WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Câmara de Vereadores’

A OPERAÇÃO ‘CITRUS’ PODE MUDAR DE NOME

Depois do ‘baculejo’ feito pelo Ministério Público, com apoio da Polícia Militar, na Câmara de Vereadores de Ilhéus.

Juntando a isto, as apurações feitas a partir de 2009.

É de se supor, pela ampliação dos fatos, que um novo nome deva ser trocado para a operação.

Baculejo

Corrupção e formação de quadrilha: Ministério Público vai ouvir vereadores e funcionários da câmara de Ilhéus

Plenário-Câmara-de-Ilhéus

O Ministério Público Estadual (MP-BA) vai colher na próxima segunda-feira (27) o depoimento de um vereador, ex-vereador, assessores e servidores, em um inquérito civil de natureza sigilosa que apura o suposto envolvimento de vereador de mandato, em organização criminosa e corrupção ativa e passiva com os recursos do duodécimo repassados para Câmara Municipal de Ilhéus.

Fraudes em licitações, superfaturamento em contratação de serviços, falsificação de documentos entre outras acusações. Os ofícios enviados pelo MP-BA foram entregue na sede do Poder Legislativo na ultima sexta-feira dia 17 e deixou muita gente preocupada.

Ainda no ofício, o promotor responsável pela investigação deixa claro que vereadores, assessores e servidores que não comparecerem poderá ser intimado, sob pena de condução coercitiva.

Por Tropa de Elite

Pergunta do Sarrafo: Vai chegar até o mensalinho?

VEREADORES NÃO VOTAM O FIM DOS ‘MOTOCOBRAS’! ===>>> 01-12-2017

Segundo fomos informados, faltaram 9 vereadores…

Vejam o vídeo!

 

A CÂMARA DE VEREADORES DE ILHÉUS COMEÇA A DESBOTAR

Alguns edis com o olho vivo em 2020.

Outros, com o ‘zoinho de porco’ bem apertadinho…

Plenário

 

PASTORES FAZEM RESERVA DE MERCADO EM ILHÉUS

Visando já as eleições de 2020, pastores evangélicos e coligados, fazem reserva de mercado(currais eleitorais).

Uma infinidades de igrejas e um dia especial, como se o estado não fosse laico, foram beneficiados para esse desiderato.

Até igreja que não existe…

Pastor Matos da Assembleia de Deus, e Ivo Evangelista obreiro da igreja de Edir Macedo (IURD)

ADVOGADO PEDE IMPEACHMENT DO PREFEITO DE ILHÉUS, MÁRIO ALEXANDRE

Prefeito Mário Alexandre sonega informações públicas sobre o recolhimento de impostos das Empresas de Transporte concessionárias de serviço público que operam na cidade. Temos notícias de fontes confiáveis que ele se omite na cobrança do Imposto Sobre Serviços (ISS) devidos por essas empresas, por isso que se omite em prestar as informações requeridas com fundamento na Lei de Acesso à Informação (Lei Federal de n. 12.527/2011). Dessa forma, não nos resta outra alternativa senão ingressar com Mandado de Segurança na Justiça requerendo a apresentação das informações e na sequência protocolar PEDIDO DE IMPEACHMENT do Prefeito pela prática de ato de improbidade administrativa e crime de responsabilidade, punível na forma das Leis Federais de n. 8.429/1992 e 1.079/1950.

 

VEREADORES DE ILHÉUS: DO PRESIDENTE AO SUPLENTE!

Não é totalmente justo, porém verdadeiro, culpar somente o Executivo pelo descalabro em que se encontra a cidade de Ilhéus.

O Legislativo tem culpa no cartório.

Os Vereadores, todos, são subservientes e coniventes.

Do Presidente ao suplente…

Câmara-de-Vereadores-de-Ilhéus-2017-2020_Acervo-da-Câmara

DESEMPENHO INDIVIDUAL DOS VEREADORES DE ILHÉUS SEGUNDO O INSTITUTO NOSSA ILHÉUS.

Leia o desempenho completo, com todos os gráficos, clicando aqui.

LEIS APROVADAS PELOS VEREADORES E SUAS RELEVÂNCIAS

Lançado relatório de desempenho do primeiro ano da Câmara de Vereadores de Ilhéus

Logo DE OLHO NA CÂMARA.

O Instituto Nossa Ilhéus (INI) lança o relatório dinâmico de desempenho dos vereadores ilheenses, referente ao primeiro ano desta legislatura. A ação faz parte do projeto de monitoramento social De Olho na Câmara de Vereadores, criado pelo Instituto e realizado há seis anos, com o objetivo de divulgar informações públicas para que a população tenha conhecimento de quanto cada vereador contribui para a cidade.

Podem ser acessadas no relatório informações como desempenho individual de cada vereador, em quais bairros e distritos atuaram neste primeiro ano, projetos de lei propostos, leis aprovadas, requerimentos, indicações, ausências, presenças e o resumo das ementas. Confira os dados em: www.nossailheus.org.br/desempenho-da-camara-em-2017.

O relatório tem característica quantitativa, a fim de que as informações divulgadas sejam analisadas pelos próprios cidadãos. É possível, também, observar uma distinção entre projetos de lei e leis de alto impacto e de baixo impacto, sendo estas últimas instituição de Dia Municipal ou evento, mudança de logradouro e declaração de utilidade pública de associações. Essas são matérias que não impactam diretamente a população e não precisam de elaboração, pois geralmente são padronizadas e aprovadas por unanimidade.

Lançado no mês em que a Lei de Acesso à Informações (LAI) completa seis anos, o relatório já é uma referência de estimulo à transparência. O objetivo é que a própria Câmara elabore o seu relatório periodicamente, por meio de dados abertos. Para isso, o INI entregou o modelo àMesa Diretora da Câmara, no primeiro mês da nova legislatura.

De Olho na Câmara de Vereadores – Principal projeto na área de Monitoramento Social do Instituto Nossa Ilhéus, além do levantamento periódico da produção legislativa, realiza filmagens e transmissões das sessões, ao vivo pelo www.youtube.com/nossailheus e/ou pela fanpage facebook.com/InstitutoNossaIlheus, onde é possível também encontrar vídeos de todas as sessões gravadas desde 2012.

Instituto Nossa Ilhéus (INI) – Fundado em 09 de março de 2012, o Instituto é uma iniciativa da sociedade civil organizada, apartidária com o título de OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.  Busca a aproximação da sociedade civil e do poder público em suas ações, tendo como eixos de atuação a Educação para Cidadania, o Monitoramento Social e o Impacto em Políticas Públicas. Localiza-se na Rua Eustáquio Bastos, nº 126, 8º andar do Edifício Kauffman, no Centro, em Ilhéus. O INI está aberto a todos que desejam engajar-se em suas atividades. Acompanhe o site www.nossailheus.org.br.

EM ILHÉUS OS VEREADORES TÊM CHEFE.

Inacreditável.  E não são os eleitores.

Chega logo 2020…

Vereadores Nutella.

A CÂMARA DE VEREADORES DE ILHÉUS, DEIXA CAIR A MÁSCARA.

“DENÚNCIA

Câmara de vereadores de Ilhéus aprova na surdina programa de trabalho para 2018 que usa 11% do fundo de cultura da cidade para o desenvolvimento de projetos evangélicos. Além da maioria dos vereadores de Ilhéus serem evangélicos, existe a suspeita que a deputada Angêla Souza também mexeu seus pauzinhos por trás. A deputada é acusada pelo Ministério Público Federal por suposta fraude em processo licitatório com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no município de Ibitapitanga, a 340km de Salvador, somando um desvio no valor de R$ 801.788,20.
Desde que a Constituição de 1891 estabeleceu a República no Brasil, por decorrência dela foi estabelecida, sem recuos, a separação entre a Igreja e o Estado, ou seja, o Estado é laico até os dias de hoje, por isso não possui religião oficial.
A aplicação de recursos públicos em eventos religiosos viola a laicidade estatal, e com ela a própria noção de igualdade e republicanismo de nosso regime democrático ficam vulnerabilizadas. Para além disso, as igreja são resguardadas com a isenção de impostos e arrecadam mensalmente um valor substancial, não declarado, com a arrecadação do dizimo dos fiéis.
O Conselho Municipal de Cultura foi sondado e garante que já está a par do ocorrido e que entrará com os recursos legais para resolver a situação, enquanto isso, os artistas locais já começam se organizar para fazer uma frente contra esse ato anticonstitucional.
Abaixo segue a lista dos eventos evangélicos a serem financiados pelo fundo de cultura de Ilhéus:

Dia Municipal dos jovens adventistas (R$ 30.000)
Semana da Bíblia (R$ 10.000)
Cultura Evangélica (R$ 100.000)
Apoio a Marcha para Jesus (R$ 80.000)
Vem louvar verão (R$ 80.000)”
https://www.facebook.com/IlheusDaDepressao/photos/a.376294772474415.1073741832.281372865299940/1346228445481038/?type=3&theater

VEREADOR THADEU MUNIZ REBATE NOTA PLANTADA EM BLOG

O advogado e vereador Thadeu Muniz rebateu uma notícia publicada em um blog governista tentando desgastar sua imagem como homem público. Toda ira do blog, se deu porque Thadeu tem demonstrado independência como representante do povo não aceitando baixar a cabeça quando uma ação ou omissão por parte do governo municipal vai de encontro com o desejo da população. Eleito com mais de 1.100 votos, o vereador tem pautado seu mandato com reuniões constantes com sua base eleitoral, sempre ouvindo a população e aqueles que o elegeram. Optou por não fazer indicações ao Executivo, pois a prática tem demonstrado que o vereador acaba fazendo papel de bobo, já que a administração não atende as justas reivindicações dos vereadores, o que, aliás, é queixa constante de diversos edis.  Portanto, sua estratégia é fazer as reivindicações no Plenário.

Thadeu Muniz declarou que não se afastou da base governista, porém jamais aceitará que a população seja tratada com desdém. Recentemente ele foi o único vereador a votar contra a doação de uma área verde no loteamento Jardim Atlântico para construção de um novo fórum. Declarou que é defensor da construção desse equipamento, até porque é advogado militante, mas viu nesse projeto da prefeitura gritante ilegalidade, vez que a lei proíbe a desafetação de áreas verdes em loteamentos. Thadeu teve coragem de votar contra o Projeto de Lei, e isso pode ter causado incômodo no staff governista.

Ilhéus: Presidente da Câmara convoca secretário de Administração para dar explicações sobre licitações

Mesa diretora da Câmara de Vereadores de Ilhéus

Durante a sessão desta terça-feira (06) o presidente da Câmara de Ilhéus, vereador Lukas Paiva (PSB) apresentou um requerimento, que foi aprovado por unanimidade, convocando o secretário de Administração do município, Bento Lima, para explicar algumas situações que fogem da normalidade da coisa pública.

Durante a sessão vários vereadores ocuparam o plenário trazendo informações sobre problemas graves em licitações, além de problemas de continuidade de execução dos contratos por falta de pagamento, a exemplo da limpeza pública, onde a empresa Solar Ambiental está há mais de seis meses sem receber pagamentos.

Segundo o vereador Lukas Paiva, há informações nos bastidores da justiça e da política, além das denúncias feitas pelos vereadores, sobre problemas com a lisura na atual administração que precisam ser esclarecidos para o bem público.

Para o vereador Ivo Evangelista, que inicialmente trouxe as denúncias sobre a suspeita de superfaturamento em licitações, a convocação vai trazer o que precisar ser esclarecido. “A gestão pública tem que ter dentro do processo licitatório, transparência”.

A data marcada para a Câmara receber o secretário será na próxima quarta-feira (14), na sessão ordinária.

VEREADOR NÃO É AUTORIDADE!

Eleito por sufrágio eleitoral, para um mandato com tempo determinado, podendo ser reeleito ou não.

Com o ‘múnus público’ de legislar e fiscalizar, não pode fazer o que bem quer ou lhe dar na cabeça.

Não pode por ser amigo do Rei arranjar benesses para parentes, mesmo servidores estáveis com desvio de função para bagunçar alegando que tem costas quentes.

Qualquer Superintendente ou Secretário, usando o Estatuto do Servidor, que é mais rigoroso do que muitos pensam, punir exemplarmente o folgado.

Na próxima denúncia que fizerem ao blog, vou dizer o nome dos bois, vacas, bezerros, bezerras e mamotes.

Vereador não é autoridade



anuncie aqui

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
Carregando...

Brasileirão

outubro 2018
D S T Q Q S S
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia