WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 8/jul/2021 . 17:33

Ministério lança radiografia do turismo náutico no Brasil

Dos turistas recebidos, 46,2% vêm da América do Sul e 38,5% da Europa

Publicado em 08/07/2021 – 16:56 Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil – Brasília

. (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O Ministério do Turismo lançou hoje (8) uma radiografia do turismo náutico no Brasil. Segundo o levantamento, o país possui 80 destinos associados a passeios e atividades que envolvem embarcações, sejam no mar ou em água doce.

O país possui 8,5 mil quilômetros de costa, 35 mil quilômetros de vias navegáveis e 9.620 quilômetros de margens de lagos, lagoas e reservatórios, dispostos em uma rede fluvial composta por 12 bacias hidrográficas.

Entre os tipos de turismo náutico estão as embarcações de pequeno porte (como caiaque e canoa), médio porte (veleiros, escunas e lanchas) e de grande porte (cruzeiros de cabotagem, de longo curso e internacional).

Também há serviços e experiências relacionadas ao mar e à água doce, como surf e variantes (wind e kitesurf), pesca esportiva, mergulho, observação de animais, banho e visitação a pontos turísticos.

O turismo náutico tem como principais estados São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul. Dos turistas recebidos, 46,2% vêm da América do Sul, 38,5% da Europa e 7,7% da América do Norte. O público é formado sobretudo por famílias (84,6%)

Na temporada 2019/2020, oito navios fizeram roteiros no litoral brasileiro, uma além do registrado na temporada anterior. Conforme o levantamento, 469.577 pessoas participaram deste tipo de viagem, com movimentação de R$ 2,241 bilhões.

Contudo, com a chegada da pandemia ao país o setor sofreu as consequências das restrições. Os operadores teriam deixado de faturar cerca de R$ 860 milhões em função dos cancelamentos. Os principais portos com saída e passagem de cruzeiros marítimos são os de Imbituba (SC), Santos (SP), Salvador (BA), Maceió (AL) e Fortaleza (CE).

Pandemia

Neste momento de retomada da economia, depois do fechamento de vários setores devido à pandemia covid-19, o levantamento do Ministério apontou algumas tendências, entre elas: aluguel de embarcações para uso em família, locação de embarcações por aplicativos e plataformas e compartilhamento de embarcações por cota de uso, como de lanchas e jet skis.

Durante o evento online de lançamento do levantamento, o ministro do Turismo Gilson Machado destacou que o turismo náutico tem um grande potencial de crescimento pelas condições existentes no Brasil e que pode auxiliar a recuperação do setor como um todo neste cenário de retomada.

“O turismo náutico sempre foi nosso ponto focal devido ao tamanho que ocupa e ao que pode se transformar. Temos o maior potencial do mundo em tudo o que for náutico e não temos riscos como maremoto e terremoto. Precisamos otimizar o turismo náutico, fazendo com que ele saia do patamar estacionado em que se encontra e se transforme num segmento importante da economia do Brasil”, defendeu.

Edição: Aline Leal

Conab estima colheita de 260,8 milhões de toneladas na safra 2020/2021

Colheita é ligeiramente menor do que a projeção anterior

Publicado em 08/07/2021 – 10:28 Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Colheita de milho, colheita de grãos

A safra 2020/2021 de grãos deverá ter uma colheita de 260,8 milhões de toneladas, informou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ao divulgar, hoje (8), o 10º levantamento da Safra de Grãos. O número é ligeiramente menor do que a projeção anterior.

De acordo com o presidente da Conab, Guilherme Ribeiro, a diferença de 1,3 milhão de toneladas “se deve ao plantio tardio de milho segunda safra e à falta de chuva”. Plantado fora da janela ideal, o milho acabou ficando mais vulnerável às condições climáticas registradas no período. Segundo Ribeiro, o grão já teve 95% da sua primeira safra colhida.

De acordo com a Conab, o clima adverso em algumas regiões produtoras “influenciou de maneira negativa na produtividade estimada do cereal, e a colheita da segunda safra do grão deve chegar a 66,97 milhões de toneladas, queda de 10,8% se comparada com o período anterior”.

A estimativa de produção total do milho supera 93 milhões de toneladas, com a primeira safra tendo uma colheita de cerca de 24,9 milhões de toneladas. A estimativa para a terceira safra do grão é de aproximadamente 1,5 milhão de toneladas. “Com a atualização, a produtividade do milho segunda safra pode chegar a 4,5 toneladas por hectare na atual safra, queda de 17,5% em relação à 2019/2020. Já a área plantada do cereal no período registra aumento de aproximadamente 8,1%, chegando a 14,88 milhões de hectares”, informa a Conab.

Soja e arroz

O levantamento prevê um acréscimo de 11,1 milhões de toneladas de soja para esta safra. Com a colheita já encerrada, a oleaginosa deverá registrar um novo recorde de 135,9 milhões de toneladas colhidas, “mantendo o Brasil como maior produtor da cultura no mundo”.

A produção estimada para o arroz é de 11,8 milhões de toneladas, 5,2% maior do que o volume produzido na safra anterior. Cerca de 92% dessa produção tem como origem os cultivos irrigados. O restante 8% tem como origem os plantios de sequeiro. Já a produção de feijão está estimada em cerca de 3 milhões de toneladas.

Exportações e importações

A Conab prevê que as exportações de algodão no segundo semestre de 2021 atinjam patamares menores do que no ano passado. “Essa redução se deve à combinação de uma menor produção na atual safra e de um maior consumo das indústrias nacionais. Nesse cenário, a tendência é de recuperação de 16% nos estoques finais da fibra em relação ao volume divulgado no balanço do mês passado”, informa a companhia.

No caso do milho, a Conab manteve as projeções de importação do grão em 2,3 milhões de toneladas, e de exportação em 29,5 milhões de toneladas. Já para a soja, a Conab estima recorde no volume exportado, finalizando o ano com cerca de 86,69 milhões de toneladas, 4,5% a mais que no ano anterior. No primeiro semestre de 2021 foram exportadas 57,56 milhões de toneladas dessa oleaginosa.

A Conab informa que, para o trigo, o estoque de passagem para a safra 2021/2022 deverá ter volume próximo a 1,8 milhão de toneladas.

Para o arroz, as exportações em junho foram 19% menores que as ocorridas no mesmo período do ano passado. A Conab acrescenta que essa queda “é ainda maior quando se considera o acumulado do primeiro semestre, chegando a uma redução de 50% no volume exportado”.

Edição: Fernando Fraga

Polícias de nove estados fazem operação de combate a crimes digitais

Terceira fase da Operação 404 mira pirataria digital internacional

Publicado em 08/07/2021 – 08:38 Por Agência Brasil – Brasília

. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Sob a coordenação da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), foi deflagrada, nesta quinta-feira (8), a terceira fase da Operação 404, com o objetivo de combater crimes de pirataria digital.

As ações estão executadas pelas Polícias Civis de nove estados: Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Os policiais cumprem 11 mandados de busca e apreensão, além do bloqueio e/ou suspensão de sites e aplicativos de streaming ilegal de conteúdo, desindexação de conteúdo em mecanismos de busca e remoção de perfis e páginas em redes sociais.

A ação integrada no combate à pirataria online conta também com a colaboração das embaixadas dos Estados Unidos (Homeland Security Investigations (HSI) e Departamento de Justiça do Reino Unido no Brasil (IPO – Intellectual Property Office e PIPCU – Police Intellectual Property Crime Unit).

Edição: Aécio Amado

Provocação de Aziz na CPI da Pandemia ‘incendeia’ os quartéis

Declaração sobre ‘lado podre’ das Forças Armadas resultou numa nota oficial da Defesa em tom de advertência: ‘Vil, leviano, irresponsável’

ACESSIBILIDADE:
Sessão da CPI da Pandemia desta quarta-feira (7/jul). Foto Marcos Oliveira/Senado

O viés do espetáculo, na CPI da Pandemia, acabou provocando uma grave crise com os militares, que reagiram indignados a uma declaração do presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), que parece ter sido desenterrada dos seus tempos de militância no PCdoB. “Fazia muitos anos que o Brasil não via membros do lado podre das Forças Armadas envolvidos com falcatrua dentro do governo”, disse ele, baseado em suspeitas. Os chefes militares estão revoltados com a generalização.

Ataque às instituições

A nota oficial adverte: “As Forças Armadas não aceitarão qualquer ataque leviano às instituições” que defendem a democracia e a liberdade.

‘Vil, leviano, irresponsável’

Os chefes militares avaliam que Aziz atacou as Forças Armadas “de forma vil e leviana”, além “grave, infundada e, sobretudo, irresponsável”.

Pedala, Pacheco

Líderes de várias tendências pediram ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que assuma o controle para impedir o agravamento da crise.

Tom de advertência

A nota, em tom grave, é assinada pelo ministro da Defesa, general Braga Netto, e pelos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Sessão CPI Pandemia Roberto Dias Omar Aziz

Prefeito de Maceió, JHC lidera para governador

Levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas em Alagoas mostra uma sólida liderança do prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PSB), o JHC, nas preferências do eleitorado para governador do Estado. De acordo com a pesquisa, JHC tem 46% das intenções de voto dos alagoanos, muito à frente do candidato do clã Calheiros, Alfredo Gaspar (MDB), que soma 29,8%. Em 3º aparece Maurício Quintela, com 2,7%. Foram entrevistados 806 eleitores entre os dias 1º e 5 deste mês.

Outro cenário

As chances de Alfredo Gaspar melhoram em outro cenário, com JHC fora da disputa. Ele somaria 40,1% e Rodrigo Cunha (PSDB) 27%.

Opções secundárias

No cenário sem FHC e com Rodrigo Cunha, o ex-ministro Quintella sobe para 3,6% e Renato do Pilar aparece em 4º, com 2,7%.

Delegado surpreende

O deputado bolsonarista Delegado Fabio Costa surpreende na disputa para senador: com 28,8%, está à frente de Renan Filho, que tem 26,1%.

Ritmo forte

Assim como esta coluna estimou ontem, os profissionais de Saúde brasileiros imunizaram, até esta quarta (7), mais de 80 milhões de pessoas (80,722,726), cerca de 51% da população vacinável.

Poder sem Pudor

Amnésia suspeita

Francisco Marques Carioca, o segurança que sacou R$1 milhão da Skymaster, alegou súbita amnésia para indicar do paradeiro da dinheirama, na CPI dos Correios de 2005, que investigava corrupção no governo Lula: “Eu não capito.” O deputado José Eduardo Cardoso (PT-SP), subrelator da comissão, na época um crítico da roubalheira, reagiu em cima da bucha, cogitando prender o desmemoriado: “É melhor o senhor captar…”

Encontros

Só quem não conhece a “corte” de Brasília estranha encontros em restaurantes onde ministros, políticos, servidores e jornalistas têm até mesas cativas. E são abordados por vigaristas, corretores de terrenos na Lua, “mordedores” de oportunidades e chatos. É só saber se livrar deles

Nem te conto

Certa vez, palestrando em São Paulo, o cientista político Paulo Kramer foi cobrado: “Vocês de Brasília (pessoas como ele, políticos, jornalistas etc.) “não contam nem 10% do que sabem”. Kramer respondeu: “É que, se eu contasse os outros 90%, ninguém acreditaria…”

Sem gritaria

O Ministério da Saúde confirmou ontem (7) ao site Diário do Poder que dos quase 26 mil testes RT-CR realizados nos jogadores, comissões e terceirizados da Copa América, só 168 deram positivo. O resultado de 0,65% de positividade é oito vezes melhor que o exigido pela OMS.

Freud explica

O presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PDD-AM), ao mandar prender Roberto Ferreira Dias, disse que ele estava “detido pela Presidência do Senado (sic)” e aí corrigiu: “pela presidência da CPI”.

Podemos cresce

Continua crescendo no Senado o partido Podemos, que tem em Álvaro Dias (PR) uma de suas estrelas. Os senadores Carlos Viana (PSD-MG) e Alessandro Vieira (Cidadania-SE) podem ser os novos filiados à legenda.

Frase do dia

Ele está mentindo desde manhã

Senador Omar Aziz (PSD-AM) ao justificar a voz de prisão do depoente Ricardo Dias

Interesse indiano

Em reunião com o presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, Aécio Neves, o embaixador da Índia no Brasil, Suresh Reddy, enfatizou o interesse do seu país em cooperar com o Brasil em biocombustíveis, mercado que deve chegar a US$10 bilhões, em 5 anos.

Mandaram bem

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas divulgou que companhias privadas e a Força Aérea já transportaram, gratuitamente, mais de 80 milhões de doses de vacinas, 7,5 mil profissionais de saúde, EPIs etc.

Pensando bem…

…não precisa de guarda, juiz, promotor ou delegado. Tem CPI.

Vídeos Relacionados


contador free
nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia

marmita mensal
julho 2021
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia