Ivete Maria, vereadora eleita

Vereadora eleita Ivete Maria
agradece a população de Ilhéus

A servidora pública federal Ivete Maria de Souza, eleita ao cargo de vereadora agradece a população de Ilhéus os 625 votos obtidos nas últimas eleições municipais. Filiada ao DEM, Ivete Maria se considera novata na vida pública, “mas com experiência em lutar por melhores condições de vida das famílias do nosso município”, lembrou. Ivete Maria é pedagoga e graduada em gestão pública, com especialização em políticas sociais.

Ivete Maria reiterou ainda que “em primeiro lugar quero agradecer a Deus por ter me dado luz e vontade para trabalhar em prol do povo de nossa cidade, à minha família pelo apoio e paciência por me ausentar por algum tempo da convivência familiar, aos meus colegas de trabalho e inúmeros amigos que confiaram na minha nova trajetória e que em nenhum momento irei desapontá-los”.

Quem é Ivete Maria – De origem humilde e cristã, Ivete Maria foi feirante e trabalhou em diversas empresas privadas. Posteriormente, atuou na secretaria estadual do Estado de São Paulo, após ingressar no serviço público por meio de concurso. Atualmente, é servidora do Instituto Nacional da Previdência Social (INSS), em Ilhéus, por mais de três décadas, além de diretora-regional do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência (Sindprev).

PAPEL DO VEREADOR

Cabe ao vereador elaborar as leis municipais e fiscalizar a atuação do Executivo – no caso, o prefeito.

São os vereadores que propõem, discutem e aprovam as leis a serem aplicadas no município.

Entre essas leis está a Lei Orçamentária Anual que define em que deverão ser aplicados os recursos provenientes dos impostos pagos pelos cidadãos.

Também é dever do vereador acompanhar as ações do Executivo, verificar se estão sendo cumpridas as metas de governo e atendidas as normas legais.

A Constituição Federal e as leis orgânicas municipais estabelecem tudo o que o vereador pode e não pode fazer durante o mandato.

Para acompanhar se os vereadores estão cumprindo bem seus deveres perante a população, os eleitores podem ir às sessões legislativas ou conversar com os vereadores em seus gabinetes. Caso o eleitor descubra alguma irregularidade é possível fazer denúncia ao Ministério Público.

Legislativo

Os vereadores discutem e votam matérias que envolvem impostos municipais, educação municipal, linhas de ônibus e saneamento, entre outros temas da cidade.

Cada vereador é representante da população. Por isso, deve propor projetos que estejam de acordo com os interesses e o bem-estar do povo.

Na câmara municipal os projetos, emendas e resoluções têm de passar por comissões para ser votados no plenário.

Mesmo depois de aprovados projetos e emendas precisam ser submetidos à apreciação do prefeito que pode vetá-los total ou parcialmente ou aprová-los. Quando há aprovação o projeto é publicado no diário oficial da cidade e vira lei.

Fiscalização

Além das votações, os vereadores têm o poder e o dever de fiscalizar a administração, cuidar da aplicação dos recursos e observar o orçamento. É dever acompanhar o Poder Executivo, principalmente em relação ao cumprimento das leis e da boa aplicação e gestão do dinheiro público.

Também os vereadores que julgam as contas públicas da cidade, o que acontece todo ano, com a ajuda do tribunal de contas dos municípios.