WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 20/out/2021 . 16:10

Governo lança edital para novo trecho da transposição do S. Francisco

Licitação será para obras do trecho 3 do Eixo Norte  

Publicado em 20/10/2021 – 14:57 Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil – Brasília – Brasília

TV Brasil

Foi lançado hoje (20) edital para a construção do Ramal do Salgado, trecho da transposição do Rio São Francisco no Ceará. Com R$ 600 milhões em investimentos públicos, a infraestrutura vai abastecer 54 cidades cearenses, beneficiando 4,7 milhões de pessoas. 

A licitação é para continuação das obras do trecho 3 do Eixo Norte da transposição, que deriva do Ramal do Apodi até o Rio Salgado.

O presidente da República Jair Bolsonaro participou da cerimônia de assinatura do edital, nesta quarta-feira, durante evento da Jornada das Águas, em Russas (CE).

Também foi assinada a Ordem de Serviço para início da recuperação e adequação da Barragem Banabuiú, também no Ceará. Com investimentos federais de R$ 15,4 milhões, as obras serão executadas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas e devem beneficiar cerca de 20 mil pessoas.

“Essas duas obras que se iniciam no dia de hoje são mais uma prova de que nós não nos preocupamos com obras novas ou obras antigas. Queremos todas elas com o mesmo tratamento”, disse o presidente, lembrando que o projeto de transposição do São Francisco começou em 2005.

Durante o evento, Bolsonaro ainda sancionou a Lei 14.225 de 2021, que altera a participação da União no Fundo Garantidor de Infraestrutura, permitindo a utilização dos recursos em projetos de concessões públicas e parcerias público-privadas da União, dos estados e dos municípios. Assim, segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, fica criado o Fundo de Desenvolvimento Regional Sustentável, que será usado para alavancar investimentos em infraestrutura no país, com prioridade para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

O texto da lei já estava em vigor desde maio, por meio da edição de Medida Provisória, e foi aprovado pelo Congresso Nacional em setembro. A medida também altera regras dos fundos constitucionais do Norte (FNO), do Nordeste (FNE) e do Centro-Oeste (FCO). Esses fundos foram criados para promover o desenvolvimento econômico e social das três regiões por meio do financiamento aos setores produtivos, a exemplo do agronegócio e do turismo. Esse fomento é feito a partir de bancos federais regionais – da Amazônia (Basa) e do Nordeste (BNB) – ou do Banco do Brasil.

Jornada das Águas

Jornada das Águas começou na segunda-feira (18), em São Roque de Minas, no norte de Minas Gerais, região da nascente do Rio São Francisco, e vai terminar em Propriá, em Sergipe, no dia 28 de outubro.

A viagem de dez dias, liderada pelo ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho, percorrerá os nove estados do Nordeste com anúncios e entrega de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de ações de governança, com propostas de mudanças normativas no setor.

“Amanhã retornaremos ao Nordeste novamente. Água é vida, água é tudo para quem pouco tem. Se Deus quiser, nos próximos meses concluiremos toda a transposição do São Francisco. Além de concluí-las [as obras], estamos investindo na nascente do São Francisco, fazendo o reflorestamento no nosso estado de Minas Gerais”, disse Bolsonaro no evento desta quarta-feira.

Edição: Aline Leal

EBC e Rede Minas assinam chegada do Digitaliza Brasil a Minas Gerais

Sinal digital chegará a 470 cidades mineiras, que também receberão 4G

Publicado em 19/10/2021 – 19:51 Por Agência Brasil – Brasília

Foto: Cristiano Machado/Imprensa MG

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e a Rede Minas de televisão assinaram hoje (19) um acordo que inclui 470 municípios de Minas Gerais na área de cobertura do programa Digitaliza Brasil – iniciativa do governo federal que visa ampliar a transmissão do sinal digital de televisão para todo o território nacional.

A parceria permitirá que canais que já são transmitidos na frequência digital cheguem a regiões que ainda sofrem com as desvantagens da TV analógica: sinal fraco, inconstante e de baixa qualidade audiovisual. Além da qualidade, a iniciativa visa desocupar parte do espectro da banda de frequência, que será usada pelas tecnologias 4G, nos municípios menores, e 5G, que deverá ser leiloada em novembro e será usada inicialmente nos grandes centros. 

Leia também:
» Leilão do 5G: entenda o que vem por aí e conheça as novidades

O presidente da EBC, Glen Valente, reafirmou a importância da parceria entre as emissoras públicas e a importância da expansão do sinal digital. “A parceria não é nova. Estamos expandindo focados em desenvolver conteúdo. Com esta integração nacional, isto é um facilitador para mostrar Minas Gerais para o Brasil inteiro. Essa parceria e o trabalho em conjunto são o grande foco da TV Brasil e da Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP). Hoje, a EBC tem mais de 48 parceiros. A produção de conteúdo descentralizada é uma potência. Somos grandes parceiros”, afirmou.

“Produzimos uma programação de extrema qualidade, uma programação que precisa chegar a todos os mineiros e o grande desafio era como fazer ponto e esse desafio, o que está sendo concretizado hoje, com início dessa assinatura”, diz Sérgio Rodrigo Reis, presidente da Empresa Mineira de Comunicações.

Assista ao evento na íntegra:

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, afirmou que a nova parceria trará possibilidades educativas que ainda não foram exploradas no Brasil, e que emissoras multicanal, como a Rede Minas e a TV Brasil, podem ter um impacto positivo sobre o público em idade escolar que não tem acesso a computadores ou celulares para acompanhar aulas remotas.

“Esse upgrade tem importância muito maior do que podemos imaginar. Ficou muito claro que uma das dificuldades que tivemos durante a pandemia foi chegar às famílias de alunos devido à falta de internet ou de TV de qualidade. Com essa nova tecnologia, um canal a mais poderia ter sido acionado para passar aulas o dia todo – algo que um canal analógico não permite”, disse Zema.

O governador afirmou, ainda, que vários distritos que não contam com cobertura de telefonia celular também receberão a novidade, já que a desativação do sinal analógico dará espaço também para a tecnologia 4G, que deverá cobrir todo o território nacional com o programa Digitaliza Brasil. 

“Minas tem muito o que oferecer. Mais de 60 mil pessoas serão beneficiadas pelo Digitaliza Brasil”, concluiu Zema. Com a iniciativa, Minas Gerais passa a ter 870 municípios com acesso ao sinal de TV digital. Os outros 20 municípios restantes receberão a novidade em uma nova fase do programa, que deve concluir a desativação do sinal analógico até o fim de 2022.

Ouça na Radioagência Nacional:

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

outubro 2021
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia