levantamento da Paraná Pesquisas divulgado nesta quinta-feira (21), em que o candidato apoiado pelo prefeito ACM Neto (DEM) obtém entre 31% e 35,5% da preferência do eleitor soteropolitano, em dois cenários da pesquisa estimulada, em que são apresentadas listas de pré-candidatos.

A aceitação da gestão do atual prefeito foi evidenciada pelos números da pesquisa sobre a avaliação de sua administração, aprovada por 78,5% e avaliada como ótima e boa por 63,3% dos 820 eleitores pesquisados.

Mesmo sem poder ser reeleito para um terceiro mandato consecutivo, ACM Neto aparece em primeiro colocado, com 17,4% da preferência, na pesquisa espontânea, em que não são oferecidas opções para os eleitores. O segundo colocado é Bruno Reis, com 7,6%, e outros nomes citados pontuam abaixo de um ponto percentual.

Quando foram apresentadas 13 opções de voto para 820 eleitores pesquisados, Bruno Reis aparece com 18,1 pontos percentuais à frente do segundo colocando. Nesse primeiro cenário da estimulada, o vice-prefeito foi o nome preferido por 31% dos eleitores, seguido pelo deputado Sargento Isidório, com 12,9%, e pela deputada federal Lídice da Mata (PSB), com 11%.

Veja o quadro completo do primeiro cenário da disputa na modalidade de pesquisa estimulada:

 

No segundo cenário da pesquisa estimulada, com apenas oito opções de votos, Bruno Reis abre vantagem de 18,8 pontos percentuais, ao pontuar 35,5%. Seu adversário mais próximo, Sargento Isidório, também melhora o desempenho, pontuando 16,7%; seguido de Lídice da Mata, com 12,6%.

Veja os dados deste segundo cenário:

O levantamento da Paraná Pesquisas também mediu o potencial eleitoral de seis pré-candidatos à prefeitura de Salvador, veja os números:

O trabalho de levantamento de dados foi feito através de entrevistas pessoais telefônicas com eleitores com 16 anos ou mais durante os dias 16 a 20 de maio de 2020 sendo auditadas, no mínimo, 15% das entrevistas. A Paraná Pesquisas encontra se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1 ª, 2 ª, 3 ª, 4 ª, 5 ª, 6 ª e 7 ª Região sob o nº 3122/20. De acordo com a Resolução TSE nº 23 600 2019 essa pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº BA 07354/2020.

Tal amostra representativa do município de Salvador atinge um grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 3,5% para os resultados gerais.

PRESTEM ATENÇÃO, OLHEM ELAS AÍ, AS PESQUISAS!

Assim como as ‘baronesas’ inundam a baía do Pontal na época das chuvas, perto das eleições as ‘pesquisas’ tentam inundar o imaginário popular.

Ninguém mais acredita nelas!

As redes sociais fazem esse papel de levar as discussões a um nível real.

Temos um exemplo recente, acho que nem precisa relembrar…

 

Institutos mambembes, pesquisas fajutas…

 

EXISTEM TAMBÉM AS PESQUISAS ESTRANGEIRAS

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
dezembro 2020
D S T Q Q S S
« nov    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia