Pesquisa aponta que seguidores do político petista são maiores apenas entre os muito jovens

O Paraná Pesquisas realizou levantamento nacional para formular uma pergunta política diferente aos brasileiros: como cada um se considera, bolsonarista ou lulista.

Do total de entrevistados, 27,6% se declararam bolsonaristas, ou seja, seguidores da conduta política do presidente Jair Bolsonaro, enquanto 22,3% afirmam serem lulistas, liderados pelo ex-presidente Lula.

A maior parte dos entrevistados (46,3%) afirmam que não se consideram nenhuma coisa e nem outra, recusando a abordagem personalista da opção política. Não sabem ou não responderam 3,8% do total.

O percentual dos que se declaram lulistas é maior entre os jovens de 16 a 24 anos (27,6%), apesar das acusações e condenações do político por corrupção e lavagem de dinheiro, e curiosamente mais baixo (20,2%) na faixa etária seguinte, dos 25 aos 34 anos de idade.

À exceção da faixa inicial, em todos os depois grupos de idade é maior o percentual dos que se afirmam  bolsonaristas. São 31,2% os bolsonaristas que têm de 45 e 59 anos, por exemplo.

O Paraná Pesquisas entrevistou 2.100 pessoas a partir dos 16 anos de idade em 200 municípios brasileiros, dos 26 estados e do Distrito Federal, entre os dias 15 e 19 de março

Veja os números da pesquisa: