Por: Redação O Tabuleiro
Dia 01/03/2021 10h32

“Como o comércio se planeja? Como o comerciário compra suas mercadorias? Não podemos pagar esse pato” , indignou-se Anselmo.

Quase um ano após a primeira medida restritiva de fechamento de estabelecimentos comerciais por conta da disseminação do novo coronavírus,   na noite do último domingo o governador Rui Costa pegou comerciantes de surpresa, e publicou decreto permitindo apenas os chamados serviços essenciais.“Ontem recebemos esse golpe”, lamentou o presidente da CDL ( Câmara de Dirigentes Lojistas ) de Ilhéus , Anselmo Clemente, durante entrevista ao programa O Tabuleiro, Ilhéus FM 105.9. na manhã desta segunda-feira. 

Acompanhado do gestor de negócios da entidade, Paulo Moreira, Clemente informou que nesta segunda-feira irá se reunir com os comerciantes locais para planejarem como irão se comportar diante desta situação. “Não podemos sair atirando. Fomos apunhalados pelas costas ontem.Como o comércio se planeja? Como o comerciário compra suas mercadorias? Não podemos pagar esse pato” , indignou-se Anselmo. 

Paulo citou os bancos que sempre tem pessoas aglomeradas e os cuidados de segurança sanitárias não são cumpridos.   “ O comércio está sendo punido !”, disse Paulo e apelou “ Comerciante, junte a nós “. Clique e ouça na íntegra a entrevista com os dirigentes da CDL.