WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Copa da FIFA’

AINDA SOBRE OS RESCALDOS, DA ROUBALHEIRA DA COPA DO MUNDO.

Quando a FIFA no seu caderno de exigências pedia 8 sedes para a Copa do Mundo no Brasil,  FHC (ops) digo Lula se apressou em enxertar mais 4.

O Deputado Romário, que é do ramo bradou, vai ser a maior roubalheira.

Não deu outra, até hoje pipocam os escândalos.

Romário de olho na mutreta...

Romário de olho na mutreta…

Mas o apedeuta, junto com outros, queriam se lambuzar.

As Olimpíadas vem aí, vai ter mais….

O apedeuta ajeitando a vida de seu time....

O apedeuta, junto com a Odebrecht, ajeitando a vida de seu time….

COMEÇOU O MATA MATA, NA COPA DA FIFA!

Agora não tem mais contas a fazer, nem gols pró ou contra, um pontinho aqui outro acolá.

Perdeu volta pra casa ou vai assistir pela TV.

ER7tabela

Dilma diz que aeroportos estão prontos para a Copa; chuva derruba teto do aeroporto de Manaus.

dilma_rousseff_369Veneno caseiro – Dilma Vana Rousseff, presidente da República e candidata à reeleição, já é refém dos próprios discursos, via de regra mitômanos e ufanistas. Na manhã desta segunda-feira (19), quando a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) levou ao ar o programa radiofônico “Café cm a Presidenta”, Dilma disse que os aeroportos brasileiros estão prontos para receber turistas e torcedores durante a desnecessária Copa do Mundo.

Na tentativa de maquiar o fiasco patrocinado por um governo perdido e paralisado, disse a presidente que “os investimentos vão ser bons para a Copa, mas serão muito mais importantes para atender ao crescimento da demanda no Brasil”.

Como se a população não conhecesse a realidade que emoldura o cotidiano verde-louro, Dilma não se fez de rogada e disparou: “Garanto que os nossos aeroportos estão preparados para a Copa do Mundo. Vamos receber todos muito bem. E os brasileiros poderão ficar orgulhosos do Brasil que estamos construindo”.

Os governos de Lula e Dilma tiveram sete anos para preparar o País para a Copa do Mundo, mas o cronograma de obras para o evento está escandalosamente atrasado. Até a última semana, apenas 41% das obras da Copa estão concluídas, ou seja, 68 das 137 intervenções previstas. Outras 88 obras (53%) ficarão prontas somente após a Copa, enquanto onze jamais saíram do papel. O governo federal torrou dinheiro público em um evento cuja magnitude não coaduna com a realidade do país, mas a megalomania de Lula fez com que a FIFA caísse na esparrela palaciana.

Horas depois do radiofônico presidencial, uma chuva provocou sérios estragos no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, uma das cidades-sede do certame futebolístico. O aeroporto manauara registrou alagamentos parte do teto cedeu. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que já iniciou os reparos para recuperar as partes mais afetadas, como o saguão e parte da área do desembarque internacional alagada. A água da chuva desceu pela escada e chegou até o saguão, comprometendo seriamente a circulação de pessoas local . No meio da tarde, diversos alagamentos ainda eram registrados no aeroporto da capital amazonense.

Vale lembrar, em meio a mais uma lambança que carrega a chancela estelar do Partido dos Trabalhadores, que após a FIFA anunciar, em outubro de 2007, que o Brasil sediaria a Copa do Mundo, o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, externou sua preocupação com a situação dos aeroportos brasileiros. Foi o suficiente para que o desqualificado Lula chamasse Valcke de idiota. Senhor da razão, o tempo passou e provou que a nesse caso a idiotice reinante é a do lobista Luiz Inácio da Silva.

  

Tragicomédia de erros

Xico Sá

Xico Sá

Blatter e Jérôme se dizem chateados com o Brasil; a presidente Dilma confessa a pesada malice da dupla

Amigo pró-Copa, amigo da turma do “não vai ter Copa”, o Mundial da Fifa se aproxima como uma genuína comédia de erros. Desta vez escrita não pelo Shakespeare, mas pelo Lima Barreto ou pelo Graciliano Ramos, para citar apenas dois dos nossos brasileiríssimos escritores que odiavam o futebol.

Na real da guerra, uma obra coletiva. Com chistes de Millôr Fernandes, arremates do Barão de Itararé, citações do livro “Aos trancos e barrancos”, de Darcy Ribeiro, alguns diálogos de João Emanuel Carneiro (autor de “Avenida Brasil”) e texto final do gênio maior da nossa dramaturgia, o tio Nelson Rodrigues.

Cena 1. Um coro greco-baiano, em ritmo de canto de estádio, entoa: “O complexo de vira-lata voltou, complexo de vira-lata voltou ôôô!”

Agora não mais com a bola nos pés. Imagino. Mas fora das tais arenas, nossas obras incompletas. Convidaria o José Celso Martinez Corrêa para dirigir a grande ópera barroca e popular brasileira.

Uma peça com os avanços de uma civilização que até se livrou de características do subdesenvolvimento atávico, mas recebe a Copa como pesadelo do viralatismo histórico.

Terra em transe. Uma peça com meia dúzia tocando o terror anti-Copa, como a mini barricada dos mascarados. Uma peça tão paradoxal e rica em contradições que nos mostra uma onda de protestos comandada não pelos oposicionistas de fato. E sim pelos movimentos sociais que estão nas ruas há anos e, numa suposta balança ideológica das almas, pendem mais para o lado vermelho, como bravíssimos sem-teto e sem-terra.

Sim, meu caro Zé Celso, algo épico como “Os Sertões”. Uma comédia de erros é pouco para a representação do momento. E, por favor, Zé, muitas cenas dionisíacas, com nossas honradíssimas profissionais do sexo à espera dos gringos. Canibalismo neles, Zé, sem dó nem piedade. Só o banquete antropofágico nos livrará, desta feita, da viralatice que vivemos na encruzilhada da Fifa e no amadorismo público e privado.

Se temos as construtoras de ponta no mundo hoje, por que tantas obras incompletas na véspera? Tenho uma resposta, mas deixa quieto. O empreiteiro que deixa por último ri melhor e bem mais superfaturado.

E segue a tragicomédia barroca. Blatter e messiê Jérôme se dizem chateados com o Brasil; presidente Dilma confessa a pesada malice da dupla. E nessa esteira de bagagens nada fáceis sobra cruz para todo mundo. Só chamando o Evaldo Braga, se é que você me entende, você metido a chique que não ouve brega, apenas bossa nova com arroto de jazz.

Volto ao velho Darcy Ribeiro, aos trancos e barrancos vamos que vamos. A Copa expõe nossas contradições entre o fetiche que o Brasil foi recentemente para o mundo e a hora da onça beber água. Bem, assim tenho que convocar também o Ariano Suassuna, bravo paraibano torcedor do Sport, para acochambrar essa peça.

Às vésperas da Copa, Fifa rompe trégua e ataca o Brasil

A Fifa só pediu 8 sedes “É verdade que você multiplica os riscos ao ter mais estádios. Mas tivemos uma situação em que tínhamos um governo e um presidente, que naquele momento era Lula, que te explicam que a Copa deve ser para todo o Brasil, e não apenas para poucas cidades” (Segundo ele, foi o governo brasileiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Ricardo Teixeira que fizeram questão de insistir com a Fifa de que a Copa teria de ocorrer em 12 cidades e que as seleções não poderiam ficar em apenas uma região do País. A Fifa pede apenas oito sedes)

Antonio Prada:

Às vésperas da Copa, e tentando se descolar das questões mais espinhosas que cercam a infra-estrutura e a organização do evento, a Fifa foi ao ataque durante esta semana. Com a inevitável nova onda de protestos e uma avalanche de críticas de todos os lados, a entidade tenta, no conjunto da obra, salvar a própria pele.A estratégia, captada em todas as declarações da semana, é reforçar, e separar, as responsabilidades da Fifa e do governo. Mas vai além: começa a lavar roupa suja e a dar nomes aos bois. Os alvos, claro, são governo e Estado brasileiros. Antes, aliados de sangue. Agora, inevitáveis parceiros indesejados.Vamos aos fatos, ou melhor, às aspas de Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, todas fornecidas bem longe das fronteiras do Brasil.

Em evento no dia 6, em Lausanne, Suíca, ao lado de Gilbert Felli, o interventor do COI para os Jogos do Rio de 2016:

Vivemos um inferno “Quanto à crítica sobre as despesas, é verdade que nós (Fifa) temos uma responsabilidade moral. Dou um exemplo: num dado momento havia um certo número de pessoas, no Brasil, entre eles, políticos, que se opunham à Copa do Mundo. Vivemos um inferno, sobretudo porque no Brasil há três níveis políticos, houve mudanças, uma eleição (de Dilma Rousseff), mudanças, e não discutíamos mais necessariamente com as mesmas pessoas. Foi complicado, porque a cada vez tínhamos de repetir a mensagem.” 

Não simplesmente um governo “Talvez (no futuro) tenha de ser a mais alta autoridade representante do povo que seja associada a uma decisão de uma candidatura e não simplesmente um governo, um chefe de Estado e seus ministros que passam com o tempo. Que seja uma representação global do País”

Como você pode duvidar do Brasil? “Lembro que me diziam: como você pode duvidar do Brasil? Nós organizamos o Carnaval do Rio todos os anos com 3 milhões de pessoas. Mas no carnaval são pessoas do Rio e que tem seus apartamentos lá. Estão na praia e ficam por lá. As pessoas achavam que era fácil organizar uma Copa. Mas é um trabalho de verdade. É uma responsabilidade real”

Jérôme Valcke, o porta-voz da semana de ataque ao Brasil/Reuters

 Em entrevista ao jornal suíco Le Matin, dia 8:

Os brasileiros se manifestam contra a corrupção, não contra Fifa “Eles (brasileiros) se manifestam contra a corrupção, contra a decisão de aumentar o preço do ônibus, pela saúde e pela educação”, rejeitando a tese de que a manifestação ocorra contra a Fifa. Valcke afirmou ainda que é errado fazer a ligação entre os gastos públicos com a Copa e o que poderia ser gasto em outros setores.

Em entrevista às agências internacionais nesta sexta-feira, 9, em Zurique, na Suíça( leia aqui a entrevista):

Brasil não é Alemanha “Não apareçam no Brasil pensando que é a Alemanha, que é fácil se mover pelo país. Na Alemanha, você poderia dormir no carro. No Brasil não. O maior desafio será para eles (torcedores). Não será para a imprensa, não será para os times e nem dirigentes. Será para os torcedores”

Tiveram 5 anos para entregar “Sabíamos disso (dos limites do Brasil em relação à infra-estrutura de aeroportos). Mas isso era em 2009 e podemos esperar que você tem cinco anos para um país garantir que as estruturas estejam instaladas para entregar o que havia sido acordado”.

A Fifa só pediu 8 sedes “É verdade que você multiplica os riscos ao ter mais estádios. Mas tivemos uma situação em que tínhamos um governo e um presidente, que naquele momento era Lula, que te explicam que a Copa deve ser para todo o Brasil, e não apenas para poucas cidades” (Segundo ele, foi o governo brasileiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Ricardo Teixeira que fizeram questão de insistir com a Fifa de que a Copa teria de ocorrer em 12 cidades e que as seleções não poderiam ficar em apenas uma região do País. A Fifa pede apenas oito sedes) 

Não foi fácil sair de Lula para Dilma “Encaramos uma eleição geral no Brasil e não foi fácil sair de Luiz Inácio Lula da Silva para uma nova presidente. Sempre leva algum tempo para um novo governo entrar nos assuntos e tivemos também um número elevado de mudanças de ministros”.

Falta de apoio nacional “Não pode ser apenas a decisão do presidente ou de um ministro. Mas deve ser apoiado pelo senado, congresso ou assembleia nacional (a decisão de escolha de um país para ser sede de um Mundial) . Isso evitaria “potenciais conflitos”.Como se lê, nada de Fair Play, ao menos fora de campo. E a Copa ainda nem começou.

“REFLEXÃO PARA OS BRASILEIROS SENSATOS NO PAÍS DAS MARAVILHAS”.

PAULO – Filho do Ex- Presidente Figueiredo

RESPOSTA A SEU AMIGO FLÁVIO!

Flávio. De repente, hoje eu comecei a receber uma enxurrada de mensagens mencionando esta história. 
Sou, evidentemente, o cara mais suspeito para tecer considerações sobre qualquer matéria que faça juízo de valor a respeito de meu pai, especialmente em atos do seu governo. 
Mas sobre este episódio, especificamente, não posso me furtar a lhe dizer, e com certeza absoluta, que o que está relatado é totalmente verdadeiro. 
Até porque, veja você, calhou de eu estar presente no mencionado encontro. 
Tinha acabado de vir do Rio, e fui direto para a Granja do Torto ver os meus pais, como eu sempre fazia assim que chegava em Brasília. 
Soube que o “Velho” estava reunido com o Havelange, no gabinete da residência. 
Como sempre tivemos com ele uma relação muito cordial, me permiti entrar para cumprimentá-lo e dar-lhe um abraço. “- João e João! 
Esta reunião eu tenho que respeitar!”, brinquei irreverente, dele recebendo um carinhoso beijo. (Havelange sempre teve o hábito de beijar os amigos). 
Ia, logicamente, me retirar, mas papai me deixou à vontade: “- Senta aí, estamos falando de futebol, que é coisa que você adora”. 
Fui logo sacaneando: “Vocês já descobriram um jeito de salvar o Fluminense?” (risos – os dois eram tricolores roxos). “- Ainda não, mas vamos chegar lá. 
Estamos conversando sobre Copa do Mundo…”Filho, neste momento, o Havelange está me sugerindo realizar a próxima Copa do Mundo no Brasil e eu vou dar uma resposta a ele com o seu testemunho: “Havelange, você conhece uma favela do Rio de Janeiro? 
Você conhece a seca do nordeste? 
Você conhece os números da pobreza no Brasil? 
Com essa realidade, você acha que eu vou gastar dinheiro com estádio de futebol? 
Não vou! 
E, enfie essa tal de Copa do Mundo no buraco que você quiser, que eu não vou fazer nenhuma coisa destas no Brasil!  :: LEIA MAIS »

COPA SERÁ O TIRO NO PÉ DE DILMA/LULA/PT

tribunadaimprensa

NA CAMPANHA LULA FALARÁ AOS POBRES. OUVIRÁ OS RICOS. VIVERÁ COMO UM PRÍNCIPE. COM DILMA, NOS PALANQUES, DIRA DE FORMA INVERSA A FRASE DE NAPOLEÃO: “MEU CAVALO POR UM REINO”. COPA SERÁ O TIRO NO PÉ DE DILMA/LULA/PT

01:16
ROBERTO MONTEIRO PINHO –

Para quem sabe ler “um pingo é letra”, para quem analisa pesquisas, a rejeição é fator de risco para qualquer candidatura, até porque reverter o voto do eleitor que rejeita o candidato depende enormemente do conjunto de êxito da administração, ou dos seus pronunciamentos. Dilma Rousseff na corrida pela reeleição erra assiduamente, administra tagarelando palavras de ordem, quando pronuncia em público, e nos discursos é constantemente vaiada. Para completar repete o mesmo tom da campanha de 2010, quando o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, trazia na bagagem 86% de aprovação do seu governo. Agora, tem mensalão, Petrobrás/Passa dina/BNDES e a Copa do Mundo, esta será com certeza, o divisor eleitoral, é tudo ou nada PAR Dilma e o projeto de poder do PT.

Os números começam perturbar a turma da boquinha petista, é que segundo a pesquisa Ibope, divulgada na quinta-feira (17) o porcentual de pessoas que não votariam em Eduardo Campos de jeito nenhum está em 21%, ante 33% de Dilma e 25% de Aécio Neves. Dilma com 33%, não reverte, nem com Lula montado no cavalo branco de Napoleão. No palanque falará aos pobres, depois ouvira nos ambientes fechados e nos porões das articulações pelo poder os ricos. No entanto existe a probabilidade do “sapo barbudo”, que se referia Brizola, se transfigurar num performático príncipe, e com sua magia, transformará tudo que é de ruim em preciosidade, dádivas que só um tupiniquim, poderá admitir, e isso aqui infelizmente não faltará.    :: LEIA MAIS »

O NOSSO DINHEIRO VIROU LIXO !

HÁ QUEM ME DIGA QUE A ESTA ALTURA DO CAMPEONATO NÃO FAZER A COPA SERIA UM PREJUIZO PARA O PAÍS QUE JÁ INVESTIU, MESMO CONSIDERANDO OS ABSURDOS.

POIS EU PENSO DIFERENTE. CONTINUO TORCENDO PARA QUE A COPA-2014 SE EXPLODA.

ESSSAS MIGALHAS QUE SE GANHARIAM NÃO CHEGAM AOS PÉS DO VALOR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA QUE SE CRIARIA NO BRASILEIRO, DESEMBOCANDO NA REPULSA A ESSA CLASSE POLÍTICA ESTRITAMENTE ELEITOREIRA E APROVEITADORA, INCLUINDO CRACKS DO PASSADO COMPROMETIDOS COM O FATURAR FÁCIL, TÃO SOMENTE.

ESSA MUDANÇA DE ATITUDE, DA PASSIVA – PÃO E CIRCO – PARA A DA CIDADANIA, NÃO TEM PREÇO. OS GANHOS VIRIAM ALHURES E AOS MONTES.

DAÍ PRA FRENTE, COM CERTEZA, DEIXARÍAMOS DE SER UM AJUNTAMENTO E PASSARÍAMOS A SER UM POVO.

 

LEIAM, POR FAVOR:    :: LEIA MAIS »

DINHEIRO PÚBLICO FINANCIANDO TIME PROFISSIONAL.

Há um mês, Curitiba esteve muito perto de ser excluída da Copa do Mundo, por causa de atrasos nas obras da Arena da Baixada. Após uma intervenção da Fifa e do governo federal, a capital paranaense permaneceu como sede do torneio.

Hoje, a menos de três meses do jogo de abertura, a maior dor de cabeça da Fifa está em São Paulo. A preocupação foi exposta por quem participou de reunião do Comitê Organizador da Copa na manhã desta terça-feira, em Zurique, e admitida pelo diretor-organizador do COL, Ricardo Trade.

Saiba mais: Fifa é avisada que Arena Corinthians será entregue inacabada  

Agora, a Fifa foi avisada de que no dia 15 de abril o Itaquerão será entregue com a cobertura incompleta, camarotes e áreas comerciais sem acabamento e telões ainda não instalados. A área VIP, onde circularão os chefes de Estado, estará sem luminárias e com piso apenas no cimento. O Corinthians, proprietário do estádio, admite que não conseguirá cumprir o prazo da Fifa, mas garante que os itens faltantes serão providenciados até dia 12 de junho, data do jogo de estreia.

Agora, a Fifa foi avisada de que no dia 15 de abril o Itaquerão será entregue com a cobertura incompleta, camarotes e áreas comerciais sem acabamento e telões ainda não instalados. A área VIP, onde circularão os chefes de Estado, estará sem luminárias e com piso apenas no cimento. O Corinthians, proprietário do estádio, admite que não conseguirá cumprir o prazo da Fifa, mas garante que os itens faltantes serão providenciados até dia 12 de junho, data do jogo de estreia.

Nesta terça-feira, a Folha de S.Paulo publicou reportagem segundo a qual o estádio não será entregue completo para a Fifa em 15 de abril.

A diferença em relação a Curitiba é que não há como riscar São Paulo do mapa. A cidade vai receber o jogo de abertura e outras cinco partidas, inclusive uma semifinal.

– Eu acho que é possível 15 de abril, é um sentimento. Somos bons em entregar em cima da hora. Estou falando nós, como país, não nós do COL, não estou falando que estamos acima da média, ou com o nariz para cima, nada disso. Nós, brasileiros, somos bons em fazer as coisas rapidamente. Eu acredito em 15 de abril. 

Outro problema são as estruturas provisórias. Como este blog mostrou na última sexta-feira, ninguém quer pagar essa conta, que pode chegar a R$ 60 milhões.

– É uma situação complicada. Mas no final, como sempre, tudo vai ficar pronto – afirmou Trade.

A Fifa afirmou que não comentaria o assunto antes da reunião do comitê executivo, a ser realizada na sexta-feira.

CONTRATO DO GOVERNO ESTARIA RENDENDO GRANA ALTA A EMPRESA LIGADA A RONALDO.

Fonte: Reinaldo Canato/UOL

De acordo com o Blog do Rodrigo Mattos, A WPP do Brasil, um das empresas sócias do ex-jogador Ronaldo, está obtendo bons lucros com um contrato do governo federal relacionado à divulgação da Copa do Mundo 2014. A ligação de Ronaldo está no fato de ele pertencer à cúpula do COL (Comitê Organizador Local) e participar da 9ine, uma agência de publicidade que faz parte da holding WPP.

O faturamento estaria vindo do contrato que a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) fechou com a agência Ogilvy & Mathers Brasil Comunicação, que também faz parte do grupo WPP do Brasil. Como a WPP, sócia de Ronaldo, é a maior acionista dessa agência, ela ficaria com a maior parte do dinheiro recebido.

Apesar das alegações, a assessoria de Ronaldo, da WPP, do COL e da Embratur negaram que houvesse uma relação entre o contrato do governo e o ex-jogador. “Em primeiro lugar, gostaria de esclarecer que o Ronaldo não é – e nunca foi – sócio da Ogilvy. Esta informação é equivocada. O Ronaldo é um dos proprietários da 9ine. A 9ine nasceu de uma parceria entre ele e a WPP. A Ogilvy é uma das empresas que integra o WPP – maior grupo de comunicação do mundo. Mas ser sócio da 9ine não faz do Ronaldo sócio de quaisquer empresas que compõem o grupo WPP. São sociedades distintas”, declarou a assessoria. É válido ressaltar que não existem provas de que Ronaldo teria favorecido o contrato federal com a Ogilvy e que não há legalidade no negócio.

LEIA MAIS EM BLOG DO RODRIGO MATTOS

O RECADO DA FIFA FOI BEM CLARO !

Teixeira e Lula exibindo o logo da Copa do Mundo

Teixeira e Lula exibindo o logo da Copa do Mundo

Se na Copa da FIFA, nada sair como os ‘conformes’, a culpa é de Lula e do governo petista.

“ninguém forçou o Brasil” a sediar a Copa, “ao se informar dos requisitos, as autoridades prontamente concordaram e assinaram os compromissos”

A FIFA TAMBÉM JÁ MANDA NO BRASIL !!!

Quem paga a festa da Fifa? Resposta a Jérôme Valcke

 

Juca Kfouri

Juca

*Maurício Costa de Carvalho

A provável desistência da prefeitura de Recife de realizar a Fan Fest – espaço de transmissão dos jogos e shows que desde 2006 tornou-se um dos negócios mais importantes das Copas do Mundo – e os impasses e pendências que podem prejudicar a realização desses eventos em pelo menos seis das doze cidades-sede, abriu um importante debate sobre a pertinência da realização das festas da Fifa.

Ainda que esteja em marcha uma pesada campanha midiática organizada pelo tripé Fifa-Rede Globo-Governo Federal no sentido de se escorar no amplo apelo popular do futebol e da Copa no Brasil para garantir que contratos de realização da Copa pudessem ser cumpridos em sua integralidade, a situação política do país extremamente instável e crítica às contrapartidas que o megaevento tem exigido da população, pode colocar em risco a efetivação de negócios milionários como as Fan Fests.

Fan Fests: um grande negócio para os parceiros da Fifa

Em artigo recente publicado na Folha de S.Paulo (“A festa dos torcedores”, 26/02/2014), o secretário-geral da Fifa Jérôme Valcke acusa o golpe. Buscando responder ao irretocável texto do jornalista Xico Sá (“Carta a messiê Jérôme”, 22/02/14), Valcke, em primeiro lugar, repete o mantra de que serão extremamente positivos o “retorno de imagem e o ambiente de festa” da Copa e das Fan Fests e que a Fifa sempre quis “incluir os brasileiros no megaevento”. Por outro lado, deixa claro que a entidade não hesitará em cobrar as indenizações previstas em contrato, afinal, como “ninguém forçou o Brasil” a sediar a Copa, “ao se informar dos requisitos, as autoridades prontamente concordaram e assinaram os compromissos”. É verdade. Faltou dizer que isso não foi combinado com o povo.

Para além da retórica festiva, :: LEIA MAIS »

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia