WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Água’

Embasa informa: desabastecimento de energia elétrica interrompe abastecimento de água na zona sul de Ilhéus nesta sexta, 06

A Embasa informa que, por conta do desabastecimento de energia elétrica na captação de água bruta do Rio Santana, desde as primeiras horas da manhã de hoje, o fornecimento de água está interrompido para a zona sul de Ilhéus nesta sexta-feira (06). A previsão inicial de retomada do fornecimento de energia, de acordo com a concessionária, era até as 10h30 de hoje, o que até o momento não aconteceu. Após restabelecimento desse serviço, serão necessárias cerca de 24 horas para que o sistema de abastecimento de água seja plenamente regularizado, especialmente para imóveis situados em pontos mais distantes da rede distribuidora.

Usuários que dispõem de reservatório compatível com suas necessidades de consumo não sentirão os efeitos da interrupção. Ainda assim, a Embasa recomenda a adoção de medidas de economia de água até que o abastecimento seja retomado.

Bairros afetados|  BA 415, Barreira, Ceplus, Couto, Cururupe, Hernane Sá I e II

Ilhéus II, Jardim Atlântico, Loteamento São Caetano, Mar a Vista, Mar de Ilhéus I, N. S. da Vitória, Nelson Costa, Parte da Avenida Princesa Isabel, Pérola do Mar, Pontal, Parque Olivença, Praia Dourada, Rodovia Ilhéus-Olivença, Santo Antônio de Pádua, São João, Sapetinga, Sol e Mar I e II, Urbis.

Agradecemos a atenção!

Mariana Vieira

Analista de Comunicação Corporativa – EL Ilhéus

(73) 3234-7273 

A EMBASA EM HOMENAGEM AS ÁGUAS

Embasa retira fraude em ramal de distribuição de água em Ilhéus

 

 

Novo Couto retirada fraude

Numa operação realizada na última sexta-feira (23 de fevereiro), no povoado Novo Couto, zona rural de Ilhéus, técnicos da Embasa identificaram e retiraram uma fraude num ramal de distribuição de água tratada que abastecia 52 famílias de uma área de invasão. A ação foi acompanhada por uma patrulha da 69ª Companhia Independente da Polícia Militar e faz parte de um planejamento integrado, junto com a Polícia Civil e Departamento de Polícia Técnica, para incrementar os esforços contra o roubo de água em Ilhéus.

A retirada da ligação clandestina, também usada para irrigação, foi coordenada pelo gerente da Unidade Regional da Embasa em Itabuna (USI), Danilo Gomes, acompanhado do gerente comercial Uillas Batista e da assistente social Thaíse Dias, além de técnicos da área operacional. Em conversa com uma das lideranças da comunidade, Lourenço Fernandes da Silva, foi explicado que a Embasa não pode fazer ligações no local por ser uma área privada invadida e que a ocorrência já é do conhecimento da prefeitura de Ilhéus.

A ação da sexta-feira é a primeira após a reunião, ocorrida no dia 15 de fevereiro, entre técnicos da Embasa, o delegado Evy Paternostro, titular da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), e o tenente Erinaldo Dantas, representante da 69ª Companhia Independente da Polícia Militar. No encontro, ficou definido o apoio policial nas operações contra fraudes e roubo de água em Ilhéus, principalmente nos locais considerados inseguros e com alto índice de criminalidade.

Já no início do mês de fevereiro, no dia 9, investigadores da Polícia Civil acompanharam o trabalho dos técnicos da Embasa numa barraca de praia da Zona Sul de Ilhéus, quando ficou constatada a adulteração do hidrômetro. Além do prejuízo financeiro, o gerente da USI, Danilo Gomes, chama a atenção para o desperdício de água quando não há controle do consumo. Ilhéus passou por um racionamento de água em 2016 e o combate às fraudes é uma das medidas para evitar que a adoção do sistema seja necessária outra vez.

O roubo de água é tipificado como crime contra o patrimônio, segundo o artigo 155 do Código Penal. A pena prevista em lei é reclusão de um a quatro anos, além de multa. A Embasa encaminha para a Polícia Civil os casos identificados de fraudes e roubo de água. A população também pode denunciar a existência de fraudes por meio do 0800 05555 195.

—————————————-

Assessoria de Comunicação da Embasa

Unidade Regional de Itabuna (USI)

Telefones 73 3214.4903/4900

Embasa e polícias Civil e Militar empreendem esforços contra fraudes de água em Ilhéus

16/02/2018
 
 
Envidar esforços contra o furto de água em Ilhéus. Este foi o objetivo de uma reunião ocorrida ontem (15), na sede da Embasa no município, que contou com representantes das polícias Civil e Militar. Técnicos da concessionária apresentaram as principais irregularidades cometidas e as dificuldades que as equipes de campo enfrentam no dia a dia: “Há logradouros por onde as equipes não conseguem passar, por conta da criminalidade; além disso, é comum que eles sofram a agressividade de usuários e até sejam vítimas de ameaça. Nesse ambiente de insegurança, fica impossível dar continuidade ao trabalho de identificação e de correção das fraudes”, afirmou Uillas Batista, gerente comercial da Unidade Regional de Itabuna, responsável pela operação da Embasa em Ilhéus e em outros 26 municípios da região.
“Precisamos definir uma agenda que possibilite a presença da polícia nas ações da Embasa respeitando o fluxo de ocorrências que recebem prioridade, como os crimes contra a vida. Lembramos ainda que é fundamental o apoio do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para dar validade jurídica às irregularidades encontradas, o que somente é possível por meio de laudo pericial”, explicou o titular da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), delegado Evy Paternostro.
 
Parceria de resultados
 
Antes mesmo da reunião, investigadores da Policia Civil acompanharam o trabalho de campo feito pela Embasa, dia 09 de fevereiro. Em uma barraca de praia da orla sul de Ilhéus, técnicos constataram a adulteração do hidrômetro – o manuseio indevido objetiva diminuir, ou mesmo anular, o consumo de água do imóvel. Com a perícia feita no equipamento, a empresa poderá adotar medidas judiciais e administrativas, como a cobrança de multa estabelecida em R$ 35 mil. “Não é só o prejuízo financeiro que nos preocupa. O passivo ambiental é incalculável, porque quem consome sem compromisso desperdiça muito mais. Ilhéus passou por racionamento em 2016 e não queremos que o furto de água contribua para que a cidade sofra novamente com o problema”, esclareceu Uillas.
“A Embasa pode contar com o apoio da Polícia Militar para garantir a segurança dos seus técnicos. Acreditamos que uma parceria como essa possa intimidar aqueles que fraudam o consumo de água e se acham impunes”, afirmou o tenente Erinaldo Dantas, que representou a 69ª Companhia Independente da Polícia Militar no encontro.

O grupo de trabalho definiu que o acompanhamento da polícia será requisitado inicialmente junto a grandes consumidores e a usuários que são reincidentes na prática do furto de água. “Nosso trabalho continua, e sabemos que seria impossível a polícia nos acompanhar a todo momento. A população também precisa fazer sua parte, procurando a Embasa para regularizar a situação de seu imóvel e denunciando possíveis irregularidades”, salientou Uillas.

Att.,

Mariana Vieira
Analista de Comunicação Corporativa – EL Ilhéus

(73) 3234-7273

REPRESA DO IGUAPE CHEIA – É MUITA ALEGRIA!

Fotos Embasa

 

Fotos Embasa

Mariana Vieira
Analista de Comunicação Corporativa – EL Ilhéus
(73) 3234-7273

O RIO SÃO FRANCISCO RECEBENDO A ÁGUA QUE VEM DO CÉU!

 Rio São Francisco
 Primavera chuvosa. Verão verde. Viva Bom Jesus da Lapa.

Implantação de reforço em rede distribuidora interrompe abastecimento dos Altos de Ilhéus nesta terça, 24

 

A Embasa informa que, para realizar o entroncamento de uma nova estação elevatória de água tratada que atenderá os Altos de Ilhéus, o abastecimento está interrompido na região desde às 8h desta terça-feira (24). Após a conclusão dos serviços, prevista para o fim da tarde de hoje, as localidades do Alto Carvalho, Alto da Esperança, Alto do Amparo, Alto do Coqueiro e Alto Legião terão o abastecimento gradativamente regularizado nas 24 horas subsequentes. A empresa recomenda aos usuários que utilizem menos água em suas rotinas nesse período. 

A Embasa investiu R$ 1 milhão em novos equipamentos e redes para regularizar, de forma definitiva, o abastecimento de água nos chamados Altos de Ilhéus. As intervenções promovem o aumento da vazão de distribuição e garantem mais horas operadas. Outros bairros elevados da cidade, que estão conectados aos novos equipamentos desde a semana passada, já estão sentindo os efeitos das melhorias implantadas no sistema.

Agradecemos a atenção e estamos à disposição para o que se fizer necessário!

Att.,

Mariana Vieira

Analista de Comunicação Corporativa – EL Ilhéus

(73) 3234-7273

1454076487034_assinatura-email-embasa-jul2013.png

NESTA ILHÉUS TÁ DE FORA!

ABASTECIMENTO- CARRO PIPA

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), órgão do Ministério da Integração Nacional, reconheceu situação de emergência em 172 municípios na Bahia, em decorrência de estiagem. A portaria com o reconhecimento federal foi publicada na edição desta quinta – feira (05/10) do Diário Oficial da União.

Com o documento, haverá o prosseguimento das ações emergenciais implementadas no estado para atendimento da população afetada pela falta de água. Além disso, permite que as Prefeituras solicitem o apoio do Governo Federal para o restabelecimento imediato dos serviços essenciais, como o abastecimento de água potável através de carros- pipa.

Acesse a portaria e veja a lista de municípios atingidos.

Ascom – Superintendência de Proteção e Defesa Civil – Sudec

71 3116-3970/75

GOVERNO DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM 173 CIDADES BAIANAS

Fonte: Bahia Econômica 

Estiagem

 

A situação de emergência de 173 municípios baianos devido a estiagem foi decretada, de acordo com uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (14), pelo período de 180 dias. Ao assinar o decreto, fundamentado no Art. 1º da Instrução Normativa Nº 02 do Ministério da Integração Nacional, o governador Rui Costa levou em consideração os baixos índices pluviométricos registrados nos últimos anos, que estão afetando quase a totalidade do estado

A escassez das chuvas tem comprometido a regularidade no fornecimento de água potável e provocado graves prejuízos às atividades produtivas, principalmente à agricultura e à pecuária. De acordo com o decreto, que passou pela análise da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), todos os órgãos estaduais devem participar de ações com o objetivo de buscar soluções para restabelecer a normalidade e preservar o bem-estar da população.

Sihs firma convênio com 27 municípios da região de Irecê para elaboração de planos municipais

Convênio com 27 municípios.

Tratar água e esgoto para prevenir doenças, promover saúde e proporcionar qualidade de vida. Com este intuito a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) firmou nesta sexta-feira (1), convênios de cooperação com 27 municípios da região de Irecê, de forma a contribuir para a elaboração dos Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB), conforme manda a lei federal de nº 11.445/2007.

Na lista estão: América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Carfanaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Miguel Calmon, Morro do Chapéu, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Ourolândia, Piritiba, Presidente Dutra, São Gabriel, Souto Soares, Tapiramutá, Uibaí, Umburanas e Várzea Novo.

Presente no ato, o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, ao lado do presidente da Embasa, Rogério Cedraz, destacou que essa celebração, através de gestão associada com a Embasa e entes federados possibilitará o fortalecimento do pacto federativo brasileiro de saneamento.

“Afinal, proporcionarão não apenas a prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário,  mas viabilidade técnica e econômica-financeira, com metas estabelecidas e acima de tudo investimentos, que serão revestidos  em serviços de excelência com sustentabilidade, contribuindo para a universalização e melhora da qualidade de vida”, comemorou Peixoto, frisando que  a Embasa e a Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), bem como técnicos da Sihs e da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), terão papéis fundamentais neste processo.“Todo suporte técnico para que os componentes: abastecimento de água potável e esgotamento sanitário sejam cumpridos será dado por nós”, garantiu o titular da Sihs.

Nesta mesma linha, as cidades de Acajutiba, Aporá, Cardeal da Silva, Crisopólis, Esplanada, Inhampube, Itapicuru, Jandaíra, Pojuca, Ribeira do Pombal, Rio Real, Conde, Entre Rios, Nova Soure, Olindina, Cipó, Itanagra, Ouriçangas, Tucano, Pedrão, Ribeira do Amparo, Aramari, Sátiro Dias, Vitória da Conquista, Irará, Ipecaetá, Antônio Cardoso, Rafael Jambeiro, Santanópolis, Santa Bárbara, Tanquinho, Água Fria, Santo Estevão, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Amélia Rodrigues, Terra Nova, Teodoro Sampaio, São Gonçalo dos Campos, Conceição de Feira, Serra Preta,  Anguera e Conceição do Coité, estão tendo todo aparato do Governo do Estado à disposição.

ASCOM SIHS – 3115 – 6214 / 6218 

Fornecimento de água será temporariamente interrompido na zona sul de Ilhéus, nesta sexta-feira (25)

Agradecemos a atenção e estamos à disposição para o que se fizer necessário!

Att.,

Mariana Vieira

Analista de Comunicação Corporativa – EL Ilhéus

(73) 3234-7273

1454076487034_assinatura-email-embasa-jul2013.png

Sihs assina autorização para estudos de barragens em Rio do Pires e Tapiramutá

 

RIO DO PIRES E TAPIRAMUTA

Na manhã desta segunda-feira (14), autorização para estudos para implantação de barragens para os municípios de Rio do Pires e Tapiramutá foi assinada pelo secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, o presidente da Cerb, Marcos Bulhões e os prefeitos Gilvânio Antônio dos Santos (Rio do Pires) e Djalma Santos Junior (Tapiramutá). A intermediação foi feita pelo deputado federal, Mário Negromonte Jr, Gilvânio Antônio dos Santos Djalma Santos Junior. Os investimentos serão da ordem de R$ 550.000,00.

“Trata-se de mais duas grandes ações do governo do estado, para o enfrentamento do processo de convivência com a seca”, pontuou o secretário, frisando que as barragens terão como finalidade o abastecimento humano nas sedes de Rio do Pires e Tapiramutá, onde existe déficit de vazão no abastecimento, que provoca racionamento ao longo de vários meses durante o ano.  

“Só tenho a agradecer, pois a intervenção vai beneficiar milhares de pessoas da nossa cidade, que há muito sofrem com a seca”, agradeceu o gestor de Rio do Pires. “Em nome do povo de Tapiramutá agradeço ao governo do estado e deputados baianos pelo empenho e pelo avanço que a barragem trará para todos”, disse o prefeito Djalma Santos Jr.  

ASCOM SIHS – 3115 – 6214 / 6218

Avanço na barragem do Rio Colônia é comemorado em visita

Fotos: Mário Marques

Conferindo de perto as obras da barragem do Rio Colônia, em Itapé, o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, comemoram o avanço da obra e a proximidade de entrega aos moradores de Itabuna e região que tanto tem sofrido com a seca, a pior dos últimos 100 anos no estado. Com quase 90% dos trabalhos concluídos, já em execução final da etapa de concreto do barramento do vertedouro das águas, a próxima etapa da intervenção, realizada pelo Governo do Estado, através da Embasa, empresa vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs),  será a montagem dos equipamentos hidromecânicos, que é a execução das comportas, com previsão de conclusão para o início do segundo semestre. O valor total de investimento é R$ 108.498.283,00.

 “Ver chegar ao fim uma obra que garantirá o abastecimento de água de qualidade por muitas décadas para mais de 350 mil moradores é de muita alegria para a nossa gestão e nossa meta é fazer muito mais pela Bahia, no quesito água e saneamento”, comemorou. 

Reforçando, o secretário Cássio Peixoto, destacou que: “Esta entrega se traduzirá não apenas em segurança hídrica, mas em mais saúde e desenvolvimento econômico e social”. Além da barragem em si, o projeto inclui a relocação da estrada, de linhas de energia, a construção de habitações, entre outras obras complementares.

A barragem possui eixo com comprimento de 124 metros e altura de 21,4 metros e quando atingir o nível mais alto possuirá volume total de mais de 62 milhões de metros cúbicos de água.  Minimizará ainda o problema das enchentes que inundam parte da cidade de Itabuna e melhorará as condições sanitárias do Rio Cachoeira, contribuindo com a diluição dos efluentes sanitários não tratados das áreas urbanas marginais ao rio. “Aspecto que permitirá o uso de um menor grau de tratamento para estes efluentes, bem como reduzirá a proliferação de plantas aquáticas que se acentua nos períodos de longas estiagens, principalmente na área urbana da cidade”, concluiu Peixoto.

ASCOM SIHS – 3115 – 6214 / 6218 

Especialista em água de Israel elenca soluções para superar crise

 

Alternativas eficazes para derrotar a crise hídrica. Na tarde desta segunda-feira (20), durante palestra com tema “Gestão do ciclo hídrico em regiões de escassez”, o engenheiro e Chefe do Departamento de Companhias de Água da Autoridade Israelense de Águas, Amir Schischa, elencou como o país, que no auge da seca chegou a ver a subsistência ameaçada, venceu o problema e hoje possui água em abundância. O evento foi de iniciativa da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), empresa vinculada a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs),  em parceria com o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia da Bahia (Crea-Ba).

Conforme ele fez questão de explicar medidas pontuais foram tomadas, a exemplo da orientação a se tomar banhos de no máximo dois minutos, lavar carros sem mangueiras, e só quem era rico o suficiente para absorver o custo da manutenção de um gramado foi autorizado a regá-lo, mas somente à noite, porém vale destaque para o grande esforço nacional para dessalinizar água do Mediterrâneo e reciclar águas residuais. “Que proporcionou ao país água suficiente para todas as suas necessidades, mesmo durante as secas graves”, disse, frisando que mais de metade da água destinada às famílias, à agricultura e à indústria em Israel atualmente é produzida artificialmente.

Cinco grandes usinas privadas de dessalinização entraram em operação ao longo da última década. Juntas, elas produzirão mais de 492 bilhões de litros de água potável por ano, com a meta de chegar a 757 bilhões de litros até 2020. “Tornando Israel líder mundial na reciclagem de águas residuais para a agricultura. O país trata 86% do seu esgoto doméstico, reciclando-o para uso agrícola -volume que representa cerca de 55% de toda a água utilizada na agricultura”.

Mais além, o governo de Israel fez cortes nas quotas anuais de água aos agricultores, encerrando décadas de uso extravagante e fortemente subsidiado de irrigação agrícola. A sobretaxa para o uso doméstico foi adotada no final de 2009, e um sistema tarifário com duas alíquotas passou a vigorar. O uso regular da água para fins domésticos agora é subsidiado pelo imposto ligeiramente superior que os usuários pagam quando ultrapassam o consumo básico. “E todo dinheiro arrecadado com a cobrança da água é reinvestido na infraestrutura”.

O secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, foi enfático ao afirmar que o intercâmbio entre países com medidas vitoriosas é primordial nesse momento, classificado como crucial. “Onde enfrentamos a pior seca dos últimos cem anos e buscamos incessantemente alternativas para reverter esse cenário, sem permitir prejuízos à população baiana. E um benchmarking  já está autorizado, de forma que  corpo técnico do Governo do Estado, analise mais de perto todas as medidas apresentadas, assim como possibilidade de utilizá-las”.  

Fotos: Mário Marques – ASCOM SIHS – 3115 – 6214

SIHS reúne órgãos de governo para discutir crise hídrica no estado

Foto: Mário Marques

Foto: Mário Marques

A crise hídrica na Bahia esteve em pauta na manhã desta quarta-feira (01) na Secretaria de Infraestrutura Hídirca e Saneamento (Sihs). Acompanhado pelo Secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, pelo presidente do Desenbahia Otto Alencar Filho, pelo presidente da Embasa, Rogério Cedraz e pela Diretora Geral do Inema, Márcia Telles, o secretário da Sihs, Cássio Peixoto, coordenou o encontro, estabelecendo estratégias alternativas para minimizar os impactos da seca no estado junto com outras instituições como a Cerb e a Car, além da Casa Civil, Secretaria do Meio Ambiente e da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social.

“Neste momento, planejamento e parceria são imprescindíveis para a melhoria da distribuição de água e para o equilíbrio de alguns sistemas que já estão em fase de pré colapso”, avaliou o secretário da Sihs, Cássio Peixoto, acrescentando que os transtornos já não são somente pontuais. “Ao longo dos anos o nível de água vem diminuindo, ou seja, além do problema da captação existe ainda uma redução acentuada da quantidade de chuva, dificultando a disponibilidade hídrica tanto para o abastecimento humano quanto para a produção de alimentos. E essa equação precisa ser solucionada para que não fiquemos, todos os anos, discutindo o mesmo assunto”, ponderou.

:: LEIA MAIS »



anuncie aqui

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
Carregando...

Brasileirão

Abril 2018
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia