WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 19/out/2020 . 17:59

Com eficiência orçamentária, Valec mantém ritmo das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste – Fiol

 

O Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura (MInfra), determinou como projeto prioritário a construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), empreendimento executado pela Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., empresa pública vinculada ao MInfra. A Fiol ligará o futuro porto de Ilhéus/BA a Figueirópolis/TO, ponto em que se conectará à Ferrovia Norte-Sul.

No mês passado, o presidente Jair Bolsonaro esteve no canteiro de obras da Fiol prestigiando a assinatura do convênio celebrado entre a Valec e o Exército para a atuação da corporação nas obras do lote 6 da ferrovia. Diante de um cenário desafiador de restrição orçamentária, o presidente deixou uma mensagem clara aos gestores públicos: “nós temos um grande compromisso, que é fazer com que as obras aconteçam com menos recursos e criatividade para tirar o país da situação complicada que ainda se encontra.

Para cumprir esse compromisso, a Valec tem se empenhado em reduzir gastos administrativos e realocado esses recursos nas obras da Fiol (saiba mais aqui). Estas, seguem em ritmo consistente e, mesmo com a pandemia causada pelo novo coronavírus, apresentam um bom avanço físico, gerando aproximadamente 1240 empregos diretos e 2400 indiretos. Com a parceria firmada entre a estatal e o Exército e a chegada de todo o contingente destacado para a obra, a expectativa de geração de empregos é de 1700 diretos e 3400 indiretos. 

A atuação da Valec proporciona à sociedade alavancagem da economia por meio do investimento público direto, fomentando desenvolvimento e empregos, mesmo diante da grave crise econômica que o país enfrenta, acirrada pela pandemia. O grande desafio do momento está em superar a escassez orçamentária e tornar possível a subconcessão da Fiol II (trecho de Caetité/BA a Barreiras/BA) até 2022, que atualmente tem aproximadamente 44% de avanço físico. A subconcessão da Fiol I (trecho de Ilhéus/BA a Caetité/BA) deve acontecer ainda este ano, de acordo com o planejamento do MInfra. A empreitada demanda um esforço da Valec, que conta com o apoio do ministério supervisor para a alocação de recursos suficientes, que permitirão o desenvolvimento do empreendimento e atingimento dos objetivos estabelecidos.

Assessoria de Comunicação Social
  Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A.
  (61) 2029-6297
  ascom@valec.gov.br
 twitter.com/valec_ferrovias
 instagram.com/valec.oficial
 linkedin/valec-ferrovias
 facebook.com/valec.oficial/

Cacá é recebido com entusiasmo nos distritos de Ilhéus

O candidato a prefeito de Ilhéus, Cacá (PP) 11, se entusiasma a cada dia com a recepção calorosa que tem recebido da população durante as visitas feitas aos distritos.  No último domingo (18), Nosso Cacá agradeceu o apoio dos moradores nas localidades de Banco Central e Castelo Novo. 

Adotando todas as medidas de segurança necessárias imposta pela pandemia,  o próximo prefeito de Ilhéus destacou os projetos para a manutenção das estradas e fortalecimento da agricultura familiar.

“Banco Central e Castelo Novo são dois distritos que só foram lembrados pelo atual gestor agora em período eleitoral. Isso não pode acontecer. Nossos distritos têm a força do desenvolvimento econômico. Precisamos investir na agricultura familiar e proporcionar dignidade para as comunidades”. 

Cacá ouviu as reivindicações dos cidadãos da zona rural, que se sentem abandonados pela gestão municipal. “O prefeito esteve aqui de manhã. Depois de quatro anos, ele pisou os pés aqui. Agora ele lembra da gente. Fizeram a manutenção da estrada só porque ele veio. Nós não somos bestas não”, reclamou Salatiel, 30 anos, morador de Castelo Novo. 

“As pessoas reclamam da situação nas estradas, da falta de transporte, de atendimento na saúde, problemas na educação, falta de atenção em todos os segmentos”, reconhece Cacá. 

Nosso Cacá garantiu dar ao povo do interior o apoio que merece. Dentre as prioridades para a zona rural, Cacá confirma o asfaltamento dos principais acessos às sedes distritais, sinal de internet via satélite, manutenção de estradas, programa de fortalecimento da agricultura familiar, conservação de praças e eficiência na assistência social e na saúde. 

“Para Ilhéus, é fundamental fortalecer o produtor com melhor infraestrutura e garantir atenção social aos trabalhadores rurais, pois eles formam um suporte para o abastecimento da população da cidade”, enfatizou o candidato progressista.

A REFORMA DA BIBLIOTECA PÚBLICA ADONIAS FILHO, EM ILHÉUS, ESTÁ EM FASE FINAL ===>>> 02/06/2015

O espaço, conhecido popularmente como Colégio General Osório, está em fase final de recuperação e será reaberto ao público no aniversário da cidade.

montmanutgal

A reforma da Biblioteca Pública Adonias Filho (antigo Colégio General Osório) localizado na Praça Castro Alves, centro, está em fase adiantada. No momento, estão sendo feitas a recuperação da calçada no entorno e a finalização da aplicação do sinteco, espécie de verniz colocado no piso de madeira. Desde que foi iniciada a obra, já foram feitas revisões das instalações elétricas e hidráulicas, do telhado e pintura, além da recuperação do forro, piso e das paredes.

O acervo da biblioteca já foi transferido de volta ao equipamento e está sendo organizado nas salas de leitura, pesquisa e consulta, que estarão disponíveis para a comunidade. A proposta é transformar o local num ambiente vivo, com atividades culturais voltadas para o incentivo à leitura, workshops e realização de exposições. “Dessa forma, vamos fazer com que o ilheense volte a visitar o espaço com um novo olhar”, destaca. O secretário de cultura de Ilhéus, Paulo Atto.

O secretário destaca uma outra novidade para a reinauguração do espaço, que é a criação de novos setores, como o de leitura em braile, garantindo assim a acessibilidade e democratização do acesso às obras disponíveis.

Revitalização – Ao assumir o governo, em janeiro de 2013, o prefeito Jabes Ribeiro determinou a realização dos estudos necessários para recuperar o prédio.  O General Osório foi inaugurado em 31 de dezembro de 1915. Primeira escola pública de Ilhéus, foi durante muitos anos o principal estabelecimento escolar do município. No ano de 2002, foi realizada uma reforma com o objetivo de adequá-lo para que nele fosse instalada a Biblioteca e o Arquivo Público de Ilhéus. Em 2004, o prefeito Jabes Ribeiro autorizou a pintura do prédio, sendo esta a última intervenção do poder público no local até o ano de 2013.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. Ilhéus – 2.6.15

 

ESTADO DEPLORÁVEL DA BIBLIOTECA MUNICIPAL NO GOVERNO MARÃO

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2020
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia