WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Espaço do Leitor’

ESPAÇO DO LEITOR VIA WHATSAPP!

Sarrafo coloca no seu blog , as placas de concreto danificadas da Ladeira do Alto do Amparo estão sendo refeitas .com pó de brita, ao invés de brita 1 ou 2 , nunca em minha ouvi falar que na engenharia se utilizam pó de brita para fezer placas de concreto para pavimentação de vias para transito de veiculos. Será que recebendo valor da brita e entregando pó de brita? Perguntar não ofende !

Veja na foto a confirmação do que estou afirmando, coloquei também uma aostra no saco plástico.

CLIENTE INDIGNADO, RECLAMA DO BANCO DO BRASIL- ILHÉUS.

BANCO DO BRASIL – agencia Centro

Preocupante entrar na sala de atendimento da agência centro do Banco do Brasil – ilheus aos sábados, domingos e feriados.

A sala sempre suja e às vezes com fezes humana e de animal, vazamento e pingueira molhando e escorrendo pelo salão, cachorro “estacionado” no meio e latindo quando passam perto, pedinte embriagada, falando alto e criticando quem passa e não dá esmola, além de pedintes que entra/sai e outros que cedo se localizam nas portas de entrada.

É uma vergonha para um Banco que sempre foi modelo de organização e de cuidado com os seus clientes.

Como cliente há mais de 30 anos vamos torcendo para que seja corrigido pela gerência.

Thiago Martins a nova peça da política Ilheense.

Thiago Martins

Sem papas na língua e falando sobre assuntos de maneira explícita Thiago Martins vem tirando o sono do governo Mario Alexandre, o ativista de 31 anos, hoje pré-candidato a prefeito está andando por toda a cidade, registrando vários casos de abandono e descaso por parte do governo atual e de alguns governos passados.

Thiago é natural do Rio de Janeiro, mas morador da zona sul de ilhéus, Thiago estudou as contas da cidade, segundo ele desde o inicio do ano estuda as deficiências da cidade, mapeou problemas financeiros, conhece muito sobre a gestão publica.

É de Direita, luta contra a corrupção, é contra o mau uso do dinheiro publico, ele denunciou salários absurdos, inclusive deixou bem claro que acha um absurdo o gasto de 700 mil reais com assessoria do atual prefeito.

Luta para trazer emprego, segundo ele, gerar emprego é a única forma de tirar essa população do Egito, Thiago tem estudado sobre benefícios fiscais e Polos industriais, “O maior projeto que Ilhéus precisa é gerar emprego” – diz ele.

A população da cidade tem o recebido de portas abertas, muitos estão depositando suas esperanças nele, convidando ele para visitar suas comunidades e buscar soluções para seus problemas.

O PT e seus bandidos de estimação. – Luiz Uaquim

Luiz Henrique Uaquim – Foto: Google

Em todo país o pt se consolidou como um governo trapalhão, um gerador de lambanças com a coisa pública.
Usando a mentira como sua marca nacional, certamente registrada, tem levado o nosso estado ao caos sócio-econômico, só para se ter uma ideia; o nosso Estado tem uma das piores rendas per captas da federação, mal distribuída face a miséria que ocupa quase todo Estado. O seu IDH é um dos piores do mundo.
Ligados como o Polo petroquímico de Camaçari (o maior da América Latina), expansão da cacauicultura, incremento da indústria automobilística (Ford), ampliação das atividades turísticas, criação das universidades (UESC e outras), agonizam em face de uma crise sem precedentes , implantada pelo despreparo técnico, pela incompetência administrativa e pela pilhagem ensandecida do patrimônio público.
Aprender a votar é o que o povo precisa.
Estas são nossas convicções
Luiz Uaquim

“ As prefeituras devem trabalhar para todos, e não, só para os inscritos no espaço político do poder” – Luiz Uaquim

Luiz Henrique Uaquim – Foto: Google

A folha de pagamento dos servidores municipais não é o montante que irá tirar Ilhéus da crise, é preciso buscar a geração de emprego e renda nos meios históricos de produção; Agricultura e turismo.

O povo de Ilhéus , há anos , vem sendo induzido a pensar que administrar um município, se resume a pintar os meio-fios de quando em vez.

Enquanto isso, muitos milhões deixaram de ir para educação e saúde , por exemplo. Para onde foram esses milhões é outro problema, mas uma cidade com o potencial de Ilhéus merece mais do que meio-fios amarelinhos.

As alternativas de um novo modelo de administração estão sendo discutidas e serão postas , e esperamos que sejam bem acolhidas pelo nosso povo.
Estas são as nossas convicções

Luiz Uaquim

Vila Galé pode não sair do papel – Por Luiz Uaquim

Luiz Henrique Uaquim – Foto: Google

Fora do cenário nacional, a Bahia perde as suas oportunidades de crescimento sócio-econômico, registrando péssimos índices de educação, segurança, saúde, geração de emprego e tudo o mais de ruim. Temos o pior IDH do Nordeste, com mais de 1,3 milhões de desempregados, e 70% da população inserida na pobreza. E o governo baiano vende, em seus meios de comunicação, a ideia de que somos exemplo de administração para o Brasil. No mínimo, é um deboche, um escárnio.

Sem saber como gerar emprego, esse governo perdeu o poder de investir, face a corrupção generalizada em sua administração. Empreendimentos hoteleiros a serem implantados no sul da Bahia, estão ameaçados de não saírem do papel.

A pretensa demarcação de terras indígenas no sul da Bahia, criada pelo governo petista, promoveu o desequilíbrio sócio-econômico da região, frustrando toda e qualquer pretensão de investimento privado, ou até mesmo público. Assim, mais um grande empreendimento hoteleiro pode nos deixar a ver navios. Trata-se do grupo hoteleiro Vila Galé, que iria investir R$150 milhões na construção de mais um resort, o “Vila Galé Costa do Cacau”, que se somaria aos 32 hotéis do grupo, sendo 23 em Portugal e 9 no Brasil, registrando um faturamento anual de R$787 milhões, onde o Brasil é responsável por mais de 40%. O grupo assinou um documento de intenções junto com governo da Bahia, que escondeu que a área ou parte dela, está encravada numa pretensa área indígena, ou seja, mais uma vez, sob a marca da mentira, frustra investidores hoteleiros e impede a geração de emprego e renda na Bahia.

Os dois últimos governos municipais de Ilhéus, imiscuídos na mesma lama do governo estadual, foram coniventes com tudo isso. Assim, caberá à população a análise crítica dos fatos, e ao governador, uma resposta a esse imbróglio por ele mesmo criado.
Estas são as nossas convicções

Luiz Uaquim

Que situação chegou os distritos da Cidade de Ilhéus – Espaço do leitor

Que situação chegou os distritos da Cidade de Ilhéus,Em total abandono pelo poder público Municipal. Veja na íntegra a situação..Repassem a todos os grupos possíveis .. Associação do santo Antonio- ilhéus,BA.CNPJ:10546097-0001/96 Pedido de providências às autoridades competentes,a imprensa regional e outros órgão fiscalizador do dinheiro público.Afinal são nossos impostos. Prezados senhores está entidade sem fins lucrativos vem mediante a situação vivência pelos estudantes,professores e funcionários da escola Municipal do santo Antônio em plena sede do distrito, está entidade por não aguentar mais esperar providências por parte do poder público Municipal com relação a situação da infraestrutura da escola municipal do distrito do santo Antônio, que encontra_se em calamidade pública,salas desabando,fios elétricos comprometidos,parte hidráulica comprometida,cupins tomando conta de toda parte física da escola uma situação desastrosa . A mais de um ano está entidade vem buscando e solicitando providências ao setor competente do Município de ilhéus com relação a infra estrutura da escola Municipal do santo Antônio em ilhéus km 11.Veja na íntegra ofício protocolado no setor do município ,vídeos da realidade e fotos da real situação. Presidente Jorge Anunciacao.

 

 

PROMESSAS DE MARÃO – ENVIADO VIA WHATSAPP – Espaço do leitor

Mais uma promessa do Marão que não vai ser cumprida – Clube Social do Pontal. Veja que tenho a publicação da época, onde na casa do Abobreira, o então candidatos, a prefeito e vice prometeram, revitalizar o clube, como um equipamento social para comunidade, como uma extensão Posto Médico Herval Soledade ou local pra artesãos, escola de costura etc.

Inclusive dois meses depois o Graccho,  com outros 07 sócios remedidos, fizeram uma correspondência para o Marão, colocando o clube do Pontal a disposição do prefeito, aproveitando o embalo da promessa que o Marão tinha feito na casa do Abobreira

No último ano do governo de Jabes Ribeiro, tudo estava sendo encaminhado para o município desapropriar e transformar justamente num local de múltipla serventia para a comunidade do bairro. Quando o processo já se encontrava na Secretaria de Patrimônio, para seguir para Secretaria Jurídica, para o documento final, o Sr. Graccho, interviu na época sem documento, que este Clube, já tinha fechado um convênio com IFBA – Ilhéus, para um anexo de salas de aula. Foi o bastante para paralisar a desapropriação. Jabes deixa o governo e Marão assume a prefeitura, ao invés de seguir com a desapropriação, como prometera junto ao Abobreira, que estava rompido politicamente com Jabes, preferiu virar as costas e até hoje, o Clube está lá caindo aos pedaços e um afronta a saúde pública, pois é um grande foco da DENGUE e local de ratos, caramujos e outros bichos.

Da assessoria do PSD

Nessa quinta-feira, 15, Marão e Nazal participaram de uma reunião com o Movimento Pontalense de Cidadania.

O encontro solicitado pelos candidatos da coligação “Juntos Pra Cuidar de Ilhéus” teve como pauta a coleta de informações para impulsionar o movimento criado no Pontal e identificar outras demandas da comunidade.

No encontro estiveram presentes o ex-vice-prefeito e ativista político José Henrique Abobreira, o vereador Alisson Mendonça (PDT), o advogado Jacson Cupertino (apaixonado pelo Pontal) e a coordenação do Pontal Criativo representada por Laís Lacerda, Nádia Santa Isabel, Josefa Rodrigues e Suzana Ikuta.

PERIGO NA LADEIRA DO ALTO DO AMPARO. Espaço do leitor

Demonstrando preocupação, o leitor enviou via WhatsApp as fotos abaixo, onde mostra a falta de manutenção na ladeira.

Tal fato, demonstra ele, que com a densidade das chuvas e infiltração no solo, a ladeira pode vir abaixo levando várias casas de roldão.

 JOSIAS GOMES , CALCULA ERRADO E TERMINA DANDO TIRO NO PÉ

Deputado Federal Josias Gomes e Senador Jaques Wagner

Numa manobra perigosa, cheia de incertezas o deputado Josias Gomes (PT) articulava a viabilidade uma segunda chapa em afronta a decisão da majoritária do Partido dos Trabalhadores ao lançamento da nova presidência na chapa estadual. Como imaginávamos, a majoritária já havia decidido apoiar, em chapa única o candidato indicado pelo Senador Wagner (PT) .
Jojoba, achando que tinha apoio de mais que a metade do partido tentou uma jogada e fracassou. Essa ruína veio após a saída de um de seus principais aliados, o deputado Rosemberg Pinto (PT) , assim como outras lideranças, como diria Vinicius de Moraes: quase “levados pelos encantos de Ossanha” e devaneios do ex secretário de relações institucionais . Desesperado, busca agora apoio ao “centro espírita” para ressuscitar uma possível aliança com o falecido (politicamente) Geraldo Simões (Pedinha), rival em tempos antigos.

Cabeças vão rolar!!! Ao logo de sua vida pública Jaques conseguiu juntar diversas legendas em alianças fidedignas aos seus ideais e perspectivas de futuro. Desde então o partido na Bahia ganhou um “UPGRADE”. Wagner é nato articulista, tem apoio da maioria. As eleições da presidência partidária do diretório estadual deveria ocorrer de forma pacífica e ordeira. Mas, Josias vislumbrou uma oportunidade de tomada do poder promovendo internamento um “racha”. Diante da situação, o governador Rui Costa começa a dá sinais de total decepção a essa “pseudo” afronta articulada pelo Deputado. Ficou estabelecido, dentro da legenda só haveria a chapa única do companheiro Elder Valadares, fiel escudeiro e assessor pessoal do senador Wagner. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos dessa novela mexicana. Que promete ser caliente e regada de muito chilli!!!
Por Thiago Viana Borges

ESPAÇO DO LEITOR – Relato de um doutorando. É de ficar estarrecido ao se ler isso! ===>>> 06/12/2012

Segue abaixo o relato de uma pessoa conhecida e séria, que passou
recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em
Roraima. Trata- se de um Brasil que a gente não conhece.

As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil
um pouco diferente, mas chegando em Boa Vista (RR) não pude resistir a
fazer um relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui.

Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até
pessoas com um mínimo de instrução.

Para começar, o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense. Pra
falar a verdade, acho que a proporção de um roraimense para cada 10
pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense,
piauiense, maranhense e por aí vai. Portanto, falta uma identidade com
a terra.

Aqui não existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é
funcionária pública, (e aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se
concentram todos os órgãos federais e estaduais de Roraima, além da
prefeitura é claro) ou a pessoa trabalha no comércio local ou recebe
ajuda de Programas do governo.

Não existe indústria de qualquer tipo. :: LEIA MAIS »

Vila Galé pode não sair do papel

Luiz Henrique Uaquim – Foto: Google

Fora do cenário nacional, a Bahia perde as suas oportunidades de crescimento sócio-econômico, registrando péssimos índices de educação, segurança, saúde, geração de emprego e tudo o mais de ruim e o governo baiano vende, em seus meios de comunicação, a ideia de que somos exemplo de administração para o Brasil. No mínimo, é um deboche, um escárnio.

Sem saber como gerar emprego, esse governo perdeu o poder de investir, face a corrupção generalizada em sua administração. Empreendimentos hoteleiros a serem implantados no sul da Bahia, estão ameaçados de não saírem do papel.

A pretensa demarcação de terras indígenas no sul da Bahia, criada pelo governo petista, promoveu o desequilíbrio sócio-econômico da região, frustrando toda e qualquer pretensão de investimento privado, ou até mesmo público. Assim, mais um grande empreendimento hoteleiro pode nos deixar a ver navios. Trata-se do grupo hoteleiro Vila Galé, que iria investir R$150 milhões na construção de mais um resort, o “Vila Galé Costa do Cacau”, que se somaria aos 32 hotéis do grupo, sendo 23 em Portugal e 9 no Brasil, registrando um faturamento anual de R$787 milhões, onde o Brasil é responsável por mais de 40%. O grupo assinou um documento de intenções junto com governo da Bahia, que escondeu que a área ou parte dela, está encravada numa pretensa área indígena, ou seja, mais uma vez, sob a marca da mentira, frustra investidores hoteleiros e impede a geração de emprego e renda na Bahia.

Os dois últimos governos municipais de Ilhéus, imiscuídos na mesma lama do governo estadual, foram coniventes com tudo isso. Assim, caberá à população a análise crítica dos fatos, e ao governador, uma resposta a esse imbróglio por ele mesmo criado.
Estas são as minhas convicções

Luiz Uaquim

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia