WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 4/abr/2021 . 15:13

Governo faz semana de leilões com expectativa de retorno de R$ 10 bi

Serão leiloados portos, aeroportos e ferrovias

Publicado em 04/04/2021 – 13:48 Por Heloísa Cristaldo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O governo federal realiza entre os dias 7 e 9 deste mês uma série de leilões de aeroportos, portos e ferrovia. Chamada de “Infra Week”, a expectativa é arrecadar R$ 10 bilhões em investimentos privados com as concessões. Estão na lista 22 aeroportos, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), na Bahia, e cinco terminais portuários.
O Ministério da Infraestrutura prevê a geração de mais de 200 mil empregos, de forma direta, indireta e efeito-renda, ao longo dos contratos de arrendamento e concessões.

“No dia 7 de abril teremos o leilão de 22 aeroportos. É a mesma quantidade de todas as rodadas anteriores que já fizemos. De uma só vez. No dia 8 de abril a gente faz a Ferrovia de Integração Oeste-Leste. No dia 9, fazemos cinco terminais portuários”, explicou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Aeroportos

Segundo o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, o resultado do leilão de 22 aeroportos pode representar mais de R$ 6,1 bilhões em investimentos. O leilão será realizado no dia 7 e envolve projetos de longo prazo, com concessões de até 30 anos.

Os leilões de 22 aeroportos serão divididos em três blocos: Sul, Norte I e Central. O Bloco Sul é formado por nove terminais: Curitiba, Bacacheri, Foz do Iguaçu e Londrina (PR), Navegantes e Joinville (SC), e Pelotas, Uruguaiana e Bagé (RS). Sete compõem o Bloco Norte I: Manaus, Tabatinga e Tefé (AM), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR), e Rio Branco e Cruzeiro do Sul (AC). Mais seis formam o Bloco Central: Goiânia (GO), Palmas (TO), São Luís e Imperatriz (MA), Teresina (PI) e Petrolina (PE).

O investimento total nos três blocos supera os R$ 6 bilhões, sendo R$ 2,8 bi no Bloco Sul, R$ 1,8 bi no Bloco Central e R$ 1,4 bi no Bloco Norte. Em um único dia, o governo vai repassar a mesma quantidade de terminais aeroportuários do que o total atualmente concedido (22).

Ferrovia

No dia 8, será a vez do leilão da Fiol 1, o primeiro trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, entre Ilhéus e Caetité, na Bahia. A concessão do trecho de 537 quilômetros deve garantir R$ 3,3 bilhões de investimentos, sendo R$ 1,6 bilhão para a conclusão das obras. O prazo de concessão será de 35 anos.

A Fiol 1 é um projeto importante para o escoamento do minério de ferro produzido na região de Caetité (BA) e a produção de grãos e minério do Oeste da Bahia pelo Porto Sul, complexo portuário a ser construído nas imediações da cidade de Ilhéus (BA).

De acordo com Ministério da Infraestrutura, o governo federal trabalha para a implementação de mais dois trechos: entre Caetité (BA) e Barreiras (BA), e de Barreiras (BA) a Figueirópolis (TO), quando, futuramente, irá interligar o porto de Ilhéus a outra ferrovia: a Norte-Sul.

Portos

No dia 9, será o arrendamento de cinco terminais portuários: quatro no Porto de Itaqui (IQI03, IQI11, IQI12 e IQI13), no Maranhão, e um no Porto de Pelotas (PEL01), no Rio Grande do Sul.

Estão previstos mais de R$ 600 milhões em melhorias nesses terminais, que se somam a mais 20 áreas leiloadas desde 2019 e a 69 autorizações para implantação de Terminais de Uso Privado (TUP). Nesse período, já foram contratados R$ 10 bilhões para o setor, que, mesmo em ano de pandemia, cresceu 4,2% em 2020.

As quatro áreas no porto nordestino são voltadas ao armazenamento de granéis líquidos, de acordo com a principal vocação do empreendimento. O complexo funciona como distribuidor para as regiões Norte e Nordeste, por meio da navegação de cabotagem. No total, os quatro terminais totalizam mais de 120 mil m².

O terminal (PEL01) do porto de Pelotas (RS) é voltado para carga em geral, em especial toras de madeira, contribuindo para a cadeia logística da produção de celulose, e tem área de cerca de 23 mil m².

ANTT

Além dos 28 ativos a serem concedidos nesta semana, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizará no dia 29 de abril o leilão da BR-153/080/414/GO/TO.

A perspectiva é de mais R$ 8 bilhões de investimentos e mais de 140 mil postos de trabalho.

Concessões

Em dois anos, o programa de concessões já leiloou 41 ativos e contratou R$ 44 bilhões em investimento – e mais R$ 13 bilhões de outorga. Em 2021, a expectativa do Palácio do Planalto é sejam concedidos mais de 50 empreendimentos, o que garantiria mais R$ 140 bilhões para o setor.

A previsão do governo é chegar ao final de 2022 com a contratação de R$ 250 bilhões em infraestrutura.

Edição: Graça Adjuto

Nova temporada do Sem Censura estreia na TV Brasil

Programa vai ao ar toda segunda-feira às 21h30

Publicado em 03/04/2021 – 16:26 Por EBC – Brasília

Nova temporada do Sem Censura estreia na TV Brasil

Com 35 anos no ar e tendo recebido importantes personalidades brasileiras ao longo de sua história, o Sem Censura estreia nova temporada na próxima segunda-feira (5), na TV Brasil.

Apresentado pela jornalista Marina Machado, o programa será transmitido em rede nacional, com edições ao vivo dos estúdios de Brasília ou do Rio de Janeiro, com uma hora de duração.

Marina trabalhou no grupo Bandeirantes por 15 anos, emissora na qual apresentou o Jornal da Band, Jornal da Noite, Notícias da Redação, A Prévia, do Masterchef Brasil, e mediou debates do Canal Livre, idealizado por Fernando Barbosa Lima, mesmo criador do Sem Censura. Também ancorou, na BandNews TV, o programa de entrevistas Capital Natural.

A jornalista ressalta que O Sem Censura vai mostrar mais uma vez que abre espaço para que tudo possa ser dito. “É um espaço de jornalismo com respeito ao convidado. Teremos visões opostas, teremos muito questionamento, mas também espaço para que o entrevistado tenha oportunidade de responder aos jornalistas, debatedores, e também às perguntas do público, das pessoas das ruas e perguntas de internautas”.

Fã do programa, ela afirma que apresentá-lo coroa sua carreira no jornalismo. “Estou muito feliz de ter sido convidada para o Sem Censura, programa histórico, com mais de 35 anos, que sempre foi liderado por mulheres muito fortes no jornalismo. Estar à frente, depois de 23 anos de carreira, é uma honra”. Quando questionada sobre quem gostaria de entrevistar, Marina Machado responde que “o convidado é a pergunta mais difícil” e emenda dizendo que pensa no Presidente da República, Jair Bolsonaro, e no físico Marcelo Gleiser.

Com direção de Alan Rapp, também ex-Band, o novo Sem Censura destaca a opinião que valoriza a informação. “Me sinto privilegiado e é uma honra poder participar da reformulação de um programa tão importante e que existe há quase quatro décadas na televisão brasileira”, afirma Rapp sobre o novo projeto.

Em sua nova dinâmica, o Sem Censura recebe dois debatedores convidados a cada edição para entrevistar uma personalidade. A interatividade, outro destaque da atração, ganha mais espaço com a participação do público por meio da #novoSemCensura

O programa será organizado em três blocos. No primeiro, a mediadora e os jornalistas fazem perguntas sobre os temas factuais, os destaques e a carreira do convidado. No segundo bloco, os jornalistas e a mediadora debatem perspectivas diferentes com o convidado que ainda responde perguntas da internet e do público na rua. Já no terceiro e último bloco, é a vez do convidado apresentar seu ponto de vista sobre o debate. Durante todo o programa também serão feitas perguntas de populares gravadas em vídeo ou compartilhadas pela internet.

Edição: Kelly Oliveira

Salários e penduricalhos no serviço público custam mais de R$1 trilhão por ano

Cruzamento de dados, feito pela CGU, atesta o acúmulo indevido nos vencimentos de servidores

O funcionalismo público brasileiro custou R$928 bilhões em 2019, o que representa mais de 13,7% de tudo produzido pela economia do País, de acordo com estudo do Instituto Millenium/ODX, e em 2020 ultrapassou a marca de R$1 trilhão. Apesar de a Constituição limitar os salários aos de ministros do Supremo Tribunal Federal (R$39,2 mil), os penduricalhos aumentam os valores pagos, segundo revelou o ministro Wagner Rosário (Transparência) à Rádio Bandeirantes, após cruzamento de dados. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Rosário disse que tem sido revelador o cruzamento de dados, feito pela CGU, atestando acúmulo indevido nos vencimentos de servidores.

Há casos, por exemplo, de casal aposentado em quatro repartições, cujos filhos acumulam quatro pensões, que somadas, extrapolam o teto.

Notícias Relacionadas

O funcionalismo público totaliza 9,7 milhões de empregos, o que representa 21% dos 46 milhões de postos formais existentes em 2019.

O funcionalismo público municipal é 5,7 vezes maior do que o federal e 1,7 vez maior do que o estadual, diz o Instituto Millenium/ODX.

Bancada do atraso ameaça sustento obtido por motoristas de aplicativos

Projeto quer “garantir direitos trabalhistas”, mesmo que isso custe o fim da atividade econômica

A bancada do atraso, no Congresso, volta à carga desta vez com um projeto que, aprovado, inviabilizaria no Brasil o serviço de aplicativos de transporte do tipo 99Táxi, Uber ou Cabify.

O projeto quer “garantir direitos trabalhistas” a motoristas de aplicativo, mesmo que isso custe o fim dessa atividade econômica.

Aplicativos apenas ligam pessoas que precisam do transporte a motoristas dispostos a oferecê-lo, assegurando ao cliente a avaliação e controle de qualidade do serviço prestado. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Notícias Relacionadas

A tentativa do “vínculo empregatício” é velha pretensão de motoristas que, muito mal avaliados pelos clientes, foram excluídos dos aplicativos.

Quase 700 mil brasileiros saíram do desemprego ou ampliaram a renda, de 2012 a 2019, virando empreendedores como motoristas de aplicativo.

Randolfe Rodrigues (Rede-AP) justifica seu projeto citando casos de alguns países que ameaçam ou estabeleceram idêntico retrocesso.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

abril 2021
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia