WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa

:: ‘Manifesto’

PRODUTORES RURAIS DO EXTREMO-SUL SE MANIFESTAM CONTRA ARBITRARIEDADES DA FUNAI.

Indignados com a inércia dos governos federais e estaduais na solução dos problemas gerados devido a invasão de propriedades rurais no extremo –sul baiano, produtores rurais dos municípios de Porto Seguro, Itamaraju, Prado, Ilhéus, Olivença e Buerarema, bem como, integrantes dos assentamentos da reforma agrária, agricultura familiar e trabalhadores rurais se manifestarão na manhã desta sexta-feira (14) no município de Itamaraju.

O objetivo é chamar atenção para atitudes da FUNAI consideradas arbitrárias, visto que, a ânsia de ampliar ao máximo as reservas indígenas promove a violência na região. Segundo os produtores rurais, pessoas que se declaram índios e detentores das propriedades obtém respaldo de  ONG’s e outros órgãos que  patrocinam, até mesmo financeiramente, a elaboração de laudos fraudulentos, com interesses escusos, violando  o direito de propriedade. As invasões acontecem de forma violenta e já foram registrados sequestros, utilização de armas,  ameaças de morte e destruição de produções agrícolas.

A mobilização que acontece a partir das 9 horas da manhã nas proximidades do posto da polícia rodoviária federal,  defende a suspensão imediata de todos os processos em andamento de demarcação de terras indígenas e anulação das demarcações oriundas de laudos considerados fraudulentos da FUNAI, até que as novas regras sejam postas em vigor pelo Governo Federal ;

Os produtores rurais explicam que o Supremo Tribunal Federal (STF), no caso da Raposa Serra do Sol, estabeleceu as condicionantes, quais sejam: critérios objetivos a serem observados no processo de demarcação, que já estão previstas na Constituição Federal. Eles também defendem a alteração do Decreto nº 1.775/1996, que dispõe sobre o processo administrativo de demarcação de terras indígenas, visando retirar o poder absoluto da FUNAI e dar segurança jurídica para todos seja na realização dos estudos, defesa dos índios, como também no julgamento do processo administrativo.

NOTÍCIAS SOBRE O PROTESTO DOS CACAUICULTORES.

Cacauicultores baianos propõem fechar o comércio em protesto

Os produtores de cacau do Sul da Bahia estão lutando contra as importações de amêndoas e organizaram um manifesto para esta terça-feira, 05, à partir das 9h, no Porto do Malhado em Ilhéus, no momento em que um nova carga oriunda de Gana chegará ao Estado.

Sacos de cacau serão queimados como parte do movimento que pretende parar as atividades do Porto. Os produtores também estão solicitando que todo o comércio dos 93 municípios que integram a região cacaueira, parem suas atividades por duas horas em apoio à cacauicultura baiana.

De acordo com o Presidente do Instituto Pensar Cacau, Águido Muniz, todas as classes estão sendo afetadas com o preço baixo pago no mercado interno. Fonte: Mercado do Cacau 

Sacos de cacau serão queimados em protesto

Lutando contra as importações de cacau e melhoria do preço pago no mercado interno, os cacauicultores baianos organizaram um protesto para esta terça-feira, 05, à partir das 9h, no Porto do Malhado em Ilhéus. O intuito é parar com as atividades do Porto e impedir que uma carga com cinco mil toneladas de amêndoas, oriundas de Gana desembarque no estado.

Os municípios vizinhos que integram a região cacaueira enviarão caravanas para participar garantido força ao movimento. Cidades como Itajuípe, Santa Luiza, Itabuna, Ibicaraí, Camacan, Ibirataia e Ilhéus já confirmaram presença durante o manifesto.

De acordo com o Diretor da Biofábrica de Cacau, Henrique Almeida, a região vive um momento de crescimento e união: “Esse é um momento em que a região demostra maturidade, onde a união de diversas correntes para o bem comum está sendo efetivada”, destacou. Fonte: Mercado do Cacau 

Sacos de cacau serão queimados em protesto

O preço pago ao produtor de cacau no mercado interno está baixo, girando em torno de R$ 58,00 a R$60,00 a arroba no eixo Ilhéus – Itabuna. Valor que, de acordo com os produtores, está abaixo do custo de produção e por isso inviabilizado a permanência da cultura.

Além disto, as indústrias não estão comprando amêndoas no mercado interno, deixando os produtores baianos com a carga estocada. Diante do atual cenário, os cacauicultores farão um manifesto no Porto do Malhado de Ilhéus, nesta terça-feira, 05, à partir das 9h, onde pretendem parar as atividades do Porto, queimando sacos de cacau.

O intuito é mobilizar o governo em favor da cacauicultura baiana. “Esperamos que o governo cumpra com sua missão de mediador entre produtores e indústria, estabelecendo dispositivos para dar equilíbrio à relação entre produção e demanda”, afirmou o Presidente do Instituto Pensar Cacau (IPC), Águido Muniz. Fonte: Mercado do Cacau 

MANIFESTAÇÃO CONTRA A CORRUPÇÃO.

MANIFESTAÇÃO 21 DE ABRIL

MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO – SEÇÃO ILHÉUS.

O MNU – Movimento Negro Unificado, Seção-Ilhéus, vem a público manifestar profunda indignação com o episódio ocorrido no Porto de Ilhéus no dia 23 de março. Os africanos, ganeses, Samuel Ackom Kobena e Kwetku Attah, foram acusados de viajar clandestinamente no navio Celine C, do Reino Unido, que saiu da Costa do Marfim para abastecer indústrias moageiras de cacau. As cenas de maus-tratos e “tortura” sofridas pelos ganeses foram filmadas por um trabalhador do Porto do Malhado.

Tal fato, não pode ser caracterizado como uma simples (ou mais uma) imigração ilegal, há implicações históricas e sociais profundas que permitem entender a complexidade dos deslocamentos de indivíduos e/ou grupos na contemporaneidade. Conjunturas políticas e econômicas tem marcado os processos de imigração, e a globalização, tem exercido um forte papel nesse processo. Ao contrário do que se apregoa no senso comum, os fatores de expulsão dos países pobres é mais forte do que o fator de atração das sociedades pós industriais, esta posição, tem sido bastante elucidada pelos estudos afro-diaspóricos. Viajar clandestinamente em navios com destino ao Brasil tem sido uma constante nas últimas décadas, mas, o maior contingente de africanos tem entrado no Brasil legalmente e por meio de intercâmbios acadêmicos.

O Brasil, que possui a maior população negra fora do continente africano, tem representado para a África Negra um lócus por excelência de interação multicultural e de trocas simbólicas, posição singular entre as nações do atlântico negro. As condições adversas da escravidão não impediram o compartilhamento e conexões de interesses e valores comuns. A África teve um papel fundamental para a nossa formação sócio-histórica.

A juventude negra brasileira tem vivenciado esta situação de maus-tratos e violência cotidianamente, os indicadores apontam um “genocídio” de negros nas favelas e periferias. As visões estereotipadas e racistas sobre os africanos e afro-descendentes são os principais fatores para este quadro de violência.

Tortura não resolve o problema dos embarques clandestinos, a questão é política e, tal postura merece ser apurada por meio de investigações pela polícia federal.

EDSON VIEIRA

Coordenador do MNU – Ilhéus

MANIFESTAÇÃO DAS ESPOSAS DOS POLICIAIS PRESOS. Fotos de Ed Ferreira.

FAMILIARES, AMIGOS E COLEGAS DE ELSON, CLAMAM POR JUSTIÇA.

ESTADUALIZAÇÃO DO HBLEM, JÁ – É A SALVAÇÃO.

Manifestação pró-estadualização.

Estadualização do Hospital de Base toma conta da Conferência Municipal da Saúde em Itabuna.

A discussão acerca da proposta da CTB/Regional Sul da Bahia de estadualização do Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães (HBLEM) ganha corpo durante os debates da Conferência Municipal de Itabuna. Muitos posicionamentos a favor da estadualização em resposta ao sucateamento e ao caos administrativo vivido pelo HBLEM. Apesar do governador Jacques Wagner se posicionar para quem quisesse ouvir no dia 28 de julho – Dia da Cidade, em solenidade na FTC, de que é totalmente favorável a estadualização, os representantes da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) presentes na Conferência não estão fazendo defesa veemente do desejo do governador. Os representantes do prefeito José Nilton Azevedo (DEM) não querem nem ouvir falar da estadualização e exigem a volta do atendimento da média e alta complexidade naquele hospital. Todo mundo sabe o porquê.

“Parece que Jacques Wagner abraçou a proposta da CTB/Regional Sul da Bahia e ele mesmo deve investigar por que seus subordinados não estão fazendo ecoar e nem lutando pela solução defendida por Wagner. Suspeitamos que sejam os defensores dentro da Sesab da idéia nefasta de terceirização do HBLEM”, argumenta Francisco André, coordenador regional da CTB.

Manifestação

Antes de começar as atividades da Conferência Municipal de Saúde hoje, a CTB e sindicatos filiados realizaram manifestação em frente ao Instituto de Cultura Espírita (ICEI), onde se realiza o evento, denunciando as condições precárias da Saúde, os baixos salários e péssimas condições de trabalho para os servidores, além de mais uma vez convocar a população regional para a luta pela estadualização.

UMA TOMADA DE CONSCIÊNCIA, OU UMA REBELIÃO SILENCIOSA, QUEM SABE?

 


É agora!

Repassando…

Um milhão de pessoas na Avenida Paulista pela demissão de toda a classe política

Este e-mail vai circular hoje e será lido por centenas de milhares de pessoas. A guerra contra o mau político, e contra a degradação da nação está começando. Não subestimem o povo que começa a ter conhecimento do que nos têm acontecido, do porquê de chegar ao ponto de ter de cortar na comida dos próprios filhos! Estamos de olhos bem abertos e dispostos a fazer tudo o que for preciso, para mudar o rumo deste abuso.

Todos os ”governantes” do Brasil até aqui, falam em cortes de despesas – mas não dizem quais despesas – mas, querem o aumentos de impostos como se não fôssemos o campeão mundial em impostos.

Nenhum governante fala em:

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, 14º e 15º salários etc.) dos poderes da República;

2. Redução do número de deputados da Câmara Federal, e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países sérios. Acabar com as mordomias na Câmara, Senado e Ministérios, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do povo;

3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego;

4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de reais/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.

:: LEIA MAIS »

GREVE DOS MÉDICOS DOS PLANOS DE SAÚDE.

Greve dos médicos dos Plano de Saúde

Clique em FULL para ver em tela cheia.

MANIFESTAÇÃO DO SAMU.

Apesar de justa, foi fraca, fraquíssima, xôxa, a manifestação dos médicos do SAMU.

Tinha mais sindicalista do que médico.

Alguns até falando bobagens, palavras de ordens e mentiras.

Ainda bem que a Presidente Dilma não é sindicalista, e já está cuidando de colocar um freio na folga dessas ‘centrais’, pois todas elas são muito folgadas, eu disse todas.

Estranha no ninho. Sindicalista discursando.

COESO APRESENTA AO GOVERNO O PLANO DE COMBATE À DENGUE EM ILHÉUS.

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, acompanhado pelo vice Mário Alexandre e membros do secretariado do governo, recebeu na tarde desta terça-feira, 25, um plano voltado ao combate à dengue no município. A iniciativa de formular a estratégia foi do Comitê de Entidades Sociais em Defesa dos Interesses de Ilhéus e Região (Coeso), que apresentou as propostas ao gestor.

A ideia do COESO é envolver diversas áreas do próprio governo – como as secretarias de Saúde, Infraestrutura e Serviços Públicos – e representantes da sociedade civil organizada – em uma série de mutirões com o objetivo de eliminar focos de dengue no município. Órgãos e empresas estaduais, como a Dires e a Embasa, também serão chamadas a participar.

Newton Lima aprovou a iniciativa do COESO e elogiou a preocupação do grupo com a questão da dengue, sobretudo porque Ilhéus é uma das 24 cidades brasileiras listadas pelo Ministério da Saúde como de alto risco de enfrentar uma epidemia da doença. “O COESO está de parabéns por manifestar interesse por esse problema que merece toda a nossa atenção e cuidado”, afirmou o prefeito.

:: LEIA MAIS »

A ESCULHAMBAÇÃO É TOTAL, SALVE-SE QUEM PUDER.

Fonte: Blog do Degas.

domingo, 19 de dezembro de 2010

A praça Castro Alves é do povo…

Mas parece que esta praça, na Urbis, em Ilhéus, não é do povo, não.

Hoje, dia 19 de Dezembro, uma das praças do Hernane Sá, em Ilhéus, está sendo simplesmente apropriada por um cidadão. Não pertence mais à coletividade.

A praça fica no final da avenida principal, em frente ao “Bar do Mineiro”. Ali, como podemos ver nas fotos, o novo “dono” aparentemente já está cercando sua propriedade, para impedir que os demais tenham acesso. A praça agora será apenas dele, e dos que ele permitir que a freqüentem.

Cabem então as perguntas: quem está fazendo isso? Este cidadão teve permissão da prefeitura para tomar posse da praça? Quais suas intenções? Será que presenciaremos mais um flagrante de poluição sonora e desrespeito ao descanso e à paz alheios?

São coisas que eu, sinceramente, não consigo entender. Às vezes parece que a prefeitura de Ilhéus prefere atuar de maneira contrária ao interesse das pessoas da cidade

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia