WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 23/jan/2021 . 16:52

Parque Nacional da Tijuca estabelece novas regras para visitação

Desrespeito aos protocolos de segurança pesaram na decisão

Publicado em 23/01/2021 – 12:02 Por Cristina Indio do Brasil – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Os turistas que visitarem o Rio neste verão vão contar com uma nova atração: a visita guiada ao Parque Nacional da Tijuca. Na foto, a Cascatinha Taunay, que integra o roteiro (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, passa a funcionar a partir deste sábado (23) com medidas mais restritivas de visitação no setor floresta, onde estão os pontos turísticos a Cascatinha Taunay, o Pico da Tijuca e a Cachoeira das Almas. A falta de respeito aos protocolos sanitários de prevenção do novo coronavírus (covid-19) levou a Unidade de Conservação Federal a adotar as mudanças, que devem permanecer pelo menos até o fim do verão. 

O aumento no número de casos da doença na cidade também pesou na decisão. Os dados do terceiro boletim epidemiológico da Prefeitura do Rio, divulgado ontem (22), indicam que todo o município do Rio de Janeiro está com risco alto para a covid-19. 

Parque Nacional da Tijuca

Parque Nacional da Tijuca – Divulgação do ICMBio

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) alertou que se continuar o desacato às equipes e às regras sanitárias, as restrições poderão ser ampliadas.

O setor floresta ficou fechado de março a julho de 2020. Quando foi reaberto, passou a funcionar das 8h às 17h, mas a partir de amanhã, nos fins de semana e feriados, ficará aberto das 7h às 14h. A capacidade foi reduzida para 1.500 pessoas ao dia. 

De acordo com o (ICMBio), autarquia do Ministério do Meio Ambiente a quem o parque está subordinado, assim que o setor atingir a lotação máxima de 1,5 mil pessoas não será mais permitida a entrada de novos visitantes, e sem filas de espera. Esse número de visitantes representa 68% da média de visitantes nos meses de dezembro e de janeiro, somente aos finais de semana. A contagem dos visitantes começou em 2018. Nesse período, a média foi de 2.200 pessoas por dia.

Acesso

O único acesso para entrada e saída do setor floresta será pelo portão do parque na Praça Afonso Viseu, no Alto da Boa Vista. 

Os outros setores do Parque Nacional da Tijuca continuam com o horário de funcionamento das 8h às 17h.

Até agora só o Corcovado e o Parque Lage, localizados dentro do parque, tinham cota máxima de visitação. No entanto, com o comportamento inadequado dos visitantes visto nos últimos fins de semana, foi necessário limitar o número de pessoas para evitar aglomerações. 

Segundo o ICMBio, os monitores e servidores do parque foram desacatados no fim da semana passada e no feriado de São Sebastião (20), ao lembrarem as regras estabelecidas no dia 9 de julho de 2020, quando a unidade foi reaberta parcialmente e com normas de visitação.

Entre as infrações estão o uso e o descarte irregular de máscaras, aglomerações em cachoeiras, grandes grupos com mais de 10 pessoas, falta de distanciamento social nos picos das trilhas, acessos a locais interditados. 

O desrespeito às medidas sanitárias já tinha levado o Parque da Pedra Branca a restrições mais severas. A visitação é de segunda a sexta, das 8h às 17h, não sendo permitida a entrada nos fins de semana e feriados. A proibição parcial entrou em vigor no dia 24 de agosto de 2020, quando a falta de colaboração de parte do público gerou aglomerações no topo da trilha e foram registrados grupos com mais de 10 visitantes. O esquema no Pedra Branca também deve continuar, pelo menos, até o fim do verão.

“Importante destacar que a colaboração de cada pessoa é essencial para que as regiões e atrativos do parque ainda restritos voltem a ser liberados, contribuindo para a segurança de todos”, disse o ICMBio.

Na página do Parque Nacional da Tijuca na internet o visitante pode se informar sobre os locais que estão liberados, os que seguem fechados e as regras de visitação durante a pandemia. As informações estão também nas redes sociais do parque.

Edição: Fernando Fraga

Roberto Villardo, Chef do Grupo Privé, aposta em cardápios que valorizam a estética e surpreendem o paladar

Chef dos oito hotéis e três parques aquáticos do Privé Hoteis e Parques em Caldas Novas GO, Roberto vem dando mais identidade aos buffets e pratos a la carte da rede  

 

O renomado chef Roberto Villardo chegou a Caldas Novas-GO há cerca de 4 meses e desde então vem surpreendo o público que visita os oito hotéis e três parques aquáticos do Grupo Privé na cidade. Além de implementar em todos os cardápios o conceito comfort food, que embarca aquela alimentação caseira e sem o uso de conservantes, ele também surpreende na montagem e apresentações dos pratos.

Com 16 anos atuando na hotelaria, Roberto acumula passagens nas mais estimadas redes de turismo do país. O chef de cozinha é formado em gastronomia e chegou ao Grupo Privé com um desafio: desenvolver pratos que estimulem memórias afetivas remetendo a uma identidade única de experiências gastronômicas. ?Goiás sempre surpreende quando falamos de culinária, pela sua tradição em pratos marcantes. Quem vem hoje à nossa hotelaria também quer vivenciar o prazer de se sentir em casa e ser acolhido pelas maravilhas dessa culinária. Então, buscamos oferecer opções com o pequi e a guariroba, por exemplo. Há ainda, pessoas locais, que fazem questão de degustar uma comida que remeta ao que comem em casa, na fazenda ou lembre os sabores que só a comida de vó oferecia?, conta.

Na maioria dos casos, a opção para o serviço é o formato buffet. As seleções incluem delícias muita apreciadas pelos brasileiros, a exemplo da lasanha e escondidinho. ?Temos no mínimo três proteínas com carnes em variadas versões, muitas opções em saladas, já montadas ou em itens para montagem à gosto.  Outro diferencial muito importante é que toda nossa comida é fresca, não leva nenhum tipo de conservante, tudo feito com sal, pimenta do reino, bastante alho e cebola. É uma cozinha pensada e feita com amor, sem temperos industrializados?, reflete.

Aquele visual que encanta

A aparência, como explica o chef de cozinha, é o primeiro impacto. A pessoa vê a comida bonita, depois sente o aroma e por último, contempla o paladar. ?Buscamos impactar nossos visitantes seguindo esta ordem. Não adianta termos uma bela apresentação se o sabor não estiver à altura. Então, primamos pela sintonia: comida simples, caseira e com visual moderno! Um diferencial do Grupo Privé?, reflete.

Ele explica que para esse nível a montagem, tudo deve ser muito bem organizado. ?Temos uma equipe muito alinhada aos processos. Desde o molho ao protagonista do prato. Como exemplo, cada molho é desenvolvido não só para harmonizar com aquele prato em proporção de sabores, mas esteticamente também. Nada que cubra totalmente, mas traga um contraste de cores agradável aos olhos. Recebemos muitos elogios, inclusive que vão adquirir cotas do empreendimento devido ao setor de alimentos e bebidas, que é um diferencial de serviço que estará sempre a disposição. Acredito que a comida tem que trazer consigo mais do que sustento, mas também felicidade e prazer?, ressalta Roberto.

A afirmação do Chef Roberto é comprovada inclusive, cientificamente. Há alguns anos, uma pesquisa da Stony Brook University já adiantava que a frase ?comer com os olhos? não é apenas uma força de expressão. O estudo descobriu como o cérebro processa estímulos prevendo o sabor. O córtex gustativo, a parte do cérebro que media a percepção consciente do paladar, depende de todos os sentidos para antecipá-lo.  Sendo assim, é fato que o paladar se antecipa, sendo ativado pelos cinco sentidos antes mesmo da degustação. O sabor é formado por todos esses estímulos multissensoriais proporcionados primeiramente pela visão da apresentação dos pratos, seu aroma e por fim o sabor.

Sobre o Privé Hotéis e Parques

:: LEIA MAIS »

Arthur Lira assume favoritismo na disputa para presidir a Câmara

Bloco de apoio a Arthur Lira soma 242 votos contra 203 do candidato de Rodrigo Maia

A disputa pela presidência da Câmara, afinal, não está tão acirrada como parecia. Apesar de o atual presidente Rodrigo Maia colocar toda máquina a serviço do preposto Baleia Rossi (MDB-SP), o favoritismo está com o rival.

O bloco de partidos que apoia o deputado Arthur Lira (PP-AL) soma 242 votos, cerca de 47% do total. Já o bloco de Rossi chega apenas a 203, mas só se contar com improváveis 100% dos deputados do MDB, DEM, PT, PSB, PDT, PV, PCdoB, Cidadania, Rede e Solidariedade. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Analistas experientes observam que a campanha de Lira é “para dentro” da Câmara, enquanto Rossi parece disputar o voto popular.

Reduzem as chances de Baleia Rossi outras cinco candidaturas que lhe tiram votos: no seu MDB e também no Novo, Psol, Avante e PL.

A candidatura de Fábio Ramalho (MDB-MG), deputado muito querido na Câmara, tira votos preciosos de Rossi entre os 33 membros da bancada.

MDB pode substituir Simone Tebet como candidata à presidência do Senado

MDB fixou informalmente este domingo (24) como prazo fatal para Tebet obter apoio prometido

Nome do MDB à presidência do Senado, Simone Tebet (MS) está em uma encruzilhada: tornar viável a candidatura ou ceder seu lugar a outro emedebista.

Para ser escolhida candidata, ela alegou aos senadores MDB que teria adesões suficientes para vencer a disputa, citando o apoio das bancadas do Podemos e PSDB, que não se confirmou.

O MDB fixou informalmente este domingo (24) como prazo fatal para Tebet reverter ao menos o apoio tucano a Rodrigo Pacheco (DEM). Ou será substituída. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A candidatura da senadora começou a “fazer água” quando senadores do Podemos e PSDB decidiram apoiar o candidato do DEM-MG.

Simone Tebet foi muito prejudicada pela demora do MDB para definir a candidatura, deixando Rodrigo Pacheco fazendo campanha sozinho.

Enquanto o MDB “patinava”, Pacheco imobilizava o Planalto “plantando” a notícia do apoio, jamais declarado ou negado, do presidente Bolsonaro.

Tebet informa que anunciará a “plataforma” da sua candidatura apenas na segunda (25), a cinco dias da eleição. Talvez tenha de adiar.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia