WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Itabuna’

PQF UM PROGRAMA DE SUCESSO EMPRESARIAL.

Bamin lança programa para qualificar fornecedores

Com o Programa de Qualificação de Fornecedores (PQF), a empresa pretende capacitar 60 empresas nas regiões de Ilhéus e Caetité, fortalecendo as economias locais

Foto: Tironny

“A presença de um empreendimento como o da BAMIN tende a produzir um efeito virtuoso no mercado regional, com a movimentação de negócios nas mais diversas áreas”. A declaração é do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, Eduardo Fontes, feita durante o lançamento do Programa de Qualificação de Fornecedores (PQF), nesta quinta-feira, 2, na cidade de Ilhéus, sul da Bahia. A implementação do programa é uma iniciativa da Bahia Mineração e o agente executor será o Instituto Euvaldo Lodi, entidade integrada ao Sistema Fieb (Federação das Indústrias do Estado da Bahia). O PQF da BAMIN é atualmente o mais expressivo em número de participantes na Bahia.

Antes de Ilhéus, onde será construído o Terminal de Embarque Privativo da BAMIN, o PQF foi apresentado em Caetité, no sudoeste baiano, local da jazida de minério de ferro da empresa. Nas duas regiões, o programa irá qualificar um total de 60 pequenos e médios empresários, em áreas tão diversas como transporte e comunicação visual, incluindo ainda alimentação, hotelaria, limpeza, entre outras.

Segundo o gerente geral de RH, Administração, Saúde e Segurança da BAMIN, Mauro Barbosa, o PQF demonstra o compromisso da empresa com as regiões nas quais exerce influência direta ou indireta. Barbosa salientou que o programa “tem a possibilidade de mudar efetivamente o perfil das empresas participantes”. Já o gerente de Suprimentos e Contratações da BAMIN, Mauro Ribeiro, enfatizou a interdependência existente entre a empresa e seus fornecedores, além de ter destacado a excelência do IEL na gestão do PQF.

O objetivo é fazer com que os empresários locais se habilitem a fornecer seus produtos e serviços não somente para a BAMIN, mas a toda e qualquer empresa do mesmo porte, preparando-se para atuar em um novo ambiente de negócios. O treinamento pode ser concluído em um ano e meio e inclui, por exemplo, parâmetros relacionados à qualidade, gestão empresarial, estratégia, finanças, marketing, respeito ao meio ambiente, segurança e responsabilidade social empresarial.

O PROGRESSO ESTÁ CHEGANDO PARA A REGIÃO.

As populações de Ilhéus, Itabuna e toda região, estão ansiosas, esperando para os próximos dias, a aprovação pelo IBAMA, da licença ambiental para inicio da construção do Porto Sul e da Ferrovia Oeste/Leste.

Várias empresas grandes já começam a se movimentar procurando acomodações para seus escritórios em Ilhéus.

Vejam o escritório da Valec na Avenida Soares Lopes.

QUE VERGONHA PARA A CENTENÁRIA ITABUNA.

A Câmara de Vereadores parece um puteiro de beira de estrada.

Candidato que era esculachado por ex-prefeito, agora rasteja a seus pés em troca de apoio e míseros votos.

A secretária do Prefeito, mata marido e faz strip-tease no Gabinete. (as fotos circulam na Internet)

As ratazanas de esgoto, roem e corroem as verbas da Saúde.

Acorda também, itabunense.

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE ITABUNA – PLENÁRIA.

É SÓ EM ITABUNA?

Saúde na UTI.

Em Itabuna, o tumor, o cancro das mazelas na saúde publica, já foi lancetado.

Em Ilhéus, o Conselho Municipal de Saúde, vai fazer o Chamamento Público, para rever a situação de Prestadores de Serviços do SUS, que fingem atender, e que estão sem contrato desde 2007.

Tá correndo frouxo!

COMEÇOU A AVALIAÇÃO AMBIENTAL ESTRATÉGICA.

Painel de abertura.

Na fala de abertura da Consulta Pública da Avaliação, conforme painel, o Secretário Estadual de Meio Ambiente, Eugênio Spengler, foi enfático quando falou em EQUILÍBRIO.

Parecia que mandava um recado para quem só sabe fazer ecoterrorismo.

Para quem só enxerga minério de ferro, urânio, meninos nascendo sem cérebro, galinhas com 3 pernas, peixes morrendo, e não apresentam nada de compensações ambientais, ou se apresentam,  é lá pro ‘mundinho’ deles.

A EMPRESA MARQUISE É DENUNCIADA AO TCM.

A Região

Advogada denuncia Marquise e prefeitura

Nesta quarta (4), a advogada Flávia Falcão Gordilho, do escritório Falcão e Gordilho Advogadas, denunciou a Prefeitura de Itabuna ao Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM).

A razão é o contrato realizado com a Construtora Marquise, de R$ 1.509.919,38 mensais, “o que apresenta flagrantes ilegalidades no Edital, inclusive superfaturamento,” explica Flávia.

O escritório já havia denunciado as irregularidades do Edital ao Ministério Público que, em 30 de novembro, instaurou o inquérito civil que originou o processo 646.0.194650/2009.

:: LEIA MAIS »

O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER ENXERGAR, OU FURAR OS OLHOS DOS OUTROS.

Este pessoal que ataca a construção do Complexo Intermodal, parece que são meios loucos, estão fumando maconha mofada ou comendo cocô escondido.

Eles pensam que ninguém está vendo o interesse despertado pela região, aos olhos dos grandes empreendedores.

Atacadão, Makro e o Maxxi, estariam vindo pra cá se não houvesse perspectiva de demanda?

E a Alcan e a Votorantim? Estariam dispostas a jogar dinheiro fora, se não houvesse retorno nos seus investimentos?

Não, atacam a Bamin, somente a Bamin, como se estivessem desviando a atenção, ou jogando ‘uma poeira’  nos olhos da opinião pública.

Senhores e senhoras, a jogada de comprar áreas desvalorizadas e improdutivas, a preço vil, e vender a preço de ouro para milionários fazerem seus playgrounds natureba, já era.

O MPF, tão zeloso em suas proposições, deveria anexar ao seu relatório, um pedido ao SPU e a Marinha Brasileira, para que fosse feita uma varredura completa no litoral norte de Ilhéus, do São Domingos até Itacaré, para verificar as excrescências que existem, impedindo o acesso as praias.

PRECISAMOS E DEVEMOS VOLTAR A DISCUTIR ESTE TEMA.

Clique – Região Metropolitana Ilhéus/Itabuna.

ÓTIMA OPORTUNIDADE PARA PEQUENOS E MÉDIOS COMERCIANTES.



Com a inauguração do Atacadão-Carrefour, a expansão da Intercomercial e a futura entrada em operação do Makro.

Os  mercadinhos de bairros e mercearias, vão ter uma ótima oportunidade de suprirem os estoques de seus comércios, com produtos de qualidade e preços competitivos.

Acabando assim com o jugo de uma rede, que pensa em dominar a cidade de Ilhéus.

APESAR DE VOCÊ.

Apesar de vocês, o progresso e o desenvolvimento vão chegar a Ilhéus, Itabuna e toda Região Cacaueira.

Apesar da Rede Globo, Natura, dos especuladores do Litoral Norte, das aves de mau agouro, dos apatetados e oportunistas.

Apesar dos políticos do calibre de ACM Neto, Cesar Borges e Paulo Souto, vassalos da exploração da Região em beneficio da capital do Estado.

Falaê  Chico !


O POVO QUER O PORTO SUL, SIM.

85,9% APOIAM PORTO SUL EM ILHÉUS, DIZ PESQUISA

15/jun/2010 . 12:14 |  Autor: Seu Pimenta

Ilhéus receberá investimentos bilionários.

Uma pesquisa da Sócio-Estatística à qual o Pimentateve acesso aponta que 85,9% dos ilheenses apoiam a implantação do Complexo Intermodal Porto Sul e 13,2% se posicionam contra o projeto. O complexo prevê investimentos de até R$ 4 bilhões e dotará o município sul-baiano de novos porto e aeroporto e uma ferrovia na zona norte.

Apenas 1% não sabem ou não responderam à pergunta sobre o complexo intermodal. Os dados contrariam afirmação de que a cidade estaria “dividida” em relação ao complexo intermodal. O levantamento da Sócio-Estatística foi feito entre os dias 1º e 4 de maio e 963 pessoas foram ouvidas, contratado pelo município. A margem de erro é de 3%.

A pesquisa também aferiu o que, no entendimento do ilheense, o Complexo Porto Sul trará de positivo. 63,5% citaram “mais empregos” e 15,6% mais desenvolvimento para a cidade e para o sul da Bahia. 20,1% não responderam e 0,3% acreditam que favorece o turismo, percentual idêntico aos que acreditam em atração de mais recursos para a cidade.

A pesquisa ainda quis saber os aspectos negativos do Complexo Porto Sul. 28,7% citaram desmatamento, 4,9% a poluição e 55,4% não souberam responder.

PORTO SUL

A principal oposição ao projeto parte de um grupo de ambientalistas estrangeiros, além de investidores que possuem projetos hoteleiros na zona norte de Ilhéus, onde serão construídos porto, aeroporto e ferrovia, além de retroárea para escoar produção da Bahia Mineração. A empresa tenta obter licença ambiental para construir terminal portuário privado na zona norte, ao custo estimado de R$ 800 milhões.

A maior parte dos investimentos no complexo intermodal é da União, que prevê cerca de R$ 6 bilhões para construir ferrovia de 1,5 mil quilômetros, ligando o Centro-Oeste ao Nordeste do Brasil, aeroporto internacional e porto público.

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia