WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Assessoria’

Afinal, assessor de imprensa é jornalista?

Classificar assessor de imprensa como jornalista é um assunto muito polêmico na comunicação social. Sobre o tema, há diversos pontos de vistas que alimentam à discussão historicamente. Afinal de contas, essa classificação está correta?

Antes de se aprofundar em qualquer questão acerca da polêmica, é importante enfatizar um ponto relevante. Atualmente, não existe nenhuma lei em vigor que traga a resposta definitiva sobre o tema.

A Federação de Jornalistas promoveu, em 2018, uma campanha junto aos sindicatos da categoria. Na ocasião, os órgãos defendiam: “assessor de imprensa é jornalista”. O objetivo era garantir ao profissional de AI a jornada especial de trabalho, assim como os colegas de redação.

Porém, em junho deste ano, ao contrário do propósito da campanha promovida pela Fenaj, a 4ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho julgou improcedente a pretensão de um jornalista fora do ramo usufruir da carga horário destinada à profissão de jornalista.

Relação entre jornalista de redação e assessor de imprensa 

Levando em consideração o mercado de trabalho, nota-se a similaridade na rotina de ambos os nichos. Por exemplo, o assessor de imprensa, assim como jornalista de redação, cumpre o trabalho de apurar informações diariamente (mesmo que juntos a clientes). Além de produzirem conteúdos relevantes para divulgação constantemente. Nos bastidores, aliás, muito assessor de imprensa reclama (quase sempre com razão) dos profissionais do “outro lado do balcão” que simplesmente “copiam e colam” os materiais enviados.

As semelhanças entre as ocupações está ligada diretamente ao processo de produção. E não para por aí. No meio acadêmico, a situação é praticamente a mesma enfrentada no dia a dia do mercado de trabalho.Muitas faculdades e universidades espalhadas Brasil afora considera — oficialmente — as atividades de assessoria de imprensa como parte do jornalismo.

Ao analisar a grade dos cursos de graduação em jornalismo, vemos que há ao menos um módulo destinado completamente ao aprendizado sobre a área de assessoria de imprensa. É o caso de faculdades que são vistas como referência, inclusive ocupando as primeiras posições da última edição do Ranking Universitário da Folha. Sãos os casos de Cásper Líbero, Metodista, ESPM e PUC-SP.

  • “Assessoria de Imprensa e Comunicação Corporativa”. Disciplina no segundo ano do curso de jornalismo da Cásper Líbero.

  • “Assessoria de Comunicação”. Módulo presente no terceiro período da graduação jornalística da Metodista.

  • “Relacionamento com a mídia e influenciadores digitais (assessoria de imprensa)”. É uma das aulas previstas na matriz curricular de jornalismo da ESPM.

  • “Comunicação Institucional em Jornalismo”. Disciplina compõe a grade do segundo semestre do curso de jornalismo da PUC-SP.

O fato de aulas sobre assessoria de imprensa estarem presentes em graduações de jornalismo foi mencionado por Anderson Scardoelli, editor sênior do Comunique-se. Em vídeo, ele fala do assunto:

Principais diferenças entre as áreas 

A principal diferença entre as profissões está no objetivo final de cada ação. A missão do jornalista de redação é atender à sociedade com notícias consideradas de interesse público. Por outro lado, o assessor de imprensa presta serviços diretamente para uma empresa, marca ou personalidade — e acaba por atuar como sua representante, sua porta-voz.

Relacionamento entre as profissões 

Apesar dos pesares, a relação entre jornalista de redação e assessor de imprensa ocorre diariamente. Em muitos casos, inclusive, o relacionamento é próximo e sadio. Se bem executado, a prática pode render resultados expressivos em via de mão dupla.

O jornalista de redação, na busca diária pela notícia, encontra no assessor de imprensa um contato relevante. Além do acesso direto à informações pertinentes, tem facilidade para conversar com uma determinada fonte importante.

O assessor de imprensa, por sua vez, tem o release publicado e garante a visibilidade na mídia de seu assessorado. Garantindo sua função de trabalhar a imagem da empresa diante da imprensa.

Conclusão 

Na prática, podemos afirmar que sim. O assessor de imprensa é jornalista. Desde o processo de produção dos releases, que contempla o processo de apuração de informações e a produção textual até mesmo a sua formação acadêmica.

RAIO-X DAS ASSESSORIAS DE IMPRENSA


Saiba qual é a atividade mais exercida dentro de agências ou assessorias

Olá, Guy.

Gestão de redes sociais é a principal atividade feito por jornalistas ou profissionais de comunicação dentro de assessorias ou agências. De acordo com uma pesquisa nos Estados Unidos, textos maiores são mais compartilhados do que textos menores. No entanto, o conteúdo valioso é o que realmente importa. Você está fazendo apenas conteúdo ou a diferença dentro da sua agência?

Entre no link abaixo para ouvir o programa de hoje!
https://www.comunique-se.com.br/podcast/

Quer participar do nosso grupo do Whatsapp e mandar sua pergunta ou opinião ao vivo? Entre no link e envie sua mensagem de voz.
https://chat.whatsapp.com/0JxkLz0YZgYIRvWsFkWw5s

Espero que lhe seja útil.

Abraço,

Time Comunique-se

ASSESSORES NA VISÃO DO JORNALISTA 2017

Em breve vamos disponibilizar o link, para download da pesquisa completa da Comunique-se.

 

PRESIDENTE ESTADUAL DO PSC VISITA ILHÉUS

Fotos: Assessoria Fabio Magal.

Fotos: Assessoria Fabio Magal.

O presidente estadual do Partido Social Cristão (PSC) na Bahia, Eliel Santana, esteve em Ilhéus nesse sábado, 04, para participar de uma reunião no Restaurante Fredesko com lideranças regionais da sigla.

Acompanhado do secretário geral do PSC, Jorge Mendes, e do 1º secretário, Osny Santos, Eliel veio traçar novos caminhos em Ilhéus.

Os vereadores Fabio Magal e Roque do Sesp, ambos do PSC, prestigiaram a visita da direção estadual. O encontro teve a presença do Pastor Matos, atual presidente do diretório ilheense.

Duas vezes vereador da capital baiana e duas vezes deputado estadual, Eliel Santana defendeu a unidade partidária como forma de consolidar o PSC. Na sua visão, a partir dos vereadores Fabio Magal e Roque do Sesp e dos segmentos religiosos que integram o partido, é possível construir um futuro ainda mais promissor, a ponto de eleger o próximo prefeito de Ilhéus, ou o vice, nas eleições de 2016.

De maneira taxativa, o presidente comunicou aos filiados que a deputada estadual Ângela Sousa, hoje do PSD, mas, duas vezes eleita pelo PSC, perdeu o controle da agremiação em Ilhéus. “Se algum membro da direção municipal é ligado a Ângela e tem compromissos com ela, peço que deixe o partido. O melhor caminho é se filiar ao grupo dela, pois o PSC de Ilhéus perdeu completamente o vínculo com a deputada”.

Eliel Santana orientou os vereadores e filiados para que estabeleçam uma sede do PSC em Ilhéus.

Os vereadores Fabio Magal e Roque do Sesp pretendem inaugurar a sede do diretório municipal nos próximos 45 dias. Na ocasião, Eliel Santana retornará para dar posse aos novos diretores, que segundo ele, serão indicados após uma ampla discussão com todas as lideranças “sociais cristãs” na cidade.

Ascom Fábio Magal

05/05/2013

Jabes Ribeiro, visitou a comunidade de Banco do Pedro

A TRADICIONAL FEIJOADA DOS CROCODILOS HOMENAGEIA JABES RIBEIRO NO SEU ANIVERSÁRIO.

A Feijoada das Mulheres Guerreiras também estiveram presentes.

 

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia