Archive for the ‘História’ Category

Parrésia Teólogos da corte e o Partido dos Trabalhadores.

Parrésiawikipedia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Na retórica, parrésia é descrita como franqueza, confiança ou ousadia para falar em público.

A palavra grega (????????) é frequentemente usada para descrever certos diálogos atribuídos a Jesus Cristo no Novo Testamento.[1]

Não deve ser confundida com “parúsia“, que se refere à segunda vinda de Jesus Cristo sobre a Terra.

 

ACENDEU A LUZ VERMELHA! DIVERSOS EMPRESÁRIOS BRASILEIROS JÁ FORAM ATACADOS PELA ‘SÍNDROME DE PARAVENTI’.

domingo, junho 22, 2014

Marcelo Odebrech e Celestino Paraventi

Transcrevo do site Mídia Sem Máscara (link permanente aqui no blog na coluna à direita abaixo) um excelente artigo de Alexandre Borges, Diretor do Instituto Liberal, intitulado: “Um café e a conta: como um milionário boêmio patrocinou Prestes e o comunismo no Brasil“.

Borges ironiza. Sugere o tema de seu artigo como pauta para a revista Piauí. Faz sentido, porque realmente essa publicação é de propriedade do herdeiro de um dos maiores bancos do país e devotada à causa comunista. E, neste caso, deve-se acrescentar que outros mega-ricaços brasileiros, como Marcelo Odebrecht, diretor e herdeiro da empreiteira Odebrecht, vivem de beijos e abraços com Lula, Dilma e seus sequazes. A Odebrecht foi a construtora daquele porto em Cuba que a Dilma inaugurou recentemente. Depois disso o governo do PT passou a pressionar a indústria farmacêutica brasileira para se transferir para Cuba. Marcelo Odebrecht, segundo noticiário da imprensa, ajudou a costurar uns contatos.

Os parentes do ricaço Celestino Paraventi, cuja história é o tema do artigo de Alexandre Borges, chegaram a cogitar a internação desse mecenas do diabólico festim comunista. Nessa era do PT bem que a história é capaz de se repetir, haja vista que muitos empresários brasileiros, a exemplo de Marcelo Odebrecht, padecem da “síndrome de Paraventi”. Leiam:

cparaventiLendo a ultra-esquerdista e cada vez mais governista Piauí, revista criada e dirigida pelo herdeiro de um dos maiores bancos do país e irmão do cineasta que fez uma hagiografia de Che Guevara, lembrei de Celestino Paraventi (foto), uma figura que muitos brasileiros deveriam conhecer.

Paraventi foi um milionário de origem italiana que herdou do pai a primeira torrefação de café do estado de São Paulo. Cantor lírico, boêmio, era amigo pessoal de Luís Carlos Prestes e Olga Benário, que chegaram a ser levados por seu motorista num Lincoln do ano até a casa de campo dele, na margem da Represa Guarapiranga, para curtirem uma lua-de-mel. História mais comunista, impossível.

Pelas contas bancárias das empresas de Celestino Paraventi no exterior o governo Stálin mandava dinheiro para os comunistas brasileiros sem deixar rastros, já que a movimentação financeira era tão alta que não despertava suspeitas do governo. Paraventi bancava não só muitos comunistas brasileiros como suas famílias e até suas publicações.

Além dos recursos do Komintern, Paraventi usava as empresas da família para despejar ainda mais dinheiro nas contas dos comunistas. Muitas publicações de esquerda eram bancadas por ele, que direcionava a publicidade do Café Paraventi para elas, como “O Homem do Povo”, de Oswald de Andrade. Diziam que não havia um único jornal de esquerda sem anúncios do Café Paraventi.

O dinheiro soviético vinha para Prestes e seus revolucionários para que pudessem dar um golpe comunista no Brasil, o que foi tentado em 1935, como vocês sabem. Paraventi tinha uma admiração quase religiosa por Prestes, a ponto de tentar vender o patrimônio da família para entregar a ele em nome da revolução comunista, o que fez com que seus parentes tentassem interná-lo num hospício. Quando suas ligações com Prestes foram descobertas pelo governo Vargas, chegou a ser preso.

Paraventi lembra também a trajetória de Eduardo Matarazzo Suplicy, bisneto no homem mais rico da história do Brasil, o Conde Matarazzo, que teve sua fortuna avaliada em 10% do PIB brasileiro em um determinado momento. Eduardo casou com Marta Teresa Smith de Vasconcellos, bisneta do Barão de Vasconcellos, outra herdeira brasileira cuja família tinha até um castelo na região serrana no Rio. Os irmãos Ana Lucia de Mattos Barretto Villela e Alfredo Egydio Arruda Villela Filho, da família que é a maior acionista individual do grupo que controla o Banco Itaú, são os criadores daquele instituto Alana, que detesta o “consumismo” e quer decidir que tipo de propaganda seus filhos podem assistir.

Conhecer essas figuras é fundamental para acabar com o mito de que ricos são necessariamente “capitalistas” e “de direita”, quando muitos deles, especialmente os herdeiros que não construíram o patrimônio da família, estão entre os maiores financiadores da esquerda desde Karl Marx, que passou a vida sendo bancado pelo herdeiro alemão Friedrich Engels.

Um dia deveríamos criar o Prêmio Celestino Paraventi para o herdeiro colaboracionista do ano. Quem sabe a Piauí não se interessa pela pauta? Do site Mídia Sem Máscara

O QUE FOI FEITO COM ‘O MEMORIAL DA CULTURA NEGRA’?

19março

O discurso institucional sobre cultura negra em Ilhéus-BA e suas relações com o turismo: a memória do estado e a cultura …

 

HISTÓRIAS DE UM EX-PLANETA CHAMADO CACAU.

cacau1

Para o evento de inauguração do Edifício da CEPLAC em Brasília, foram enviados, se não me engano, 20 sacos de cacau classificados ‘Superior’, para que o pessoal de lá conhecessem as amêndoas de onde saiam o saboroso chocolate. 

Passada a inauguração, o cacau foi abandonado nos fundos de um depósito, afinal estávamos no Brasil.

Depois de alguns anos, isso mesmo alguns anos, alguém descobriu esse cacau no depósito, e providenciou a volta para a Sede Regional da CEPLAC.

Pasmem senhores, o cacau estava perfeito, sem mofo, classificação superior.silos

O clima brasiliense de baixíssima umidade favoreceu a conservação do produto, mesmo em condições de estocagem inadequadas.

Então surgiu a ideia de construírem silos em Jequié para armazenar cacau, pois o clima é perfeitamente compatível com o de Brasília. Formando assim um ‘buffer stock’,  que poderia dar uma força aos cacauicultores e exportadores na negociação do produto.

Nem sei o motivo, só sei que a ideia ficou só na ideia…..

FOTO ANTIGA DE ILHÉUS, E O COMEÇO DO FAMOSO ‘ESPIGÃO’ !

ilheusvelha

QUEM TEM SAUDADES DA ‘ORDEM’ E DO ‘PROGRESSO’?

BOSTAS

QUEM É VIVA, SEMPRE APARECE – LAMBANÇAS DA CAMPANHA ELEITORAL 2012.

Sempre disse aqui no Blog: Não brinquem com verba federal. A Policia Federal parece que está parada, mas não está.

Entrou de cabeça no caso, investigando e cobrando. Vai ter gente presa….

Publicado em 9 de nov de 2012

Secretario de Saúde Ronaldo Lavigne, em Ilhéus – BA, usou dinheiro da saúde para abastecer os veículos que foram usados na campanha política do irmão Roland Lavigne, que concorreu cargo a Vereador e foi eleito. Enquanto o dinheiro da saúde, que foi gasto na campanha do irmão em 2012, os postos da saúde em Ilhéus, está abandonados, sem medicamentos e sem médicos, muitos estão FECHADOS. Isto é uma VERGONHA . Onde esta a Justiça?

 

O QUE OS TERRORISTAS/COMUNISTAS DE 64 FIZERAM

Se não fosse o 31 de Março de 1964, poderíamos ter sido um Camboja: 2,3 milhões de mortos PELOS COMUNISTAS; ou a antiga URSS: 20 milhões de mortos PELOS COMUNISTAS; ou CHINA: cerca de 65 milhões de mortos PELOS COMUNISTAS; ou Coréia do Norte: lá é tão fechado q ñ se sabe quantos morreram PELOS COMUNISTAS; ou CUBA: 80 mil de mortos PELOS COMUNISTAS.

 Aí abaixo são alguns que tombaram nas mão dos NOSSOS COMUNISTAS:

— 28 Mar 65 — (PR) — CARLOS ARGEMIRO CAMARGO, Sargento do Exército. Morto em combate contra um grupo de guerrilheiros comandados por JEFERSON CARDIN DE ALENCAR OSÓRIO;
— 25 Jun 66 — (PE) — EDSON REGIS DE CARVALHO, Jornalista. Morto em decorrência de atentado à bomba, no Aeroporto de Recife, contra o Gen Costa e Silva;
— 25 Jun 66 — (PE) — NELSON GOMES FERNANDES, Almirante. Morto nesse mesmo atentado;
— 15 Dez 67 — (SP) — OSIRIS MOTTA MARCONDES, bancário. Morto quando tentava impedir assalto de terroristas ao Sanco Mercantil, do qual era gerente;
— 10 Jan 68 — (AM) — AGOSTINHO FERREIRA LIMA, tripulante da Marinha Mercante. Morto ao tentar reagir ao subjugamento da lancha “Antônio Alberto”, no Rio Negro;
— 21 Jun 68 — (RJ) — NELSON DE BARROS, Sargento da PM. Morto após ser atingido por pedaços de madeira, atirados do alto de um edifício, quando da realização de uma passeata;
— 26 Jun 68 — (SP) — MARIO KOZEL FILHO, Soldado do Exército. Morto quando de sentinela ao QG do II Exército, por terroristas da ala MARIGHELLA, quando da explosão de um carro carregado de dinamite, atirado contra aquele quartel; Read the rest of this entry »

VEJAM POR ONDE ESCOAVAM AS ÁGUAS DE CHUVAS DA CIDADE NOVA, SOARES LOPES E ADJACÊNCIAS.

Na época, muitos que hoje reclamam, durante o aterro da praia para a construção do Moinho, batiam palmas e gritavam.

‘SALVE ILHÉUS!’

fundo0

JOVENS ESSA É A VERDADEIRA HISTÓRIA DO BRASIL QUE QUEREM ESCONDER DE VOCÊ

Dê a sua opinião:

QUANTOS FORAM OS OCUPANTES DA SECRETARIA DE SAÚDE DE ILHÉUS NOS GOVERNOS DE VALDERICO REIS E NEWTON LIMA?

Resultados

Loading ... Loading ...


contador de visitas


nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
Agenda
fevereiro 2016
D S T Q Q S S
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829