WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 8/jun/2021 . 15:09

País passa por transformação da infraestrutura nacional, diz ministro

Tarcísio Gomes de Freitas falou durante comemoração de 20 anos do Dnit

Publicado em 08/06/2021 – 14:43 Por Alex Rodrigues – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, durante o lançamento do programa Voo Simples, no Palácio do Planalto.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse que o Brasil passar por um momento de “transformação da infraestrutura” nacional, apesar das barreiras orçamentárias para novos investimentos: “Estamos passando por um momento difícil, conjuntural, de forte restrição fiscal, mas isso vai passar”, declarou Freitas, ao participar, na manhã desta terça-feira (8), de um evento em comemoração aos 20 anos de criação do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Ao falar sobre a necessidade de fortalecer a autarquia responsável por executar as diretrizes da política nacional de infraestrutura rodoviária, ferroviária e hidroviária federal, o ministro destacou as recentes realizações do órgão.

“Em um momento de pandemia, com o menor orçamento da história, [o Dnit] foi e entregou, no ano passado, 92 obras. Outras tantas já estão sendo entregues este ano. Imagina como vai ser quando o dinheiro voltar”, garantiu.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, cerca de 1.430 quilômetros de novas estradas foram entregues em 2020, superando em mais de três vezes os 400 quilômetros de pavimentação nova concluídos em 2019.

“Daqui a pouco, não vamos ter um quilômetro de rodovia [federal] que não esteja pavimentada”, disse Freitas, revelando otimismo. “Temos que pensar no futuro, em uma autarquia que, em breve, será ainda maior. A transformação da infraestrutura que está em curso tem muito a ver com a história desta autarquia”, acrescentou o ministro.

Edição: Denise Griesinger

Oito ex-vereadores e dois vereadores mineiros pegam até dez anos de prisão por esquema

Condenações por peculato e associação criminosa decorre do desvios na Câmara de Paracatu

O procedimento investigatório teve origem na Operação Templo de Ceres, que apontou que os vereadores tinham direito ao reembolso de despesas realizadas com serviços não disponibilizados pela Câmara Municipal no valor de R$ 8.000, sendo obrigatória a prestação de contas pelo vereador. Esses vereadores procuraram por prestadores de serviços que fornecessem documentos que não correspondiam à realidade, o que permitiu o recebimento de verba indenizatória indevidamente por locações de veículos que não foram realizadas.

Segundo a Ação Penal Pública, os 21 réus “associaram-se informalmente, de maneira estruturalmente organizada e caracterizada pela divisão de tarefas, com o fim específico de desviar valores do município de Paracatu/MG, em proveito próprio e alheio”.

A 3a Promotoria de Justiça de Paracatu recorreu do inteiro teor da sentença, pleiteando a reforma das absolvições e o aumento das penas aplicadas.

O MPMG não divulgou os nomes dos condenados. (Com informações da Assessoria do Centro de Jornalismo do MPMG)

Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) emite Alerta de Emergência Hídrica

por INPE
Publicado: Mai 27, 2021

São José dos Campos-SP, 27 de maio de 2021

 

Estudos realizados pelo SNM, de acompanhamento Meteorológico para o Setor Elétrico Brasileiro, alertam que as perspectivas climáticas para 2021/2022, indicam que a maior parte da região central do país, a partir de maio até final de setembro, entra em seu período com menor volume de chuvas (estação seca).

Confira aqui a nota conjunta.

Lobby faz a Câmara votar projeto que pode inviabilizar geração de energia solar

Apesar da pandemia e da pior crise hídrica em 92 anos, que ameaça o Brasil com novo apagão, lobby fala mais forte

Apesar da pandemia e da pior crise hídrica em 92 anos, que ameaça o Brasil com novo apagão, fala mais forte na Câmara o lobby das empresas bilionárias de geração de energia, sobretudo termelétricas, e a agência reguladora Aneel, onde mandam, para fazer os deputados votarem nesta terça-feira (8) ou amanhã o projeto que estabelece quase a “taxação do sol”, inviabilizando a geração de energia solar no País. Tudo isso para que o Brasil permaneça dependente da geração suja e cara das termelétricas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O lobby para que o governo não invista e nem deixe investir em energia limpa e renovável garante mais de R$20 bilhões anuais às termelétricas.

O lobby pretende que se cobre muito caro pelo uso da rede de postes e fios que levam energia ao consumidor, inviabilizando o setor na prática.

O lobby contra a energia solar é liderado por figuras como Cassio Cunha Lima e, segundo o ex-senador, até o ex-presidente do TCU José Múcio.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

junho 2021
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia