WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Denúncia’

DENÚNCIA: IME CENTRO VANDALIZADO !

Fui informado que a equipe que reformou o IME – Centro, foi chamada as pressas para consertar:

– Portas arrancadas, fechaduras destruídas, paredes rabiscadas e sujas, vasos sanitários e pias arrancadas, e outras coisas mais.

Se foi uma ação orquestrada, a Polícia deve ser acionada, para investigar.

Se foi uma ação pelo livre arbítrio dos alunos, eles devem ser identificados e expulsos.

O que não pode é um próprio municipal, do povo, ser danificado e ficar por isso mesmo.

imecentro

ROLANDO NO FACEBOOK – DENÚNCIA DE UM CACAUICULTOR !

Cacau importado da África.

Cacau importado da África.

Bom dia!!!
Segundo uma fonte está pra chegar 100.000 sacos de cacau importado….necessidade da indústria???…passem na porta delas e verão filas de caminhões para descarregar nosso cacau….alguns retornando rejeitados…..Esses são os nossos PARCEIROS!!!!

A VIGILÂNCIA SANITÁRIA PRECISA SER MAIS RÍGIDA !

rato

Na emissão do alvará de funcionamento, é preponderante o Laudo da Vigilância Sanitária.

Isso porque fatos nojentos vem acontecendo em estabelecimentos comerciais, tais como:

– Rato caindo em cima de cliente em restaurantes.

– Roedor encontrado morto dentro de piscina de academia.

Esses fatos ficam abafados, ninguém sabe, ninguém diz, e a população fica exposta aos maus comerciantes e empresários.

ENQUANTO HOUVER SÍRIO-LIBANÊS PARA OS POLÍTICOS, POR QUE CUIDAR DO INCA?

Clique na imagem

Clique na imagem

SEGUINDO O RASTRO DO PETROLÃO JORNALISTAS DESCOBREM QUE SE A EMPREITEIRA ODEBRECHT CAIR, LULA TAMBÉM CAIRÁ.

Blog do Aluizio Amorim

Lula com os Odebrecht
Lula com os Odebrecht

Lula inaugurando obra com os Odebrecht. Na extrema direita, o atual manda chuva da empresa, Marcelo Odebrecht que em passado recente escreveu artigo na Folha de S. Paulo defendendo as viagens de Lula ao exterior para facilitar contatos de empreiteiros.

O que segue está no site O Antagonista, escrito e dirigido por Diogo Mainardi (Manhattan Conection e ex-Veja) e Mario Sabino, ex-Chefe de Redação de Veja. No âmbito da grande mídia nacional são dois profissionais muito bem informados. 

Enquanto os jornalões e grandes redes de TV fingem que estão revelando tudo o que acontece nos bastidores do petrolão, a mega roubalheira na Petrobras, O Antagonista foi atrás a partir de informações fragmentadas e que, a rigor, constituem apenas tiros n’água. O jornalismo de verdade exige o árduo trabalho investigativo e fontes altamente qualificadas. 

Vejam o que descobriram:

César Mata Pires, fundador da OAS, é um homem desesperado. A sua empreiteira está afundando depois de deflagração da Operação Lava Jato. Desesperado e amargurado com a Odebrecht, com quem mantinha, digamos, acordos bastante lucrativos. Ele foi aconselhado a ameaçar Lula, como contaremos a seguir.

No dia 20 de fevereiro, reproduzimos aqui que César Mata Pires procurou Marcelo Odebrecht, diretor-presidente da dita-cuja, para saber como era possível que a empreiteira comandada pelo menino não tivesse ninguém preso. Na mesma conversa, ele disse que não estava preocupado em salvar a própria pele, mas que não deixaria os seus herdeiros pagarem por “erros cometidos em equipe” — menção a lambanças cometidas pela OAS com a cumplicidade da Odebrecht, que até agora vem se safando. A informação foi tirada de uma reportagem publicada pelo Estadão, cujo tema principal eram os encontros de Lula e Paulo Okamotto com empreiteiros à beira de um ataque de nervos. Ao jornal, a Odebrecht negou o encontro e a OAS saiu-se com uma evasiva.

O Antagonista resolveu apurar os desdobramentos dessa história e descobriu que César Mata Pires procurou também Emílio Odebrecht, pai de Marcelo e presidente do Conselho de Administração da empresa. O encontro foi na ilha de Kieppe, na baía de Camamu, no sul da Bahia, de propriedade dos Odebrecht. O dono da OAS formulou a mesma pergunta a Emílio: como era possível que a empreiteira dele não tivesse ninguém preso, ao passo que a sua estava com toda a diretoria em cana. E acrescentou: o que eu posso fazer para salvar a OAS?

A resposta de Emilio Odebrecht foi: “Procure Lula”.

Emílio contou-lhe então que, temendo pela prisão de Marcelo, foi direto ao ponto com o petista. Emílio Odebrecht disse a Lula o seguinte: “Se for preso, o Marcelo não aguentará a pressão: ele vai abrir a boca e contará tudo o que sabe sobre as suas relações com a Odebrecht.”

O Antagonista revelou que Lula interferiu para que Renato Duque fosse solto, depois de ser ameaçado pela mulher do ex-diretor da Petrobras, operador do PT na estatal. Não se sabe se Lula moveu um dos seus tentáculos para manter, até o momento, graúdos da Odebrecht fora da prisão. Não se está insinuando, aqui, nada contra a Justiça. O empenho dos procuradores da Lava Jato em incriminar a empreiteira é grande, assim como o do juiz Sergio Moro. A nossa impressão é de que a Odebrecht será pega no momento certo pelos bravos paranaenses.

O único fato da nossa apuração — e fato assombroso, por mais que conheçamos as relações promíscuas entre a Odebrecht e Lula — é que Emilio Odebrecht ameaçou Lula e recomendou a César Mata Pires que fizesse o mesmo com o petista se quisesse salvar a sua empresa.

A única certeza da nossa apuração é que, se a Odebrecht cair, Lula também cairá. Do site O Antagonista

MINHA CONCLUSÃO: Mais vale dois Antagonistas na mão do que uma penca de jornalistas da grande mídia brasileira.

O QUE PARECIA SER UMA SEGURANÇA PARA O TRABALHADOR, PASSOU A SER MAIS UM TORMENTO!

fundodepensões

AS TRAQUINAGENS DE OTTO COM O FERRY-BOAT, A PONTE DE WAGNER QUE NÃO SAIU DO PAPEL, E O POVO CONTINUANDO A SOFRER! ====> 20-09-2014

A CIRANDA MUSICAL FUNCIONOU. 08-03-2012 Memória – Que tempo bom, não volta mais…….

Músico ilheense, lastimável.

Como esse blog  já havia previsto, os músicos ilheenses receberam o veredicto.

Vão receber a sua mixaria do carnaval em 4 vezes, e quem reclamar , não vai tocar no São João.

Está decretado !!!

ESTRANHOS E NOVOS HABITANTES. (01-02-2012) Onde estavas tu? Memória fraca, ou seletiva?

mendigos

Cresce de uma maneira absurda a quantidade de moradores de rua (mendigos).

Parece que ninguém está vendo essa degradação social.

Durante o dia importunam a todos, e durante a noite perambulam pela cidade, como zumbis, rasgando sacos de lixo, e quando bêbados ou drogados promovendo arruaças e vandalismo.

A quem apelar ?

ROLANDO NO FACEBOOK – VEJA PARA ONDE VAI O DINHEIRO DAS ESCOLAS E HOSPITAIS.


Maria do Rosário autorizou repasse de 546 mil reais para a ONG de Leonardo Sakamoto chamada ONG Repórter Brasil.

Quem lê os absurdos contra a direita que Sakamoto posta nem imagina que o grande negócio que ele possui, e que recebe dinheiro do Governo Federal com aprovação de Maria do Rosário.

Só em 2013, a ONG Repórter Brasil recebeu R$ 1.293.475,92 entre “convênios e doações”.

Quem lê as coisas de Sakamoto e acha que ele defende a esquerda a toa, é melhor dar uma olhada na movimentação financeira dele antes.

Link da movimentação da ONG em 2013: http://reporterbrasil.org.br/balanco2014_2013.pdf

Dados do convênio: https://contas.tcu.gov.br/adp/Web/busca/results.jsp?query=cpf%3A25746301817&sort=uid&dir=desc&pos=0&detalhe=s&queryOriginal=cpf%3A25746301817

Convênio da ONG: https://www.convenios.gov.br/siconv/EditarDadosProposta/DetalharPropostaDownloadAnexoConvenio.do?idArquivo=4339927

http://lucianoayan.com/2014/12/07/sakamoto-e-a-ong-reporter-brasil-o-bolivarianismo-dissimulado-como-um-grande-negocio/

Salão de beleza português onde ferries foram comprados também se negociam aviões

Duas empresas funcionam no mesmo endereço do salão de cabeleireiros da sogra de um dos sócios

Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)
05/11/2014 06:47:00Atualizado em 05/11/2014 07:02:52

Fachada de prédio onde funciona empresa que vendeu ferries gregos (Foto: Paula Cosme Pinto/Arquivo Correio)

No mesmo endereço de onde saíram as negociações para a venda de dois ferries gregos ao governo do estado da Bahia — número 10 da Rua Dom Afonso de Noronha, na Grande Lisboa, em Portugal — também é possível negociar aviões. Isso entre um corte e outro de cabelo, já que no mesmo local funciona um salão de beleza. Dois sócios da empresa portuguesa Happyfrontier Importação e Exportação Lda.  (João Carlos Palmeirão de Melo e Helder José Veras Nunes Barata) criaram uma nova empresa no dia 22 de maio deste ano, a Red Frontier Lda.

A criação da sociedade ocorreu no mesmo dia em que a Happyfrontier recebeu de armadores gregos o segundo dos dois ferries que em seguida foram vendidos ao governo da Bahia (o primeiro foi comprado pela Happyfrontier no dia 2 de maio) e que aqui foram rebatizados de Dorival Caymmi e Zumbi dos Palmares, ambos já em operação na travessia Salvador-Itaparica.

O CORREIO localizou, ontem, a documentação do Ministério da Justiça de Portugal que formaliza a sociedade Red Frontier, que já nasceu tendo como atividade a comercialização, importação e exportação de navios, agenciamento de embarcações e  aeronaves, além de outros serviços relacionados a transportes — diferente da Happyfrontier, que inicialmente vendia eletrodomésticos e mobiliários e que teve o objeto alterado em abril, seis meses depois de vender os ferries para a Bahia. As duas empresas funcionam no mesmo endereço do salão de cabeleireiros da sogra de um dos sócios — João Carlos Palmeirão de Melo.

A transação, realizada após um processo licitatório, está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual (MPE), que também recebeu denúncia de superfaturamento — os ferries foram comprados pela Happyfrontier por 12 milhões de euros e vendidos por 18 milhões, acrescidos o transporte e treinamento da tripulação. O capital social da Happyfrontier é de 15 mil euros.

A Procuradoria-Geral de Justiça solicitou ao Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (Gepam), que iniciou a apuração, uma cópia de toda a documentação que está sendo analisada. Por se tratar de denúncia de improbidade em secretaria estadual, pode ser de atribuição da Procuradoria de Justiça essa apuração.

O MPE, através de sua assessoria de comunicação, informou que a documentação solicitada chegou, na segunda-feira à noite, para análise e que só deve voltar a se pronunciar sobre o caso após essa análise. A Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), procurada ontem, informou que não recebeu do Ministério Público nenhuma recomendação ou documentação relacionada à compra das embarcações.

O Gepam já solicitou a recomendação de que o restante do pagamento à empresa seja suspenso até o fim da apuração. De acordo com o Portal da Transparência já foram realizados três pagamentos, que somam R$ 49,966 milhões — 85% do valor devido. O acordo com a empresa é de que o último pagamento só será realizado após  120 dias de operação, que começou há  um mês.

A denúncia de irregularidades foi feita, inicialmente, pelo jornalista Fernando Conceição, professor da Ufba, em seu blog. O CORREIO foi à sede da Happyfrontier, na Grande Lisboa, quatro vezes e não localizou ninguém no local.

GOLPE DO PT, AO MOLDE CUBANO NO BRASIL.

fimpm

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia