WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Estádio’

A PREFEITURA É A COVEIRA DO FUTEBOL DE ILHÉUS.

O ESTADO DO ESTÁDIO, COMO ESTÁ?

O areal já está pronto.

Faltando apenas o Governador Rui Costa enviar as traves, conforme pedido no Pacote de Pedidos, para que possa ser realizada a final do Copão do Malhado.

Vale salientar que, vereadores e pré-candidatos, patrocinam alguns times.

Estádio Municipal Mário Pessoa.

 

 

Cade investigará suposta formação de cartel em obras da Copa de 2014

Publicado em 17/07/2019 – 19:59

Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil  Brasília

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) informou hoje (17) que abriu processo para investigar um suposto cartel em obras de construção e reforma de instalações esportivas destinadas à Copa do Mundo de Futebol de 2014. O Cade também abriu processo administrativo para apurar suposto cartel em licitações realizadas pela Petrobras para contratação de serviços de engenharia e construção civil de Edificações de Grande Porte com Características Especiais.

Os dois casos tiveram início com a celebração de acordos de leniência e fazem parte de investigações conduzidas pelo Cade, desde 2014, no âmbito da Operação Lava Jato. De acordo com o Cade, a investigação relacionada às obra da Copa do Mundo teve início com acordo de leniência firmado com a construtora Andrade Gutierrez, que também incluiu executivos e ex-executivos da empreiteira.

A empresa informou, no acordo, que oito procedimentos licitatórios envolvendo obras em estádios de futebol podem ter sido objeto da prática anticompetitiva. As investigações se concentram nas obras do Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília; das arenas Amazônia, em Manaus, e Pernambuco, em Recife; dos estádios Maracanã, no Rio de Janeiro, e Mineirão, em Belo Horizonte; e das arenas Castelão, em Fortaleza, das Dunas, em Natal, e Fonte Nova, em Salvador.

“Até o momento, há indícios de que os contatos entre concorrentes teriam se iniciado com a definição do Brasil como sede do Mundial pela Fifa, em outubro de 2007, tendo se intensificado no segundo semestre de 2008. O cartel teria atuado, pelo menos, até meados de 2011, quando foram assinados os contratos referentes às obras públicas dos estádios de futebol para a Copa do Mundo”, informou o Cade.

O Cade também investiga licitações complementares aos certames principais, que podem ter sido afetadas pelos acordos ilícitos. As empresas investigadas por suposta participação no cartel em licitações de estádios da Copa de 2014 são: Andrade Gutierrez, Carioca Engenharia, Camargo Corrêa, OAS, Queiroz Galvão, Delta, Grupo Odebrecht e Via Engenharia. A investigação inclui ainda 36 pessoas físicas relacionadas a essas empresas.

Petrobras

Já a investigação para apurar a existência de um cartel em obras de edificações especiais da Petrobras teve início após a assinatura de acordo de leniência com a Carioca Engenharia e pessoas físicas relacionadas à empresa.

Segundo o Cade, os contatos ilícitos entre as concorrentes teriam começado em 2006 e continuado até 2008. Pelo menos três grandes obras da Petrobras teriam sido afetadas pelo cartel: a construção do Centro de Pesquisas Leopoldo Américo Miguez de Mello (Novo Cenpes), do Centro Integrado de Processamento de Dados da Tecnologia da Informação (CIPD), ambos localizados no Rio de Janeiro, e da Sede da Petrobras em Vitória, no Espírito Santo.

A investigação recai sobre as empresas Carioca Engenharia; Construbase; Construcap; Camargo Corrêa; Andrade Gutierrez; Odebrecht; OAS; Queiroz Galvão; Hochtief do Brasil; Mendes Júnior; Racional; Schahin Engenharia e WTorre, além de 23 pessoas físicas ligadas às companhias.

“A Superintendência também identificou evidências de que as empresas envolvidas trocavam informações sensíveis durante reuniões bilaterais e, ocasionalmente, multilaterais. Além disso, teria havido distribuição das obras entre os supostos participantes do cartel, bem como a organização de uma estrutura para apresentação de propostas de cobertura e supressão de propostas nos procedimentos licitatórios”, disse o Cade.

Outro lado

Em nota, a Carioca Engenharia disse que não vai comentar a abertura de investigação pelo Cade.

A Andrade Gutierrez disse, por meio de nota, que apoia toda iniciativa de combate à corrupção e que os processos abertos agora são fruto da colaboração da empresa. “A companhia assumiu esse compromisso público em um manifesto veiculado nos principais jornais do país e segue colaborando com as investigações em curso dentro dos acordos de leniência firmados com o Ministério Público Federal (MPF), com a Controladoria-Geral da União (CGU), com a Advocacia-Geral da União (AGU) e com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), disse a empresa

A Odebrecht também disse que os processos abertos pelo Cade integram a colaboração da empresa com a Justiça e os órgãos de fiscalização e controle no Brasil. “Para esses temas em questão, a empresa já firmou com o Cade termos de cessação de conduta. A Odebrecht já usa as mais recomendadas normas de conformidade em seus processos internos, inclusive relativos à defesa da concorrência, e segue comprometida com uma atuação ética, íntegra e transparente.”

Procurada, a Construcap afirmou que a investigação mostrará que a empresa não cometeu nenhuma irregularidade. “A Construcap informa que tem convicção de que as apurações a serem realizadas pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), no âmbito do processo instaurado sobre as obras realizadas para a Petrobras, mostrarão que a Construcap não cometeu, nem compactou com nenhuma irregularidade.”

Em nota, a Construtora Camargo Corrêa destaca que foi a primeira grande empresa a firmar acordo de leniência com o Cade no âmbito da Lava Jato. A Camargo Corrêa reafirmou o “compromisso de colaboração permanente com as autoridades” e esclareceu que “não participou de contratos de construção de obras da Copa do Mundo de 2014.”

A reportagem da Agência Brasil tentou contato com as demais empresas, mas ainda não obteve retorno.

Edição: Nádia Franco

EM ITABUNA, PARCERIA VIABILIZA REALIZAÇÃO DO CAMPEONATO INTERBAIRROS

O lançamento do Campeonato Interbairros, uma das maiores competições esportivas do país e que esse ano terá a participação de 60 equipes, com a mobilização de mais de 1,2 mil atletas, revelando novos valores para o esporte amador e promovendo negócios, além da integração das  torcidas dos diversos bairros, foi realizado na Usemi, na quarta-feira(19), numa solenidade que contou com a participação do presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Daniel Leão e do secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães. O evento teve ainda a participação de representantes do 15º Batalhão da Polícia Militar, que vão cuidar da segurança dos jogos, bem como lideranças comunitárias e desportistas itabunenses.

Para Daniel Leão o lançamento do Interbairros é resultado de uma grande parceria entre a Prefeitura de Itabuna e o governo do Estado, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.  Os jogos começam dia 27 de julho, durante os festejos do 109º aniversário de emancipação politica e administrativa de Itabuna, com a realização da partida  de abertura no Estádio Luiz Viana Filho.

O dirigente da FICC  elogiou ao governador Rui Costa, que vem realizando obras e obras e ações importantes em Itabuna e na região, contribuindo inclusive com a conclusão do teatro Municipal Candinha Dórea e indicando um itabunense, Deividson Magalhães para a secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.  Anunciou ainda, que a taça em disputa levará este ano o nome do governador Rui Costa, como reconhecimento do seu trabalho.

O  secretário Davidson  Magalhães sinalizou para a parceria  com a FICC, destacando que deverá liberar inicialmente  através de convênio, no valor de R$ 70 mil para a realização do Campeonato Interbairros, que conhece desde quando ocupou a secretaria municipal de Indústria, Comércio e Turismo, considerada uma das maiores competições esportivas  do Estado. Anunciou ainda, que no próximo ano poderá ampliar esta parceria com a inclusão de uma competição dedicada ao futebol feminino, uma modalidade desportiva que vem ganhando uma dimensão global, o que se complementa este ano com a realização de uma Copa do Mundo, na França.

Ele também anunciou  investimentos do governo do Estado de R$ 1,8 milhão  na Vila Olímpica de Itabuna, com recuperação de duas quadras, piscina, ginásio de esportes e construção de duas quadras de areia e a realização de estudos através de técnicas da Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), e da do Corpo de Bombeiros para investimentos no Estádio Luiz Viana Filho, que deverá sediar os jogos de duas equipes itabunenses, o Itabuna e o Grapiúna, os quais devem  disputar a 2ª Divisão do Campeonato Baiano no próximo ano.

O DIA A DIA DE UMA CIDADE

O ilheense, atônito, é bombardeado diariamente com um foguetório de releases fantasiosos.

Enquanto ações do dia a dia são esquecidas ou camufladas.

Quando será a ‘inauguração’ do gramado do Estádio Mário Pessoa?

Concessão do Maracanã passa hoje para o Clube do Flamengo

 

A permissão vai vigorar pelo prazo de 180 dias

Publicado em 19/04/2019 – 10:43

Por Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

A Concessionária Maracanã encerrou ontem (18) à tarde a gestão do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, que passa hoje (19) para o Clube do Flamengo, compartilhada com o Fluminense. A permissão de uso temporária do estádio do Maracanã aos dois clubes foi assinada pelo governo do estado no último dia 12.

A permissão vai vigorar pelo prazo de 180 dias, que poderá ser prorrogado por igual período. Nesse intervalo, o governo fluminense pretende elaborar edital para a concessão definitiva do estádio. As mudanças na administração do Maracanã começaram em 18 de março, quando o governo anunciou que cancelaria a concessão ao Consórcio Maracanã S/A.

O governador do Rio, Wilson Witzel acredita que a mudança de comando vai aumentar a renda dos clubes nos dias de jogos no estádio. Por ocasião da assinatura da permissão de uso temporária do estádio, o governador afirmou que “o mandante fica com a bilheteria e mais a arrecadação da alimentação e das bebidas. Isso é bom para todos os clubes. Todos os que estiverem ali jogando estarão sendo beneficiados”.

O primeiro jogo sob a administração do Flamengo e Fluminense ocorrerá no próximo domingo (21), às 16h, entre Flamengo e Vasco. Esse será o segundo jogo da final do Campeonato Carioca.

Recorde de público

De acordo com a concessionária, nos últimos seis anos de concessão, o Maracanã registrou recorde de público da ordem de 9 milhões de pessoas, tendo realizado um total de 257 partidas. O estádio foi palco de eventos esportivos mundiais, como a abertura e o encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e das finais da Copa do Mundo de 2014 e da Copa das Confederações, em 2013. O complexo foi devolvido ontem ao governo do estado.

Durante a gestão do Consórcio Maracanã, o estádio recebeu 261 eventos musicais internacionais, com público de quase 500 mil pessoas. A concessionária informou que o Tour Maracanã, que permite aos visitantes conhecer os bastidores do templo do futebol e chegar bem próximo do famoso gramado do estádio, opera normalmente, apesar da troca de comando.

Informações podem ser obtidas na página. O Tour Maracanã foi reaberto em junho de 2017. A visita guiada tem duração de 40 minutos, em média, e pode ser feita com guias bilíngues ou individualmente. Segundo a antiga gestora do espaço, o Tour é uma das atrações mais procuradas pelos turistas que passam pelo Rio de Janeiro e também por cariocas.

Edição: Valéria Aguiar

ESTÁDIO, SHOPPING CENTER, AFINAL O QUE VAI ACONTECER?

Particularmente sou favorável à ideia. Restam dúvidas e esclarecimentos.

O Prefeito Mário Alexandre, em recente programa radiofônico, levantou hipóteses de um futuro Shopping Center e que inclusive já estava em tratativas com as lojas Le biscuit.

Devido a recentes fatos, fotos abaixo, queremos saber se o Shopping Center vai ser no abandonado Estádio Mário Pessoa?

 

 

BOLÃO DO TORNEIO COMÉDIA NO ESTADIO MÁRIO PESSOA

Quem vai vencer o clássico?

Melancias X Quiabos?

PERGUNTAS QUE A POPULAÇÃO GOSTARIA DE FAZER.

Mas não tem a quem faze-las.

Já trocaram o gramado do Estádio Mário Pessoa?

Por que a Seleção de Ilhéus, que já foi campeã, não está disputando o Torneio Intermunicipal? Clique aqui, e saiba um pouco da trajetória da Seleção campeã.

Seleção campeã

 

Estádio Mário Pessoa

E O NOVO GRAMADO DO ESTÁDIO MÁRIO PESSOA, HEIN?

Foi alardeado que assim que o Colo-Colo terminasse a sua participação na disputa do acesso à 1ª Divisão, no dia seguinte começaria a reforma do gramado do dito estádio.

Lá se vão 3 meses e neca de pitibiribas. E olha que essa é uma obra importante e prioritária para Ilhéus.

Só não vale dizer que São Pedro está ‘sabotando’ o transplante…

Estádio Mário Pessoa

REFLETOR DO ESTÁDIO MÁRIO PESSOA AMEAÇA CAIR.

Foto enviada pelo WhatsApp

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia