WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Memória Digital’

NO RASTRO DOS ESTELIONATOS ELEITORAIS.

Ilhéus está prestes a entrar no 3º ano do mais descarado estelionato eleitoral.

Só acabando com a Gestão Plena do SUS, é que pode acabar essa esculhambação.

Tenho dito…

Promessas não cumpridas.

DO SARRAFO PARA A ATUALIDADE!



ATAS DA COMISSÃO DE TRANSIÇÃO DA PREFEITURA DE ILHÉUS. 2016-2017

Reunião da Comissão de Transição

A COMISSÃO DE TRANSIÇÃO ERA INCOMPETENTE OU TREITEIRA?

 

O PREFEITO DE ILHÉUS, DOUTOR MÁRIO ALEXANDRE VAI CONCORRER À REELEIÇÃO?===>>> ’15-10-2018′

Ou vai apoiar outro candidato?

ATUALIZAÇÃO: Nesse final de semana, embalado pelo sucesso de seu governo, ele(Marão)  declarou aos amigos mais ‘chegados’ que será sim candidato a reeleição. Ficando a dúvida em quem será o vice.

Com isso chegam a 11 o numero de pré-pré-candidatos à Prefeito de Ilhéus.

 

Foto ilustrativa copiada das imagens do Google

Empossada comissão de implantação do novo Parque Industrial e Tecnológico de Ilhéus ===>>>’17-02-2016′

O novo equipamento será implantado em uma área de 2,7 milhões de metros quadrados localizada às margens da BR-415. A iniciativa é resultado de um Termo de Cooperação entre o Município e a Sudic

Fotos: Alfredo Filho

Fotos: Alfredo Filho

O prefeito Jabes Ribeiro deu posse, na tarde desta quarta-feira, 17, aos membros da comissão responsável pelo processo de implantação do Parque Logístico e Industrial Multissetorial de Ilhéus, nomeada pela portaria 052/2016. Por meio de decreto, assinado em 5 de janeiro, o gestor declarou de utilidade pública para fins de desapropriação uma  área de 2,7 milhões de metros quadrados, localizada às margens da BR-415 (Rodovia Ilhéus-Itabuna), entre o bairro do Salobrinho e o hipermercado Atacadão, onde será implantado o distrito industrial e logístico.

A comissão é composta pelo secretário municipal de Administração, Ricardo Machado (presidente) ; pelo secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Antônio Vieira, secretário de Indústria e Comércio, Roberto Garcia;  diretor de Desenvolvimento Empresarial da Sudic (Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Governo da Bahia), João Álvaro das Virgens Filho, e  pelo assessor chefe da Assessoria Técnica (Astec) da Sudic, Bruno Martinez Carneiro Ribeiro Neves. Logo após à solenidade de posse, realizada no Centro Administrativo do Município, no bairro da Conquista, a comissão realizou a primeira reunião institucional.

Para o prefeito Jabes Ribeiro, a iniciativa vai preparar o município e a região para o futuro, criando uma estrutura capaz de receber grandes e importantes empresas. “Muitas delas, inclusive, chegarão aqui vinculadas a projetos fundamentais, como o Porto Sul e a própria Ferrovia de Integração Oeste-Leste”, comenta. Na visão dele, o Parque Logístico e Industrial de Ilhéus constituirá uma futura região metropolitana e poderá gerar centenas de empregos.

Como pontos positivos do projeto, o prefeito de Ilhéus ressalta que a nova área fica próxima a equipamentos importantes, como a Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA). “A criação e, principalmente, a consolidação de um parque industrial exige a presença de massa crítica e a formação de mão de obra qualificada. Além disso, é uma área onde praticamente não encontraremos problemas ambientais”, avalia Jabes.

Ainda segundo Ribeiro, a localização do novo parque industrial demonstra a preocupação da administração municipal com o desenvolvimento regional. “Não cabem mais discussões de natureza bairrista. Ou buscamos o desenvolvimento conjunto ou fracassaremos”, enfatiza, salientando que o novo equipamento nasce com espaço para abrigar cerca de 300 empresas. “A partir da implementação desse projeto, o empresário chegará a Ilhéus e, finalmente, terá área disponível para instalar sua empresa”, completa o prefeito.

Secretaria de Comunicação Social  – Secom. – Ilhéus, 17.2.16 

LEMBRAM DO ESCÂNDALO DO MENSALINHO? – ===>>> 04-11-2015

E o mensalinho, hein?

A OPERAÇÃO ‘CITRUS’ PODE MUDAR DE NOME ===>>> 28-09-2018

Depois do ‘baculejo’ feito pelo Ministério Público, com apoio da Polícia Militar, na Câmara de Vereadores de Ilhéus.

Juntando a isto, as apurações feitas a partir de 2009.

É de se supor, pela ampliação dos fatos, que um novo nome deva ser trocado para a operação.

Baculejo

PERTENCIMENTO, CONURBAÇÃO E QUINQUILHARIAS ! ===>>>17-02-2016

guyvalerio (1)

As duas primeiras existem, quinquilharias é o querem fazer com elas.

Cachorro velho quando vê macaco traquino e serelepe se movimentando, é só esperar que aparece o serviço.

No excelente trabalho feito por José Rezende Mendonça, vários raciocínios que estavam em aberto, fecharam.

Pessoas ‘doutas’ em Leis e Decretos, falando pelos cotovelos induziam a um raciocínio precavido.

O caso de Uruçuca foi gritante, políticos ilheenses estiveram envolvidos até o talo. Clique nos links abaixo:

ILHÉUS/ITABUNA – O ABSURDO DA UFSB. (UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA) TUDO POR CONTA DA POLITICAGEM. 

https://www.facebook.com/joserezendemendonca/posts/978165582248543

A REALIDADE DA MEDICINA CUBANA. ====>>>> 13-11-2014

 – Dr Eduardo Adnet – Médico (Publicado pelo Conselho Federal de Medicina)

cubano2

Carimbos receituário.  Amplie

=> http://medico-psiquiatra.com/principal2/A_Realidade_da_Medicina_Cubana.htm

“Na antiga União Soviética (URSS) existia uma figura no serviço público de saúde denominada “Feldsher”, ou Feldscher em alemão, cujo significado literal era “aparador do campo”. Os Feldsher soviéticos eram profissionais da saúde, formados em “saúde básica”, que intermediavam o acesso do povo à medicina oficial, em especial nas áreas remotas, rurais e periferias soviéticas, sendo uma espécie de práticos de saúde, ou paramédicos como são chamados hoje em dia, e exerciam cuidados básicos em clínica, obstetrícia e cirurgia às populações dessas regiões. 
Sua inspiração e nome derivavam dos Feldscher alemães que surgiram no século XV como operadores de saúde (cirurgiões barbeiros) e com o tempo se espalharam ao longo do que foi o império prussiano e territórios eslavos, compondo a linha de frente também nas forças militares, sendo uma espécie de força militar médica nesses exércitos eslavos e saxões. Em vários países foram adotados como profissionais da linha de frente, atuando sempre nos cuidados básicos e em alguns casos chegando a se especializar em alguma prática específica, como optometria, dentista e otorrinolaringologia. Na Rússia começaram a se popularizar a partir do século XVIII.” (4)

“O sistema cubano de ensino médico reproduziu, a partir do encampamento da Revolução Cubana pela URSS em 1961, esse sistema de formação em saúde. Os médicos cubanos, de verdade, ficam lá em Cuba, em sua maioria. O que Cuba “fabrica” aos milhares, todos os anos, com projetos como a ELAM e demais faculdades, em cursos de 4 anos, não são nada além da versão cubana dos “Feldsher” soviéticos. São paramédicos treinados para atuar em linha de guerra, campos remotos e áreas desprovidas em geral. A diferença é que Cuba “chama” esses Feldsher de “médicos”, inflando artificialmente a sua população de médicos. Com essa jogada, Cuba possui um dos maiores índices de médicos por habitante do planeta. E isso permitiu outra coisa ao regime cubano: Usar esses Feldsher como agentes de propaganda de sua revolução e seus interesses não apenas dentro, mas fora cubano1de seu território. Ao longo de décadas o regime cubano vem fazendo uso do empréstimo de mão-de-obra técnica, paramédica, porém “vendida” como médica, para centenas de países a um custo bilionário que fica todo com o regime cubano. Literalmente, como na URSS, os Feldsher são “servos do povo” (no caso, leia-se “povo” como Partido Comunista de Cuba).” 

Recentemente a presidente Dilma lançou um demagógico e absurdo projeto de “resgate da saúde” do povo brasileiro às custas apenas da presença de “médicos” em locais desprovidos do mesmo, aliás, por culpa do próprio governo.

Ao invés de pegar os médicos nacionais, recém-formados ou interessados, e criar uma carreira pública no SUS e solidificar a presença do médico nesses povoados, ela resolveu importar feldsher cubanos a um preço caríssimo, travestidos de médicos, ao que seu marketing chamou de “Mais Médicos”. Diante da recusa inicial, simulou-se uma seleção de nacionais, dificultada ao extremo pelo governo, para depois chamar os feldsher.

O objetivo aqui é claro: O alinhamento ideológico entre os regimes, o uso de “servos do povo” para fazer propaganda do governo, encher o bolso dos amigos cubanos de dinheiro e evitar a criação de uma carreira pública que poderia ser crítica e demandadora de recursos. Como não podiam se assumir como fedlsher, jogaram um jaleco, os chamaram de médicos e os colocaram para atuar como médicos de verdade.

Por isso as cubanadas não param de crescer. Por isso os erros bizarros, os pânicos diante de pacientes sintomáticos. Os cubanos não são médicos, são feldsher – agentes políticos com treinamento prático em saúde – que vieram ao Brasil cumprir uma agenda política e, segundo alguns, eventualmente até mesmo militar.
São paramédicos. Isso explica as “cubanadas”. Se houvesse decência no Ministério do senhor Padilha, ele retiraria o termo “médico” desse programa, e seria mais honesto. Mas honesto não ganha eleição nesse país.”
Reenvie imediatamente esta mensagem para toda a sua lista, o Brasil agradece.

Fabiane Durão
Enviado via iPhone 

O PREFEITO MÁRIO ALEXANDRE E O ‘CONSELHO DOS NOTÁVEIS’! – a pedidos

Seguindo antiga sugestão do falecido Vereador Raimundo de Inema, o Faiô, que em uma das legislaturas sugeriu a formação de um Conselho de Notáveis para aconselhar o Prefeito da época, está propenso a tomar essa iniciativa.

Queixa-se ele, o Prefeito, que seu conselheiro está derrubando seu Governo, segundo o próprio, vinha até direitinho…

Futuro Conselho dos Notáveis.

O QUE ANDAM DIZENDO POR AÍ! ===>>> 24-08-2017

Dizem que uma empresa, dita de Terraplanagem e Aluguel de Equipamentos, não tem uma ‘galeota’.

Somente a plotagem…

Imagem ilustrativa, colhida no Google.

UMA PREGOEIRA DITATORIAL! ===>>> 21-07-2017

Depois que o Observatório Social foi cooptado, temos recebido inúmeras queixas de como as licitações são levadas aos trancos e barrancos na Prefeitura de Ilhéus.

A pregoeira importada de UNA, faz o que quer, pinta e borda, ou o que mandam ela fazer.

A Ex-Prefeita de UNA, está toda empepinada na Justiça por conta disso.

Obs: o Zé Mauro ainda não veio.

AS CORRENTES MARINHAS NA COSTA BRASILEIRA ===>>>01-11-2016

Como podemos observar nos mapas abaixo, e em diversos outros mapas. As correntes marinhas são na direção norte/sul. Segundo a rotação da terra.

Em Ilhéus, especificamente, o desastre causado pela construção do molhe do Porto do Malhado, bloquearam essas correntes, criando um ‘rebojo’ cujos prejuízos acabaram com o São Miguel e o São Domingos.

Nunca mais as águas do mar entraram com força pela baia do Pontal, Sapetinga, mangues, indo até as proximidades do Banco da Vitoria. Onde já se pescou, meros, robalos, caranhas e outros tipos de peixes.

Correntes marítimas

Correntes marítimas

o_brazil_climate_map-wikipedia

Correntes marinhas

ANTIGAMENTE ERA ASSIM!

Com esse vento sul, e a maré cheia, o mar batia na Avenida Soares Lopes.

Antiga Avenida Soares Lopes

COMO O PROGRAMA ESCOLA CAMPEÃ, DO INSTITUTO AYRTON SENNA, SAIU DE ILHÉUS? ===>>26-05-2015

Quem tirou, ou quem permitiu que fosse tirado de Ilhéus, o Programa Escola Campeã, do Instituto Ayrton Senna, não deveria nem tocar no assunto EDUCAÇÃO na cidade.

http://www.rinace.net/arts/vol5num2e/art8_htm.htm 

Ayrton Senna, criador e provedor do vitorioso programa.

Ayrton Senna, criador e provedor do vitorioso programa.



anuncie aqui

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia