WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Itabuna’

A força da mulher dentro da Santa Casa de Itabuna

Se tem uma história de luta que não tem fim é a do papel da mulher, a sua força e a sua representatividade dentro da nossa sociedade.

Nossas profissionais do setor de quimioterapia

Há tempos, mais precisamente no século XVII, o sexo feminino era tido como inferior, frágil, se comparado ao sexo masculino. Dizia-se até que a mulher era um ser menos desenvolvido. Cabia-lhe apenas a função de ser mãe, procriadora e dona do lar.

Uma realidade que foi mudando em meados do século XIX com a chegada da revolução industrial, na qual ela passou a ocupar espaço nas fábricas e indústrias trabalhando como operária. Começavam aí as transformações sociais do universo feminino a partir do século XX, até os dias atuais.

O direito ao voto, a inserção na vida política, na arte, na cultura, na educação, na ciência, a posição de destaque dentro das grandes empresas e instituições, antes só comandada pelos homens, ilustram o avanço das mulheres no mercado de trabalho e na sociedade nos últimos tempos.

E por aqui pela Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, essa realidade é latente. Nossa instituição agrega atualmente em seu quadro de colaboradores, cerca de 1337 mulheres, sendo 507 do Manoel Novaes, 759 do Calixto, 3 do Cemitério Campo Santo e mais 68 do administrativo da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna.

De acordo com o provedor Eric Junior, esse quantitativo feminino representa cerca de 74% dos profissionais que ocupadiferentes cargos. “A presença da Mulher em nossa Instituição se apresenta de forma relevante, representando a maior parte do quadro, distribuída em quase todos os níveis hierárquicos, cuidando desde a assistência ao paciente até cargos de Diretoria, buscando superar os desafios do caminho da equidade de gênero, onde mulheres diferentes buscam maneiras diferentes de ocupar os seus espaços e os seus papéis, sem perder a doçura, mas trazendo em sua vida diária, a determinação”, declara.

Espalhadas por todas as unidades que incorporam a Santa Casa, elas mostram a sua força, a sua habilidade, o seu potencial e, acima de tudo, o amor que nutrem pela instituição, através do trabalho humanizado, respaldado em “servir com excelência a experiência do cuidar”.

São tantas as mulheres que representam, de forma extraordinária a nossa instituição, que durante o mês de março vamos mostrar um pouco mais sobre a história de algumas delas que contagiam a Santa Casacom tanto amor, dedicação e profissionalismo.

JÁ JÁ EM ITABUNA E ILHÉUS TEREMOS CENAS COMO ESTA.

O POLVO CACAUEIRO

Luiz Ferreira da Silva

Pesquisador aposentado da CEPLAC

luizferreira1937@gmil.com

O polvo é um molusco marinho que possui oito braços e, como são usados na locomoção, caracteriza-se como octópodes.

Na atual situação de debacle em que se encontra a região do cacau, até se pode fazer uma correspondência com a apreciada guloseima, haja vista tantos problemas que lhe afeta, discriminados em 8 pernas que vem travando a economia do cacau:

  1. CEPLAC fragilizada, não mais atendendo aos produtores como fazia anos atrás;

  2. Produtor endividado, com seu patrimônio hipotecado e, logicamente, sem condições de investir em suas roças;

  3. Vassoura-de-bruxa “varrendo” os cacauais, necessitando de práticas integradas de controle e material genético tolerante;

  4. Falta de lideranças, substituídas por uma “ruma” de associações que pouco se entendem e não possuem um norte fixo pragmático, batendo recordes de reuniões infrutíferas per capta;

  5. Lavouras velhas necessitadas de replantação, constituindo meio de cultura favorável aos “vassoureiros” (roças infestadas com o mal);

  6. Ministério da Agricultura inapto e inepto, preocupado mais em penduricalhos, numa fobia de mudança estrutural, sem saber o que fazer com a CEPLAC;

  7. Políticos baianos de muita conversa e pouca ação, sem compromisso com a região e despreparados no tema, desde o Governo ACM, e finalmente;

  8. A crise brasileira com o déficit das contas públicas beirando os 150 bilhões de reais, numa luta titânica de sobrevivência fiscal, sem muito gás para socorrer a lavoura do cacau baiano.

Dessa forma, através desse fictício polvo vegetal se expressa a realidade da região sul baiana – caótica e de difícil solução – que, a cada ano, se agrava, podendo alcançar um nível “one way” (sem retorno), haja vista que a atual crise é bem mais complexa que as anteriores. Hoje, as ventosas daqueles tentáculos estão mais profundas e com mais força de fixação.

É preciso se contextualizar o processo avançado de degradação da lavoura cacaueira num processo contínuo, seja pelo envelhecimento das plantações, seja pela falta de investimentos tecnológicos. Pelo outro lado, não há nenhuma política pública para reverter o atual cenário, que passa pela solução das dívidas dos produtores.

 As informações (Bahia Rural), fim de 2017, dão conta da queda vertiginosa da produção e redução da produtividade média das plantações. Isso significa não só a perda da hegemonia baiana, pois o Estado do Pará deve assumir a liderança nacional do cacau, mas também a inviabilidade do cultivo, mercê de uma produtividade aquém de 30 arrobas por hectare.

A região ainda não se apercebeu de tal gravidade. Espero que, como se trata de uma região banhada pelo oceano, a figura do polvo com seus olhos abertos, possa lhe servir de alerta. (Maceió, AL, 18-12-2018)

 

Apresentação do Coral e chegada de Papai Noel na radioterapia abrem comemorações Natalina na Santa Casa de Itabuna

Uma programação especial para pacientes, acompanhantes, médicos e colaboradores, assim a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna com o apoio das irmãs religiosas e auxiliadoras realiza mais umNatal na instituição. A chegada do Papai Noel no setor de radioterapia e a apresentação do coral nos pavilhões do Hospital Calixto Midlej Filho abriram as atividades que serão finalizadas na quinta-feira (20) com a entrega dos brindes para 100% dos colaboradores e pacientes .

De acordo com o provedor da SCMI, o médico Eric Júnior todas as ações foram pensadas para promover o bem-estar e valorização, além de levar a paz, solidariedade e alegria, por meio de um atendimento humanizado, que alcança todo o público hospitalar.

Confira a programação

-18/12 às 09h – Natal da unidade de Quimioterapia

10h – Natal da Hemodiálise

17h- Gravação do Vídeo Institucional

19/12 – 8h as 22h – HCMF – hall do auditório / HMN Pavilhão Wlson Maron – Vila de Natal e entrega dos brindes natalinos para 100% dos colaboradores. 

20/12 – 8h ás 22 h – HCMF -Hall do Auditório / HMN Pavilhão Wilson Maron – Vila de Natal e entrega dos brindes natalinos para 100% dos colaboradores no Pavilhão Wilson Maron.

21/12 ás 14h – Natal dos Pacientes do HMN.

CDL DE ITABUNA, FAZ A CAMPANHA NATALINA TAMBÉM EM ILHÉUS

Empresas que tem matriz em Itabuna e filiais em Ilhéus. Ou vice versa.

Distribuem seus cupões para todos os clientes…

Parabéns!

SITUAÇÃO ATUAL DO RIO CACHOEIRA EM ITABUNA

Vídeo enviado por Cacá Colchões.

OBSERVAÇÕES DA POLÍTICA BAIANA.

O Governador Rui Costa, depois da reeleição viajou.

Deixou o João Leão, Governador em exercício, encarregado das articulações para a Presidência da ALBA.

Também deixou outras tarefas para seus assessores mais próximos, um estudo para a reformulação da estrutura administrativa que pretende implementar no novo mandato. E também quais Prefeituras interessam ao Governo nas eleições de 2020.

Ilhéus e Itabuna, estão fora desse radar. Infelizmente.

 

CACÁ COLCHÕES RECEBE O APOIO DO PROVEDOR DA SANTA CASA DE ITABUNA, ERIC ETTINGER

Eric Ettinger, Roberto Minas Aço, Cacá Colchões e Cacá Leão em Itabuna

Na tarde desta sexta-feira, 5, o médico e provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Eric Ettinger, reafirmou o seu apoio ao candidato a deputado Estadual Cacá Colchões, com o número 11456. Eric também apóia o candidato a deputado Federal Cacá Leão, número 1115. 

Eric explicou que já conhecia Cacá Colchões antes mesmo de ser candidato a deputado estadual e que sua índole, trabalho e comprometimento com a coisa pública sempre chamaram a atenção. “Nós apresentamos pleitos a ele, na área da saúde, como melhorias dos hospitais filantrópicos e ele assinou essa carta de compromisso”.

Cacá Colchões declarou que, em parceria com o deputado Federal Cacá Leão, irá buscar recursos federais para apoiar a Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, Hospital São José, e de Itabuna, Hospital Calixto Midlej Filho, instituições estas fundamentais para Ilhéus, Itabuna e Região.

Cacá afirmou que também manterá constante diálogo com os respectivos provedores da Santa Casa de Ilhéus e Itabuna, Eric Ettinger Jr e Eusinio Lavigne, com parcerias fundamentais para o atendimento de Alta complexidade. “Vou buscar e lutar incansavelmente pela saúde da nossa região, buscando sempre melhorias, para que tenhamos serviços dignos que atendam à necessidade da população”, finalizou Cacá.

CONVITE: Meeting Político de Intenções Santa Casa de Itabuna

A Provedoria da Santa Casa de Itabuna recebe amanhã os candidatos aos cargos de Deputado Estadual, Deputado Federal e Senador deste 2018, conforme convite. Na ocasião, será entregue aos mesmos uma Carta de Intenções da instituição visando o apoio necessário para melhorias no setor filantrópico pelos próximos anos.
Contamos com a presença de todos para a cobertura do ato.
Data: 25.09
Horário: 19h
Local: Auditório do HCMF
Atendimento à imprensa:

Manuela Berbert

Coordenadora de Comunicação da Santa Casa de Itabuna
Contato (73) 99196-5043

Correria pela Bahia vai passar por Ilhéus e Itabuna na quinta (6)

Na quarta semana do “Correria pela Bahia”, o candidato à reeleição pelo PT, Rui Costa, vai percorrer dois municípios do Litoral Sul. A caminhada começa na quinta-feira (6), quando a comitiva da Coligação “Mais Trabalho por Toda a Bahia”, formada também pelos candidatos a vice-governador, João Leão (PP), e a senador, Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD), visita às 9h, a cidade de Ilhéus e às 15h, Itabuna. Na primeira cidade, a concentração será na Catedral de São Sebastião e em Itabuna, no Jardim do O.

Rui falando para o povo.

O QUE EU DESEJO PRA ITABUNA É MAIS SAÚDE

Eric Junior

Por Eric Júnior *

Reeleito Provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, maior instituição do interior do Norte e Nordeste do país, posso escrever, hoje, que exerço a minha função não somente por amor à medicina, mas por uma saúde melhor para a minha cidade. Para isto, claro, os desafios foram e são muitos, mas menores que a minha vontade e a vontade de quem está fazendo tudo acontecer junto comigo, principalmente no projeto Santa Casa Nos Bairros, um mutirão de saúde, mensal, realizado em comunidades carentes do nosso município.

Médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, assistentes sociais e profissionais dos mais diversos setores administrativos doam seu tempo e a sua dedicação, todos os meses, em uma manhã de sábado. Todos voluntários, vale lembrar. Chegamos ao volume de mais de 400 atendimentos médicos (com especialidades como cardiologia, pediatria, ginecologia, geriatria etc) por mutirão, e mais de mil pessoas, aproximadamente, circulando na Feira de Saúde e tendo acesso a testes de glicemia, aferição de pressão e orientações das mais diversas especialidades. São números expressivos que fazem a diferença e modificam o dia a dia na saúde da população carente de Itabuna, e modificando o dia a dia de todos os envolvidos, nos tornando mais próximos e engajados na certeza de estarmos fazendo a nossa parte por um mundo melhor.

O mutirão, que nasceu da necessidade de aproximar a instituição da população, além de atuar de forma preventiva na saúde, segue mantendo a sua proposta inicial, colaborativa e integradora. Aproveito o aniversário de Itabuna para agradecer a todos que embarcaram neste desafio junto comigo, e desejar à nossa cidade mais saúde. A Santa Casa é nossa, e o projeto Santa Casa nos Bairros é de vocês!

*Eric Junior é médico e provedor da Santa Casa de Itabuna.

Cacá Colchões propõe mudanças no sistema de ingresso  para UESC e UFSB

 

Cacá Colchões

O pré-candidato a deputado estadual, Cacá Colchões, definiu algumas de suas propostas como representante da região na Assembleia Legislativa. A modificação na forma de ingresso nas universidades públicas do sistema vestibular para o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem, fez com que a concorrência aumentasse e, com isso, estudantes de diversas partes do Brasil concorram às vagas ofertadas por nossas universidades.

Somente como exemplo, no curso de medicina da UESC, no último ano, ingressaram 40 alunos, sendo que apenas três são oriundos da região. “Os alunos se formam numa universidade de excelência, mas ao receber o diploma voltam para sua região de origem” – destacou Cacá. Vale salientar que a maior parte das universidades federais e estaduais do país já usam o Enem como único processo seletivo.

Nesse sentido, o pré-candidato pretende propor à UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz – e a UFSB – Universidade Federal do Sul da Bahia – a implantação do Sistema de Cotas Regionais, em que o aluno receberá bônus de “20%” sobre a nota do ENEM. Dessa forma, candidatos que cursaram o ensino médio em escolas com distância de até 150 km do Campus da UESC e UFSB, possuirão uma “vantagem” em relação aos demais.   “Esta é uma forma das universidades regionais atuarem decisivamente na formação dos nossos jovens e consequentemente da nossa região”, acrescentou o candidato, lembrando que esse sistema proposto “já é uma realidade em muitas universidades do país”.

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia