WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Alerta’

COMO ESCOAR AS ÁGUAS DE CHUVA DA AVENIDA SOARES LOPES? ===>>> 19/07/2015

Todas as caixas de escoamento abertas até agora, até na altura da Tenda da TPI, estão com mais de 50% assoreadas, entupidas.

Imaginem quando chegar na Cidade Nova?

Isso não é de agora, já vem de muito tempo. Vai ser preciso muito trabalho.

NÃO FAÇAM TRAQUINAGENS COM VERBAS FEDERAIS. ===>>> 28/03/2020

  • Publicado: Terça, 28 de Janeiro de 2020, 16h32

 

A Secretaria de Gestão comunica que, a partir de 3 de fevereiro de 2020, os Municípios com mais de 50.000 (cinquenta mil) habitantes e entidades da respectiva administração indireta deverão observar as regras do novo pregão eletrônico, previstas no Decreto nº 10.024, de 20 de setembro de 2019, para a aquisição de bens e a contratação de serviços comuns, quando executarem recursos da União decorrentes de transferências voluntárias.

Os entes federativos poderão optar por usar o Sistema de Compras do Governo Federal, de forma simples, rápida, e sem qualquer ônus, conforme o passo a passo para formalização do Termo de Acesso, que pode ser acessado clicando aqui.

O Sistema de Compras do Governo Federal está integrado à Plataforma +Brasil, nos termos do Decreto nº 10.035, de 1º de outubro de 2019, e é franqueado a todos os entes federativos.

Também poderão ser utilizados sistemas próprios ou outros sistemas disponíveis no mercado, desde que estejam de acordo com as regras dispostas no referido Decreto e integrados à Plataforma +Brasil.

Curso sobre o novo decreto do pregão pode ser acessado aqui.

ROLANDO PELO WHATSAPP

O PREFEITO CONFESSANDO SEU DESPREPARO, UMA VERGONHA.

Pedindo socorro ao Secretário Fábio Vilas Boas, que quer ser Deputado Federal.

Cidades com mais de 50 mil habitantes começam a usar pregão eletrônico

Obrigação vale para compras com recursos de convênios com União

Publicado em 06/04/2020 – 05:28 Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Foto: Marcelo Casal Jr/EBC

A partir desta segunda-feira (6), os municípios brasileiros com mais de 15 mil habitantes terão de usar o pregão eletrônico para comprar bens e serviços com recursos de convênios com a União e demais transferências voluntárias. A nova regra vale para a aquisição de mercadorias e de serviços usadas no dia a dia. Apenas as obras estão fora dessa modalidade de contratação.

Em fevereiro, o pregão eletrônico tornou-se obrigatório nos municípios de mais de 50 mil habitantes. Em 1º de junho, será a vez de as cidades restantes, de até 15 mil moradores, adotarem o sistema. O cronograma foi estabelecido pela Instrução Normativa 206, editada em outubro do ano passado, pelo Ministério da Economia. Desde outubro, a obrigação vale para os estados e o Distrito Federal.

Segundo o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert, o pregão eletrônico aumenta a economia de recursos públicos de duas maneiras. A primeira é a ampliação da concorrência. Ao permitir a participação de empresas de todo o país nas licitações, o sistema aumenta a oferta.

“Em vez de comprar apenas na região, a prefeitura pode comprar de todo o país, escolhendo o preço mais vantajoso”, explica Heckert. Segundo ele, caberá ao fornecedor oferecer o frete mais barato  no caso de uma prefeitura adquirir bens de regiões distantes. “A responsabilidade, que muitas vezes era do Poder Público, passa para o vendedor”, acrescenta.

segunda vantagem listada pelo secretário consiste na redução da corrupção. “O pregão eletrônico é um sistema mais transparente, que registra todas as transações. As informações estarão disponíveis para o cidadão acompanhar”, afirma Heckert.

Plataforma

Os municípios interessados podem registrar as aquisições com recursos de transferências voluntárias diretamente no Sistema de Compras do Governo Federal (Comprasnet). A ferramenta está integrada à Plataforma +Brasil, criada em setembro do ano passado para informatizar a prestação de contas de transferências federais voluntárias recebidas pelos entes locais.

Desde o início de março, os estados e as prefeituras podem integrar os sistemas locais de compras à União. Com esse processo, as compras poderão ser feitas nos sistemas próprios e serem instantaneamente registradas na Plataforma +Brasil.

Atualmente, a plataforma registra nove modalidades de utilização de recursos de transferências federais. O Ministério da Economia pretende estender a prestação eletrônica de contas a todas as 30 modalidades nos próximos meses.

O estado com mais municípios abrangidos pelas novas normas é São Paulo, com 137 municípios. Em seguida, vem Minas Gerais, com 72. Segundo a Secretaria de Gestão, a União assinou 1.920 convênios com cidades de mais de 50 mil habitantes no ano passado, repassando voluntariamente R$ 2,3 bilhões a essas prefeituras.

Edição: Graça Adjuto

A POPULAÇÃO DEVE FICAR ATENTA, COBRAR DURO SEM COLHER DE CHÁ.

Estados e municípios recebem mais R$ 4 bilhões para combater o coronavírus

Dinheiro foi depositado nas contas dos fundos estaduais e municipais de saúde

O Ministério da Saúde liberou mais R$ 4 bilhões a estados e municípios para ações de combate à Covid-19. O valor é um adicional ao que já recebem para custeio de ações e serviços relacionados à saúde e pode ser utilizado para compra de materiais e insumos, abrir novos leitos e custear profissionais.

Portaria nº 774/2020 com a liberação foi publicada ontem (9) em edição extra do Diário Oficial da União. O valor corresponde a uma parcela mensal extra do que cada estado ou município já recebe para ações de média e alta complexidade ou atenção primária.

Em mensagem nas redes sociais, o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, disse que os recursos já foram depositados nas contas dos fundos estaduais e municipais de saúde. “A gente acha que, com isso, eles [os gestores de saúde] podem adquirir os equipamentos de proteção individual (EPIs) que a gente começa a trazer da China. Está começando o mercado chinês a se organizar, estamos conseguindo trazer”, disse.

De acordo com o ministro, a primeira carga com 40 milhões de máscaras vinda da China, de uma compra de 240 milhões de máscaras, deve chegar ao país na terça-feira (14). O esforço da equipe do Ministério da Saúde é de trazer 40 milhões por semana. Um edital será aberto para que empresas interessadas em ofertar esses insumos possam se cadastrar.

“Com isso a gente pacifica o mercado brasileiro. E isso, doravante pacificado, a gente já repassa os recursos para que os estados e municípios comprem, a iniciativa privada já está comprando. O mercado está começando a se normalizar, o de EPIs”, explicou o ministro.

Já sobre os respiradores, Mandetta disse que ainda há dificuldade. Segundo ele, foi feito uma acordo com a indústria nacional para elevar de 800 para 15 mil a produção de respiradores mecânicos em 90 dias.

EM ILHÉUS UM NOVO PROBLEMA SE AVIZINHA

Chuvas, água parada, sol, calor, chuvas novamente e o ciclo vai se completando.

O Aedes Aegypti, começa a nascer, e voar à procura de sangue humano.

Deus queira que não aconteça.

 

Breve estaremos com vocês…

Imagem do Google

MARÃO PENSA QUE ESTÁ BEM NA FITA. ===>>> 25/10/2019

Não está.

Apesar dos esforços das ‘moscas de padaria’ que o cercam, com releases ufanistas, fotos ensaiadas e posadas, palavras que colocam em sua boca.

O povo tem uma outra visão do seu governo. Ouçam um dos pequenos áudios que circulam na Internet.

NADA DO QUE FOI SERÁ

Passando a prorrogação de mandatos, como parece que sim, novas analises e reflexões políticas deverão ser feitas.

Tudo que foi pensado ou arquitetado de nada valerão.

Apoios, puladas de cerca, lideranças sem votos, oportunismo por boquinhas, treitas de políticos sem votos. Tudo isso vai por água abaixo.

Muitos vão perder o folego, outros vão dar calotes nos enganados.

A explosão financeira é o que mais vai doer nos treiteiros e celebridades instantâneas.

Se passar a prorrogação de mandatos, prestem atenção…

CRESCE A POPULAÇÃO DE RUA EM ILHÉUS.

Talvez atraídos por uma propaganda enganosa, a verdade é que está crescendo a população de rua em Ilhéus.

Oriundos de outras cidades, chegam em Ilhéus, drogados(noias), pedintes(mendigos), sem tetos(moradores de rua) e outros atores da miséria.

Antes conhecidos em portas de Igrejas, hoje estão nas portas de Farmácias, Bancos, Loterias, Supermercados e qualquer lugar por onde passa dinheiro.

Alguns até de maneira amedrontadora e agressiva, dependendo do psique.

Uma cracolândia está se formando na Avenida Soares Lopes, com moradores fixos e transitórios.

É triste, porém é verdade.

Cracolândia em São Paulo – foto Google

ISOLAMENTO SOCIAL

É uma das maneiras de conduzir a manada para o precipício…

Efeito manada…

ILHEENSE, APROVEITE O INESPERADO MOMENTO PARA REFLETIR.

Do jeito que está, é que não pode continuar.

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia